Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Tem produtos da agricultura familiar nas refeições de todas as escolas de SC



Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Divulgação / Diretoria de Tecnologia e Inovação/SEA

Durante a 5° edição da Semana de Inovação, promovida pelo Governo Federal em Brasília, nesta quinta-feira, 7, o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, apresentou o modelo catarinense de gestão e inovação nos serviços públicos. Durante a apresentação, Tasca destacou aspectos das principais inovações tecnológicas adotadas por Santa Catarina neste ano e que vêm gerando resultados positivos, como mais celeridade nos serviços e significativa economia aos cofres públicos.

Projetos como Governo Sem Papel, que suspendeu a emissão e circulação de documentos impressos no Executivo estadual, além da Gestão por Resultados, norteada pelos indicadores de desempenho que balizam os projetos e a gestão entre todas as áreas também foram apresentadas.

 “O evento foi uma oportunidade para mostrar a outros estados como Santa Catarina está avançada na busca por uma gestão mais inovadora e próxima das pessoas por meio da tecnologia”, disse o secretário.

Durante o encontro, também foram apresentados projetos que estão em fase de implantação no estado, como a plataforma única de dados para compartilhamento de informações entre todas as secretarias setoriais e um portal único de serviços aos cidadãos.  

A Semana da Inovação é realizada pelo Ministério da Economia,  Escola Nacional de Administração Pública (Enap), Tribunal de Contas da União (TCU) e Faculdade LatinoAmericana de Ciências Sociais (Flacso), com o apoio e a participação de diversas instituições do Governo Federal, além de organismos internacionais, grupos da sociedade civil, e representantes do setor privado.

Informações adicionais para imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Administração - SEA
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 /(48) 99105-4085
http://www.sea.sc.gov.br 


Governador e primeira-dama com Weslley Vieira. Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Weslley Ribeiro Vieira tem nove anos e pratica basquete em cadeira de rodas desde os cinco. O garoto é uma das mais de 9,8 mil pessoas cadastradas na Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef), entidade que na manhã desta sexta-feira, 8, recebeu a visita do governador Carlos Moisés e da primeira-dama Késia Martins da Silva. O chefe do Executivo estadual e a esposa conheceram o trabalho da instituição e da Associação Catarinense de Doenças Raras (ACDR).

Carlos Moisés antecipou que deve levar a pauta das pessoas com deficiência e portadores de doenças raras à próxima reunião com o colegiado de governo. “Entidades que fazem esse tipo de trabalho prestam um serviço muito importante, e o nosso principal papel é dar uma vida melhor para as pessoas”, lembrou o governador, durante a visita.

>> Mais fotos na galeria

Na Aflodef, eles foram recepcionados pelo presidente, José Roberto Leal, que conduziu Carlos Moisés e Késia pelas dependências da sede da entidade. “Trabalhamos com vários projetos. As pessoas normalmente vêm aqui em busca de uma cadeira de rodas, mas nós vamos além. Trabalhamos com a prática esportiva, Educação de Jovens e Adultos (EJA), temos o projeto Praia Acessível e atuamos pela empregabilidade”, resumiu Leal. Segundo ele, vários governadores já foram convidados para visitar a entidade, e Carlos Moisés é o primeiro a atender ao convite.

Na visita à ACDR, o governador e a primeira-dama conheceram o trabalho feito pela associação a favor de aproximadamente 500 pessoas cadastradas que sofrem de alguma doença rara. São moradores de diversas cidades catarinenses e até de outros estados. “Eles veem que não estão sozinhos nessa luta. Uma doença rara geralmente exige providências ‘para ontem’, não é algo que possa esperar. Por isso atuamos nas áreas judicial, científica e com apoio para a família”, explicou a presidente, Margareth Carreirão.

Margareth presenteou Késia e Carlos Moisés com a camiseta da ACDR, um troféu dos 15 anos da associação e um livro “Contra a doença, o amor”, escrito por ela.

