A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) abriu inscrições nesta quinta-feira, 11, para um curso gratuito a distância de Especialização em Gestão Pública Municipal, com 150 vagas distribuídas por seis polos de apoio presencial em diferentes regiões catarinenses, nas cidades de Campos Novos, Concórdia, Indaial, Laguna, Palhoça e São Bento do Sul. São 25 vagas em cada polo.

O governador Raimundo Colombo participa nesta sexta-feira, 12, em Lages, do Seminário Estadual de Lançamento do Programa Desenvolvimento da Bovinocultura de Corte Catarinense, promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) em parceria com o Sebrae e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

O evento começa às 10h, no Parque Conta Dinheiro, e a expectativa da organização é reunir cerca de 700 produtores rurais catarinenses.

Como parte do evento, será apresentado o programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em pecuária de corte, que atualmente atende sem custos 550 produtores de 22 municípios catarinenses. Os pecuaristas atendidos recebem uma visita técnica e gerencial por mês pelo período de dois anos.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

Nesta quarta-feira, 10, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) firmaram parceria para trabalharem juntos na redução das desigualdades regionais. Participaram do ato de assinatura do termo de cooperação técnica, em Florianópolis, o secretário de Estado do Planejamento Murilo Flores e o reitor da UFSC Luiz Carlos Cancellier.

“A parceria da UFSC, além da Udesc e do Sistema Acafe, é de extrema importância para o Crescendo Juntos – Programa de Desenvolvimento e Redução das Desigualdades Regionais de Santa Catarina, pois essas instituições atuam na qualificação técnica das pessoas do setor público e da sociedade civil”, destacou o secretário Murilo Flores.

A UFSC tem um representante no Núcleo Executivo Regional de Curitibanos, grupo de trabalho que vai indicar intenções de projetos para a Agenda de Desenvolvimento Regional. Os outros integrantes do núcleo são: Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Curitibanos, Universidade do Contestado (UnC), Epagri, Consórcio Intermunicipal do Contestado, Associação de Municípios, Rede de Grêmios Estudantis, Conselho de Desenvolvimento Regional, Sindicato da Indústria Florestal de Curitibanos, Defesa Civil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Comercial e Industrial de Curitibanos.

Sobre o Crescendo Juntos

Após o estudo de diversos indicadores de desenvolvimento, a equipe técnica da Secretaria de Estado do Planejamento elaborou o mapa de elegibilidade que define as regiões de Santa Catarina em mais desenvolvidas, em transição e menos desenvolvidas. Essa classificação é resultado da associação de duas variáveis-chave capazes de medir o desenvolvimento socioeconômico de uma região ou do Estado: renda domiciliar per capita média da população residente na região e Produto Interno Bruto per capita. Além disso, foram considerados dois indicadores complementares: evasão da população e a dinâmica do emprego formal.

O programa identificou 12 regiões com baixos índices de desenvolvimento em Santa Catarina: Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Curitibanos, Dionísio Cerqueira, Ituporanga, Lages, Laguna, Quilombo, São Joaquim, São Lourenço do Oeste e Taió. Em cada região será elaborada uma agenda de desenvolvimento com propostas concretas para dinamizar a economia local, respeitando as vocações dos territórios, com a participação de órgãos governamentais e da sociedade civil organizada.

Os parceiros do Crescendo Juntos são Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (BADESC), Federação Catarinense de Municípios (FECAM), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), Federação dos Trabalhadores na agricultura do Estado de Santa Catarina (FETAESC), Banco do Brasil, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) e Sistema ACAFE (Associação Catarinense das Fundações Educacionais).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740


Foto: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira promoveram na manhã desta quarta-feira, 10, na Casa D’Agronômica, em Florianópolis, reunião com o colegiado pleno do Governo do Estado para tratar de ações que buscam dinamizar a economia catarinense ao longo deste ano. A confirmação da segunda edição do programa Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) foi destacada como uma medida essencial para garantir a retomada econômica nos próximos meses.

O governador Colombo ressaltou que, mesmo diante do cenário de crise econômica no contexto nacional, o governo catarinense conseguiu manter as contas equilibradas e o bom ritmo dos investimentos. “Santa Catarina foi o último estado a entrar na crise e está sendo o primeiro a sair. É visível um princípio de retomada, mas ainda vivemos um momento que exige muita atenção e dedicação de todos”, afirmou Colombo para a plateia de secretários.

