Compartilhe

Regional de Curitibanos (atualização às 18h - 31/10) - A desmobilização de greve na região de Curitibanos segue bem sucedida. Em reunião realizada na quarta-feira (30), às 18h30 no Centro Regional Integrado de Defesa Civil de Curitibanos, foi estabelecido um protocolo após negociações com os caminhoneiros para o fim do movimento. Segundo o comando a Polícia Militar não há nenhum ponto de mobilização na região.

O Grupo Integrado de Ações Coordenadas (Grac) da região reuniu membros da ADR de Curitibanos, Defesa Civil, Ministério Público Estadual, Policias Civil, Militar e Ambiental , Epagri, Casan e Prefeitura de Curitibanos para discutir as situações de paralisação e abastecimento de combustíveis na região.

O Grac continua em alerta para evitar novos pontos de paralisação enquanto seguem as negociações  “Estamos trabalhando de forma continuada para vencer este desafio e encontrar as melhores soluções para esta situação que prejudica toda a população”, destaca Roberto Roper, coordenador Regional de Defesa Civil de Curitibanos.

Entre as principais regras do protocolo da reunião estão o fornecimento  gradativo nos postos de combustível da região com valor inicialmente racionado a R$ 100,00 por veículo para abastecimento de álcool, gasolina ou diesel até nova avaliação do Grac. Também foi estabelecido prioridade para veículos da área da saúde, segurança e fornecimento de medicamentos.

Regional de Joaçaba (atualização às 18h - 30/05) - Na Regional de Joaçaba, os quatro pontos de bloqueio em Joaçaba, Catanduvas, Jaborá e Ouro foram liberados na tarde desta quarta-feira, 30. A desmobilização iniciou às 15h30.

Por volta das 16h, os postos de Joaçaba e região começaram a receber combustível. A população já pode abastecer, mas com restrição de 15 litros por veículo até que a situação volte ao normal. A previsão é de que o abastecimento de gás de cozinha e de alguns alimentos que estão em falta nos supermercados também comece a ser normalizada.

Regional de Videira (atualização às 17h - 30/05) -  Na Regional de Videira, a Polícia Militar, juntamente com o Ministério Público, garantiu na manhã desta quarta-feira, 30, o cumprimento da liminar que determinou a liberação das rodovias catarinenses. Todos os pontos onde havia protesto nos 14 municípios da regional foram desbloqueados para a passagem de caminhões. Não houve confronto.

No período da tarde, a PM deu andamento à operação desmontando também os piquetes da greve. Em Caçador, duas pessoas foram presas em flagrante por desacato, desobediência e incitação à subsversao a ordem política ou social.

A Polícia Militar também organiza, com apoio da Polícia Civil e Polícia Rodoviária Estadual, uma operação para escoltar caminhões tanques para que consigam sair das distribuidoras e chegar aos postos da região. O abastecimento de combustíveis deve começar a ser normalizado a partir desta quinta-feira, 31.