Fotos: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC), Gilberto Kassab, assinaram na manhã desta segunda-feira, 6, em Florianópolis, o acordo de cooperação entre ministério, Fundação Certi e Senai/SC para execução da segunda fase do Projeto LABelectron Nucleador. O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Sergio Gargioni, também acompanhou a assinatura.

>>> Acesse a galeria de fotos

“Esse passo que estamos dando hoje é importante para a economia e para o desenvolvimento da área de tecnologia no nosso Estado. Nos destacamos bastante, e o resultado tem sido emprego, desenvolvimento e inserção na nova economia de uma forma muito significativa. Mostramos bons números, é só olhar para nossos resultados”, destacou Colombo.

LABelectron é um laboratório-fábrica que fornece soluções tecnológicas inovadoras a partir do desenvolvimento de projetos e da manufatura de placas eletrônicas em pequenas séries, atendendo às necessidades de pequenas e médias empresas que não têm demanda para produção em larga escala. “Devemos ter a competência de produzir e não deixar nas mãos dos chineses e coreanos. Se depois tivermos que fazer em grande quantidade, aí procuramos eles”, disse o presidente da Fundação Certi, Carlos Alberto Schneider.

“Esse projeto promete ser o maior na área de tecnologia já executado em Santa Catarina. Uma das formas de superar a crise é investindo em ciência, pesquisa e inovação. Por isso, damos todo apoio ao setor, para que a gente possa encontrar saídas para a crise, investindo no desenvolvimento para gerar emprego e riqueza”, enfatizou o ministro.

>>> Governador entrega Prêmio Stemmer Inovação Catarinense

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

O governador Raimundo Colombo participa de lançamento de projeto para estimular o setor eletrônico de placas em SC e entrega o Prêmio Stemmer Inovação Catarinense 2017 nesta segunda-feira, 6, em Florianópolis. As duas solenidades terão a presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab.

O lançamento da Fase II do Projeto LABelectron Nucleador será às 11h na Acate, na SC-401. O LABelectron é um laboratório-fábrica que fornece soluções tecnológicas inovadoras a partir do desenvolvimento de projetos e da manufatura de placas eletrônicas em pequenas séries, atendendo às necessidades de pequenas e médias empresas que não têm demanda para produção em larga escala.

Já a partir das 14h30, durante o Encontro Finep para Inovação, na Fiesc, o governador entrega o Prêmio Stemmer Inovação. Além da presença do ministro Kassab, também estará o presidente da Finep, Marcos Cintra. O Encontro marcará a instalação, em Florianópolis, do Departamento Regional Sul da Financiadora de Estudos e Projetos para atendimento aos três estados do Sul do Brasil.

Na solenidade, serão anunciados os vencedores do Prêmio Stemmer, promovido pelo Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc). Os nomes de empresas, instituições ou protagonistas da inovação classificadas podem ser vistos neste link.  A ordem de classificação será divulgada apenas na cerimônia de entrega do Prêmio.

Cada categoria terá três premiados, sendo que o primeiro colocado de cada uma receberá R$ 60 mil reais, os segundos colocados receberão R$ 30 mil cada, e a terceira colocação receberá R$ 15 mil. Os finalistas também recebem um troféu e certificado. 

Entre os contemplados estão as empresas ATAR, EFICID (GYTH) e Intradebook, na categoria Empresa Inovadora de Micro e Pequeno Porte; a Bry Tecnologia, a Ciser e a Embraco de Joinville na categoria Empresa Inovadora de Médio ou Grande porte. As instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação finalistas são o Instituto Stela, o Labsolda, da Universidade Federal de Santa Catarina, e a Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). A categoria Instituição Inovadora teve como finalista apenas a EMBRAPA Suínos e Aves. Os protagonistas da inovação premiados serão Alvaro Michelotti (Zen S.A.), Eduardo Jara (UDESC) e Roberto Zagonel (Zagonel).

Serviço:

Evento: Lançamento da Fase II do Projeto LABelectron Nucleador.
Horário: 11h
Local: ACATE - SC 401 - Florianópolis.

Evento: Encontro Finep para Inovação, com Inauguração do Escritório da Financiadora de Estudos e Projetos para a Região Sul
Horário: 14h30
Local: Fiesc - Florianópolis.