E diante deste contexto, o governador ressaltou a importância do Fundam 2 na promoção da economia catarinense em 2017. “Esse é um programa estratégico, que preserva e fortalece o nosso modelo de pequenos municípios. Queremos começar a dar curso a esta nova edição, o que vai se refletir em geração de emprego e renda em todo o Estado”, ressaltou Colombo. Na primeira edição, foram R$ 606 milhões destinados para investimentos nos municípios catarinenses, com gerenciamento e controle pela equipe do BRDE. Foram investimentos em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura. O destino do investimento é uma decisão de cada município, modelo que deve ser repetido nesta segunda edição.

“O Fundam é um programa que deu certo, porque atende exatamente quem entende das cidades, que são os prefeitos e as comunidades. E é claro que o Fundam 2 vem preencher uma lacuna que é a falta de recursos nos municípios para investimento. Será mais um sucesso, um movimento importante para o desenvolvimento de Santa Catarina", acrescentou o vice Eduardo Pinho Moreira.

O secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa, explicou que ainda nesta quarta, 10, será encaminhado pelo executivo projeto para a Assembleia Legislativa, em regime de urgência, pedindo a aprovação para que o estado realize os financiamentos dos recursos necessários. A proposta do Fundam 2 já tem o aval do governo federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor previsto para esta segunda edição é de R$ 700 milhões.

Nesta sexta-feira, 12, o governador reúne os secretários regionais para apresentar a proposta do Fundam 2. E ao longo das próximas semanas, serão realizadas reuniões, lideradas pelo governador Colombo, com diferentes associações de municípios para tratar da formatação do programa.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Foto: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo participou nesta terça-feira, 9, em Joinville, da abertura oficial da 15ª Expogestão, Congresso Nacional de Atualização em Gestão, no Complexo Expoville. Considerado um dos maiores eventos corporativos do Brasil, o congresso vai até a quinta-feira, 11, e reúne na programação palestras e workshops, além de uma feira de produtos, serviços e soluções empresariais.

“Os desafios da gestão tanto pública, quanto privada estão muito fortes e a Expogestão reúne empresários de Santa Catarina e do país para discutir inovação, qualidade na gestão e bons resultados. Isso nos anima, é exatamente esta a forma. Temos que melhorar nossa produtividade e eficiência para melhorar os resultados. Este congresso é uma oportunidade para um amplo debate, para avaliarmos tudo que diz respeito a nós mesmos e a nossa sociedade, oportunidade de pensar, ouvir, construir e realizar”, destacou o governador.

Líderes empresariais, gestores e público em geral poderão trocar ideias sobre assuntos como liderança, inovação, marketing, negócios, comportamento e qualidade de vida. O evento conta com 13 palestrantes, mais de 40 workshops e deve reunir mais de seis mil pessoas.

Raimundo Colombo destacou que o último ano foi desafiador. Ao mesmo tempo em que a arrecadação encolheu por conta da economia instável e da diminuição do consumo, a demanda pelos serviços públicos aumentou. “Mesmo assim, em Santa Catarina optamos por não aumentar impostos, foram feitas reformas profundas na estrutura do Estado, buscamos diminuir despesas e aplicar melhor os recursos disponíveis sem deixar de investir”, salientou.

O governador disse ainda que o impacto da crise foi grande na economia brasileira, mas começa a dar bons sinais. “O primeiro quadrimestre foi positivo. Em todos os vetores analisados, os resultados são positivos, a arrecadação também melhorou. Precisamos que a retomada do crescimento da economia seja confiável, seguro e permanente”.

“Santa Catarina é referência em empresas inovadoras e de alto valor agregado. Um evento como a Expogestão contribui para melhorar o ambiente de negócios em nosso Estado”, desse o secretário de Desenvolvimento Econômico é Sustentável, Carlos Chiodini.

O presidente da Fiesc, Glauco Corte, informou que Santa Catarina teve um crescimento de 5% no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período do ano passado e a exportação, 17%. Foram gerados 18 mil empregos pela indústria. “É o início do crescimento da economia de Santa Catarina.”

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo visitou na manhã desta terça-feira, 9, em Florianópolis, a nova sede da empresa Softplan para conhecer um pouco mais sobre parcerias que buscam promover a inovação na gestão pública. Colombo acompanhou, ainda, parte de encontro promovido pela empresa de treinamento WeGov, que conta com a participação de profissionais de diferentes áreas do Governo do Estado e também de outros órgãos catarinenses.

