Dois filmes sobre o meio ambiente serão exibidos em uma sessão gratuita no Auditório do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em 27 de outubro, das 8h30 às 11h50, no Bairro Coqueiros, em Florianópolis. O público em geral poderá assistir aos filmes "Deserto Verde", que aborda o impacto ambiental gerado pela produção de papel e celulose, e "Espírito de Porco", sobre a poluição provocada pela criação massiva de suínos em SC.

Nesta terça-feira, 17 de outubro, às 19h, o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) será palco do lançamento do livro Patrimônio Imaginado: Fotografia e Patrimônio Cultural, uma coletânea que reúne sete artigos de pesquisadores acadêmicos, organizada por Janice Gonçalves e editada pela Editora OiKos. O evento ocorrerá no espaço da Caixa de Ideias com entrada gratuita.

No lançamento, haverá venda de exemplares e também a distribuição de parte dos livros para instituições culturais de Santa Catarina, cujos representantes estiverem presentes.

Sobre o livro

Qual o papel da fotografia na produção de crença no valor dos bens considerados patrimônio cultural? Que imaginário social foi concomitantemente produzido acerca dele - que patrimônio, afinal, foi “imaginado”? Em que medida pode-se afirmar que as imagens fotográficas condicionam os processos de patrimonialização? É possível detectar uma retórica fotográfica própria na produção e na disseminação dos bens culturais tornados patrimônio? E com outro viés, como pensar a patrimonialização dos próprios acervos fotográficos?

Os textos da coletânea apresentam resultados de pesquisas feitas por autores e autoras, cuja formação está inteira ou parcialmente inscrita no campo de História (com uma única exceção, que se refere ao campo da Arquitetura). Algumas dessas pesquisas, desde logo, tiveram como foco a relação entre fotografias e patrimônios culturais: nos casos em que isso não ocorreu, as contribuições preparadas para o livro efetuaram um exercício de reinterpretação dos materiais pesquisados, de modo a examinar as interações ente aqueles termos.

Serviço:

O quê: Lançamento do livro Patrimônio imaginado: fotografia e patrimônio cultural
Quando: 17/10/2017, às 19h
Onde: Caixa de Ideias do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC), na Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis 
Quanto: Entrada gratuita

Informações adicionais para a imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Cultura - FCC
E-mail: fernanda@fcc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2571/ 98802-1822
Site: www.fcc.sc.gov.br

O governador Raimundo Colomo participa nesta quinta-feira, 12, da Oktoberfest de Itapiranga. A chegada do governador ao palanque oficial na Praça das Bandeiras, em frente à prefeitura, está prevista para as 9h30. 

Às 11h está prevista a assinatura de convênio de R$ 200 mil com o município de Itapiranga. Segundo o secretário executivo da ADR, Claudir José Larentis, o convênio é destinado para a readequação do projeto de revitalização da Avenida Uruguai, atendendo a um pedido e encaminhamento do prefeito, Jorge Welter.  

Mais informações para a imprensa:
Vandro Luís Welter
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Itapiranga
E-mail: imprensa@ipx.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3472-5008 / (49) 98412-0485
Site: sc.gov.br/regionais/itapiranga

 

 

 

Professores de Música da Udesc realizam concerto gratuito em Florianópolis
Bernardete Castelan Póvoas, ao piano, e Alicia Cupani, soprano, interpretam obras de Francis Poulenc e Kurt Weill no concerto. Foto: Laís Moser/Udesc Ceart

No dia 12 de outubro, às 20h, no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), professores do Departamento de Música do Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) se reúnem para o Mosaico Musical, o concerto anual de docentes da Udesc Ceart. O evento, que é gratuito e aberto ao público, tem como objetivo promover o diálogo entre ensino e prática artística, além de compartilhar conhecimento acadêmico com a comunidade.  A distribuição dos ingressos inicia uma hora antes do evento, na bilheteria do TAC.

Nesta edição, as apresentações serão em duos ou solo, com destaque para composições de professores do DMU, incluindo duas peças inéditas que estreiam neste concerto: “Três Estudos para violão” e “Bruxólicas n.4”, ambas de Acácio Piedade, um dos professores participantes. O programa inclui peças variadas de compositores como o mineiro Vieira Brandão (1911-2002), o alemão Kurt Weill (1900-1950) e o argentino Astor Piazzolla (1921-1992). 

