Fotos: Márcio Martins

O Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura está com inscrições abertas para a edição deste ano. Basta acessar a plataforma www.fcc.sc.gov.br/editalelisabeteanderle  e seguir as orientações. A novidade deste ano é que todo o processo será digital, mais ágil, seguro e econômico. No site é possível ter acesso a todas as orientações com tutoriais, baixar a íntegra do edital e conhecer as premiações e os valores.

As inscrições serão recebidas até o dia 26 de junho, culminando com o prazo de 60 dias para esta etapa. Estão habilitados a participar do Edital proponentes nascidos em Santa Catarina ou que residem no Estado há mais de dois anos.

Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital selecionará até 176 projetos em 11 premiações. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). O lançamento oficial da nova edição do Edital ocorreu na quinta-feira (27), em cerimônia na Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, com a participação do Secretário de Turismo Cultura e Esportes, Leonel Pavan, do Presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, representantes do Conselho Estadual de Cultura, dirigentes culturais, produtores e artistas. Tão logo a plataforma foi ao ar, o sistema já começou a receber as primeiras inscrições de projetos.

Proponentes de todo o Estado poderão submeter seus projetos para as 11 premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

“Hoje é um dia de comemoração para a cultura catarinense. Cada dia estamos dando um passo a mais e agora superamos mais um com a abertura desse edital”, disse o secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, que assinou oficialmente o documento.

Para o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, a entrada do Elisabete Anderle no universo digital é um avanço no histórico do edital. O novo modelo de inscrição, ressalta, vem atender a uma demanda histórica já manifestada reiteradamente pela classe artística e pelo Conselho Estadual de Cultura. “(o Edital) É o resultado de um conjunto de esforços, da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, da FCC, do Conselho Estadual de Cultura e da aspiração da classe cultural. Mas é fundamental darmos sequência a esse instrumento, para que não sofrermos com as interrupções”, explica Rodolfo Pinto da Luz.

A expectativa é que, com o novo sistema, o número de projetos inscritos supere a marcar de 2 mil – ultrapassando o recorde da última edição, realizada em 2015, que foi de 1.569 inscrições.

Sobre o site
Com o novo site, o processo de envio dos projetos será totalmente digital, eliminando a necessidade de impressão em papel e custos para o envio pelos Correios. Além da inscrição, ao acessarem a plataforma os proponentes contarão com tutoriais (em vídeo e em texto) e todas as informações necessárias para inscrever os projetos. Cada usuário cadastrará um e-mail e senha, garantindo sua segurança e privacidade.

Para esclarecer dúvidas, os proponentes poderão consultar a Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) do Edital por meio da seção Fale Conosco e pelo e-mail: anderle2017@fcc.sc.gov.br.

Acesse aqui o vídeo tutorial.

Informações adicionais para a imprensa:
Marcos Espíndola
Assessoria de Comunicação
Fundação Catarinense de Cultura 
(48) 3664 2571

O mês de maio terá cinco apresentações no TAC 8 Em Ponto, projeto semanal da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC). A programação começa com o show de Rick Boy Slim (2/5); segue com a banda TBZ Blues (9/5); tem o espetáculo de dança [BLIND]AGEM do Grupo LAUT (16/5); a peça El Savajada, da Cia. De Titiriteros de La UNSAM; e encerra com o show Cantus Urbanus e Annyria Wailer e convidados (30/5).

Os shows começam sempre às 20h. Ingressos já à venda por R$ 20 inteira e R$ 10 meia-entrada.


02/05/2017 - Rick Boy Slim
Rick Boy Slim & Blues Sensations estão em nova fase com o trabalho de estreia Suburbano Blues, que carrega toda a experiência de 25 anos de estrada de Rick, compondo e interpretando os grandes nomes do blues e do rock que marcaram a história da música. Rick Boy Slim é gaúcho de Porto Alegre e se converteu ao blues desde os 13 anos de idade. A banda que o acompanha é formada pelos músicos Marcelo Gasparini (baixo), Julio Belchior de Almeida (bateria), Luis Mega (teclados), Fidel Piñero (trompete) e Pedrinho (sax tenor).
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1641989629159408/

