Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 16 de junho de 2017

Com a Palavra, o Governador - 16 de junho de 2017

No programa gravado em Lages, o Governador Raimundo Colombo fala sobre o trabalho da Defea Civil, sobre o setor de tecnologia e a retomada das audiências do Fundam 2.

 

Oportunidades

Próximos eventos



Produtores catarinenses colhem a maior safra de soja da história. A produção chegou a 2,4 milhões de toneladas, 13,4% a mais do que no último ano. A soja vem ganhando cada vez mais espaço nas lavouras catarinenses, principalmente as áreas que antes eram usadas para o plantio de milho. Na safra 2016/17, o grão ocupa 660,2 mil hectares no estado, a maior área plantada já registrada. Segundo o Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri), a colheita de soja já está encerrada e segue confirmando a expectativa de uma safra extraordinária. 

O aumento na produção é o resultado da combinação entre área plantada e produtividade, o rendimento médio das lavouras catarinenses chega a 3,6 toneladas por hectare – um aumento de 11,24% em relação à última safra. Em Curitibanos, por exemplo, a produtividade alcançou 4,17 toneladas por hectare, 20,4% a mais do que em 2016. A produtividade é acima da média também em regiões como Joaçaba, Canoinhas e Ituporanga, onde os produtores colheram 4,16 toneladas/ hectare, 3,8 toneladas/hectare e 3,9 toneladas/ hectare, respectivamente.

Canoinhas é também a maior região produtora do estado, com uma safra estimada em 501,8 mil toneladas, um incremento de 9,9%. Mas o maior crescimento em produção está em Concórdia, a região ampliou em 37% a área destinada ao plantio de soja e a colheita foi 56,3% maior nesta safra, chegando a 20,7 mil toneladas.

A produção de soja está relacionada com a produção de carnes em Santa Catarina. O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, explica que como maior produtor de suínos, segundo maior produtor de aves e um dos maiores produtores de leite do país, o estado é dependente de grãos, como soja e milho, para ração animal.

A soja é ainda um grande produto na pauta de exportações de Santa Catarina. Em maio, de tudo o que o estado exportou, 11,9% era do complexo soja. No último mês, foram embarcadas 355 mil toneladas do grão, valor acima da média dos últimos cinco anos para maio. No acumulado do ano, de janeiro a abril, o volume exportado foi 21% superior ao volume exportado no mesmo período de 2016, passando de um milhão de toneladas. Os principais destinos da soja catarinense são China, Rússia, Coreia do Sul e Tailândia.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br


Fotos: Rosália Dors Pessato /SPG

Aumentar a percepção de segurança das pessoas, diminuir a criminalidade e consolidar políticas públicas preventivas foram alguns dos objetivos propostos pelos participantes do workshop de Segurança Pública nesta quinta-feira, 22, na Fundação Escola de Governo (ENA), em Florianópolis. Representantes do Governo do Estado e da sociedade civil organizada colaboraram com o Plano de Desenvolvimento Catarinense para 2030, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio da UFSC.

Segundo o Atlas da Violência do IPEA de 2017, apesar de Santa Catarina ser um dos estados brasileiros com menor taxa de homicídios dolosos por 100 mil habitantes, houve crescimento na taxa de homicídios por 100 mil jovens na faixa etária de 15 a 29 anos de idade.

"Entre 2010 e 2016, em um curto espaço de tempo, houve aumento das taxas de ocorrências de tráfico de drogas e aumento dos homicídios, especialmente entre os jovens. Isso revela uma relação direta entre uma responsabilidade social, das pessoas, com a sociedade que é o aumento do consumo de drogas e por consequência um aumento das mortes violentas entre a população mais jovem.", analisou o professor da UFSC Pablo Bittencourt.

Outra área de atuação da Segurança Pública, a prevenção de acidentes, incêndios e mitigação de desastres naturais também foi debatida pelos representantes do Governo e da sociedade civil organizada. Tanto o trabalho de fiscalização realizado pelo Corpo de Bombeiros, quanto a atuação da Defesa Civil em monitorar o clima e orientar as pessoas compõem ações preventivas.

