Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha Compre de SC

Campanha Compre de SC

O Governo do Estado lançou a campanha Compre de SC para incentivar o consumo de produtos produzidos em Santa Catarina. Além de estimular a produção interna e muitas vezes de pequenos produtores, a campanha faz a economia girar, gerando renda e emprego.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Paulo Goeth / SES

O Hospital Regional de São José Dr. Homero de Miranda Gomes está conquistando resultados positivos para reduzir a superlotação e melhorar o atendimento aos pacientes no setor de emergência. A unidade, vinculada à administração direta da Secretaria de Estado da Saúde (SES), é uma das seis do país a participar de programa piloto do Ministério da Saúde (MS), implementado pelo Hospital Sírio-Libanês.

Chamado de “Lean nas Emergências”, o projeto integra o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) que visa promover melhorias no atendimento hospitalar para os usuários do sistema público de saúde. O Lean, que inicialmente era um sistema adotado pela empresa Toyota para administrar a produção industrial, trabalha para melhorar processos com base no tempo, assegurando fluxos contínuos e eliminando desperdícios e atividades de baixo valor agregado.

Resultados

O Hospital Regional de São José Dr. Homero de Miranda Gomes registrou aumento de 80% no número de cirurgias no primeiro quadrimestre deste ano. De janeiro a maio foram realizados 8.161 procedimentos cirúrgicos na unidade. “O projeto Lean de excelência no atendimento das emergências, implantado no Regional teve dois grandes impactos: a agilidade no atendimento da porta, com o aumento do número de profissionais nos momentos de aumento da demanda, e a identificação do ponto de saturação do atendimento, com o desencadeamento do plano de contingência para mobilizar toda a estrutura e acomodar melhor os pacientes, principalmente os internados fora de leito”, explica o diretor da unidade, Valdir Ferreira.

O secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, afirma que o Projeto “Lean nas Emergências” reduziu a superlotação nas portas de entrada dos serviços de saúde de urgência e emergência do SUS. “Com certeza, todas essas ações trarão um atendimento mais resolutivo e com qualidade para os pacientes que utilizam os serviços do SUS”, exemplifica o secretário Francisco Figueiredo.

Projeto Lean

Além do Hospital Reginal de São José, participam do programa o Hospital Geral de Palmas (TO), HUGOL - Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (GO), Hospital Metropolitano Odilon Behrens (MG), Hospital Geral do Grajaú (SP) e Hospital de Messejana (CE). As unidades foram indicadas pelo Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS).

Um dos indicadores utilizado para medir os resultados do projeto é o de superlotação, chamado de NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência), que mensura quesitos como tempo de passagem de pacientes pelas urgências, permanência no hospital, tempo de alta, entre outros.

A partir do sucesso obtido na fase piloto, o projeto será ampliado para outras 10 unidades do SUS. Participam da próxima etapa: Hospital Geral de Roraima (RR), Hospital da Cidade de Passo Fundo (RS), Hospital Universitário Estadual de Londrina (PR), Hospital de Clínicas de Uberlândia (MG), Hospital do Trabalhador (PR), Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (DF), Hospital Regional de Ceilândia (DF), Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (ES), Hospital Geral de Guarulhos (SP) e Santa Casa de São Paulo (SP). Ao todo, serão 100 unidades impactadas em três anos.

Ao final de 2020, fim do triênio, a meta é chegar a 100 serviços de emergência com o Lean, mais de 450 profissionais treinados e 180 protocolos clínicos nos serviços de emergência implementados. O Ministério da Saúde ainda pretende implementar a metodologia Lean nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para melhorar a qualidade dos serviços de saúde, a acessibilidade e qualificação da atenção básica em cada território.

 

Informações adicionais para a imprensa

Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8820
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br/ secretariadeestadodasaude@gmail.com


Fotos: Ana Paula Keller / ADR Joinville

O secretário de Estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Junior, formalizou nesta terça-feira, 19, contrato com duas empresas de Joinville para o fornecimento das imagens de equipamentos instalados na cidade. A celebração foi com o Grupo Khronos e a Urbani Tecnologia de Informação Ltda. Participaram também do ato, no 8º Batalhão da Polícia Militar, os comandos das Polícias Militar e Civil e o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, Volnei Francisco Batista.

“As empresas não vão doar câmeras, elas vão disponibilizar o acesso às imagens. Essas duas empresas conseguiram fechar os parâmetros técnicos para termos acesso ao que gravam. Santa Catarina trabalhava com 2.808 equipamentos públicos no projeto Bem-te-vi e hoje são acrescidas três mil em todo o Estado, mais que dobrou o acesso a imagens que hoje a segurança pública tem”, destacou o secretário. De acordo com Oliveira Junior, há outras empresas em fase de ajuste tecnológico.

Parceria

São aproximadamente oito mil câmeras sendo analisadas, porque é necessário ter um padrão tecnológico para serem integradas. “Ultrapassou muito nossa meta de conseguir acesso de dez mil câmeras ate o final do ano”, disse. Também está em fase de estudo o uso de drones para reduzir os índices de violência em Santa Catarina. Dois aspectos estão sendo levados em consideração: a forma como a criminalidade tem usado os equipamentos e de que maneira a Secretaria de Segurança Pública poderá fazer uso dos aparelhos.

O contrato é resultado de um chamamento público e empresas interessadas em ceder imagens de videomonitoramento poderão participar do edital até dezembro. “É uma forma de a iniciativa privada contribuir com o exercício da cidadania, afinal de contas, existem investimentos realizados com câmeras por todas as cidades e que, de certa forma, não são tão aproveitadas pelo Estado. Nesse modelo de chamamento público, que integra as câmeras privadas junto ao sistema do Governo do Estado, sem dúvida quem ganha é a população como um todo, na segurança”, disse o diretor executivo da Urbani Tecnologia da Informação Ltda, Rubem Henrique da Silva Junior.


>>> mais fotos na galeria

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville


Fotos: Divulgação CCS/CBM

O Governador Eduardo Pinho Moreira encaminhou para a Assembleia Legislativa nesta terça-feira (19/06), o projeto de Lei que cria a LOB- Lei de Organização Básica do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Na prática, a Lei estabelece a estrutura organizacional do Corpo de Bombeiros Militar no Estado, ratificando a estrutura já existente com os batalhões, companhias e organizações Bombeiros Militares, de acordo com os quartéis já implantados.

LOB

De acordo com o Comandante-Geral, coronel BM João Valério Borges, a Lei não gera impactos financeiros, apenas legaliza a identidade da corporação e materializa o que já existe. O coronel também explica que desde a emancipação administrativa do Corpo de Bombeiros Militar, em 2003, a corporação vem seguindo os mesmos ritos legais de organização institucional com base na Polícia Militar. “Entretanto, em 15 anos de autonomia, a corporação Bombeiro Militar já cresceu, e ainda vem crescendo, gradativamente, no Estado, tanto em área de abrangência como na especialização de atividades que foram sendo criadas ao longo dos anos. Por isso, a solidificação da Lei de Organização Básica é tão importante para a corporação”, disse.

O anúncio oficial do encaminhamento da Lei foi feito pelo secretário de estado da Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, na última sexta-feira (15/06) em solenidade de formatura no Centro de Ensino Bombeiro Militar, no bairro Trindade, em comemoração aos 15 anos da emancipação e durante promoção de oficiais e praças.

 

Informações adicionais para a imprensa

Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar
Krislei Oechsler- Jornalista
Telefones: (48) 3665-8426 e (48) 3665-8427

Descrição do áudio:

O governador Eduardo Pinho Moreira apresentou a campanha “Mais Segurança no Trânsito” nesta terça-feira, 19, no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis./
O objetivo é conscientizar a população sobre os elevados índices de acidentes envolvendo motocicletas, como indica o governador./
SONORA
Em 2017, os cinco principais hospitais de Santa Catarina atenderam mais de 5,7 mil acidentes envolvendo motocicletas, uma média de 477 por mês./
Santa Catarina tem o maior número de veículos por habitante do país, são 690 para cada mil habitantes. São mais de 4,7 milhões de veículos circulando nas estradas e rodovias do Estado./
Por isso, a campanha “Mais Segurança no Trânsito” será veiculada em diversos meios de comunicação para conscientizar o cidadão catarinense.//

 

 

Duração: 01 Min. 31 Seg.
Apresentação: Leonardo Franzoni
Técnica: Leonardo Franzoni
Produção: Serviço de Rádio da Secretaria de Estado da Comunicação
Contato: (48) 3665-3051 / 3665-3003
E-mail: radio@secom.sc.gov.br 


Fotos: Mauren Rigo / SPG

O secretário de Estado do Planejamento, Francisco Cardoso de Camargo Filho, avaliou a versão final do Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 na tarde desta segunda-feira, 18, no Centro Administrativo, em Florianópolis, durante reunião com coordenadores das equipes que elaboraram o documento. O Plano SC 2030 passou por ajustes técnicos nos últimos dois meses e será, em breve, disponibilizado ao público.

Participaram do encontro o diretor de Desenvolvimento das Cidades da Secretaria do Planejamento (SPG), Norton Flores Boppré, a gerente de Apoio à Gestão das Cidades, Cristina Mara Couldrey, o professor do Departamento de Economia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Silvio Cario, e consultor técnico João Vicente Scarpin.

O documento tem natureza consultiva e servirá como instrumento norteador da atuação governamental pelos próximos 12 anos. “O Plano é resultado de mais de um ano de trabalho, reunindo objetivos estratégicos para construirmos a Santa Catarina do futuro", afirmou Camargo Filho.

Elaboração do Plano SC 2030

Florianópolis - SPG avalia versão final do Plano SC 2030

O Plano SC 2030 foi elaborado ao longo de 2017 numa parceria entre o Governo do Estado (com coordenação geral da SPG), UFSC e sociedade. O processo colaborativo nas diferentes etapas de construção do documento deu-se em 21 oficinas de trabalho setoriais e macrorregionais, envolvendo aproximadamente dois mil integrantes do governo estadual atuantes em distintas áreas da administração pública.

Também participaram representantes da sociedade civil organizada vinculados a associações de classe, sindicatos, federações e entidades em geral. “Não é um plano feito em ambiente intragovernamental. A opinião da sociedade foi essencial para criarmos um modelo de expansão apoiado em políticas públicas eficientes”, afirmou Norton Boppré.

O estudo levou em conta os potenciais e também das dificuldades econômicas e sociais de Santa Catarina a fim de transformá-lo em um estado referência em sustentabilidade, inovação e empreendedorismo. Uma das prioridades é o desenvolvimento equilibrado entre todas as regiões.

Para o secretário de Planejamento, o documento servirá de base para os próximos governantes de Santa Catarina e deve ser visto como um plano de Estado. "Outro ponto importante é que as instituições financeiras estão dando prioridade aos investimentos quando o Estado apresenta detalhes substanciais de organização, com metas e indicadores a curto, médio e longo prazos. Em Santa Catarina, o Governo contará com mais este instrumento em prol dos catarinenses, lideranças e Estado”, concluiu.

Governança

Florianópolis - SPG avalia versão final do Plano SC 2030

O professor Silvio Cario aponta a governança pública como uma forma de acompanhar o uso do Plano SC 2030. “O próximo passo é criarmos uma comissão, com o apoio da sociedade, que servirá de ferramenta para acompanhamento dos indicadores futuros e cobrança dos resultados”, explicou.

Uma prévia do estudo foi apresentada ao governador Eduardo Pinho Moreira em evento no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, no final de março. A versão final do Plano de Desenvolvimento estará disponível nos sites da Secretaria do Planejamento (SPG) e nas demais setoriais nos próximos dias.

Mais informações para a imprensa:
Mauren Rigo
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento - SPG
Fone: (48) 3665-3319 / 99186-9740
E-mail: mauren@spg.sc.gov.br
www.spg.sc.gov.br
www.facebook.com/PlanejamentoSC
@PlanejamentoSC

Página 1 de 343