Participam desta edição do Mosaico Musical os professores Acácio Piedade (piano); Alicia Cupani (canto); Bernardete Castelan Póvoas (piano); Hans Twitchell (Violoncelo); João Titton (violino); Luiz Cláudio Barros (piano); Marcelo Brombilla (violão) e Maurício Zamith (piano). Esta é a oitava edição do evento, que é promovido pelo programa de extensão VivaVoz, sob coordenação da professora Alicia Cupani.

Serviço:
O quê: Mosaico Musical – 8º Concerto do Departamento de Música da Udesc
Quando: 12 de outubro, às 20h
Onde: Teatro Álvares de Carvalho, rua Mal. Guilherme, Centro, Florianópolis
Quanto: Gratuito e aberto ao público. Distribuição de ingressos no dia 12 de outubro, a partir das 19h, na bilheteria do TAC

Mais informações para a imprensa:
Laís Moser
Assessoria de Comunicação
Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefone: (48) 3664-8350

Estão abertas as inscrições para as oficinas gratuitas de fotografia que a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) oferece por meio das Oficinas de Arte do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. As aulas ocorrerão nos meses de outubro e novembro.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3664-2639.

Curso de Construção de Câmeras Artesanais - Turma 13

Inscrições gratuitas pelo seguinte formulário até as 18h de 20 de outubro: https://goo.gl/forms/wthNhZCWZVVjixpG3
Comunicação dos selecionados de por e-mail dia 21 de outubro.
Serão oferecidas 12 vagas preenchidas conforme critérios (1- ordem de inscrição; 2- experiência em fotografia / artes, atendimento a requisitos; 3- freqüência em cursos anteriores / absenteísmo).
Será formada lista de espera para próximas edições do curso. Falta na primeira aula ou duas faltas implicam no cancelamento da vaga; o absenteísmo é critério de seleção para próximos cursos.
Aulas: às quartas e sextas-feiras, nos dias 27 de outubro; 1º,8,10,17,22 e 24 de novembro. Das 8h30 às 11h30h - 21 horas/aula
Será fornecido certificado.
Sobre o curso: Neste curso os alunos irão construir câmeras fotográficas artesanais com lentes simples de lupas ou de câmeras antigas, usando materiais baratos diversos, reaproveitando materiais fora de uso. Desde câmeras apenas para visualização como câmeras pinhole e até câmeras artesanais mais sofisticadas, dependendo dos materiais disponíveis e habilidades do aluno.
Requisitos: Conhecimento básico de fotografia, desejável em laboratório P&B / pinhole, ou ter feito algum dos cursos anteriores: Fotografia Experimental, Fotografia de Grande Formato, Fotografia para Professores./ Habilidade manual, disponibilidade de algum tempo para pesquisa de mateirais, eventualmente trabalho extra aula. / Material individual de acordo com o projeto de cada um, rateio de custos do material de uso coletivo.

Fotografia Experimental 2

Inscrições gratuitas pelo seguinte formulário até as 18h de 20 de outubro: https://goo.gl/forms/cvaLwXnlOXcu4aIB2
Comunicação dos selecionados de por e-mail dia 21 de outubro.
Serão oferecidas 12 vagas preenchidas conforme critérios (1- ordem de inscrição / 2- experiência em fotografia / artes, atendimento aos requisitos / 3- freqüência em cursos anteriores / absenteísmo).
Aulas: às terças e quintas-feiras, nos dias 31 de outubro; 7,9,14,16,21 e 23 de novembro. Das 8h30 às 11h30 - 21 horas/aula
Será fornecido certificado.
Sobre o curso: Curso básico de introdução aos processos fotográficos histórico/ alternativos em fotografia.
Público alvo: preferência para alunos com alguma experiencia em fotografia / arte.
Conteúdo:
- construção de câmera obscura e de lupa; outras câmeras artesanais
- pinhole, laboratório básico P&B, uso de filme raio x, preparação de
reveladores alternativos
- antotipia, fitotipia, impressão de imagens com sucos de plantas
- cianotipia
- marrom van dyke
- caseína bicromatada e outros processos similares
Custo do material de consumo rateado entre os alunos.

