Compartilhe

Descrição do áudio: 

Como parte da reforma administrativa do governo Moisés e Daniela, o decreto de desativação das Agências de Desenvolvimento Regional (ADR), foi encaminhado para a análise da Procuradoria Geral do Estado e deve ser publicado nos próximos dias./
O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, ressalta que o objetivo é racionalizar os recursos públicos./
SONORA
Nesta primeira etapa estão sendo extintos 132 cargos em comissão, distribuídos nas 20 ADRs. Ao final serão extintos mais 80 cargos comissionados./
Para garantir a continuidade dos serviços prestados à população, o decreto estabelece um prazo para o encerramento do processo de desativação das ADRs, e mantém uma equipe mínima composta por quatro gerentes./
SONORA
Um grupo de coordenação está sendo criado para auxiliar o processo com a responsabilidade de monitorar e fiscalizar os trâmites. Um representante da Secretaria de Estado da Administração (SEA) coordenará os trabalhos./
O secretário Jorge Eduardo Tasca explica como funcionará a redistribuição dos servidores e dos imóveis das ADRs./
SONORA
A partir do dia 1º de maio, as estruturas devem estar desativadas e as setoriais e entidades da administração direta devem assumir as competências de todas as ADRs desativadas, assim como seus bens./
Para o secretário Jorge Eduardo Tasca, o processo de desativação será transparente e sem prejuízo para o cidadão./
SONORA

 

 

Duração: 03 Min. 27 Seg.
Apresentação: Leonardo Franzoni
Técnica: Leonardo Franzoni
Produção: Serviço de Rádio da Secretaria de Estado da Comunicação
Contato: (48) 3665-3051 / 3665-3003
E-mail: radio@secom.sc.gov.br