Informações adicionais para a imprensa
Heloisa Dallanhol
Coordenadoria de Comunicação
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina- FAPESC
Fone: (48) 3665-4832
E-mail: comunicacao@fapesc.sc.gov.br
Site: www.fapesc.sc.gov.br

Entre os dias 17, 18 e 19 de novembro será realizado o Startup Weekend EDU Palhoça, voltado para troca de ideias e criação de startups na área da educação. Os empreendedores, desenvolvedores, designers e entusiastas que têm interesse em participar do maior evento de startups do mundo podem se inscrever neste link. A edição do Startup Weekend acontece no Senac do município.

Promovido pela Techstars e Google Entrepeneurs, em parceria com o Sebrae/SC e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), o objetivo do evento é criar em 54 horas uma startup, como são chamadas as empresas iniciantes na área digital. “Santa Catarina é um celeiro de novos negócios. Recentemente foi divulgada uma pesquisa apontando que nosso Estado tem a maior proporção de startups do país, o que mostra que estamos no caminho certo, investindo no fomento à inovação e economia do conhecimento”, conta o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

No primeiro dia, os participantes expõem suas ideias, recebem os feedbacks e formam seus times. Depois, as equipes devem criar um modelo de negócios e o produto que será apresentado para a banca avaliadora. Todo esse processo é acompanhado por mentores especializados na área da educação que auxiliam os participantes. No último dia, os times finalizam os projetos e apresentam para os jurados.

O Startup Weekend já teve edições em mais de 1.200 cidades ao redor do mundo. As duas próximas edições têm como patrocinadores o Sebrae/SC, SDS, Senac, Unisul, Pipz Automation, Sofplan, Scaliot, Darwin Starter, Foresee, e Pague Veloz.

Informações adicionais para a imprensa

Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Fone: (48) 3665-2261/ 99929-4998
Site: www.sds.sc.gov.br

 


Secretário da Comunicação representou o governador no evento. Fotos: James Tavares/Secom

A inovação é reconhecida como uma das principais formas para ampliar a competitividade internacional da economia de um região, estado ou país. Para fortalecer o ecossistema catarinense, o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), lançou nesta segunda-feira, 30, o Pacto pela Inovação. “Principalmente em momentos de crise, os investimentos em inovação são os mais necessários para manter a economia forte, equilibrada e, sobretudo, competitiva diante o cenário internacional”, disse o secretário de Estado da Comunicação, João Evaristo Debiasi, que representou o governador Raimundo Colombo na abertura do evento.

>>> Galeria de fotos

A ideia é aumentar os níveis de conexão e convergência das ações do ecossistema catarinense a fim de multiplicar resultados e mostrar ao investidor, empreendedor e aos talentos externos que, além dos investimentos governamentais em inovação, os setores estão alinhados com o propósito.

No total, 29 entidades assinaram o Pacto pela Inovação. “O acordo envolve o Governo do Estado, universidades, instituições de apoio, empresas e outros atores que promovem Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo. O compromisso é multiplicar, coordenar e orientar ações na mesma direção, rumo à economia do conhecimento”, disse o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da SDS, Jean Vogel.

O presidente da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe), Salésio Herdt, destacou que a mudança deve ser não apenas acadêmica, mas pedagógica, na pesquisa e em atitudes inovadoras. “O sistema universitário catarinense é um exemplo de superação empreendedora, onde as comunidades regionais desempenham papel preponderante no desenvolvimento. No atual modelo econômico, onde o conhecimento é um importante fator de produção e desenvolvimento, as universidades possuem ainda mais relevância”, disse Herdt, em nome das instituições de ensino.

Representando o setor empresarial, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, falou sobre o potencial da indústria 4.0, conceito que ganhou força na Alemanha em 2011, cujo fundamento básico implica que, conectando máquinas, sistemas e ativos, as empresas poderão criar redes inteligentes ao longo de toda a cadeia. “Diante deste movimento, que chegou rapidamente no Brasil, tínhamos duas opções: assistirmos ou sermos protagonistas. As indústrias catarinenses escolheram a segunda alternativa”, falou.

O Pacto pela Inovação foi uma ação firmada durante o 1º Encontro do Ecossistema Catarinense de Inovação, evento que está sendo realizado até esta terça-feira, 31, no Square Corporate, em Florianópolis. Após a abertura, foram proferidas palestras do presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Ambientes de Inovação (Iasp), o espanhol Josep Piqué; e da secretária de Inovação do Governo da Colômbia, Alicia Garavito.

