Foto: Divulgação / CBMSC

Nesta sexta-feira, 18, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina formou 26 novos Aspirantes a Oficial, em uma cerimônia realizada no Centro de Ensino Bombeiro Militar, em Florianópolis. A turma, de nome Coronel BM RR Flávio Rogério Pereira Graff, agora será dividida entre os Batalhões do Estado.


Fotos: Jeferson Baldo / Secom

Preservar a vida dos catarinenses é uma prioridade de trabalho que foi consolidada nesta sexta-feira, 18, em um marco histórico para a Defesa Civil de Santa Catarina. No dia em que a instituição completa 45 anos, o governador Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Estado Rodrigo Moratelli inauguraram o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd). Considerada uma referência para o país, e até internacional, a estrutura concentra em um único local todas as setoriais do Governo, as forças de segurança e os órgãos federais de assistência humanitária que irão atuar de maneira integrada na gestão de situações adversas no Estado, reduzindo assim o tempo de resposta do Estado à sociedade.

“A Defesa Civil de Santa Catarina sai à frente e dá um exemplo para o Brasil e para o mundo na maneira como amplia a capacidade de atender a população do Estado em situações emergenciais de todos os níveis, com grande evolução tecnológica e de forma integrada. Faz toda a diferença para quem precisa de ajuda”, destacou Eduardo Pinho Moreira. O governador também fez referência à solidariedade e à capacidade de superação dos catarinenses em momentos de dificuldades.


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Um pedido por socorro, de uma das margens do rio Itajaí-Açu, em Blumenau, deu início ao simulado coordenado pela Defesa Civil de Santa Catarina com o objetivo de integrar e treinar as equipes que entram em ação numa situação de crise, como o caso dos desastres naturais. O treinamento vai até a sexta-feira, 18, envolvendo um efetivo de aproximadamente 1,2 mil homens e mulheres da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Exército Brasileiro e Samu. Além de Blumenau, as atividades ocorrem, paralelamente, nos municípios de Gaspar, Pomerode e Itajaí.

Na simulação realizada em Blumenau, as equipes atuaram no resgate de uma vítima que estava ferida e ilhada durante uma enchente. Com botes e coletes salva-vidas, os bombeiros cruzaram o rio e fizeram os primeiros procedimentos. Do outro lado do rio, entraram em ação os profissionais do Samu que aguardavam para levar o jovem ao hospital mais próximo, onde receberia o atendimento especializado.

“Numa situação real de enchente, por exemplo, o trabalho envolveria inúmeras situações adversas, mas uma ação como esta é importante para treinar nossos protocolos e procedimentos”, informou o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, que acompanhou o simulado na cidade de Blumenau, na manhã desta quarta-feira, 16.

ESTADO REFERÊNCIA EM DEFESA CIVIL

A cena representada ali às margens do rio já foi real por recorrentes vezes em todo o Vale do Itajaí, provocando verdadeiras tragédias na vida de milhares de catarinenses. Apesar de enchentes e inundações serem tão frequentes na região, a imprevisibilidade da natureza impõe desafios ainda maiores para a Defesa Civil. Basta olhar para o que ocorreu na região de Blumenau em 2008, quando as fortes chuvas vieram acompanhadas de deslizamentos de terra. “Foi uma tragédia com 137 mortes. Todas provocadas por deslizamentos de terra, algo que a gente não esperava”, lembrou Moratelli.



>>> Mais fotos na galeria

Diante desta situação e para evitar desastres maiores no futuro, o secretário reforça a teoria de que a gestão de crise numa situação real de emergência precisa ser conduzida em várias frentes de trabalho, por isso a secretaria de Estado da Defesa Civil vem se tornando uma referência no país e no mundo pela estrutura que está sendo montada para tornar a ação do Estado mais eficiente e abreviar o tempo de resposta à sociedade.

“Santa Catarina não é referência por acaso, mesmo em tempo de calmaria o trabalho não para, é isso que fortalece e torna nossas ações mais acertivas. E mesmo que a natureza continue imprevisível, todas as forças estarão unidas e preparadas para proteger o que há de mais importante que é a vida dos catarinenses”, enfatizou o governador Eduardo Pinho Moreira.