Participaram do workshop representantes das secretarias estaduais de Segurança Pública, Justiça e Cidadania, Defesa Civil, Saúde, Educação, Assistência Social, Trabalho e Habitação, Planejamento e Fazenda, além das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, IGP, Detran, Associação de Mobilidade por Bicicleta e Modos Sustentáveis (Amobici) e Movimento ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) Nós Podemos SC.

Propostas de objetivos estratégicos:

- Reduzir a incidência de violência e criminalidade no estado de SC através de ações integradas e intersetoriais
- Fomentar medidas preventivas focadas na participação de cidadãos e cidadãs
- Reduzir o crime
- Reduzir mortes no trânsito
- Mitigar as perdas humanas e de patrimônio por incêndios, acidentes e desastres em geral
- Consolidar políticas públicas preventivas, por meio de legislação, voltadas para a criança e o adolescente, comprometidas com a dignidade da pessoa humana, de forma sistemática e transversal.
- Criação de um banco de dados integrado, estadual.
- Reduzir o risco de violência e aumentar a percepção de segurança em Santa Catarina, com ênfase em políticas de prevenção e política de assistência integral à cidadania
- Ampliar o efetivo e a qualidade de pessoal ligado à segurança pública, com investimento em inteligência, tecnologia e valorização profissional
- Direcionar as políticas públicas para causas dos problemas de violência, criminalidade e desastres em áreas urbanas e rurais
- Ampliar a segurança e a sensação de segurança
- Desenvolver uma política de segurança pública para o crime organizado
- Reduzir a incidência dos crimes contra a vida
- Garantir a reintegração social das pessoas privadas de liberdade e dos adolescente em medidas socioeducativas
- Reduzir a incidência de crimes ambientais

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da Fapesc.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até meados de julho serão realizados workshops setoriais abordando os temas: indústria, comércio, ciência e tecnologia; pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, Litoral Norte, Litoral Sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio-Oeste e Oeste).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740


Foto: Sérgio Teixeira da Silva/ ADR Canoinhas

A Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Canoinhas iniciou, nessa semana, a recuperação emergencial da rodovia SC-477, de Canoinhas a Major Vieira, que é de responsabilidade da agência. Os trabalhos emergenciais, devido às fortes chuvas ocorridas nas últimas semanas em todo estado, acontecem também na SC-135, sentido Porto União a Matos Costa; e na SC-120, mais conhecida como Transfalcônica, em Três Barras, que liga até a BR-280.

Os valores liberados pelo Governo do Estado, em regime emergencial, são para execução de operações e melhorias na manutenção, limpeza de placas de sinalização, limpeza manual de valetas e bueiros, roçada e tapa-buracos. São R$ 347.230,16 em recursos para atender os 135 quilômetros de rodovias, que são de responsabilidade da ADR.

A empresa ganhadora da licitação é a União Prestadora de Serviços Ltda, que está realizando o trabalho desde o dia 2 de junho. Os serviços estão sendo acompanhados pelo gerente de Infraestrutura da ADR, Gustavo Carvalho.

O secretário executivo regional Aloísio Francisco Salvatti destaca que a empresa está atendendo todas as rodovias da região, dando maior segurança e trafegabilidade. “Este trabalho emergencial visa garantir mais segurança aos usuários dessas rodovias. Sabemos que é emergencial, mas estamos agora no aguardo de um recurso maior para fazer um trabalho ainda mais completo”, disse.

Informações adicionais para a imprensa:
Sérgio Teixeira da Silva
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Canoinhas
E-mail: comunicacao@cni.sdr.sc.gov.br / sdrcanoinhas@spg.sc.gov.br
Fone: (47) 3627-4021 / 98802-2391
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcanoinhas


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O primeiro fim de semana do inverno em Santa Catarina será de tempo estável, com sol e temperatura em gradativa elevação. As temperaturas podem chegar a 30°C no Oeste, Meio-Oeste, Litoral Sul e Vale do Itajaí e, deve seguir assim nos próximos sete dias. Conforme a Epagri/Ciram, órgão estadual de monitoramento da previsão do tempo e do clima, nesta sexta-feira, 23, no Norte do estado e Grande Florianópolis, chance de chuviscos isolados no início e final do dia. Nas demais regiões sol.