>>> Confira a transmissão ao vivo do encontro 

Informações adicionais para a imprensa
Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Fone: (48) 3665-2266 / 99929-4998
Site: www.sds.sc.gov.br

São esperadas mais de 400 pessoas esta segunda-feira, 30, para abertura do 1º Encontro do Ecossistema Catarinense de Inovação - Pacto pela Inovação, às 9h, no Square Corporate, na SC-401 (trevo de Cacupé), em Florianópolis. A ação, coordenada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), tem como principal objetivo mobilizar as entidades que apoiam Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação e Empreendedorismo para impulsionar o ecossistema de inovação catarinense.

O presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Ambientes de Inovação (Iasp), o espanhol Josep Piqué, e da secretária de Inovação do Governo da Colômbia, Alicia Garavito, fazem parte do casting de palestrantes que estarão na Capital para o encontro. “Toda essa movimentação em torno do evento demonstra o interesse do ecossistema de estar cada vez mais engajado com assunto, mais capacitado e pronto para esta mudança que estamos promovendo no Estado. Vão ser dois dias de imersão no tema, com workshops, palestrantes internacionais, oficinas, tudo com o propósito de preparar o Estado para o futuro, na direção da economia do conhecimento”, conta o secretário da SDS, Carlos Chiodini.


Foto: Jaqueline Noceti/Secom

A mais importante honraria do município de Tubarão - Comenda do Mérito Willy Alfredo Zumblick - foi concedida ao governador Raimundo Colombo na noite desta quarta-feira, 25, em solenidade no Clube 7 de Julho, em Tubarão. Também receberam a homenagem o médico pediatra Arary Cardoso e a orientadora educacional Lúcia Flávia Corrêa Garcia. A comenda é concedida a cada quatro anos em reconhecimento às personalidades que prestaram serviços relevantes ao município, ao estado e ao país.

>>> Galeria de fotos

O governador Raimundo Colombo destacou a importância da arte de Willy Zumblick e disse que a emoção e a alegria de ser homenageado com a Comenda que leva o nome do artista são motivo de honra e gratidão. "Assim como eu considero a arte a expressão da emoção, uma oportunidade como essa faz com que a gente abra o coração para receber esses bons sentimentos. Uma homenagem como essa dá uma força imensa para a gente vencer os desafios. São esses momentos que nos tornam mais fortes e permitem o reencontro com aquilo que é mais valioso: as amizades e a consciência de fazermos o bem", disse o governador Raimundo Colombo.

Comenda Willy Alfredo Zumblick

A comenda oferecida pela prefeitura municipal e pela Câmara de Vereadores do município de Tubarão foi instituída pela lei 3.264, de 12 de dezembro de 2008, para destacar virtudes e serviços de mérito dedicados ao município, a Santa Catarina e ao Brasil e estimular a prática de ações e feitos dignos de menções honrosas.

A condecoração é uma medalha, tendo em uma das faces, em relevo, o rosto de Willy Zumblick, considerado o artista de maior reconhecimento da cidade de Tubarão. Os trabalhos de Zumblick podem ser vistos em exposição permanente, no Centro Municipal de Cultura.

Lançamento de edital

Antes de receber as homenagem, o governador Raimundo Colombo e o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, lançaram o edital de licitação que garantirá a continuidade das obras de construção do Centro de Inovação no município, no valor de R$ 6, 2 milhões. Em todo o estado, serão construídos 13 Centros de Inovação e Tecnologia para o fomento de projetos e ideias que gerem desenvolvimento a partir da chamada nova economia.

Dupla Homenagem

Além da comenda, o governador Raimundo Colombo recebeu do presidente do Hercílio Luz Futebol Clube, Fábio Mendonça, e da conselheira do clube e neta de Willy Zumblick, Andreia Zumblick, a camisa do time que comemora neste ano o centenário e o retorno à primeira divisão do futebol catarinense. O Hercílio Luz, de Tubarão, é o clube mais antigo em atividade em Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

As inscrições para o Mestrado Acadêmico em Engenharia Mecânica, do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, começam em 1° de novembro. Os interessados poderão se inscrever como alunos regulares até 31 de janeiro de 2018.