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br
Twitter: www.twitter.com/fccoficial
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) quer ouvir a opinião do público que frequenta dois dos museus que administra: o Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis; e o Museu Nacional do Mar - Embarcações Brasileiras, em São Francisco do Sul. Para isto, promove do dia 10 de outubro até dezembro uma pesquisa de satisfação nestes dois espaços culturais.

Com o questionário, o objetivo é conhecer o nível de satisfação dos frequentadores em relação aos serviços oferecidos e aprimorar o atendimento. O público poderá responder a pesquisa tanto pessoalmente, ao visitar os museus e receber o questionário, quanto pelos links disponibilizados on-line:

Pesquisa Museu Histórico de Santa Catarina: https://goo.gl/forms/fosOf7JVrVpujJCm1
Pesquisa Museu Nacional do Mar: https://goo.gl/forms/EvR23P4D2oiLHBP83

Podem participar todas as pessoas que visitaram os espaços pelo menos uma vez nos últimos dois anos ou que frequentam os museus, seja com propósito de visita guiada, para frequentar oficinas, comparecer a eventos artísticos e culturais, dentre outros. Os resultados serão divulgados até abril de 2018.

A pesquisa é um desdobramento do trabalho semelhante realizado em 2016, quando o Centro Integrado de Cultura (CIC) foi alvo de um questionário semelhante. Como resultado, várias melhorias estruturais foram feitas no espaço, localizado em Florianópolis, e ações, como o projeto Verão Cultural, foram implementados para atender às solicitações do público.

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Em outubro, o CIC 8:30 da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) recebe o encontro do Quinteto de Metais Catarinense com músicos convidados no palco do Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). O show será no dia 18, uma quarta-feira, às 20h30.

No repertório da noite, clássicos da música brasileira dos anos 1960 até os dias atuais. Para comandar o show, o CIC recebe o Quinteto formado pelos músicos Luiz Bueno (trombone), Patrick Martins (tuba BB), Rodrigo Peres (trompete), Leandro Otávio da Rosa (trompete) e Leandro Rizzatti (trompete). Participações especiais dos músicos Jorge Maurício (trombone), Ricardo Jorge Machado (bateria), Tio Cachopa e Tia Chica, Bianka de Liz e Lino e Leno.

Serviço:

O quê: Quinteto de Metais Catarinense e convidados - CIC 8:30 - Grandes Encontros
Quando: 18/10/2017, às 20h30
Onde: Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Ingressos: R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada.
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/156502414947944

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Outubro é o mês das crianças e a programação do Cineclube Infantil está especial para comemorar esta data. Tem longa nacional, curtas sobre a cultura de Florianópolis, sessão comKids com filme íbero-americanos e uma animação da Estônia e Lituânia. As sessões ocorrem todos os sábados, às 16h, com entrada gratuita no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. A iniciativa é uma parceria entre a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), por meio do Museu da Imagem e do Som (MIS/SC), e a organização da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis.

PROGRAMAÇÃO

7 de outubro:

As Aventuras do Avião Vermelho
Direção: Frederico Pinto e José Maia
Gênero: Animação
País: Brasil
Ano: 2014
Duração: 90 min.
Sinopse: A trama apresenta a história de Fernandinho, um menino de 8 anos, que perdeu a mãe há pouco tempo, tornando-se um garoto solitário, sem amigos e com problemas de relacionamento com o pai e na escola. Sem saber como lidar com a situação, o pai tenta conquistá-lo com presentes. Nada funciona até que ele dá para o filho um livro de sua infância. Encantado com a história, Fernandinho decide que precisa de um avião para salvar o Capitão Tormenta – aviador personagem do livro, que está preso no Kamchatka. A bordo do Avião Vermelho e junto com seus brinquedos favoritos, Ursinho e Chocolate, que ganham a vida com sua imaginação, Fernandinho visita lugares inusitados, como a Lua e o fundo do mar, e percorre diferentes territórios – África, China, Índia, Rússia. Ao longo dessa jornada, ele descobre o prazer da leitura, a importância de ter amigos e o amor do pai.

14 de outubro:

Curtas Catarinenses

O Mistério do Boi de Mamão
Direção: Luiza Lins
Gênero: Ficção
Estado: SC
Ano: 2005
Duração: 13 min.
Sinopse: A história é uma aventura envolvendo um grupo de crianças, futebol, o boi de mamão da Lagoa da Conceição, que faz parte do folclore regional.

