Compartilhe

 Fotos: Ricardo Wolffenbüttel/ Secom

A vice-governadora Daniela Reinehr participou na noite desta segunda-feira, 12, da primeira edição do Innovation Summit Brasil 2019, evento que reuniu as principais instituições brasileiras de inovação para debater a formação de ambientes criativos, conectados e competitivos. Durante a cerimônia de abertura, Daniela ressaltou o fato de a inovação ser um dos sete pilares da atual gestão, juntamente com transparência, integridade, eficiência, qualidade, agilidade e simplicidade.

O encontro, que contou com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Cesar Pontes, segue até a próxima quinta-feira, 15, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Florianópolis.

“Quando assumimos – o governador Moisés e eu –, trouxemos junto para a gestão do Estado a crença de que a inovação, que já é marca consolidada da iniciativa privada catarinense, também precisa ser marca do Governo do Estado”, enfatizou a vice-governadora.

:: VEJA GALERIA DE FOTOS

No âmbito dos ecossistemas de tecnologia e inovação, Daniela destacou que em julho foi retomado o Pacto pela Inovação – iniciativa em que o governo atua em sintonia com outras 40 instituições de diferentes segmentos –, cujo objetivo é tornar Santa Catarina o Estado mais inovador do mundo.

Citou que outra ação importante é a reformulação do programa GeraçãoTec, que está em andamento. O programa foi criado para preparar jovens, crianças e adolescentes para se tornarem profissionais de tecnologia. Isto acontece por meio de cursos de programação e desenvolvimento de softwares, por exemplo. Em diferentes regiões, o Governo do Estado está concluindo a construção dos Centros de Inovação que já estavam em andamento. Em breve, eles integrarão a rede com os já concluídos.

O programa será ampliado para todo o Estado, priorizando cidades onde há Centros de Inovação que integram a Rede Estadual. E atenderá diferentes áreas, respeitando as vocações regionais, entre elas agricultura, indústria, serviços e turismo.

“Poucos setores têm essa agilidade na entrega de resultados como o tecnológico. E muito disso se deve também a eventos como o Innovation Summit, que promove a troca de experiências, novos aprendizados, novas conexões e a difusão de ideias”, declarou a vice-governadora.

Em sua primeira edição, o Innovation Summit Brasil 2019 busca formular proposições para estimular o investimento em empreendedorismo inovador no país.

O ministro Marcos Cesar Pontes disse que o ministério tem uma gama grande de atividades desde a pesquisa, conhecimento, desenvolvimento de futuro e inovação. Ele destacou que também foi incluído uma parte de formação para motivar os jovens para as carreiras de ciência e tecnologia.

"O ministério existe para produzir conhecimento e isso já faz e faz bem, Junto com unidades de pesquisas, buscamos produzir riqueza para o país e retorno de investimentos e assim, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das pessoas. O MCTIC tem a função de gerar maneiras para ajudar as empresas que já existem e as que irão surgir, as sturtups. Então, o que podemos fazer para ajudar, junto com os Estados e municípios vamos fazer. Precisamos unir os esforços para um resultado cada vez mais positivo”, afirmou.

Informações adicionais para imprensa:
Assessoria do Gabinete da Vice-Governadora
Elisabety Borghelotti
Fone: (48) 3665-2281 | (48) 98843-5460
E-mail: comunicacao@gvg.sc.gov.br