“É uma iniciativa que ajuda a melhorar a qualidade do serviço interno e também do serviço que chega à população. Estamos habilitando profissionais do governo para pensar como melhorar o operacional de cada dia, como resolver os problemas com burocracia, como dinamizar as nossas ações. E é muito bom ver esse setor crescendo em Santa Catarina, ganhando espaço, oferecendo empregos, permitindo e acelerando o desenvolvimento e a inovação do nosso estado”, afirmou o governador Colombo.

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado (Fapesc), Sérgio Gargioni, e o presidente do Sapiens Parque, Saulo Vieira, também acompanharam a visita.

>>> Mais imagens na galeria

Instalada no Sapiens Parque desde o final do ano passado, a Softplan é uma desenvolvedora de softwares de gestão que hoje tem presença em todos os estados brasileiros e também em países da América Latina e nos Estados Unidos. Fundada em Florianópolis em 1990, a empresa se especializou no desenvolvimento e na implantação de softwares de gestão para os segmentos de Justiça, infraestrutura e obras, gestão pública e indústria da construção. Conta com mais de 1.500 colaboradores.

Os representantes do governo foram recepcionados pelo diretor executivo da Softplan, Moacir Marafon, que comanda a área da empresa voltada para iniciativas na gestão pública. No Governo do Estado, a Softplan tem serviços em órgãos e empresas como Deinfra, Celesc, Procuradoria Geral, e nas secretarias da Fazenda e da Administração. Nesta última, trabalha em projeto para eliminar a impressão de papel em diferentes áreas, promovendo cada vez mais a digitalização de documentos.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC

O maior e mais renomado congresso de gestão empresarial do Sul do país começa nesta terça-feira, 9, no Norte do Estado, em Joinville. O governador Raimundo Colombo participa da abertura da 15ª Expogestão, às 14h, no Centro de Convenções e Exposições Expoville. Durante os três dias do evento que termina na quinta-feira, 11, seis mil pessoas entre gestores, empresários e empreendedores terão acesso a palestras, workshops e a feira.


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Proprietários de veículos com placa final 5 que quiserem pagar o imposto em três vezes sem juros devem efetuar o pagamento da primeira parcela até a próxima quarta-feira, 10 de maio. As demais parcelas têm vencimento no dia 10 dos meses seguintes, nesse caso, junho e julho. O prazo para pagamento em cota única é 31 de maio. Dia 10 deste mês também vence a segunda parcela do IPVA de veículos com placa final 4 e terceira parcela para final 3.

A SEF, responsável pelo recolhimento do imposto, lembra que os vencimentos dependem do final da placa do veículo, mas os contribuintes podem antecipar o pagamento a qualquer momento. A guia de pagamento, taxas, multas e seguro DPVAT podem ser emitidos na internet e paga nas agências bancárias conveniadas: Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal, Sistema Bancoob/Sicoob, HSBC, Sicredi e Cecred.

A quitação é um dos requisitos para licenciar o veículo. O não pagamento também implica em Notificação Fiscal, com multa de 50% do valor devido, mais juros SELIC ao mês ou fração. Para saber qual o valor do IPVA do seu carro, acesse a tabela disponível no site da Secretaria da Fazenda, clicando aqui.

Para pagar, clique aqui. 

Imposto está 4,4% menor em SC

Os proprietários de veículos emplacados em Santa Catarina irão pagar em média 4,4% menos de IPVA em 2017. A redução é atribuída a queda do valor de mercado dos automóveis, uma vez que a base para o cálculo do imposto é a tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Este é o segundo ano consecutivo que o imposto acaba ficando mais barato no Estado. Em 2016, o valor do IPVA ficou, em média, 4% menor do que no ano anterior.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO

FINAL DE PLACA

COTA ÚNICA

PARCELAMENTO-COTAS

     1ª

     2ª

    3ª

1

último dia do mês de janeiro

10.01

10.02

10.03

2

último dia do mês de fevereiro

10.02

10.03

10.04

3

último dia do mês de março

10.03

10.04

10.05

4

último dia do mês de abril

10.04

10.05

10.06

5

último dia do mês de maio

10.05

10.06

10.07

6

último dia do mês de junho

10.06

10.07

10.08

7

último dia do mês de julho

10.07

10.08

10.09

8

último dia do mês de agosto

10.08

10.09

10.10

9

último dia do mês de setembro

10.09

10.10

10.11

0

último dia do mês de outubro

10.10

10.11

10.12

O IPVA mais caro: R$ 65.953,44

Será pago pelo proprietário do I/Ferrari FF, ano de fabricação 2016

 O IPVA mais barato: R$ 1,33

Será pago pelo proprietário da Caloi/Mobylette SR 50, ano de fabricação 1985

IPVA SC - Alíquotas vigentes

- 2% para veículos terrestres, de passeios e utilitários, e motor-casa (fabricação nacional ou estrangeira);