Campeonato de Pescaria
Direção: Luiza Lins e Marco Martins
Estado: SC
Ano: 2009
Duração: 13 min.
Sinopse: uma aventura no litoral catarinense. A comunidade organiza um campeonato durante as férias para as crianças se divertirem, resgatando a emoção da pesca para os pequenos.

O Sumiço da Coroa
Direção: Marco Martins e Chico Faganello
Estado: SC
Ano: 2013
Duração: 13 min.
Sinopse: A Coroa, o principal símbolo da festa do Divino Espírito Santo, desaparece da Igreja da Lagoa da Conceição, em Florianópolis. E agora? Clara e Pedro começam a investigação para tentar recuperá-la, senão a festa pode não acontecer. Mistura de realidade com ficção, o filme une cultura brasileira e aventura.

Taí ó – Uma aventura na Lagoa
Direçdão: Maurício Venturi
Estado: SC
Ano: 2014
Duração: 14 min.
Sinopse: Esta é a história de João, um garoto que foge de casa e decide ir atrás de sua avó, conhecida como bruxa na Costa da Lagoa, onde só se chega de barco. No caminho, ele conhece Zé, um menino nativo que será seu parceiro e guia nesse desafio. Os dois iniciam uma amizade e uma aventura repleta de descobrimentos pela Lagoa da Conceição, reduto das lendas da Ilha de Santa Catarina.

21 de outubro:

Lotte e o segredo da pedra da lua
(Lotte ja Kuukivi Saladus)
Direção: Heiki Ernits e Janno Põldma
Gênero: Animação
País: Estônia e Letônia
Ano: 2011
Formato: digital
Duração: 75min.
Sinopse: Junte-se a Lotte e seu tio Klaus em uma aventura divertida e encantadora. Lotte conseguirá ajudar os coelhos da lua encontrar a última pedra?

28 de outubro:

Sessão ComKids de curtas íbero-americanos:

Puerto Papel – Amor de Papel
Direção: Alvaro Ceppi e Hugo Covarrubias
País: Brasil / Chile / Argentina / Colômbia
Duração: 11 min

Chatarra
Direção: Walter Tournier
País: Uruguai
Duração: 5 min

Capitán nariz de lata – Ballena blanca
País: Argentina
Duração: 7 min

Irmão do Jorel – MC Juju
Direção: Juliano Enrico
País: Brasil
Duração: 11 min

Einstein-Rosen
Direção: Olga Osorio
País: Espanha
Duração: 9 min

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Teve início, no sábado, 30, a Bienal Internacional de Curitiba, que apresenta trabalhos de artistas de todo o mundo. A mostra tem extensão em Florianópolis, em dois locais: o Museu da Escola Catarinense (Mesc), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), e a Fundação Cultural Badesc.

Sob o conceito "Antípodas", escolhido para indicar metaforicamente pontos geográficos radicalmente distantes uns dos outros, essa bienal terá foco na arte contemporânea da China,  que marca um ponto extremo em relação aos países latino-americanos. A coordenadora do Mesc, Sandra Makowiecky, destaca que "a cultura, especialmente em suas manifestações artísticas, pode criar vínculos e traçar diagramas entre os lugares mais distantes".

As mostras em Florianópolis têm, como curadoras, Sandra Makowiecky, Francine Goudel e Juliana Crispe. "O convite partiu de Luiz Ernesto Pereira, diretor-geral da Bienal", conta Sandra. Será a primeira vez que este grande evento se fará presente em solo catarinense. No Mesc, a ideia é abordar as "antípodas contemporâneas", com dez eixos temáticos:

  1. exposição x privacidade em perigo
  2. lembrança x esquecimento
  3. paisagem possuída x paisagem bruta
  4. cidades da alma x cidades de abandono
  5. noções de herança x rejeição à história
  6. corpo x incorporais
  7. registros pessoais x registros coletivos
  8. solidão x multidão
  9. infância x maturidade
  10. hiperreal x irreal

Vinte artistas terão suas obras expostas: Cássio Markowski, Diego De Los Campos, Dirce Korbes, Fê Luz, Fran Favero, Glaucia Olinger, Itamara Ribeiro, Jairo Valdati, Janaina Schvambach, Jandira Lorenz, Janor Vasconcelos, Juliana Hoffmann, Karina Zen, Lela Martorano, Priscilla dos Anjos, Raquel Stolf, Rodrigo Cunha, Sérgio Adriano, Silvana Macedo e Susano Correia.