Prestes a ser inaugurado, Santa Catarina terá uma das estruturas mais modernas e operacionais para a gestão integrada de risco de desastres naturais. Trata-se de uma central, com sede em Florianópolis, que concentra todas as setoriais do Governo do Estado e órgãos federais de ajuda humanitária e de segurança. A estrutura dispõe de alta tecnologia para os sistemas de monitoramento e emissão de alertas para a população.

Na prática, em qualquer situação de crise no Estado, o Centro Integrado Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd) será ativado e atuará de forma integrada conforme as demandas que surgirem em cada um dos setores afetados e que estão representados no Centro. Além da estrutura em Florianópolis, o Cigerd está conectado a outros 20 centros regionais (unidades menores) que foram construídos em todo o Estado. Desta forma, as informações locais alimentam a estrutura da Capital que deflagra o trabalho que precisará ser feito.

“Quanto mais tempo dura uma crise, maior a chance de ela se tornar um desastre. Para evitar que isso ocorra, nosso trabalho precisa tornar o Estado mais eficiente e abreviar o tempo de resposta para a sociedade”, observou o secretário.

Além da construção dos Cigerds, o Estado aumentou a capacidade de armazenamento das barragens de Ituporanga e Taió, com a construção de canais extravazores e dispões de três radares meteorológicos (dois fixos: um no Oeste e outro no Vale, e um móvel com base em Araranguá, no Sul de SC) que garantem cobertura de 100% no Estado, com previsão detalhada que permite antecipar ações de Defesa Civil. O conjunto de obras e ações é referência para o mundo e tem como principal objetivo a preservação da vida em qualquer situação de crise.

PERCEPÇÃO DE RISCO

A movimentação da operação simulada em Blumenau atraiu a curiosidade de moradores, entre eles o vendedor Yuri Muzeka, com o filho Benício, de apenas um ano de idade, nos braços. A paixão do pequeno pelos barcos e aeronaves não foi o único motivo que levou Yuri até o local da operação, mas também o interesse dele sobre os serviços da Defesa Civil na proteção das pessoas.

Yuri e a família moravam na Serra Catarinense, mas por motivo de trabalho mudaram para Blumenau há dois anos. Ele contou que antes de escolher o endereço da nova residência, entrou no site da Defesa Civil para buscar orientações sobre áreas de risco. Foi decisivo e estratégico.

“Moro no local, que teoricamente, seria o último a ser atingido por uma enchente, por exemplo. Como viajo bastante, já defini com minha esposa um plano para qualquer emergência deste tipo. Sabemos exatamente a rota mais segura e a que vai nos garantir acesso à comida, alojamento e serviços de saúde, para o caso de precisarmos deixar a cidade”, detalhou Yuri Muzeka.

O perfil de Yuri é exatamente o que a Defesa Civil de Santa Catarina vem buscando junto à população catarinense. O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, disse que assim como as ações do Estado na proteção e prevenção têm avançado ao longo dos últimos dez anos, é preciso que a percepção de risco também esteja sob o olhar atento do cidadão.

RECOMENDAÇÕES DA DEFESA CIVIL SC

Para ajudar a população a se proteger ou como proceder em situações climáticas adversas a Defesa Civil de Santa Catarina tem dicas que podem ajudar a salvar vidas e evitar prejuízos. Veja alguns procedimentos:

Alagamentos: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e ter cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e, lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Frio intenso: atenção com população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. Procurar abrigo aquecido. Além disso, abrigar animais domésticos nas noites mais frias. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, em virtude das doenças causadas pelo frio (gripe, resfriados, pneumonia, meningite) é essencial tomar medidas simples como manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos. Essas medidas são de grande valia na prevenção destas doenças, ressaltando que crianças e pessoas idosas são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio e devem estar mais atentas.

Geada: agricultores deverão tomar medidas preventivas.

Ventos fortes: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Fique longe das janelas e, lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Mar agitado: perigo à navegação e a atividades de pesca.

