Compartilhe

Descrição do áudio: 

O governador Carlos Moisés da Silva anunciou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 2, as primeiras medidas de contenção de gastos do seu governo./
Moisés informou que o déficit previsto para o Estado neste ano é de R$ 2,5 bilhões, valor que a administração estadual pretende contingenciar em diferentes áreas na tentativa de chegar ao equilíbrio orçamentário./
SONORA
Com essas e outras ações, a estimativa do governador é de uma economia de cerca R$ 1 bilhão apenas em 2019. A maior contribuição virá da revisão de incentivos fiscais para alguns setores econômicos, podendo chegar a R$ 750 milhões./
SONORA
Na conversa com os jornalistas, Moisés também reafirmou que seu primeiro decreto como governador será para desativar as 20 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) remanescentes. O fim das estruturas não significará uma piora na entrega de serviços nas regiões. Servidores efetivos serão realocados e contratos em andamento serão respeitados./
O governador Moisés voltou a afirmar que a sua principal prioridade será a infraestrutura. A revitalização de rodovias, por exemplo, será intensificada, e as obras em andamento têm continuidade garantida./
SONORA
Questionado pela imprensa, Carlos Moisés também opinou sobre assuntos nacionais. Em sua fala, disse que vai incentivar os deputados catarinenses a apoiar uma reforma do sistema previdenciário e também a adoção de um novo pacto federativo, com maior fatia para Estados e municípios./
Além disso, o governador fará reuniões quinzenais com o seu secretariado para prestação de contas e ver se os objetivos traçados estão sendo alcançados. O uso de ferramentas tecnológicas será aprimorado para minimizar a histórica falta de integração entre as pastas do governo.//

 

 

Duração: 03 Min. 19 Seg.
Apresentação: Eduardo Melo
Técnica: Eduardo Melo
Produção: Serviço de Rádio da Secretaria de Estado da Comunicação
Contato: (48) 3665-3051 / 3665-3003
E-mail: radio@secom.sc.gov.br