Compartilhe


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira participou nesta quarta-feira, 18, em São Lourenço do Oeste, do lançamento da pedra fundamental que marca o início da expansão das instalações da fábrica da Parati, pertencente à empresa Kellogg Company. Com investimento de R$ 215 milhões, o empreendimento deve gerar mais de 200 empregos diretos. 

“Investimentos como este movimentam a economia, não apenas de São Lourenço do Oeste, mas de toda Santa Catarina. O Governo do Estado é parceiro neste tipo de empreendimento e em muitos outros que geram desenvolvimento, empregos, renda e riquezas. A Kellogg veio para um estado diferenciado. Santa Catarina é uma mistura de raças que formou este povo trabalhador e ordeiro e tem a melhor qualidade de vida do Brasil”, destacou o governador.

DESTAQUE CATARINENSE

Eduardo Pinho Moreira lembrou que a Parati é a materialização do sonho de um imigrante italiano, Angelo Fantin, que fundou a empresa. “Levou o nome de Santa Catarina a todos os cantos do país. Agora conquistamos patamares internacionais e isso orgulha nosso Estado”, afirmou o governador.



>>> Fotos na galeria

“Estamos muito entusiasmados com esta oportunidade. Embora a Kellogg e a Parati tenham se unido há apenas 16 meses, a Kellogg está no país há mais de 50 anos. Nós construímos um negócio sólido e hoje alcançamos mais de 15 milhões de lares brasileiros a cada ano com nossos produtos. Com a aquisição da Parati em 2016, estamos expandindo nossa escala e categorias, bem como nos preparando para o futuro crescimento”, disse Steve Cahillane, CEO da Kellogg Company.

INCENTIVOS

Entre os benefícios concedidos pelo Governo do Estado estão o Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec) e o Pró-Emprego. O Prodec é coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), concede incentivo a implantação ou expansão de empreendimentos industriais, que vierem a produzir e gerar emprego e renda em Santa Catarina. Já o Pró-Emprego, operacionalizado pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), confere tratamento tributário diferenciado do ICMS, destinando-se a incentivar empreendimentos considerados de relevante interesse socioeconômico.

A vice-presidente global e presidente América Latina da Kellogg Company, Maria Fernanda Mejía, agradeceu ao governador e ao secretários pelo apoio e colaboração do Governo do Estado para a continuidade dos investimentos. “O Brasil é um mercado estratégico para nós por ser a maior economia da América Latina e uma das mais relevantes do mundo. A expansão que estamos celebrando hoje foi projetada para nos ajudar a atender demandas locais de nossos consumidores com produtos de alta qualidade”, observou Maria Fernanda Mejía.

Participaram da cerimônia os secretários da Fazenda, Paulo Eli, da SDS, Adenilso Biasus, o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, Walmor José Pederssetti, o chefe de gabinete do governador, Miguel Ximenes, o prefeito de São Lourenço do Oeste, Rafael Caleffi, além de outras autoridades e comunidade.

A EMPRESA

A empresa produz, em São Lourenço do Oeste, biscoitos doces e salgados, barras de cereais, sucos em pó, massas e cereais, entre outros, e emprega aproximadamente 1,7 mil pessoas.

Já a Kellog, com vendas de 13 bilhões de dólares em 2017 e mais de 1.600 produtos, é líder mundial na produção de cereais e a segunda maior empresa de snacks, além de uma das líderes em produtos congelados. A companhia chegou ao Brasil em 1961 e, assim como nos demais países.

A EXPANSÃO

A nova fábrica ocupará uma área de 22.850 metros quadrado. A construção ocorrerá este ano e a produção está programada para começar em 2019.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC