O concurso público, para ingressar no Curso de Formação de Oficiais (CFO) do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, está com inscrições abertas até a próxima quarta-feira, 3 de julho. Serão oferecidas 28 vagas para o sexo masculino e duas para o feminino. As provas serão realizadas em Canoinhas, Curitibanos, Florianópolis, Joinville, Lages e Tubarão.

O candidato passará por seis fases até a conclusão do concurso iniciando com a prova objetiva e redação, passando por exames de saúde, de avaliação física, de avaliação psicológica, toxicológico e finaliza com um questionário de avaliação social. Caso aprovado no processo seletivo, o candidato será ingressado na Corporação quando do início do CFO. A convocação ocorrerá em duas etapas, sendo duas turmas de 15 candidatos. A primeira acontecerá no segundo semestre de 2013 e a segunda turma no primeiro semestre de 2014.

Com duração de dois anos, o curso tem o objetivo de preparar militares para exercerem funções de comando, direção e chefia nas atividades de Bombeiro Militar. Os vencimentos iniciam no primeiro mês do CFO no valor bruto de R$ 3.817,64. Depois de formados e promovidos ao cargo inicial do Oficialato, de 2º Tenente, a remuneração bruta poderá atingir R$ 8 mil.

As inscrições terão o custo de R$ 150 e serão realizadas exclusivamente pelo site www.objetivas.com.br ou pelo link do concurso no site do Corpo de Bombeiros Militar www.cbm.sc.gov.br. Um dos pré-requisitos específicos destaca-se o fato de que o candidato não deve ter completado 30 anos até a data limite das inscrições (3 de julho de 2013). Será exigido também, o curso superior completo em qualquer área, seja bacharelado ou licenciatura plena.

Informações adicionais
Rafael Vieira de Araujo 
Secretaria de Estado de Comunicação 
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48) 9116-8992

O secretário de estado da Defesa Civil, Milton Hobus, estará no município de Canoinhas na manhã deste sábado, dia 29, para fazer um sobrevoo com o helicóptero do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina e averiguar a situação dos municípios da região do Planalto Norte, que sofrem com as chuvas.

As 13h, será realizada reunião na Gerência Regional de Educação com o secretário Milton Hobus; o coordenador da Defesa Civil, Edson Antocheski; além de prefeitos e autoridades da região. “Os municípios de Três Barras, Porto União e Mafra já pediram auxílio como colchões, mantimentos, produtos de higiene entre outros, e a Defesa Civil do Estado conseguiu enviar em 24 horas todos os materiais solicitados por esses municípios”, destaca Antocheski.

porto uniao 20130628 2089760668
Cidade de Porto União. Foto: prefeitura de Porto União

Até essa sexta-feira, 28, a coordenadoria regional da Defesa Civil fez levantamento dos municípios da região:

Três Barras: 45 famílias desabrigadas (cerca de 4,5 mil pessoas)

Porto União: oito famílias desabrigadas

Irineópolis: seis famílias desabrigadas

Bela Vista do Toldo: pontes e estradas que ligam todo interior do município estão prejudicadas

Canoinhas: somente desalojados (nas casas de familiares)

Major Vieira: nenhuma família desabrigada e/ou desalojada

Aviso meteorológico para o final de semana e alerta de risco de inundações no Planalto Norte

As chuvas intensas que ocorreram nos últimos dias entre o Paraná e Santa Catarina provocaram inundações no Planalto Norte. Em Porto União, Canoinhas, Irineópolis e Três Barras, por exemplo, os níveis dos rios continuam subindo. Já em Mafra, o rio baixa gradualmente, saindo da cota de inundação e passando para a cota de alerta. Bela Vista do Toldo também continua com áreas inundadas.

Conforme o Aviso Meteorológico da Epagri/Ciram, entre sábado e domingo, a umidade e a chuva retornam ao estado por influência de uma frente fria e de um cavado (área alongada de baixa pressão). Os acumulados diários previstos variam de 10 a 30mm em média. 

Entre domingo e segunda a instabilidade continua e no Planalto Norte, região mais castigada pela chuva dos últimos dias, podem ocorrer acumulados de 30 a 50mm.

Diante deste cenário, mantém o alerta para risco de inundações no Planalto Norte Catarinense.
 

Caso se confirmem as previsões, a Defesa Civil recomenda:

Inundações e algamentos: Deve evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, através do telefone de emergência 199 ou para o Corpo de Bombeiros, no número 193. A Defesa Civil do Estado conta com atendimento de 24 horas, com equipes de prontidão. O telefone para contato é o (48) 4009-9816.

Informações adicionais
Sergio Teixeira da Silva
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Canoinhas
E-mail: comunicacao@cni.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 8802-2391

Na seção de vídeos, você pode conferir entrevistas e vídeos institucionais de campanhas do Governo

Governador  agradeceu a homenagem e anunciou a autorização para inclusão de 414 novos soldados por meio de concurso público a ser realizado ainda em 2013. Serão convocados inicialmente 114 novos militares no início de 2014

 

O governador Raimundo Colombo irá participar da solenidade em comemoração aos 10 anos de emancipação do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), hoje, a partir das 10h, no Centro de Ensino Bombeiro Militar (CEBM), no bairro Trindade, em Florianópolis.

Durante o evento, haverá entrega de medalhas e promoção de oficiais e praças.

> Confira a agenda do governador para esta quinta-feira

Informações adicionais

Secretaria de Estado de Comunicação

Fone: (48) 3665-3045

A Defesa Civil de Santa Catarina comemorou nesta quarta-feira, 40 anos de história. Uma solenidade no Teatro Pedro Ivo Campos, com a presença do governador Raimundo Colombo, marcou a data e homenageou autoridades, que foram agraciadas com a Medalha do Mérito Governador Colombo Machado Salles, entregue aos representantes de entidades solidárias e parceiras ao trabalho de proteção às pessoas e resposta às emergências climáticas, realizado pela Defesa Civil.

O ex-governador Colombo Machado Salles, que também participou da comemoração, criou a Defesa Civil em 1973. Ao reconhecer a iniciativa e celebrar os 40 anos de atividades, o governador Raimundo Colombo destacou que, a secretaria de Estado da Defesa Civil, passa por uma nova fase, com foco na informação, na prevenção e na redução dos riscos e desastres naturais. Segundo Colombo, já está em execução, por meio do Pacto por Santa Catarina, um projeto que prevê o investimento de quase R$ 1 bilhão no combate às cheias, o fenômeno está entre os que mais castigaram o Estado de Santa Catarina ao longo dos anos. Veja no vídeo abaixo, em ordem cronológica, os principais fenômenos que atingiram os catarinenses:

http://youtu.be/pIhYJdTpt9E

Ainda no mês de junho serão abertos os editais para um conjunto de obras estruturantes, como a construção e sobre-elevação de barragens, limpeza de rios, reforço tecnológico para o monitoramento e alerta de eventos climáticos, entre outras que irão permitir não só um trabalho de resposta mais eficiente, mas que a população saiba com antecedência sobre a possibilidade de ser atingida por uma catástrofe natural e possa se proteger da forma mais adequada. “Os desafios são grandes, mas hoje já é possível reconhecer o quanto esse trabalho de proteção à vida das pessoas evoluiu. Com este pacote de investimentos, podemos dizer que, no futuro, Santa Catarina vai estar melhor preparada para evitar tragédias e o sofrimento de tantas famílias”, afirmou Colombo.

O secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, acrescentou que, a partir de agora, os agentes passarão a contar com um kit mínimo de equipamentos básicos da Defesa Civil para informação e organização das bases de trabalho. Também serão disponibilizados aplicativos gratuitos para que qualquer cidadão catarinense consiga acompanhar, em tempo real, as possibilidades de desastres. “Colombo Salles, mesmo que de forma primária, deu o primeiro passo e criou a Defesa Civil. Hoje, podemos comemorar uma nova fase que vai trazer mais proteção e preparo para a população. Ao invés de nos perguntarmos quando virá a próxima enchente, veremos as obras sendo construídas para evitá-la”, afirmou Milton Hobus.

Medalha do Mérito Governador Colombo Machado Salles

Foi instituída pelo governador Luiz Henrique da Silveira por meio de decreto, em 16 de maio de 2008. O nome homenageia o professor e ex-governador Colombo Machado Salles, responsável pela criação da Defesa Civil de Santa Catarina. A honraria visa reconhecer e enaltecer o trabalho de coordenação das ações de emergência e resposta aos atingidos por catástrofes naturais. Entidades, empresas e milhares de voluntários já prestaram auxílio à Defesa Civil durante estes eventos.

Os Homenageados

Durante a solenidade de comemoração dos 40 anos da Defesa Civil de Santa Catarina, o ex-governador Colombo Machado Salles e o primeiro diretor do órgão no Estado, Coronel Venício Humberto Bazadona Dutra, receberam uma placa como homenagem. Outras autoridades receberam a Medalha de Mérito que leva o nome do ex-governador: César Augusto Grubba, secretário de Estado da Segurança Pública; Geraldo Althoff, secretário de Estado de Assuntos Estratégicos; Aldo Pinheiro D'Ávila, Delegado Geral da Polícia Civil de Santa Catarina; Coronel Marcos de Oliveira, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina; Coronel Nazareno Marcineiro, Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina; Tenente Coronel PM Marcio Luiz Alves, ex diretor da Defesa Civil de Santa Catarina; Aderbal Vicente Lapolli, secretário executivo do Grupo de Estudos e Pesquisas em Gestão de Riscos e Desastres da Universidade de Santa Catarina e Luiz Henrique da Silveira, Senador da República.

Informações adicionais:

Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da redação da Secom/SC no (48) 3665-3006. Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na páginaSala de Imprensa, no Portal do Governo do Estado. As fotos também estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa. Para pedidos de fotos ou outro material de imagens, favor enviar nofotografia@secom.sc.gov.br ou diretamente pelo telefone (48) 3665-3013.

Estamos à disposição.

Serão homenageadas as personalidades que têm contribuído para o sucesso do trabalho da Defesa Civil

Nove personalidades serão agraciadas na solenidade em comemoração aos 40 anos de Defesa Civil no Estado de Santa Catarina. O evento acontecerá nesta quarta-feira (12), às 10h, no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis. O Governador Raimundo Colombo irá prestigiar a festividade. O reconhecimento da Medalha do Mérito Governador Colombo Machado Salles - 2013 vai ser entregue para pessoas que contribuíram  com o sucesso do trabalho da Defesa Civil. Irão receber o Mérito:  Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina, Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Segurança Pública, Luiz Henrique da Silveira, Márcio Luiz Alves, Geraldo Althoff , Fernando Bezerra Coelho e Aderbal Vicente Lapolli.

Depois de ter se tornado uma Secretaria, a Defesa Civil vem se destacando com ações no cenário Estadual. De acordo com o secretário Milton Hobus, as obras marcarão a história de Santa Catarina. “São projetos inovadores que vão fazer a diferença na vida de muitos catarinenses, principalmente nas regiões atingidas por enchentes no Vale do Itajaí”.

Muitas dessas obras de melhoramento estão no cronograma do Pacto por Santa Catarina, orçadas em R$ 600 milhões, todas voltadas para prevenção de desastres. Entre as ações mais importantes:

1) Sobre-elevação de barragens de contenção de cheias em Taió e Ituporanga: a primeira amplia a capacidade de 83 milhões de metros cúbicos para 99 e, a segunda, de 93 para 110 metros cúbicos.

Investimento: R$ 60 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL

2) Aquisição e instalação de um radar meteorológico em Lontras: o projeto vai dar cobertura a 77% do território de Santa Catarina.

 Investimento: R$ 8 MILHÕES- FONTE FUNDO ESTADUAL DE DEFESA CIVIL

3) Melhoramento fluvial: engloba questões, como dragagem do rio, alargamento e desapropriações e instalação de duas comportas no Rio Itajaí-Mirim.

Investimento: R$ 94 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 

4) Construção de quatro pequenas barragens: No Rio Trombudo (duas) e Rio das Pombas (duas), no Vale do Itajaí.

Investimento: R$ 122,4 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

5) Construção de três pequenas barragens no Rio Taió

Investimento: R$ 87,9 MILHÕES –FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 

6) Construção de uma barragem de médio-porte: no Rio Itajaí-Mirim, em Botuverá.

Investimento: R$ 95 MILHÕES - FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL


7) Melhoramento DE RIOS e construção de cerca de cinco pontes: Nas cidades de Taió, Timbó e Rio do Sul.

Investimento: R$ 114 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

 8) Implantação do sistema de monitoramento de alerta e alarme do Estado: capaz de alertar os municípios a respeito de previsões climáticas preocupantes.

Investimento: R$ R$ 25 MILHÕES – FONTE PAC FINANCIAMENTO BANCO DO BRASIL

  
9) Realização de estudos ambientais e socioambientais: Para melhoramento fluvial em Taió, Timbó e Rio do Sul e Timbó.

Investimento: R$ 2,5 MILHÕES – FONTE PAC MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL 
 

Breve Histórico:

Criada através da lei 4.841, de 18 de maio de 1973, a Defesa Civil de Santa Catarina passa a ser organizada e vinculada ao Gabinete da Casa Civil, com afinidade direta ao Governador do Estado, na época Governador Colombo Machado Salles. O Estado de Santa Catarina, buscando assegurar o direito fundamental e constitucional do cidadão - a segurança à vida -, delega para a Defesa Civil o planejamento de ações que possam promover a defesa permanente contra as situações emergenciais.

Um marco para a Defesa Civil catarinense foi a criação do Fundo Estadual de Defesa Civil - FUNDEC, através da Lei n° 8.099, de 1° de outubro de 1990, garantindo a execução das ações de socorro, assistência às vitimas e restabelecimento dos serviços essenciais. 

Em homenagem ao criador da Defesa Civil Catarinense, o ex Governador Colombo Machado Salles, foi instituída a medalha “Mérito da Defesa Civil do Estado de Santa Catarina”, através do Decreto n° 1.365, de 16 de maio de 2008. O objetivo é homenagear militares estaduais e federais, civis e instituições que tenham se destacado por relevante participação nas atividades referentes à Defesa Civil, de modo a se tornarem merecedores de reconhecimento público.

A Semana Estadual de Ações de Defesa Civil foi criada através da Lei nº 14.706, de 21 de maio de 2009, e é comemorada de 18 a 24 de maio. No dia 18 de maio, é comemorado, em Santa Catarina, o Dia de Ações de Defesa Civil.

A Secretaria de Estado da Defesa Civil foi criada pela Lei Complementar nº 534, de 20 de abril de 2011. Anteriormente, era um departamento vinculado à Secretaria Executiva da Justiça e Cidadania e à Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão.

Na estrutura da Secretaria de Estado da Defesa Civil, destaca-se a criação de duas Diretorias, sendo uma de Prevenção e outra de Resposta, para efetivar as ações de Defesa Civil e atender aos anseios da população.

 

Informações adicionais:

Pamela Marin

Secretaria de Estado da Defesa Civil

A estação meteorológica de Luis Alves mede temperatura e umidade relativa do ar, chuva, molhamento foliar, radiação solar, pressão atmosférica, velocidade e direção do vento