Mostra no Badesc

Trinta e sete artistas com produção em SC mostrarão seus trabalhos no Badesc sob o tema "Fotografia: seus sistemas híbridos e fronteiriços".

Os artistas são: Ana Sabiá, Andressa Orozco, Audrian Cassanelli, Carlos Franzói, Chay Luge, Clara Fernandes, Claudia Zimmer, Coletivo Toca, Daniele Zacarão, Diana Chiodelli, Fabíola Scaranto, Fernando Weber, Henry Goulart, Iam Campigotto, Ieda Topanotti, Ilca Barcellos, Janaína Cora, Joana Amarante, Karina Segantini, Kim Coimbra, Letícia Cardoso, Lilian Barbon, Lu Renata, Luciana Petrelli, Maria Eduarda Müller, Maria Lucila Horn, Marina Moros, Marta Martins, Neusa Milanez, Nilton Tirotti, Ramón Moro Rodríguez, Rosana Bortolin, Sandra Alves, Sandra Correia Favero, Sarah Uriarte, Sonia Loren e Yara Guasque. 

Serviço

O QUÊ: Bienal Internacional de Curitiba - "Antípodas Contemporâneas", com curadorias de Francine Goudel, Juliana Crispe e Sandra Makowiecky.
QUANDO: Abertura neste sábado, 30, às 17h. Exposição até 13 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, e sábado, das 10h às 16h.
ONDE: Museu da Udesc, Rua Saldanha Marinho, nº 196, Centro, Florianópolis.
QUANTO: Evento gratuito.

O QUÊ: Bienal Internacional de Curitiba - "Fotografia: seus sistemas híbridos e fronteiriços", com curadorias de Francine Goudel, Juliana Crispe e Sandra Makowiecky.
QUANDO: Abertura em 5 de outubro, às 19h. Exposição até 23 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.
ONDE: Fundação Badesc, Rua Visconde de Ouro Preto, nº 216, Centro, Florianópolis.
QUANTO: Evento gratuito.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

O Museu Histórico de Santa Catarina recebe a partir do dia 5 de outubro a exposição Miniaturas Enxaimel, com trabalhos do artista Max Diel Volles, selecionada pelo Edital de Exposições Temporárias do Museu. A mostra fica aberta à visitação até 5 de novembro, com entrada gratuita de terça a sexta-feira, das 10h as 18h; sábados,domingos e feriados, das 10h às 16h. No dia da abertura, haverá palestra sobre como se faz o enxaimel, as ferramentas que se utiliza, sua história na região do Vale do Itajaí, os costumes e rituais praticados pelos carpinteiros desta técnica.

A exposição contempla 10 miniaturas de edificações enxaimel e uma ponte, além de uma parede em forma de L em tamanho real. O foco é o trabalho artífice de carpintaria, mostrando a complexidade destas estruturas. Todas as miniaturas têm as mesmas características das reais e o mais impressionante é que também são desmontáveis.

A exposição pretende mostrar que antigas tradições germânicas estão, aos poucos, retornando ao nosso cotidiano. A construção com técnica enxaimel foi interrompida durante perseguição aos estrangeiros durante a Segunda Guerra e só depois voltou graças às pesquisas realizadas no Brasil e à colaboração da comunidade germânica.

O enxaimel é uma antiga técnica construtiva na qual uma rígida estrutura de madeiras encaixadas tem seus vãos preenchidos com pedras, taipa ou tijolos. São construções bem típicas da Idade Média na Europa e vários países ainda preservam e mantêm viva esta técnica. Em Santa Catarina, há muitas edificações enxaimel nas diversas cidades fundadas por imigrantes germânicos.  

Serviço:

O quê: Exposição Miniaturas Enxaimel - Max Diel Volles
Abertura: 5 de outubro, às 19h
Visitação: de 6 de outubro a 5 de novembro de 2017. De terça a sexta-feira, das 10h as 18h; sábados,domingos e feriados, das 10h às 16h.
Onde: Sala Martinho de Haro - Museu Histórico de Santa Catarina - Localizado no Palácio Cruz e Sousa
Praça XV de novembro - Centro - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Informações: (48) 3665-6363

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura