paraomicroempreendedor

  • AET - Autorização Especial de Trânsito

  • BRDE - Financiamentos para Infraestrutura

    Financiamentos específicos para as áreas de energia elétrica, logística e transportes, e saneamento básico.

  • BRDE - Financiamentos para Microempresas

    Linhas de crédito específicas para microempresas.

  • Centros da Udesc em Joinville e Balneário Camboriú receberão jornada empreendedora

    Em 25 e 27 de abril, oito membros da Federação das Empresas Júniores de Santa Catarina (Fejesc) visitarão o Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) e o Centro de Educação Superior da Foz do Itajaí (Cesfi), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville e em Balneário Camboriú, para promover o Movimento Empresa Júnior (MEJ) e o empreendedorismo.

  • Epagri recebe Prêmio Expressão de Ecologia por produção de banana orgânica em municípios do Extremo-Sul


    Foto: Aires Mariga / Epagri

    A Epagri foi mais uma vez destaque no Prêmio de Expressão de Ecologia, cujos vencedores foram divulgados nesta segunda-feira, 16. Desta vez, a Empresa foi premiada pelo projeto Organização e Melhoria no Sistema de Produção Orgânica de Banana Prata no Extremo Sul Catarinense. Esse será o 15° troféu Onda Verde que a Empresa recebe nos 25 anos da premiação, tornando-se uma das três instituições que mais vezes foi laureada.

    O projeto premiado envolve seis municípios do Extremo Sul catarinense onde existe produção orgânica de banana prata (Jacinto Machado, Praia Grande, Timbé do Sul, Ermo, Turvo e Santa Rosa do Sul). São 103 famílias, reunidas em três associações, que passaram a produzir banana de forma orgânica, sem o uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos. No total, elas são responsáveis por 450 hectares de produção orgânica certificada pelo Ministério da Agricultura.

    >>> Porto de Imbituba é bicampeão no Prêmio Expressão de Ecologia

    Graças ao trabalho da Epagri, as famílias que optaram pela produção orgânica deixaram de depositar em suas propriedades cerca de 337 toneladas de adubos químicos e 45 mil litros de calda de agrotóxicos por ano. Tudo isso foi conquistado por conta dos conhecimentos e tecnologias adquiridas durante o projeto premiado.

    SC Rural

    O projeto da Epagri, de R$ 1 milhão, teve apoio financeiro do Programas SC Rural, com contrapartida de 50% dos agricultores. Com essa verba, eles foram capacitados e implantaram inovações na forma de produzir bananas orgânicas. Também foram adquiridos novos equipamentos, entre eles um caminhão refrigerado. As famílias ainda passaram a contar com canhões para pulverização de óleo mineral, roçadeiras, caçambas, distribuidores de esterco e casas de embalagem, entre outras estruturas. Todo esse investimento resultou num crescimento de 15% na produção.

    Reginaldo Ghellere, gerente regional da Epagri em Araranguá e um dos responsáveis pelo projeto, explica que a produção de bananas é uma vocação natural da região e a transição para a sistema orgânico vem mostrando bons resultados. Os valores pagos pelo produto, por exemplo, são na maioria das vezes superiores ao convencional, com a grande vantagem de variarem muito pouco durante o ano.

    A produtividade também não decepciona. Segundo Reginaldo, algumas propriedades da região já alcançam produtividades maiores do que em cultivos convencionais. O custo de produção da banana orgânica - que exige mais mão de obra – tende a diminuir com o aumento da produtividade. “O objetivo da Epagri é que, em quatro anos, a produtividade dos cultivos orgânicos da região se aproxime dos convencionais”, projeta o gerente regional da Epagri.

    Outro aspecto positivo é o mercado de bananas orgânicas, que na avaliação de Reginaldo está em franca expansão. Ele conta que a demanda é bastante superior à oferta, garantindo assim um bom preço pago pelo produto, mesmo num cenário com maior produção e produtividade.

    O prêmio

    O Prêmio Expressão de Ecologia foi criado em 1993 pela Editora Expressão para divulgar e incentivar ações ambientais das empresas da região Sul do Brasil. Em 25 anos de realização, foram 2.643 cases inscritos, das principais empresas, ONGs, prefeituras e entidades do Sul. Na mais recente edição, a Epagri disputou a premiação com outras 125 instituições.

    O evento de premiação acontece no dia 20 de julho, na sede da Fiesc, em Florianópolis.

    >>> Confira o projeto da Epagri na íntegra

    >>> Lista completa dos vencedoresista completa dos vencedores

    Mais informações
    Reginaldo Ghellere, gerente regional da Epagri em Araranguá, pelo fone (48) 35290303 / 99988-4481

    Informações para a imprensa
    Gisele Dias, jornalista: (48) 99989-2992/3665-5147
    Cinthia Andruchak Freitas, jornalista: (48) 3665-5344

  • Informações sobre o Estado de Santa Catarina

    Informações sobre Santa Catarina para investidores e turistas

  • Juro Zero apresenta crescimento de 12,7% em maio

    O programa de incentivo à economia do Governo do Estado chegou à marca de R$ 186.151.899,25 concedidos para 65.414 microempreendedores individuais (MEIs). "Os resultados de maio apresentaram um crescimento expressivo em relação ao mês anterior, de 12,7%, com 1.142 empreendedores atendidos", revela o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

    Os participantes podem adquirir o empréstimo de até R$ 3 mil, parcelados em oito vezes. Com o pagamento das sete primeiras parcelas em dia, a última é quitada pelo Governo do Estado. Coordenado pela SDS, o programa conta com parceria da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), do Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) e da Associação das Organizações de Microcrédito de Santa Catarina (Amcred/SC).

    Informações adicionais para a imprensa
    Michelle Nunes
    Assessoria de Imprensa
    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
    E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
    Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
    Site: www.sds.sc.gov.br

  • Municípios do Norte catarinense aderem ao SC Bem Mais Simples


    Foto: Michelle Nunes / SDS 

    Oito cidades do Norte do Estado firmaram acordo de intenção para implantação do SC Bem Mais Simples. O ato foi realizado nesta segunda-feira, 3, na Associação dos Municípios de Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), em Joinville. “Somente com a parceria entre setor público e entidades da classe vamos mudar esta realidade burocrática que temos hoje. Com apoio dos municípios, reduziremos o tempo e custos na abertura de empresas, além de outros processos administrativos”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

    Araquari, São Francisco do Sul, Corupá, Garuva, Itapoá, Joinville, Rio Negrinho e São Bento do Sul assinaram o termo no evento. O SC Bem Mais Simples prevê o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), por meio da autodeclaração. O projeto levou dois anos para ser finalizado e foi instituído com a sanção da lei 17.071, em janeiro deste ano.

    A abertura de empresas classificadas como baixa complexidade, ou seja, que não comprometer a segurança sanitária, ambiental e tiver baixo potencial poluidor, será agilizada para os municípios que implantarem o programa.

    Este foi o quinto encontro regional de apresentação do SC Bem Mais Simples e, no momento, 47 prefeituras firmaram o acordo. “Apesar da crise, tivemos um número positivo de abertura de empresas no Estado em 2016, com crescimento de 16,9% em relação ao ano anterior. Com o SC Bem Mais Simples temos certeza que os resultados serão ainda mais expressivos”, salientou Chiodini.

    Informações adicionais para a imprensa
    Michelle Nunes
    Assessoria de Imprensa
    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
    E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
    Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
    Site: www.sds.sc.gov.br

  • Municípios do Sul do estado assinam protocolo para implantação do SC Bem Mais Simples


    Foto: SDS

    Nesta sexta-feira, 15, Criciúma, Balneário Arroio do Silva, Jacinto Machado, Morro da Fumaça e Treze de Maio firmaram o acordo de cooperação do SC Bem Mais Simples. O programa do Governo do Estado estabelece o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores. “O objetivo é simplificar processos administrativos para os empreendedores, incluindo a abertura de empresas, reduzindo tempo e custos”, declarou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

    >>> Galeria de fotos

    “O empreendedor vai acessar ao portal e preencher as informações e, se a classificação da atividade econômica indicar que a empresa é de baixa complexidade, poderá ser aberta de forma agilizada”, explicou Chiodini na abertura do evento. A lei 17.071, que instituiu o SC Bem Mais Simples, foi sancionada pelo governador o início de 2017.