Fotos: Jaqueline Noceti/Secom

O governador Raimundo Colombo e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Sergio Gargioni, lançaram nesta quarta-feira, 18, três chamadas públicas voltadas ao empreendedorismo inovador, parcerias entre empresas alemãs e brasileiras e capacitação em nível de pós-graduação. A Fapesc receberá as propostas submetidas às chamadas, que, juntas, somam cerca de R$ 40 milhões de investimento do Governo do Estado e parceiros como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

>>> Galeria de fotos

“É uma ação fundamental e capilarizada que distribui oportunidades de forma justa e equilibrada a todos aqueles que possuem uma ideia inovadora e que a transforma em um negócio. É um orgulho saber que muitos projetos hoje são processos sólidos que ajudam a desenvolver o nosso estado, fortalecendo o nosso modelo econômico”, disse o governador Raimundo Colombo.

Com inscrições abertas até 2 de novembro, o programa Sinapse da Inovação chega a 6ª edição, tendo apoiado a criação de mais de 400 startups inovadoras e gerado milhares de empregos diretos, além de 150 patentes. O programa começou em 2008, com metodologia da Fundação Certi, e tem apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O Sinapse oferecerá R$ 60 mil para cada uma das 100 empresas selecionadas, além de bolsas de auxílio aos empreendedores por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pelo governo estadual gira em torno de R$ 10 milhões. Empreendedores de todo o estado podem inscrever suas ideias no portal do Sinapse da Inovação. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Participantes de edições anteriores do Sinapse da Inovação puderam relatar as experiências a partir do programa. A engenheira de alimentos Carolina Dallacorte, de Chapecó, contou que o incentivo foi fundamental para o sucesso dos negócios quando resolveu empreender. A própria experiência profissional inspirou a criação de protótipos a serem utilizados no monitoramento de temperatura e umidade. Carolina exibe, orgulhosa, os sensores que já são utilizados pela indústria de alimentos e projeta para as próximas etapas de expansão a conquista do mercado de fármacos.

O sensor informa, em tempo real, inclusive em situação de transporte, as condições da temperatura e emite alertas em qualquer alteração que possa comprometer a qualidade dos produtos. “É o momento de agradecer, porque o programa e o incentivo do Governo ocorrem no momento da ideia, quando na maioria das vezes, as empresas, por exemplo, se interessam em produtos já finalizados. O programa mudou minha vida, porque hoje sou uma empreendedora e acredito que essa é uma das alternativas de desenvolvimento pessoal e até econômico para o estado e para o país”, relatou a jovem.

Outra ideia que se transformou em um negócio de sucesso foi apresentado pelo jovem Fabrício Hertz. Hoje, a empresa dele fabrica veículos aéreos não tripulados que ajudam a otimizar o manejo de atividades da agricultura. Sem a interferência de um operador, o veículo mapeia as áreas desejadas e consegue informar, por exemplo, a presença de pragas e problemas de plantio, a partir de soluções e análises também fornecidas por um programa de computador.

“O Sinapse da Inovação é um programa vencedor capaz de transformar vidas. Apostamos nas ideias inovadoras, e os empreendedores retribuem criando seus próprios negócios, realizando seus sonhos, gerando emprego e oportunidades aos catarinenses”, destacou o presidente da Fapesc, Sergio Gargioni.

Parcerias alemãs

Ainda na área de empreendedorismo, há uma chamada conjunta com o Estado de Berlim, que disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica, a fim de que desenvolvam produtos, processos ou sistemas inovadores. Até o dia 30 de novembro, são aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação.

O edital faz parte do acordo de cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, firmado entre a Fapesc e o Departamento de Economia, Tecnologia e Pesquisa do Senado do Estado de Berlim, que é uma das ações da parceria firmada entre a Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Berlim em 2014. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Bolsas 

Até o dia 31 de outubro, os programas de pós-graduação strictu sensu das instituições de Ensino Superior de Santa Catarina podem solicitar cotas de bolsas para apoiar os projetos de seus pós-graduandos conforme o edital disponível no site da Fapesc. A proposta deve ser submetida na Plataforma Fapesc pelo coordenador do programa de Pós-Graduação. Serão oferecidas 225 cotas de bolsas de mestrado acadêmico e 195 cotas de bolsa de doutorado, que totalizam mais de R$ 28,6 milhões.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

O governador Raimundo Colombo liberou nesta terça-feira, 17, R$ 983 mil para conclusão do Centro de Inovação de Jaraguá do Sul. O repasse faz parte de um convênio firmado entre a prefeitura de Jaraguá do Sul e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), pasta responsável pelo projeto dos Centros de Inovação que estão sendo construídos em Santa Catarina.