Ressaca: Proteger embarcações e apetrechos de pesca e maricultura. Atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas vulneráveis à erosão e inundações costeiras.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros no número 193.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Ascom / SDC

A Defesa Civil do Estado dá mais um grande passo na prevenção de desastres naturais. Nesta sexta-feira, 18, o governador Eduardo Pinho Moreira inaugura, às 14h, o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd) da Capital, na Avenida Ivo Silveira. A estrutura faz parte do novo sistema de proteção e defesa civil que está implantado em Santa Catarina e conta com Centro de Monitoramento e Alerta, Meteorologia, Sistema de Hidrometeorologia, Geologia, Mapeamento de Áreas de Risco, Planos de Contingência, Planos de Ações Emergenciais, Gestão de Crise e Respostas a Desastres.

A intenção da Defesa Civil é integrar os setores governamentais para o gerenciamento de crise. "Vamos interligar todo o Estado proporcionando uma resposta mais rápida para os catarinenses", comentou o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli. Segundo ele, no Cigerd todas as secretarias estarão representadas e irão trabalhar de forma integrada. A ideia é reduzir os impactos na população em uma situação de eventos adversos.

O Governo do Estado realiza o Simulado Integrado de Resposta a Desastres em Blumenau, Pomerode, Gaspar e Itajaí, a partir desta segunda-feira, 14. O treinamento, feito por meio da Secretaria de Estado da Defesa Civil, junto do Exército Brasileiro, vai até sexta-feira, 18. Também integram o exercício a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, defesas civis municipais e Samu. O principal objetivo é a capacitação dos profissionais e a integração das mais diferentes esferas do governo.

"A movimentação de viaturas nesses municípios será intensa, mas a população não precisa se preocupar, porque faz parte do treinamento. Nosso Estado é referência em Defesa Civil, em relação à estrutura e à proteção que oferece. É fundamental o treinamento, que busca sintonia entre os órgãos que atuam em situação de crise", ressalta o governador Eduardo Pinho Moreira.

Santa Catarina é o Estado que apresenta a maior variação climática do país, com um histórico de ocorrências que demonstra que os catarinenses precisam estar preparados.

Durante o exercício será colocado em atividade e testado na prática o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres de Santa Catarina (Cigerd) de Florianópolis, que  será entregue à comunidade catarinense no dia 18. Junto a elem as regionais de Blumenau e Itajaí também estarão em atividade sendo a ponte entre os municípios e o Centro Integrado de Operações.

No Cigerd todos os órgãos públicos do Estado e federais estão representados, unificando as ações e resultando em uma resposta mais rápida à população.

A operação também contará com a atuação de todos os integrantes dos Grupo de Ações Coordenadas (GRAC), acionados nas cidades sede.

BOMBEIROS

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina estará presente com grande estrutura. Serão disponibilizadas forças tarefas de 10 batalhões, Batalhão de Operações aéreas, Batalhão de ajuda humanitária e o Alto Posto de Comando (APC) de onde será direcionado o efetivo para as ocorrências simuladas. 

EXÉRCITO

O Exército Brasileiro (EB) participa, em todo o território nacional, de atividades de apoio à população em situações de calamidade. Em SC, o apoio do Exército à Defesa Civil já foi utilizado nas enchentes do Vale do Rio Itajaí, nos anos de 1983 e 2008.

O exercício, denominado pelo EB como 2º Simulado de Assistência Humanitária, tem a finalidade de ampliar a capacidade de ação das tropas. Desde 2016, a 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, responsável pelo comando das unidades do EB em Santa Catarina,  está preparando a estrutura para operações de ajuda humanitária.

Participam das ações, além do 23º Batalhão de Infantaria de Blumenau, unidades de Florianópolis, Joinvile, Criciúma, Tubarão e Porto União (SC), e de Curitiba (PR).

IMPRENSA

A imprensa está convidada para acompanhar as atividades do Simulado. O comando da operação está dimensionando diversas ações que podem ser acompanhadas por jornalistas.

Mais informações por meio da Assessoria de Comunicação da Defesa Civil Estadual: (48) 991853889 (Telefone e Whatsaap).

FLORIANÓPOLIS

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 17 de maio de 2018 - Quinta-feira

09:00

Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres -CIGERD - Avenida Ivo Silveira, Capoeiras.

Entrevista Coletiva e com o secretário de estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli e com General Miranda,

 

BLUMENAU

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 15 de maio de 2018 - Terça-feira

14:30

CIGERD SESI  Blumenau

Entrevistas e esclarecimentos

https://goo.gl/maps/D57dosrtWKm

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

11:00

PRAINHA - Av. Brasil, 60, Ponta Aguda

Transposição de curso de água com bote EB e CBMSC

https://goo.gl/maps/PAtDb4ptpSn

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

14:00

Final da Rua Hermann Tribess, Fortaleza (Próximo a Pastelaria Paladar)

Resgate de civis. CBMSC, PMSC, SAMU e EB

https://goo.gl/maps/ZGjouPeztxM2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 17 de maio de 2018 - Quinta-feira

11:00

PRAINHA - Av. Brasil, 60, Ponta Aguda

Resgate de civis e transposição de via inundada com bote - EB, CBMSC, SAMU e PMSC,

https://goo.gl/maps/PAtDb4ptpSn

POMERODE

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 15 de maio de 2018 - Terça-feira

16:00

Terreno baldio em frente a Rua Dr Blumenau, com Rua Gaspar

Resgate de civis com aviação. CBMSC, SAMU e EB.

https://goo.gl/maps/bDKeRk4VHa62

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 15 de maio de 2018 - Terça-feira

22:00

Ponte da Rua Arthur Reinert

Resgate de civis com apoio de passadeira e iluminação artificial. CBMSC e EB

https://goo.gl/maps/hyuMmq9GZev

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

09:00

Parque Cascata Cristalina – Estrada Morro Schmidt ao Morro Tretin

Resgate de civis, desobstrução de vias e apoio médico. CBMSC, PMSC e EB

https://goo.gl/maps/fdgp6kdYobD2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

15:30

Sítio – Estrada Carolina

Resgate de civis com aeronave

https://goo.gl/maps/dhJeaQbwZKC2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

20:00

Rua Artur Reinert - Pomerode

Transposição de curso de água e realização de um parto. CBMSC, SAMU e EB

https://goo.gl/maps/hyuMmq9GZev

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 17 de maio de 2018 - Quinta-feira

08:30

Rua dos Atiradores

Característica Resgate de civis com passadeira

https://goo.gl/maps/Vdq8k3d92Ao

GASPAR

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 15 de maio de 2018 - Terça-feira

14:00

Rua Bruno Celso Zimmermann, Bela Vista (Na estrada de chão ao lado da Coats Corrente – Soluções para Costura e Bordado)

Transposição de curso de água

https://goo.gl/maps/VnsAGKAf1SU2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 15 de maio de 2018 - Terça-feira

19:00

Rua Bruno Celso Zimmermann, Bela Vista(Na estrada de chão ao lado da Coats Corrente – Soluções para Costura e Bordado)

Utilização da portada

https://goo.gl/maps/VnsAGKAf1SU2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

16:00

Rua Bruno Celso Zimmermann, Bela Vista(Na estrada de chão ao lado da Coats Corrente – Soluções para Costura e Bordado)

Resgate e salvamento com uso de portada

https://goo.gl/maps/VnsAGKAf1SU2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 17 de maio de 2018 - Quinta-feira

19:00

Rua Bruno Celso Zimmermann, Bela Vista(Na estrada de chão ao lado da Coats Corrente – Soluções para Costura e Bordado)

Resgate e transporte de ferido com emprego de portada

https://goo.gl/maps/VnsAGKAf1SU2

ITAJAÍ

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

09:00

Rua Ivo Atanásio Veiga - Itajaí (Atrás do Cemitério)

Transporte de Feridos, resgate de civis e Garantia de Lei e Ordem. CBMSC, PMSC e EB.

https://goo.gl/maps/rYB48dFdCTA2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

14:00

BR-101, no cruzamento com a Av Gov Adolfo Konder

Transporte de corpos e Feridos. CBMSC, PMSC, SAMU e EB

Itajaí https://goo.gl/maps/Ty96fkVvHny

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

17:00

Rua Otaviano Feler, N 2, Bairro São Vicente

Resgate de Civis

https://goo.gl/maps/hgveZXL2k1Q2

DATA

HORA

LOCAL

CARACTERÍSTICA

Dia 16 de maio de 2018 - Quarta-feira

20:00

Bairro Fazenda em Itajaí

Busca de desaparecidos com equipes e cães farejadores. CBMSC e EB

Informações adicionais para a imprensa
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira visitou na manhã desta quinta-feira, 10, o Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd), que fica junto ao prédio da Defesa Civil, na Avenida Governador Ivo Silveira, em Florianópolis e será inaugurado na próxima sexta-feira, 18. O local contará com diversos órgãos que atuam diretamente na prevenção e gestão dos desastres. Ao apresentar a estrutura, o secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, informou que as diferentes áreas ficarão reunidas no Cigerd, para que medidas sejam tomadas em conjunto e seja possível diminuir o tempo de resposta ao cidadão em uma situação de eventos adversos.

“O Centro é uma estrutura moderna, que com certeza trará muito mais proteção a todos os catarinenses, repassando informações mais precisas à população, e agindo mais rapidamente para ajudar possíveis vítimas”, disse o governador.



>>> Fotos na galeria

A estrutura vai integrar Centro de Monitoramento e Alerta, Meteorologia, Sistema de Hidrometeorologia, Geologia, Mapeamento de Áreas de Risco, Planos de Contingência, Planos de Ações Emergenciais, Gestão de Crise e Respostas a Desastres.

VINTE CIGERDS EM SC

No Estado são 20 centros do mesmo modelo, estrategicamente distribuídos. Todos serão interligados com a base, o Cigerd de Florianópolis. No projeto foram utilizadas as maiores referências em gestão de crises e desastres do mundo. Os exemplos foram adaptados a características e necessidades de Santa Catarina.

“Com a inauguração do Cigerd Florianópolis, o Estado estará mais bem preparado para enfrentar situações adversas em qualquer área”, ressaltou Moratelli.
No total foram investidos no Cigerd R$ 44 milhões, do Pacto por Santa Catarina e do Fundo Estadual de Proteção e Defesa Civil, que é destinado exclusivamente para essa área.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Informações adicionais para a imprensa
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br



O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina adquiriu ua câmara hiperbárica com recursos, inédita no Brasil em corporações de Bombeiros. Avaliada em R$ 691 mil, foi adquirido com recursos do Pacto Santa Catarina, e já começa a ser usado pelos Bombeiros em treinamento ao longo desta semana. Ela foi montada dentro de um contêiner e pode ser transportada para a cena da ocorrência, possibilitando tanto o uso operacional como terapêutico, na recuperação de Bombeiros ou vítimas intoxicadas pela aspiração excessiva de monóxido de carbono em incêndios.

O comandante-geral da corporação, coronel João Valério Borges, diz que o Corpo de Bombeiros Militar dá um importante passo na eficiência e na qualidade do serviço prestado à população. “Com o treinamento dos Bombeiros Militares para uso do equipamento, conseguimos melhorar ainda mais as possibilidades de cumprir com êxito a missão institucional de salvar vidas, proporcionando um tratamento de primeiro-mundo depois da retirada de uma pessoa de uma cena de incêndio, por exemplo”.

O tenente-coronel BM Helton de Souza Zeferino explica que o equipamento também serve para uso em treinamento e seleção de profissionais para a área de mergulho. “O equipamento possibilita a submissão dos profissionais a condições de pressão e de oxigenioterapia adequadas ao restabelecimento das condições físicas e de saúde para atuação em mergulhos, o que representa também um incremento técnico expressivo na área de salvamento aquático”, explica.

Numa cena de incêndio com múltiplas vítimas, como aconteceu com a Boate Kiss no Rio Grande do Sul, o coronel Helton explica que a submissão imediata de pessoas intoxicadas às condições adequadas da Câmara Hiperbárica possibilita uma recuperação mais rápida e o aumento considerável das chances de sobrevida, tanto de Bombeiros como de vítimas.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br

 

 

O Rescue Days é considerado o maior evento que simula resgates e salvamentos de vítimas de acidentes de trânsito da América Latina. Profissionais de resgate de todo o país e bombeiros militares já estão se inscrevendo no evento, que acontecerá em Chapecó entre os dias 16 e 18 de agosto deste ano. Inédito em Santa Catarina, o Rescue Days está sendo organizado pelo 6° Batalhão de Bombeiros Militar, sediado em Chapecó, em parceria com a empresa representante de uma fábrica alemã de ferramentas para uso em resgates veiculares.

O comandante do 6° Batalhão, coronel BM Hilton de Souza Zeferino, explica que o Rescue Days é uma oportunidade ímpar para os bombeiros aprimorarem suas técnicas de resgate e salvamento. "Os acidentes de trânsito graves, com vítimas presas a ferragens, são ocorrências cotidianas para muitas cidades do estado cortadas por rodovias e BRs. Por isso, é primordial que os profissionais estejam atualizados, tanto em novas técnicas de desencarceramento e reanimação de vítimas, como ao uso de novos ferramentais disponíveis no mercado", disse.

Bombeiros e profissionais de resgate de todo o país podem se inscrever por meio do site do evento, até o dia 30 de junho ou quando todas as 192 vagas disponíveis forem preenchidas. Por isso, a organização alerta que os interessados devem realizar a inscrição o mais breve possível no site www.rescuedays2018.com.br.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br

O processo de integração do serviço de Atendimento Pré-Hospitalar, entre o Corpo de Bombeiros Militar e o Samu, continua avançando no Estado. O edital para contratação da empresa responsável pelo fornecimento de insumos, medicamentos e recursos humanos está pronto e aguarda aprovação do Conselho Gestor. A unificação está praticamente concretizada com o efetivo e viaturas em sedes únicas. Agora, o processo caminha para a criação de uma Central Única de Regulação. Atualmente, somente nas cidades de Canoinhas, Mafra e São Miguel do Oeste, o Samu ainda atua em sedes diferentes das do Bombeiro Militar.

Nesta segunda-feira, 7, no auditório da sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública, na Capital, acontece uma reunião entre os gestores do Atendimento Pré-Hospitalar com os coordenadores administrativos, de enfermagem e farmacêuticos do Samu. O encontro servirá para balizar rotinas operacionais e administrativas das equipes, além de atualizar os profissionais sobre o andamento do processo de integração. Em março, uma reunião semelhante aconteceu com os coordenadores médicos.

Unificação

Desde que foi anunciada, em setembro do ano passado, a unificação dos trabalhos de Atendimento Pré-Hospitalar em Santa Catarina, entre o Corpo de Bombeiros Militar e o Samu, as instituições têm trabalhado para sistematizar e unificar os atendimentos.

De acordo com o coronel BM João Batista Cordeiro Junior, gradativamente a unificação vai se concretizando. O passo maior será com a contatação da empresa que proporcionará a integração completa do serviço, com uma única Central Reguladora. “O edital para contatação da empresa está pronto, deve ser lançado nos próximos dias. Falta apenas o aval do grupo gestor do Governo do Estado para colocarmos à disposição”, disse.

Participam da reunião desta segunda-feira, os representantes do Corpo de Bombeiros Militar, da Secretaria de Estado da Saúde e os coordenadores administrativos, farmacêuticos e enfermeiros das macrorregiões de Saúde do Estado. Ao todo, são oito farmacêuticos, nove enfermeiros e outros oito coordenadores administrativos que integrarão os trabalhos.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br


O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina lançou oficialmenteo concurso que vai escolher os melhores desenhos feitos por estudantes para ilustrar o calendário 2019 da instituição. Podem participar crianças com até 12 anos, contribuindo com desenhos que remetam a atividades desenvolvidas pelo Corpo de Bombeiros Militar, como busca e salvamento com uso de cães, combate a incêndios, salvamento aquático entre outras.

O objetivo da campanha, segundo a chefe do Centro de Comunicação Social do Corpo de Bombeiros Militar, capitão Heloísa Helena Battisti, é potencializar o contato das crianças e da comunidade com as atividades desenvolvidas pela corporação. “Trabalhar com o imaginário infantil, projetado por meio dos desenhos, é ajudar a construir nas crianças uma imagem positiva dos Bombeiros. Por meio de ações como esta na infância, os Bombeiros podem se tornar referências profissionais e de segurança para a vida toda,” disse.