09/05/2017 - TBZ Blues
Nascido do encontro de músicos numa jam session em 2012, o TBZ Blues se consolidou como uma das poucas bandas que toca regularmente um repertório de clássicos de blues, R&B e afins. Suas versões vão de bluesmen famosos como Howlllin' Wolf, Robert Johnson, Bo Didley e Muddy Waters, fazendo um contraponto com alguns de seus discípulos, como Johnny Winter, Allman Brothers e J.J Cale. Inspirada na música negra do século passado, a banda traduz as realidades blues da Ilha em Tribuzana, seu primeiro álbum autoral. TBZ Blues é formada por Marcel Coelho (vocal e guitarra), Renato de Carvalho (baixo), Martín Bustingorri (bateria) e Xuan Arfenoni (sax tenor).
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/202630383573165/

16.05.2017 - [BLIND]AGEM - Grupo LAUT
Há quem acredite que a experiência do mundo se dá pela visão. Mas será que ver o mundo significa, de fato, enxergá-lo? [BLIND]AGEM, pesquisa realizada desde 2014 pelo grupo LAUT, de Florianópolis, surge do interesse em entender os estágios corporais dos bailarinos na ausência da visão. Mais do que isso, no entanto, o grupo busca sensibilizar o olhar do público para além do que (não) se vê. O grupo surgiu em 2008 e atualmente é integrado pelos bailarinos Hanna Feltrin, Moni Cherem, Renan Péres, Bel Revers, Nicole Rosa e Bianca Vieira.
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/198290874015701/

23.05.2017 - El Savajada – Cia. De Titiriteros de La UNSAM
O espetáculo, desenvolvido a partir do conto Juan Darién, de Horacio Quiroga, narra a história do tigre que se criou entre humanos. O animal adota a forma humana e busca a sua inserção na comunidade, mas sempre resulta como suspeito e perigoso. Essa metáfora não é nada mais do que a relação que temos com o outro: o diferente. O espetáculo de Maurício Kartun é falado em espanhol.
Classificação: 12 anos.
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1468830589846357/

30/05/2017 - Cantus Urbanus - Annyria Wailer e Convidados
Annyria Wailer vem despontando na cena musical catarinense. A cantora e compositora apresenta algumas de suas canções autorais e releituras inspiradas nas periferias do mundo. Influenciada pelo soul, blues, reggae, samba e rap, traz um show original e marginal, reivindicando seus direitos e falando de amor de uma forma diferente e arrojada. Trazendo a arte de rua para o palco, conta com a presença de grafiteiros, dançarinos (dança de rua), DJ e convidados especiais fazendo intervenções durante o show. O espetáculo é uma realização da Tríade Música e Arte, com a direção musical de Felipe Vagner.
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/424405324588159/


Serviço
O quê: TAC 8 em Ponto
Quando: sempre às terças-feiras, às 20h
Onde: Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) - Rua Marechal Guilherme, 26 - Centro - Florianópolis (SC)
Ingresso: R$ 20 inteira; R$ 10 meia-entrada.
Informações: (48) 3665-6401 / www.fcc.sc.gov.br/tac8emponto 

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Estudantes de escolas de Cinema, Comunicação e Institutos de Formação Audiovisual do Mercosul podem se inscrever até o dia 15 de maio na competição que será realizada durante o 21º Florianópolis Audiovisual Mercosul (FAM), em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC): o 1º Rally Universitário Floripa. Durante a competição, os participantes têm a missão de produzir um curta-metragem com duração de três a cinco minutos em até 100 horas contínuas de produção.

O MIS/SC, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, será a base de produção e edição dos filmes durante o Rally, que ocorrerá paralelamente à programação do FAM de 20 a 25 de junho. A competição tem o objetivo de incentivar, promover a atividade de produção cinematográfica e o intercâmbio de conhecimento. Os estudantes também receberão palestras de roteiro, edição e som, além de reuniões gerais com conselheiros especializados em cada etapa da produção. As obras fílmicas finalizadas serão exibidas conforme o regulamento.

As inscrições serão realizadas exclusivamente por e-mail. Cada candidato a participar do Rally deve baixar a carta da universidade e o formulário de inscrição disponíveis abaixo, preenchê-los e encaminhá-los ao e-mail rally@famdetodos.com.br.

:: Acesse o regulamento, ficha de inscrição e carta modelo para coordenação de cursos: https://drive.google.com/drive/folders/0B-NKvkoFhdAGbU5SNU1veGwta0E 

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) informa que o show Vale Instrumental que ocorreria nesta quarta-feira, 26, no projeto CIC 8:30 - Grandes Encontros, no Teatro Ademir Rosa, está cancelado devido aos problemas causados pelos temporais da última noite que atingiram especialmente algumas cidades do Vale do Itajaí, de onde vem a maior parte dos músicos participantes do evento.