- 1% para veículos terrestres, de duas ou três rodas e os de transporte de carga ou passageiros (fabricação nacional ou estrangeira);

- 1% para veículos terrestres destinados à locação.

Grupo

Tipo de veículo

Variação no valor venal entre 2014 e 2015

A

Automóveis

- 4,9%

B

Camionetas e utilitários

- 4,8%

C

Caminhões

- 8,1%

D

Ônibus/Microônibus

- 5,5%

E

Motos e Similares

-2,5%

F

Motor-casa

- 6,3%

Média

 

 - 4,4%

Caso tenha dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento Fazendária neste link ou pelo telefone 0300-645-1515.

Informação para imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Fazenda
Aline Cabral Vaz/Cléia Schmitz/Sarah Goulart/Rosane Felthaus
(48) 3665-2575/2572/2504
www.sef.sc.gov.br | @fazenda_sc | facebook.com/fazendasc

A busca por uma gestão pública mais eficiente nos municípios estará em debate nesta segunda-feira, 8, das 14 às 17 horas, no plenarinho da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. O evento é promovido pelo Programa Qualifica, executado pela Fundação Escola de Governo (ENA), vinculada à Secretaria de Estado da Fazenda. Seu objetivo é aprimorar a gestão municipal, prevenir irregularidades e desenvolver uma visão ampla e integrada da administração.

A abertura contará com a participação dos presidentes da ALESC, Silvio Dreveck, e do Tribunal Regional Eleitoral, Antonio do Rêgo Monteiro Rocha, do pró-reitor da Universidade do Estado de SC (Udesc), Leonardo Secchi, e do supervisor do Instituto de Contas (ICON), Herneus de Nadal. Na sequência será feita a cerimônia de assinatura do Termo de Adesão do Conselho Regional de Administração (CRA) ao Programa Qualifica. A coordenadora da Câmara de Gestão Pública do CRA, Karen Sabrina Bayerstorff Duarte, fará apresentação de um diagnóstico da gestão municipal.

O Observatório da Despesa Pública, sistema de monitoramento dos gastos públicos desenvolvido pela Controladoria Geral da União (CGU), será um dos destaques da programação. Santa Catarina é o Estado com uso mais avançado do ODP.estadual. A apresentação aos municípios será feita pelo auditor interno da Auditoria Geral do Estado (DIAG/SEF), André Pinheiro de Oliveira. O objetivo é estender o uso da ferramenta aos maiores municípios catarinenses ainda neste semestre.

Workshop: Excelência na Gestão Pública

8 de maio, às 14, no Plenarinho da Alesc

Aberto ao Público

Programação:

14h Credenciamento

14h30 Boas-vindas

14h45 Assinatura do Termo de Adesão do Conselho Regional de Administração ao Programa Qualifica

15h Apresentação do CRA / Diagnóstico da Gestão Pública

(Evandro Fortunato Linhares e Karen Sabrina Bayerstorff Duarte - CRA-SC)

15h30 Projeto Qualifica

(Junia Soares – ENA e Emerson Souto – FECAM)

16h Modelo de Excelência da Gestão

(Roberto Zardo – MEG)

16h30 Observatório da Despesa Pública

(André Pinheiro de Oliveira – SEF)

Informação para imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Fazenda
Aline Cabral Vaz/Cléia Schmitz/Sarah Goulart/Rosane Felthaus
(48) 3665-2575/2572/2504
www.sef.sc.gov.br | @fazenda_sc | facebook.com/fazendasc

A Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS) recebe até as 14h do dia 29 de maio os envelopes com as propostas para construção da rede de gás natural de Lages. A obra é o primeiro projeto de rede isolada de gás natural de Santa Catarina, e com essa iniciativa é possível antecipar o atendimento do gás natural à região, que conta apenas com o gás veicular, além de estimular a demanda pelo combustível para impulsionar a chegada da rede de gasodutos à cidade.