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

"É um relógio único no mundo", afirmou, emocionado, o artesão Geraldo Ziebarth, 81 anos, responsável pelo conserto de uma peça especial, patrimônio dos catarinenses: um relógio montado em 1943 e adquirido pelo Governo do Estado em 1945 durante o mandato de Nereu Ramos.

:: Mais imagens da montagem aqui

O relógio é praticamente todo feito em madeira de Imbuia, inclusive as engrenagens - o que é considerado algo raro. Apenas alguns eixos e parafusos são feitos com outros materiais metálicos. Os ponteiros e os números romanos são feitos em madeira de pau-marfim.

A estrutura levou mais de 11 anos para ser restaurada e, a partir desta sexta-feira, 8, poderá ser vista no Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis. 

A peça ganhou notoriedade na imprensa dos anos 1940 por ser um relógio de alta precisão. Foi construído utilizando uma técnica tradicional da cultura alemã, com madeira entalhada e engrenagens que garantem a marcação das horas, da data e das fases da lua. O autor de montagem tão delicada e habilidosa foi Alvino Ziebarth, pai de Geraldo Ziebarth. 

Manualmente, ainda é possível registrar as estações do ano. A peça ficou por mais uma década sob os cuidados do artesão Geraldo, que ao longo dos últimos anos desvendou o sistema de funcionamento do relógio e confeccionou novas peças para substituir as que estavam estragadas. Tanto Geraldo, quanto o pai são de São Bento do Sul, no Norte de Santa Catarina.

Durante dois dias - 6 e 7 de novembro - o artesão montou o relógio no local onde ficará exposto: a Sala dos Governadores. O trabalho foi realizado com a precisão e a delicadeza que a peça exigia. A ação foi acompanhada por técnicos da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), órgão que administra o Museu Histórico de Santa Catarina. Ao fim do trabalho, o artesão recebeu um certificado de honra ao mérito pelos serviços prestados na preservação da memória catarinense.

A peça é chamada de “Relógio Histórico Alvino Ziebarth", em homenagem ao construtor. Integra o patrimônio do Governo do Estado de Santa Catarina (Casa Civil).

Informações adicionais para a imprensa:
Fundação Catarinense de Cultura (FCC)
Assessoria de Comunicação
Raquel Santi 
Fone: (48) 3664-2571 / 3664-2572 
Email: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.cultura.sc.gov.br
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura
Twitter: www.twitter.com/fccoficial


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Alunos, professores, pais, corpo técnico e gestores das escolas estaduais de Santa Catarina poderão responder, entre os dias 11 e 17 de novembro de 2019, a Avaliação Institucional realizada pela Secretaria de Estado da Educação (SED). A segunda etapa do questionário é totalmente on-line e tem como objetivo identificar os desafios em diferentes áreas de cada escola.

A primeira edição da avaliação ocorreu em julho deste ano e contou com a participação de 160,6 mil pessoas, ou seja, 23,3% do público-alvo do questionário. Das 1.276 instituições de ensino da rede estadual, 1.195 (94%) tiveram registros de participação.

O próximo passo para consolidação da avaliação é transformá-la em um instrumento que represente as percepções da comunidade escolar, elaborando-se, assim, um perfil para a educação catarinense. Para este diagnóstico, o desafio é obter mais respostas em cada unidade de ensino. Os resultados auxiliarão a Secretaria de Estado da Educação (SED) a definir iniciativas baseadas na avaliação da comunidade escolar.

A segunda edição da Avaliação Institucional engloba a dimensão da “ambiência” e contém 16 questões distribuídas em quatro eixos: políticas pedagógicas; clima organizacional; infraestrutura; e política de gestão.

As orientações para a avaliação já estão no site da SED. O questionário será disponibilizado no mesmo endereço entre o dia 11 e 17 de novembro.