Pedimos desculpas pelo transtorno e informamos que os ingressos já adquiridos serão reembolsados diretamente na bilheteria onde foram comprados (se a compra foi feita em dinheiro) ou na bilheteria do Teatro Ademir Rosa (para compras em cartão de débito).

 

Informações adicionais para imprensa
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571 / 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial   
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Os desafios e as novas perspectivas para a pesquisa em Ciências Humanas e Sociais e Direitos Humanos sustentam a discussão do 1º Seminário Internacional de Arte e Educação Prisional, que será sediado pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), nos dias 30 e 31 de maio deste ano. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas gratuitamente pelo formulário online.

Foi transferida para o dia 4 de maio, às 16h, a 22ª edição do projeto Gerações Masc - Museu em Movimento que irá abordar a criação e a circulação do Grupo de Artistas Plásticos de Florianópolis (GAPF) no fim dos anos 1950 no Museu de Arte de Santa Catarina. Para falar sobre o assunto, a professora doutora Luciene Lehmkuhl participa do bate-papo com o público no MASC, localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. A entrada é gratuita. 

Luciene abordará aspectos da relação entre o GAPF e o Museu, à época denominado Museu de Arte Moderna de Florianópolis (MAMF). Serão enfatizados desenhos, pinturas, tapeçarias e gravuras de artistas integrantes do Grupo, atualmente pertencentes ao acervo do MASC. Serão apreciadas obras de Meyer Filho, Hassis, Pedro Paulo Vecchietti, Tércio da Gama, Aldo Nunes, Hugo Mund Júnior, Thales Brognoli e Jair Platt.

Sobre a palestrante

Luciene Lehmkuhl é graduada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e em Educação Artística/Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). É mestre e doutora em História pela UFSC, com sanduíche na Universidade Nova de Lisboa (1999/2000). Fez estágio pós-doutoral no Centre d’Histoire et Théorie des Arts/École des Hautes Études en Sciences Sociales – CHTA/EHESS, com supervisão de ÉricMichaud (2011/2012).

Desenvolve pesquisas nas áreas de História, Arte e Design, com ênfase em História Cultural, História da Arte e História do Design nos seguintes temas: arte, história, cultura, imagem, objetos, museus, acervos, exposições, revistas ilustradas, Brasil República, modernidade e contemporaneidade, teoria e metodologia da História, da Arte e do Design. É autora de O Café de Portinari na Exposição do Mundo Português: modernidade e tradição na imagem do Estado Novo brasileiro (Uberlândia: EDUFU, 2011), além de artigos em periódicos e capítulos de livros.

Serviço:

O quê: Conversa O GAPF e o MASC - Gerações MASC - Museu em Movimento
Convidada: Profª. Drª. Luciene Lehmkuhl
Quando: 04/05/2017, às 16h
Onde: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Informações: (48) 3664-2630
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/921524344655247/

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br
Twitter: www.twitter.com/fccoficial
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura

As inscrições para o Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura estarão abertas a partir desta quinta-feira, 27 de abril. O processo, que terá vigência de 60 dias – encerrando em 26 de junho -, traz uma novidade para essa edição: ele será digital, com inscrições por meio do site www.fcc.sc.gov.br/editalelisabeteanderle.

Com investimento total de R$ 5,6 milhões, o edital selecionará até 176 projetos em 11 premiações. Os recursos são do Governo do Estado de Santa Catarina, com promoção da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e do Conselho Estadual de Cultura (CEC). O lançamento oficial da nova edição do edital ocorrerá no dia 27, às 14h30, em cerimônia aberta ao público na sala de cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

Embora tenha sido lançado e executado pela primeira vez em 2009, o Edital Elisabete Anderle foi instituído pela Lei 15.503 de 2011, se consolidando como o maior programa de estímulo e investimentos a projetos culturais de Santa Catarina. Proponentes de todo o Estado poderão submeter seus projetos para as 11 premiações: Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo, Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; Bolsa de Trabalho, Intercâmbio e Residências.

“O edital é resultado dos compromissos empenhados pelo Governo do Estado para atender um anseio manifestado pela área cultural de Santa Catarina. É um edital democrático que irá fomentar a maior parte da cadeia produtiva da cultura no estado”, comenta o secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, que na cerimônia de lançamento assinará oficialmente o edital.

