Encontre serviços e notícias do Governo de SC

 

Vídeos

Coronavírus: sintomas e prevenção



Oportunidades


BANNER DEFICIENTES 01


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Para arrecadar materiais fundamentais para ações de combate ao coronavírus em Santa Catarina, a Defesa Civil lançou um canal de doações. O órgão estadual está centralizando informações dos itens necessários para equipes que estão a campo, como álcool em gel e equipamentos de proteção individual (EPIs) - máscaras, luvas, aventais e outros.

A Defesa Civil está buscando doadores diretos destas necessidades, pessoas físicas ou jurídicas, que possam fazer a aquisição e o repasse dos produtos. Para isso foi criado um canal de contato que recebe as demandas dos órgãos e os colaboradores.

Neste link os interessados podem se cadastrar e em seguida o contato é realizado pelos técnicos da Defesa Civil. Da mesma forma, estão sendo cadastrados fornecedores dos materiais e empresas que possam apoiar no transporte na coleta ou distribuição dos itens. O processo será transparente e a destinação das doações identificada.

A ação é uma ponte entre a sociedade e os órgãos oficiais que trabalham no combate direto ao vírus. “Estamos em um momento que a união de esforços fará a diferença na luta contra o coronavírus”, destacou o chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior.

Segundo ele, o canal de doações busca alinhar as necessidades dos órgãos oficiais com o apoio de empresas ou pessoas físicas. Os materiais doados serão utilizados na linha de frente do enfrentamento à doença nos hospitais e nas ruas em apoio à população. “Ainda teremos uma longa jornada e juntos venceremos esta batalha”, completou.

Canal de repasse financeiro 

Na segunda-feira, 23, o Governo do Estado publicou um decreto sobre a operacionalização de doações para o Fundo Estadual da Saúde (FES), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (SES). As transferências voluntárias podem ser efetuadas por pessoas físicas e jurídicas, por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (Dare), que pode ser emitido neste endereço

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Epagri

Na primeira semana de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, extensionistas da Epagri na região de Chapecó e Xanxerê entregaram sabão e produtos de limpeza caseiros para mais de uma centena de famílias. Os itens ajudam na higienização dos ambientes domésticos e consequente combate à Covid-19. A confecção de materiais de limpeza caseiros é uma das práticas difundidas pela Epagri em todo o estado nas diversas capacitações que oferece a agricultores, pescadores, indígenas e quilombolas.

Os produtos estão sendo destinados às famílias mais vulneráveis. A distribuição está sendo feita observando as regras do Ministério da Saúde, com uso de equipamentos de proteção adequados e mantendo a distância recomendada entre as pessoas.

>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Paralelamente às entregas, os extensionistas seguem com a campanha nas redes sociais da região para arrecadação de gordura usada, matéria-prima básica para confecção do sabão e outros produtos de limpeza. Por meio dessa rede de solidariedade também são decididas as logísticas de fabricação dos produtos e distribuição para aqueles que mais precisam. Além de profissionais da Epagri e seus amigos e familiares, compõem essa rede grupos de vizinhos, condomínios entre outros.

A fabricação e distribuição de produtos de limpeza é só uma das ações das Gerências Regionais da Epagri em Chapecó e Xanxerê neste momento difícil. Remotamente, os extensionistas trabalham ainda para repassar receitas, dicas e atender ao público, esclarece Cleonice Maria Trevisan Suttili, extensionista social da Epagri em São Lourenço do Oeste e uma das coordenadoras da ação.

"A confecção de produtos de limpeza caseiros é uma forma de destinar corretamente os resíduos, apoiar economicamente as famílias e ajudar no enfrentamento da epidemia, considerando a importância da higienização neste momento", destaca Cleonice. Ela ressalta ainda que o trabalho da Epagri não para, apesar do isolamento social. Os extensionistas seguem atendendo remotamente. Os interessados podem entrar em contato pelo Minha Epagri, disponível gratuitamente no site da empresa, no aplicativo Epagri Mob ou por e-mail.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Informações e entrevistas
Cleonice Maria Trevisan Suttili, extensionista social da Epagri em São Lourenço do Oeste, pelo telefone (49) 9951-5524.

Mais informações para a imprensa:
Gisele Dias
Assessoria de imprensa 
Epagri
Fone: (48) 3665-5147 / 99989-2992
E-mail: giseledias@epagri.sc.gov.br
Site: www.epagri.sc.gov.br


Foto: Mauricio Vieira / Arquivo / Secom

Os alunos da rede estadual de ensino poderão usar o tempo fora da sala de aula durante o combate à pandemia do coronavírus (Covid-19) para aprender com a página de Recursos Digitais de Aprendizagem. A nova área do site foi elaborada pelos técnicos da Secretaria de Estado da Educação (SED) com atividades, orientações e estímulo à aprendizagem em família.

A página é dividida entre anos iniciais do Ensino Fundamental, anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, com materiais específicos para os estudantes de cada uma dessas etapas escolares. Os conteúdos incluem dicas para prevenção ao coronavírus, brincadeiras para aprendizagem em família, acervo para leitura, sugestão de canais educativos nas mídias sociais, indicação de filmes e informações sobre a preparação para o vestibular.

A proposta é fornecer alternativas de estudo para orientar os pais e atender os estudantes durante o período de distanciamento social, complementando o que é trabalhado em sala de aula. As atividades propostas têm como objetivo complementar os conteúdos previstos nos planos de ensino dos professores e não serão consideradas como horas-aula no calendário letivo de 2020.

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, ressalta que a disponibilidade desses materiais para acesso dos alunos e pais é uma forma de complementar o processo de ensino-aprendizagem e fazer bom uso do tempo dos estudantes.

“Elaboramos um conjunto de possibilidades que estão à disposição dos alunos para que façam o melhor proveito desse tempo em que estão em casa, já que estamos seguindo as regras do Governo do Estado de permanecermos o maior tempo possível nas nossas residências por conta do distanciamento social”, destaca Natalino Uggioni.

Atividades para acompanhamento dos pais

Os Recursos Digitais de Aprendizagem tendem a aumentar a interação de pais e alunos nos estudos, especialmente nos anos iniciais, destaca a gerente de gestão da Educação Fundamental, Paula Cabral. O material para as crianças inclui várias sugestões de atividades lúdicas e brincadeiras que os pais podem propôr durante o distanciamento social.

“É muito importante a participação das famílias nesse primeiro contato, até para auxiliar o acesso da criança ao site da SED e acompanhar o processo de aprendizagem. Temos vários materiais direcionados aos pais com dicas para auxiliar, por exemplo, na organização dos horários de estudo do aluno”, explica Paula.

O material elaborado para aprendizado dos anos iniciais tem como objetivo trabalhar as competências e habilidades das crianças com atividades e brincadeiras em família. O acervo de livros que incluem HQs, livros infantis, livros de curiosidades, narrativas e poesias. Ainda há indicação de canais educativos nas mídias sociais com animações e contação de histórias, além da sugestão de aplicativos, jogos e filmes.

Os alunos dos anos finais do Ensino Fundamental têm à disposição materiais relacionados a conceitos nas áreas de conhecimento como matemática, ciências da natureza, ciências humanas, linguagens e ensino religioso. Há dicas para organização dos estudos, orientações de prevenção ao coronavírus e indicação de leituras, filmes, canais nas mídias sociais e jogos educativos.

Dicas de vestibular para os alunos do Ensino Médio

Os estudantes da rede estadual que frequentam o Ensino Médio terão mais autonomia para escolher entre os conteúdos disponíveis no canal. O foco para os adolescentes é reforçar os conhecimentos vistos em sala de aula disponibilizando materiais que têm vínculo com os componentes curriculares e são selecionados de uma curadoria por técnicos da SED.

Há alternativas que vão desde videoaulas e bibliotecas digitais até cursos gratuitos de programação em jogos em Scratch ou apps em Android. Também há conteúdos preparatórios para o Enem e vestibulares, incluindo banco de questões de provas anteriores, dicas para redação e obras literárias indicadas para prestar o vestibular.

>>>Acesse a página de Recursos Digitais de Aprendizagem

A gerente de Educação do Ensino Médio e Profissional, Maria Tereza Paulo Hermes Cobra, ressalta que o material disponibilizado inclui dicas e orientações para que os adolescentes possam entender a pandemia e desenvolver outras habilidades durante o período de distanciamento social, afirmando que a escola tem função de instruir o aluno durante um período atípico como o atual.

“A escola não é apenas lugar de ensinar o conteúdo, mas também de desenvolver outras habilidades sociais e emocionais. Precisamos trabalhar a formação integral dos alunos, ajudando para que eles consigam resolver problemas complexos com criatividade e organizem o seu tempo enquanto estão em casa”, explica Maria Tereza.

Participação dos professores com sugestões

Nos próximos dias, será criado um formulário na página dos Recursos Digitais de Aprendizagem para que os pais e alunos possam mandar sugestões, as quais serão analisadas e podem ser incluídas no material. Os professores, que atualmente estão em período de recesso, também serão envolvidos nesta etapa, com a possibilidade de enviarem sugestões para colaborar com a construção do canal.

A SED reconhece a ferramenta como complementar no processo ensino-aprendizagem, para estimular ao estudo em um momento em que não é possível adotar quaisquer formas de aprendizado que envolva contato presencial.

Informações adicionais para imprensa:
Gabriel Duwe de Lima
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Fone: (48) 3664-0347 
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br
www.sed.sc.gov.br 


Foto: Mauricio Vieira / Secom

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES) informa que recebeu do Ministério da Saúde (MS), na última quinta-feira, 26, nova remessa de doses da vacina contra a gripe. Foram encaminhadas ao estado um total de 228 mil doses. A distribuição para as 17 regionais de saúde começou nesta sexta, 27. A dose não protege contra o coronavírus. 

Como a Campanha de Vacinação contra a gripe foi antecipada, como uma estratégia para auxiliar no diagnóstico da Covid-19, o Ministério da Saúde tem recebido as doses do laboratório produtor Butantan de forma escalonada, de acordo com a produção. Por esse motivo, as doses são enviadas ao estado em remessas.

Santa Catarina receberá um total de 2.570.800 doses em pequenos lotes, com datas a serem confirmadas, pois depende da produção da vacina. O quantitativo recebido é dividido, proporcionalmente, para as regionais de saúde, de acordo com os grupos prioritários. As regionais de saúde são responsáveis por distribuir as vacinas aos 295 municípios catarinenses.

Diante da pandemia do Coronavírus, a Secretaria de Estado da Saúde orientou os municípios a organizarem a vacinação da melhor maneira possível a proteger os idosos e doentes crônicos, considerados grupo de risco da Covid-19.

Histórico de recebimento em Santa Catarina

1ª remessa (16/03): 307.600
2ª remessa (23/03) 156.000
3ª remessa (25/03): 228.000

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Informações adicionais para a imprensa:
Amanda Mariano
Bruna Matos
Patrícia Pozzo
NUCOM - Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br
www.instagram.com/divesantacatarina
www.facebook.com/divesantacatarina


Foto - Dorivan Marinho/SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu, no fim da tarde desta quinta-feira, 26, liminar para permitir que Santa Catarina deixe de pagar, pelo período de 180 dias, a dívida pública junto à União e utilize os recursos para viabilizar medidas de saúde pública relacionadas ao combate ao coronavírus. 

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos. Sem quitar as parcelas pelos próximos seis meses, a estimativa é de que o Governo do Estado consiga investir cerca de R$ 300 milhões no enfrentamento da Covid-19. 

“O Estado de Santa Catarina, assim como os demais entes federados, tem a obrigação constitucional de adotar medidas de contenção da velocidade de circulação do vírus, tais como medidas socioeconômicas preventivas já adotadas no âmbito do estado, desenvolvimento de campanhas publicitárias de informação e conscientização, incremento das operações de fiscalização sanitária e epidemiológica, bem como o desenvolvimento de medidas efetivas para o tratamento dos infectados pelo vírus, a exemplo do aumento do número de leitos comuns e de UTI, da disponibilização de medicamentos que se mostrem eficazes no combate do vírus”, ressaltou a Procuradoria na ação. 

Na segunda-feira, 23, o Governo Federal chegou a anunciar que iria suspender os pagamentos de todos os estados. No entanto, como não houve a formalização da suspensão e a próxima parcela devida por Santa Catarina venceria na segunda-feira, 30 de março, a PGE ajuizou a demanda junto ao STF nesta quinta e obteve a medida liminar. O STF já concedeu a suspensão por 180 dias para, pelo menos, outros cinco Estados: Bahia, Maranhão, Paraíba, Paraná e São Paulo. Uma audiência virtual deve ser realizada pelo STF com a União e representantes de todos os Estados para tratar do assunto.

Acompanhe as notícias sobre o novo coronavírus

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado. 

Informações adicionais:
Maiara Gonçalves
Assessoria de Comunicação
Procuradoria Geral do Estado - PGE
comunicacao@pge.sc.gov.br 
(48) 3664-7650 / 99131-5941 / 98843-2430
Site: www.pge.sc.gov.br 

Página 3 de 726