“Esta é uma ação que irá mudar a matriz econômica catarinense. Os Centros são espaços que apoiam o desenvolvimento de ideias, de produtos, dando suporte também para as empresas já constituídas se fortalecerem no mercado”, afirmou.

Em Jaraguá do Sul, o prédio tem uma área de 2.970 metros quadrados. O investimento para a obra é de R$ 6,6 milhões, dos quais R$ 6,2 milhões são do Governo do Estado e R$ 424,5 mil do município. “Estamos investindo em inovação, o que é fundamental para que Santa Catarina se consolide como uma economia forte, ampliando a vantagem competitiva e se mantenha na vanguarda do crescimento”, explicou o secretário da SDS, Carlos Chiodini.

Os Centros de Inovação abrigarão aceleradoras de empresas, incubadoras, laboratórios de pesquisa, de capacitação e de consultoria para novos negócios. Cada unidade prioriza a vocação econômica da região que está inserida, sendo que a de Jaraguá do Sul será direcionada para o setor de energia.

Segundo o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, o município irá fortalecer o seu DNA de inovação. “Temos uma força industrial, gente qualificada, empresas de renome mundial, por isso acredito que o Centro de Inovação é um ambiente que vai fomentar ideias novas, fortalecer o setor de tecnologia, de inteligência. É uma aposta para o futuro, que já esta dando certo”, enfatizou.

Informações adicionais para a imprensa
Fabio Lima
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: imprensachiodini@gmail.com
Fone: (48) 3665-2261/98843-7100
Site: www.sds.sc.gov.br


Evento em 2016 teve assinatura dos contratos do Sinapse da Inovação. Na foto, Colombo e empreendedores selecionados. Crédito: Jaqueline Noceti/Arquivo Secom

O governador Raimundo Colombo lança nesta quarta-feira, 18, as três chamadas públicas, voltadas ao empreendedorismo inovador, parcerias entre empresas alemãs e brasileiras, e à capacitação em nível de pós-graduação. O ato está marcado para as 11h, no gabinete, no Centro Administrativo do Governo, em Florianópolis. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) receberá as propostas submetidas às chamadas, que juntas somam cerca de R$ 40 milhões de investimento do Governo do Estado e parceiros como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Com inscrições abertas até 2 de novembro, o programa Sinapse da Inovação chega a 6ª edição, tendo apoiado a criação de mais de 400 startups inovadoras e gerado milhares de empregos diretos, além de 150 patentes. O programa começou em 2008, com metodologia da Fundação Certi, e tem apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O Sinapse oferecerá R$ 60 mil para cada uma das 100 empresas selecionadas, além de bolsas de auxílio aos empreendedores por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pelo governo estadual gira em torno de R$ 10 milhões. Empreendedores de todo o estado podem inscrever suas ideias no portal do Sinapse da Inovação. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Parcerias alemãs

Ainda na área de empreendedorismo, há uma chamada conjunta com o Estado de Berlim, que disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica, a fim de que desenvolvam produtos, processos ou sistemas inovadores. Até o dia 30 de novembro, são aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação.

O edital faz parte do acordo de cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, firmado entre a Fapesc e o Departamento de Economia, Tecnologia e Pesquisa do Senado do Estado de Berlim, que é uma das ações da parceria firmada entre a Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Berlim em 2014. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Bolsas 

Até o dia 31 de outubro, os programas de Pós-Graduação strictu sensu das instituições de Ensino Superior de Santa Catarina podem solicitar cotas de bolsas para apoiar os projetos de seus pós-graduandos conforme o edital disponível no site da Fapesc. A proposta deve ser submetida na Plataforma Fapesc pelo coordenador do programa de Pós-Graduação. Serão oferecidas 225 cotas de bolsas de mestrado acadêmico e 195 cotas de bolsa de doutorado, que totalizam mais de R$ 28,6 milhões.

Informações adicionais para a imprensa:
Heloisa Dallanhol
Coordenadoria de Comunicação
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - FAPESC
E-mail: heloisa@fapesc.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-4812
Site: www.fapesc.sc.gov.br