Para o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, a entrada do Elisabete Anderle no universo digital é um avanço no histórico do edital. O novo modelo de inscrição, ressalta, vem atender a uma demanda histórica já manifestada reiteradamente pela classe artística e pelo Conselho Estadual de Cultura. “De imediato, garantimos um processo limpo, sem custos de papel, despesas com correios e tempo para que os proponentes possam fazer sua inscrição com calma e mais eficácia. É um passo na qualificação desse instrumento, democratizando-o, tornando-o mais inclusivo e podendo assim atingir o nosso objetivo maior que é ampliar a participação para todo o território catarinense”, explica Rodolfo Pinto da Luz.

A expectativa é que, com o novo sistema, o número de projetos inscritos supere a marcar de 2 mil – ultrapassando o recorde da última edição, realizada em 2015, que foi de 1.569 inscrições.


Sobre o site

O site www.fcc.sc.gov.br/editalelisabeteanderle  entrará no ar na quinta-feira, 27. Logo após a cerimônia de lançamento, às 14h30min, a Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) do Edital fará uma apresentação da plataforma, com orientações para a sua operação, que será transmitida ao vivo pela página da Fundação Catarinense de Cultura no Facebook (www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura).

No curso do prazo de inscrições, outras transmissões do gênero serão agendadas, bem como a realização de caravanas que percorrerão o Estado para apresentar o novo processo. Todas as informações, incluindo o cronograma público de atividades, estarão disponíveis no site oficial do edital. As inscrições terão prazo de 60 dias com previsão de anúncio do resultado final (projetos premiados) para 1º de agosto e consequente pagamento na primeira quinzena de setembro deste ano.

Com o novo site, o processo de envio dos projetos será totalmente digital, eliminando a necessidade de impressão em papel e custos para o envio pelos Correios. Além da inscrição, ao acessarem a plataforma os proponentes contarão com tutoriais (em vídeo e em texto) e todas as informações necessárias para inscrever os projetos. Cada usuário cadastrará um e-mail e senha, garantindo sua segurança e privacidade.

Após criar a conta no sistema, o proponente pode se inscrever em todas as premiações como pessoa física ou jurídica, sendo limitado o envio a um projeto por categoria. A plataforma conta com um recurso para “salvar” os projetos, possibilitando que ele fique seguro e seja enviado à Comissão de Organização e Acompanhamento (COA) somente após sua finalização. O proponente pode editar seus projetos quantas vezes quiser antes de enviá-los.

Após o envio, será possível acompanhar a evolução da inscrição pelo painel de controle do sistema até a aprovação, ou não, da proposta. Somente o proponente poderá ver e acompanhar seus projetos por meio do cadastro de segurança.

O sistema de inscrições do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura também conta com uma área de curadoria dos projetos, tornando o processo de avaliação mais rápido e ágil.

Informações adicionais para imprensa
Marcos Espíndola
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Fachada do MASC
Museu de Arte de Santa Catarina recebe nova exposição até 19 de maio (Crédito: Márcio Henrique Martins / FCC)

O dia 27 de abril será para passar o quase septuagenário Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) a limpo, com uma programação que prevê debate com o público e a abertura de uma nova exposição coletiva que ocupará a claraboia e a galeria 2 do Museu. Na ocasião haverá, ainda, o encerramento do XI Salão Victor Meirelles*, em co-realização com o Coletivo NaCasa. A entrada é gratuita.

 

MASC em Debate

A agenda começa com o evento MASC em Debate, às 17h, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC). A ideia é discutir o papel do Museu no cenário contemporâneo das artes, ouvindo as críticas, sugestões, opiniões e anseios do público e de artistas que vivem o dia a dia da Instituição. Ainda durante o debate serão apresentadas as principais ações já previstas para o Programa Curatorial do Museu, que compreende as exposições, as ações do Núcleo Educativo e a criação de um Programa Público para reflexão e formação em arte.

Exposição Salão de Festas

Depois da discussão, o público poderá acompanhar a abertura da exposição Salão de Festas no próprio Museu. Além de ser uma exposição coletiva de dez artistas, Salão de Festas será uma ocupação que segue até o dia 19 de maio no espaço, fazendo uma autocrítica e uma leitura histórica sobre o próprio Museu, com o objetivo de promover uma revisão dos paradigmas e do papel do MASC na contemporaneidade.

Com obras que abarcam diversas linguagens, participam da exposição os artistas Ivan Grilo (SP), Nuno Ramos (SP), Nara Milioli (SC) e Traplev (SC), Luciana Knabben (SC), Luis Camnitzer (Uruguai), Laura Lima (MG), Aline Dias (SC) e Diego de Los Campos (Uruguai). Entre os trabalhos que estes artistas trazem ao MASC estão o audiovisual Alvorada, apresentado por Nuno Ramos no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo, no ano de 2004; a intervenção O Museu É uma Escola (2009-em processo), do uruguaio Luis Camnitzer. Para o Salão de Festas, Juliana Crispe prepara, ainda, uma edição especial do Projeto Armazém, que consiste na montagem de Múltiplos (obras editadas, como publicações e livros de artista, cadernos de desenho, diários, entre outros) de diferentes artistas que dialogam com a temática da exposição.

XI Salão Victor Meirelles*

A iniciativa do Coletivo NaCasa recebeu inscrição de cerca de 400 trabalhos de 250 artistas entre fevereiro e março de 2017. Desde o dia 1º de abril, as obras estão em exposição na sede do Coletivo, localizada no bairro Trindade, em Florianópolis. Surgido como uma crítica ao poder público pela não realização do evento desde 2009, a edição extraoficial do Salão acabou ganhando o apoio da Fundação Catarinense de Cultura que recebe, por meio do MASC, o encerramento do evento e sua "prestação de contas", com um espaço totalmente destinado ao histórico do edital.

Serviços:

O quê: MASC em Debate
Quando: 27 de abril de 2017, às 17h
Onde: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Entrada gratuita

O quê: Exposição coletiva Salão de Festas
Abertura: 27 de abril de 2017, às 19h.
Visitação: até 19 de maio, de terça-feira a domingo, das 10h às 21h.
Onde: Claraboia e Galeria 2 do Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) - Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Entrada gratuita

Mais informações: (48) 3664-2630 / masc@fcc.sc.gov.br.

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Florianópolis é uma das 10 cidades brasileiras que participará da Sessão Abraccine com a exibição gratuita do documentário Outro Sertão, de Adriana Jacobsen e Soraia Vilela, no dia 25 de abril, às 20h, no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC). O evento faz parte da Sessão Abraccine promovida pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) em parceria com o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC).

Na capital catarinense, após a sessão, haverá debate para aprofundar questões sobre cinema e o próprio filme com a participação do tradutor Berthold Zilly, da professora de cinema Marcia Paraíso e do crítico e tradutor José Geraldo Couto. Além de Florianópolis, também recebem a Sessão Abraccine as cidades de Belém (PA), João Pessoa (PB), Recife e Afogados da Ingazeira (PE), Maceió (AL), Salvador (BA), São Paulo (SP), Porto Alegre e Pelotas (RS).

Sobre o filme

Resultado de mais de 10 anos de pesquisa sobre o turbulento período em que Guimarães Rosa viveu na Alemanha, Outro Sertão foi premiado no Festival de Brasília e Mostra de São Paulo. O documentário é dividido em capítulos – a chegada, o amigo, o diário, o escritor, o diplomata, o alarme e a partida – e rastreia os quatro anos vividos por Guimarães Rosa em Hamburgo.

Imagens, em grande parte feitas por amadores alheios à estética oficial da propaganda nazista, esboçam o cenário no qual Guimarães Rosa viveu desde sua chegada na Alemanha, em 1938, até sua partida em 1942. Trechos de cartas, contos e anotações em off revelam suas impressões pessoais. Documentos inéditos (alemães e brasileiros) e testemunhos de judeus que fugiram para o Brasil por Hamburgo, bem como de amigos e críticos, recriam a experiência do diplomata na Alemanha nazista.

O filme apresenta a visão deste que foi o único escritor latino-americano a viver na Alemanha durante o nazismo. Imagens de época esboçam um cenário no qual Guimarães Rosa viveu, que se contrapunha à imagem positiva do país que o escritor iniciante, ex-aluno de um colégio de padres alemães em Belo Horizonte, mantinha desde a infância. E que levanta a questão: em que sentido a vivência neste “outro sertão” – árido e difícil –foi fundamental para a constituição da obra daquele que foi um dos maiores escritores brasileiros do século 20?

TRAILER DO FILME: https://www.youtube.com/watch?v=soz2Ic9aOoQ

Serviço:

O quê: Exibição do documentário Outro Sertão – Sessão Abraccine
Debate após a sessão com o tradutor Berthold Zilly, a professora de cinema Marcia Paraíso e o crítico e tradutor José Geraldo Couto.
Quando: 25/04/2017, às 20h
Onde: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Informações: (48) 3664-2650
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1996513390571715

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 

Nesta quinta-feira, 20, às 12h, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) fará a 15ª edição do palco externo do Misturada Musical, na sede do Campus I, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.