Quem pode responder e quais os dados necessários 

Alunos matriculados até o dia 10 de novembro de 2019 | Nº da matrícula

Alunos do ensino fundamental séries iniciais (1º ao 5º ano) com pais ou responsáveis | Nº da matrícula do aluno e CPF do Pai ou Responsável cadastrado na matrícula

Professores em atividade (aqueles que trabalham em mais de uma escola, podem responder por todas) | Nº do CPF

Equipe Administrativa em atividade | Nº do CPF

Como responder

Acesse o site, clique no banner da Avaliação Institucional, no topo da página, leia as instruções e participe. O questionário estará disponível entre 11 e 17 de novembro.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Educação – SED
Patrícia Antunes
(48) 3664-0347 / 988177973
E-mail: imprensa@sed.sc.gov.br 
www.sed.sc.gov.br 


Apartamentos em Lages estão entre os bens leiloados. Foto: SEA/SIGEP/Arquivo

O Governo do Estado irá leiloar oito imóveis, entre apartamentos e terrenos, sem interesse para uso público em diferentes municípios catarinenses. Os lances serão feitos de forma presencial no dia 4 de dezembro, às 13h30, na sede da Secretaria de Estado da Administração, em Florianópolis. A previsão é arrecadar mais de R$ 1,3 milhão com as vendas.

Todos os terrenos e apartamentos estão desocupados e prontos para serem transferidos. Os interessados em conhecer os imóveis nos municípios de Araranguá, Ascurra, Balneário Piçarras, Gravatal, Lages e São José do Cedro poderão agendar visitas na sede da Secretaria da Administração (SEA) e conhecer presencialmente os locais entre os dias 25 e 27 de novembro.

O leilão é realizado pela Diretoria da Gestão Patrimonial da SEA. O diretor Welliton Saulo da Costa explica que atualmente os trabalhos estão focados na destinação e na ocupação adequada dos bens públicos. “Desde janeiro, quando começamos o levantamento dos imóveis do Estado, passamos a administrar a alienação dos casos mais emergenciais. Já realocamos com serviços públicos as estruturas que eram das extintas Agências de Desenvolvimento Regional, por exemplo. Agora o trabalho segue para outros bens em que não há interesse do Estado ou de terceiros na ocupação”.

O diretor ainda observa que é mais vantajoso vender os bens do que mantê-los fechados. “Além de onerar os cofres públicos com gastos em manutenção, limpeza, conservação e segurança dos locais, também corremos o risco da depreciação e das ocupações irregulares”, pondera. 

O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira, 1° de novembro. O edital completo está disponível aqui.

Veja os imóveis que serão leiloados:

-  Dois apartamentos no Centro de Lages, localizados no Edifício Nossa Senhora Aparecida. Cada um tem área privativa de 69,14 metros quadrados e é avaliado em R$ 122 mil.  

- Terreno sem benfeitoria em bairro residencial em Araranguá, com área total de 514,80 metros quadrados, em rua pavimentada com lajotas, com água tratada, energia elétrica, telefonia, valor R$ 141 mil.

- Terreno sem benfeitoria em São José do Cedro, com área de 1.600 metros quadrados, situado na Rua Engenheiro Francisco Passos, esquina com Rua Goiás, constituído pelos lotes nos 3 e 4 da quadra nº 17, Linha Mariflor,  no valor de R$ 28 mil.

 - Terreno urbano no município de Ascurra, situado na Rua Aleixo Tomelin, esquina com a Rua São Cristóvão, Bairro Estação, com área territorial de 16.457,47 metros quadrados,  no valor de R$ 1,2 milhão.

- Terreno Rural, na localidade de Travessão São Geraldo, no município de Gravatal, com área total de 137.599 metros quadrados ou 13,7599 hectares ao valor de R$ 50 mil.  

- Terreno Rural situado na localidade de Travessão São Geraldo, no município de Gravatal, com área total de 147.401 metros quadrados ou 14,7401 hectares. Valor:  R$ 53 mil.  

- Terreno urbano, situado na Rua 3200, Bairro Itacolomi, no município de Balneário Piçarras. O imóvel possui área territorial de 273,07 metros quadrados. Valor: R$40 mil.

Informações adicionais para imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Administração - SEA
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 /(48) 99105-4085
http://www.sea.sc.gov.br 

Página 6 de 611

Conecte-se