    Durante o evento, o diretor de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais da SDS, Marcio da Silveira, coordenou o Painel de Boas Práticas de Simplificação, com palestras da Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros e Fundação do Meio Ambiente (Fatma). No encerramento, o Sebrae/SC falou sobre o Programa Cidade Empreendedora para auxiliar os municípios no desenvolvimento do ambiente de negócios.

    Informações adicionais para a imprensa
    Michelle Nunes
    Assessoria de Imprensa
    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
    E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
    Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
    Site: www.sds.sc.gov.br

  • No Oeste catarinense, 12 municípios aderem ao SC Bem Mais Simples

    Prefeitos e secretários municipais de Chapecó, Joaçaba, Galvão, Jupiá, Luzerna, Nova Erechim, Sul Brasil, Águas Frias, Passos Maia, Cordilheira Alta, Modelo e Calmon assinaram o termo para implantação do SC Bem Mais Simples nos municípios. O ato foi realizado na manhã desta terça-feira, 23, na sede da Associação das Câmaras do Oeste de Santa Catarina (Acamosc), em Chapecó.

    Com apoio do Sebrae/SC, o evento marcou o lançamento oficial do programa SC Bem Mais Simples, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS). “Vemos aqui prefeitos, empresários, vereadores e dirigentes empresariais preocupados com a desburocratização da máquina pública. Nós vamos simplificar o processo de abertura de empresas e gerar facilidade para aqueles que querem empreender nesses municípios. Esse é apenas o primeiro encontro que estamos realizando após o governador Raimundo Colombo sancionar a lei no 17.071, que instituiu o Bem Mais Simples, agora vamos outras regiões do Estado e fazer com que as prefeituras abracem a proposta e implantem o programa nas cidades, buscando chegar aos 295 municípios”, enfatizou o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

    O SC Bem Mais Simples prevê o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores, para negócios que não comprometem a segurança sanitária, ambiental e com baixo potencial poluidor. Com isso, facilita os entraves para aberturas, licenciamentos, alvarás, fechamentos, entre outros processos, simplificando a vida dos empreendedores catarinenses, diminuindo tempo e custos.

    Para o presidente da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Ernesto João Reck, o programa representa um grande avanço e vai de encontro aos anseios da sociedade e da classe empresarial. “A simplificação e a melhor gestão do dinheiro público são as bandeiras da entidade, e esse programa vem exatamente de encontro do que nós reivindicamos há muito tempo. Vamos simplificar e facilitar a vida dos empreendedores, só assim veremos a economia crescendo. O primeiro passo esta dado, parabéns aos prefeitos que se envolveram e ao excelente trabalho do secretário Chiodini”, afirmou.  

    O tempo médio para a abertura de uma empresa no Brasil hoje é superior a 100 dias. Com o Bem Mais Simples, o prazo será de apenas cinco dias. “Trabalhamos durante dois anos para formular uma lei que atendesse o empreendedor. Montamos uma força tarefa com todos os órgãos responsáveis pelo processo, realizamos encontros em todas as regiões catarinenses para ouvir as entidades da classe, encaminhamos o projeto de lei à Assembleia Legislativa e conseguimos aprová-lo com unanimidade”, conta o secretário da SDS.

    O grupo de trabalho do SC Bem Mais Simples é formado por membros da Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), Secretarias de Estado da Fazenda (SEF), Saúde (SES), Segurança Pública (SSP), Casa Civil (SCC), Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros Militar, além da SDS, que coordena os trabalhos.

    Informações adicionais para a imprensa
    Assessoria de Imprensa
    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
    Site: www.sds.sc.gov.br 

    Fabio Lima
    E-mail: imprensachiodini@gmail.com
    Fone: (48) 3665-2255 / 98843-7100

    Michelle Nunes
    E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
    Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998

  • Perfil Econômico, Financeiro e Social de Santa Catarina

    Boletim informativo 1º semestre 2013.

  • Pré-incubadora sediada no Museu da Udesc prorroga inscrição de edital de economia criativa

    Foram prorrogadas até 2 de março as inscrições do quarto edital do Cocreation Lab, espaço onde os recursos de trabalho são usados de forma gratuita e compartilhada para o desenvolvimento de negócios. Confira o edital.

    A iniciativa do Centro Sapiens, que já beneficiou mais de 30 equipes desde 2016, funciona no mezanino do Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Florianópolis.

    O edital selecionará dez ideias inovadoras voltadas para o desenvolvimento da economia criativa, com foco nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Artes, Audiovisual, Design, Gastronomia, Moda e Turismo.

    Durante seis meses, os participantes dos projetos escolhidos poderão usar o espaço e terão palestras, oficinas e mentorias para desenvolver suas ideias.

    Como se inscrever

    As equipes interessadas em participar devem preencher o formulário online e detalhar os seguintes tópicos:

    • Necessidade do mercado que o projeto atende;
    • Segmento de clientes;
    • Validação do problema e do segmento de clientes;
    • Solução proposta para atender o problema dos clientes;
    • Diferencial da solução perante os concorrentes;
    • Inovação oferecida pelo projeto;
    • Pitch –  o link do vídeo explicando o projeto (até 3 minutos).


    O resultado será divulgado em 22 de março, enquanto o início das atividades está previsto para 2 de abril. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@centrosapiens.com.br e pelo telefone (48) 3363-9158.

    Sobre o Centro Sapiens

    O Centro Sapiens é um projeto de desenvolvimento tecnológico territorial voltado à promoção da economia criativa, com foco nos setores de grande potencialidade em Florianópolis, e está inserido na região Leste do Centro Histórico, que tem sofrido com o abandono e a degradação de prédios históricos.

    A iniciativa é também um projeto de extensão da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e está vinculado ao Sapiens Parque, parque de inovação localizado no Norte da Ilha de Santa Catarina.

    Assessoria de Comunicação da Udesc
    E-mail: comunicacao@udesc.br
    Telefones: (48) 3664-7935/8010

  • Pré-incubadora sediada no Museu da Udesc, em Florianópolis, recebe inscrições de projetos de economia criativa

    Até 20 de fevereiro, estarão abertas as inscrições do quarto edital do Cocreation Lab, espaço onde os recursos de trabalho são usados de forma gratuita e compartilhada para o desenvolvimento de negócios. Confira o edital. A iniciativa do Centro Sapiens, que já beneficiou mais de 30 equipes desde 2016, funciona no mezanino do Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Florianópolis.

  • PRODEC - Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense

    Programa de incentivo à implantação ou expansão de empreendimentos industriais

  • Programa Juro Zero

    Programa que oferece credito a juro zero para microempreendedores individuais (MEI)

  • Programa para simplificação de empresas será apresentado na Capital nesta terça-feira

    O SC Bem Mais Simples, programa do Governo do Estado para simplificação na abertura de empresas, entre outros trâmites administrativos, será apresentado nesta terça-feira, 30, às 15h, no auditório do Conselho Regional de Contabilidade (CRC), em Florianópolis. No evento, serão assinados acordos de intenção para implantar o SC Bem Mais Simples nos municípios. “Convidamos prefeitos da Grande Florianópolis, e de outras regiões próximas, para aderirem ao projeto. Estamos modernizando os processos, desburocratizando a máquina pública, para dar celeridade à abertura de novos negócios e, consequentemente, alavancar o desenvolvimento econômico em todo Estado”, explica o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini.

    O SC Bem Mais Simples prevê o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base na autodeclaração dos empreendedores. A abertura de empresas classificadas como baixa complexidade, ou seja, que não comprometer a segurança sanitária, ambiental e tiver baixo potencial poluidor, será agilizada. “Há milhares de atividades econômicas diferentes, mas nós colocamos todas na mesma fila, sendo que aproximadamente 90% são de baixo risco. Se você vai licenciar uma usina nuclear ou uma loja de roupas, o processo, na sua essência, é o mesmo. São atividades diferentes e devem ser tratadas de forma diferenciada”, exemplifica Chiodini. 

    Hoje, o tempo médio para ter todos os registros, alvarás e licenças necessárias para abrir um novo negócio é de 119 dias. Com o SC Bem Mais Simples, a previsão é que este prazo seja de apenas cinco dias. “Reduzindo a burocracia e os custos, estaremos dinamizando nossa economia, incentivando novos negócios, abrindo novos mercados e gerando mais empregos”, conclui o secretário da SDS.

    Informações adicionais para a imprensa
    Michelle Nunes - Assessoria de Imprensa
    Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
    E-mail: jornalistaminunes@gmail.com 
    Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
    Site: www.sds.sc.gov.br