Para o sábado e domingo o tempo deve ficar estável, com sol e temperaturas em elevação em todas as regiões.

>>> Confira a previsão do tempo para esta quarta-feira por região

Mais informações:
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5006


Fotos: Jaqueline Noceti/Secom

Na tarde desta quinta-feira, 22, foi a vez dos prefeitos da região de Blumenau conheceram o projeto da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2). O governador Raimundo Colombo apresentou o programa para representantes das 14 cidades que integram a Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), em evento na sede da entidade.

>>> Galeria de fotos

O valor a ser repassado a cada município ainda será definido, mas o governador aproveitou o evento para anunciar que o projeto da prefeitura de Blumenau a ser contemplado pelo programa será o da construção de um novo centro de convenções na cidade, no complexo da Vila Germânica. Diante da relevância do projeto para o desenvolvimento econômico de toda região, o repasse será maior do que a média feita pelo programa. O valor previsto para construção é de R$ 15 milhões.

Em todo o Estado, o investimento previsto para esta nova edição do Fundam é de R$ 700 milhões. O projeto para a segunda edição foi aprovado na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 21. E , nesta sexta, o governador participa de reunião com a diretoria do BNDES para tratar do repasse dos recursos.

“O Fundam é uma programa para fortalecer e preservar o modelo de sucesso de Santa Catarina, baseado em municípios fortes e desenvolvidos, que contribuem para o boa distribuição demográfica entre todas as regiões do Estado. Permite levar investimento e melhorias para todas as cidades. E nos menores municípios, esse investimento faz ainda mais diferença, garantindo melhorias de infraestrutura que ajudarão a manter novas gerações nestas cidades”, defendeu Colombo.

Investimentos no Médio Vale

Os 14 municípios que fazem parte da AMMVI são Apiúna, Ascurra, Benedito Novo, Blumenau, Botuverá, Brusque, Doutor Pedrinho, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó. Juntos, na primeira edição do Fundam, eles receberam R$ 44,4 milhões para investimentos que se transformaram em obras de infraestrutura, construção de pontes e parques e garantiram a compra de veículos e equipamentos para as prefeituras.

Agora, todos os municípios poderão novamente ser contemplados. O governador Colombo lembrou que, a exemplo da primeira edição, a meta é contemplar todos os 295 municípios catarinenses e garantir autonomia para que cada prefeitura escolha o investimento a ser feito dentro das áreas previstas.

As áreas de destino dos recursos são: infraestrutura (logística e mobilidade urbana); construção e ampliação de prédios nas áreas de educação, saúde e assistência social; construção nas áreas de desporto e lazer; saneamento básico; aquisição de equipamentos, veículos e materiais destinados aos serviços de saúde e educação; e aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários novos, fabricados em território nacional.

Fundam

Iniciativa do Governo do Estado, a primeira edição do Fundam distribuiu R$ 606 milhões em todo o Estado para investimentos nos municípios catarinenses, em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura. 

Como cada município podia apresentar até dois projetos. Foram assinados 453 convênios, que possibilitaram a compra de 976 equipamentos, máquinas e veículos, a realização de 56 obras e a pavimentação de 1.358 ruas, o que corresponde a 538 quilômetros lineares pavimentados.

Esta foi a sétima de 21 reuniões regionais previstas para apresentação do Fundam 2 pelo governador Colombo. Além de Blumenau,  já sediaram encontros as cidades de Mafra, Tubarão, Jaraguá do Sul, Chapecó, Criciúma e Rio do Sul.

Em Blumenau, acompanharam o ato, secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional (ADR) do Médio Vale; o presidente da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI) e prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi; entre outras lideranças da região.

>>> Governador Colombo visita as obras do novo acesso Norte de Blumenau

>>> Governador assina ordens de serviço para construção do Centro de Inovação de Brusque e para revitalização da Rodovia Jorge Lacerda

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

Página 1 de 55