Compartilhe


Foto: Soledad Urrutia / Secom

As 24 horas em solo argentino renderam bons acordos, que resultarão em benefícios futuros para Santa Catarina. Esse foi o balanço feito pelo governador Eduardo Pinho Moreira da visita às províncias de Misiones e Tucumán do país vizinho ao longo da terça e da quarta-feira.

O primeiro compromisso ocorreu na cidade de Posadas na terça-feira, 15, onde foram assinados termos de cooperação nas áreas de saúde, segurança pública e educação. Nesse último tema, foi dado um passo importante para que seja inserido o ensino do espanhol no currículo do ensino público fundamental e médio em Santa Catarina. O mesmo deve ocorrer com o português no lado argentino da fronteira.

“Foram dois dias de intenso trabalho na Argentina. Só 24 horas aqui, mas grandes realizações e grandes acordos. É fundamental que essa integração aconteça na região da fronteira. Muitos argentinos frequentam Santa Catarina e muitos catarinenses frequentam a Argentina”, afirmou o governador pouco antes de retornar ao Brasil.

ENCONTRO DA ZICOSUR


Foto: Airton Fernandes / Secom

Nesta quarta-feira, 16, o compromisso foi na província de Tucumán, onde o governador representou o Brasil em um evento da Zona de Integração do Centro-Oeste da América do Sul (Zicosur), que reuniu representantes de 50 estados de seis países do continente. Na ocasião, Santa Catarina assumiu a comissão de Turismo, Cultura e Educação da associação. O feito foi destacado por Moreira:

“Para o turismo de Santa Catarina, isso é fundamental. Nosso Estado recebeu mais de 1,5 milhão de turistas estrangeiros na última temporada e ainda temos alguns desafios”, frisou Eduardo Pinho Moreira.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michereff Neto, também acompanhou a plenária da associação e participou das reuniões setoriais em San Miguel de Tucumán.

PACÍFICO E ATLÂNTICO

Além do turismo, também foi debatido no evento da Zicosur o corredor bioceânico, um projeto de integração regional entre os oceanos Pacífico e Atlântico. Segundo o governador, Santa Catarina possui cinco portos que podem se beneficiar desse programa. Outro tema discutido foi a possibilidade de o Brasil exportar proteína de origem animal por meio do porto de Antofagasta, no Chile.

“A presença do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, mostrou que nós estamos integrados, que essas discussões continuarão e com certeza teremos conquistas”, finalizou Moreira.

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC