O número 680 da Rodovia SC-443, no Bairro Próspera, em Criciúma, será o novo endereço do Sistema Nacional de Emprego (Sine), a partir do próximo mês. O espaço fica localizado na sede da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). A medida foi adotada pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) para gerar economia ao Estado. Criciúma não é a primeira cidade que está passando por esta experiência, outros postos do Sine já funcionam em ADRs.


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo inaugurou na tarde desta sexta-feira,23, a revitalização da área central do de São Joaquim, na Serra Catarinense. Nessa época do ano, o município recebe turistas de todo o país, atraídos pelas baixas temperaturas e pela neve, o que, segundo o governador, reforça a importância do investimento de R$ 7,2 milhões do Pacto por Santa Catarina. “São Joaquim e região têm uma beleza natural única, e, agora, a cidade se fortalece para se desenvolver e oferecer mais qualidade a quem mora e a quem visita São Joaquim”, disse Colombo.


Foto: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo visitou nesta segunda-feira, 19, a Mitra Diocesana de Joinville onde se encontrou com o padre Adenir José Ronchi. Foi informado que o novo bispo da Diocese de Joinville, Dom Francisco Bach, assume no sábado, 24. O encontro contou com a presença do secretário executivo em exercício da ADR Joinville, Volnei Francisco Batista; do ecônomo, Ivam Macieski; e do assessor Diocesano de Comunicação, padre Ivanor Macieski.

São Miguel - Preparação técnica para a campanha do Programa Mulher Viver sem Violência
Foto: Gisele Vizzotto/Regional de São Miguel do Oeste

Representantes das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de São Miguel do Oeste, Itapiranga, Maravilha e Dionísio Cerqueira, participaram nesta segunda-feira, 19, de uma preparação técnica para a campanha permanente de unidades móveis: Mulheres e Cidadania, do Programa Mulher Viver sem Violência. O encontro foi realizado no auditório da ADR de São Miguel do Oeste.

Os ônibus itinerantes do programa estarão na região em agosto e visitam os três municípios de cada ADR com maior índice de violência contra a mulher: Bandeirante, Paraíso e São Miguel do Oeste; Flor do Sertão, Maravilha e Pinhalzinho; Dionísio Cerqueira, Guarujá do Sul e São José do Cedro; Iporã do Oeste, Itapiranga e São João do Oeste.

A coordenadora estadual da Mulher da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habilitação, Aretusa Larroyd, e a representante da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável no Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim), Fabiana Lopes Ribeiro, repassaram orientações junto aos profissionais.

Conforme Aretusa, a ação tem o intuito de reforçar a importância da luta feminina. “As unidades móveis têm caráter preventivo, devendo realizar ações de assistência, apuração, investigação e enquadramentos legais, sempre pautados no respeito aos direitos humanos e aos princípios do Estado Democrático de Direito e tendo por norte os eixos do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres”, afirma.

O roteiro dos ônibus itinerantes se inicia na ADR de Maravilha de 7 a 11 de agosto. Em seguida, 14 a 18 de agosto, as Regionais de São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira recebem a ação. E de 25 a 28, a ADR de Itapiranga encerra o roteiro no Extremo-Oeste.

O programa percorrerá todos os municípios do estado de Santa Catarina através de um cronograma desenvolvido pelo Fórum de Enfrentamento á Violência das Mulheres do Campo, das Florestas, das águas e Quilombolas.

Informações adicionais:
Gisele Vizzotto
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste
E-mail: imprensa@sge.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 98837-7422

Vinte municípios catarinenses serão contemplados na primeira etapa com obras de Centros de Referência em Assistência Social (Cras). O processo licitatório foi lançado pela Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), que anuncia um investimento de R$ 10 milhões, com recursos do Pacto.

O Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, recebeu a aprovação do edital das mãos do secretário de Estado de Planejamento, Murilo Flores. Conforme o secretário, o trabalho foi intenso das equipes técnicas da SST e da secretaria de Planejamento para dar celeridade ao processo e garantir a liberação das obras.

Ele explica que a principal atividade de um Cras é prevenir ocorrências de situações de vulnerabilidade e riscos sociais. “Com estas obras físicas, fica a certeza da chegada do trabalho social em cada cidade. O governo vai levar mais dignidade e conforto para os profissionais que atendem as pessoas que mais precisam”, pontua.

Segundo Comin, receberão as obras na primeira licitação os municípios de Agrolândia, Alto Bela Vista, Apiúna, Dona Emma, Erval Velho, Imaruí, Jaraguá do Sul, Maracajá, Pomerode, Presidente Nereu, Rio do Oeste, Rio Rufino, Rodeio, São Ludgero, Schroeder, Serra Alta, Sombrio, Timbó, Vargeão e Vidal Ramos. 

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST)
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br

 

 

 

 

Desafios e metas para a gestão pública estão em debate por representantes do Estado nesta terça, 6, na Escola de Governo (ENA), em Florianópolis. O workshop focado em finanças e pessoal faz parte da elaboração do Plano de Desenvolvimento Catarinense para 2030, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio da UFSC.

Conforme levantamento de grupo de trabalho das secretarias de Administração e da Fazenda, os obstáculos da gestão do Estado para 2030 são previdência estadual, crescimento vegetativo da folha, incerteza nas receitas devido aos riscos econômicos e legais, guerra fiscal, renovação do quadro de pessoal, baixo investimento em tecnologia, automação e inovação e partidarização das decisões na Gestão Pública.

“O desafio imediato na área de finanças refere-se à previdência estadual que tem crescido muito nos últimos anos e o Estado está contratando pouco, mas há muitas aposentadorias que acabam elevando o custo financeiro para o Estado. Com menos funcionário o Estado vai ter que se reestruturar em termos de gestão, principalmente com tecnologia de informação e informatização da própria gestão para reduzir o número de pessoas. Essa talvez seja a saída para esse impasse que é o grande crescimento das obrigações previdenciárias do servidor público estadual”, destacou o professor da UFSC José Nicolau.

Em 2016, o poder Executivo mudou o modelo catarinense de previdência para reduzir o déficit previdenciário a partir de duas medidas: a contribuição dos servidores passou de 11% para 14% e do Estado de 22% para 28%, de forma gradual, até 2018; e foi criada uma previdência complementar, a SCPrev, a exemplo do modelo adotado no sistema privado.

Até o final da tarde, os participantes do workshop vão apresentar propostas de objetivos estratégicos, diretrizes e indicadores para os temas: receitas; investimentos; ineficiência da gestão pública e governança pública; gestão de pessoas e saúde do servidor; e gestão de compras e ativos. Participaram do workshop representantes das secretarias estaduais da Fazenda, Administração e Planejamento, Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (Iprev), Previdência Complementar do Estado de Santa Catarina (SC Prev), Procuradoria Geral do Estado e Escola de Governo.

>>> Acesse a apresentação do professor da UFSC José Nicolau sobre Gestão Pública.

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da FAPESC.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até final de junho serão realizados workshops setoriais abordando os temas: indústria, comércio, ciência e tecnologia; pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, litoral norte, litoral sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio Oeste e Oeste).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740

Gestão Pública será tema de um workshop nesta terça, 6, na Escola de Governo (ENA), em Florianópolis, das 13h30 às 18h30. Representantes das secretarias estaduais da Fazenda, Administração e do Planejamento reúnem-se para tratar de pessoal e finanças. A iniciativa faz parte da elaboração do Plano de Desenvolvimento Catarinense para 2030, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento com apoio da UFSC.

Na programação do workshop está prevista apresentação de um panorama da área de pessoal e finanças na administração pública, como previdência estadual, crescimento vegetativo da folha, incerteza nas receitas, guerra fiscal, renovação do quadro de pessoal e investimentos em tecnologia, automação e inovação. Os participantes vão se dividir em grupos de trabalho para discutir os temas propostos pelo professor da UFSC José Nicolau.

Até final de junho serão realizados encontros sobre Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Infraestrutura e Meio Ambiente.

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da Fapesc.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até final de junho serão realizados workshops setoriais abordando os temas: indústria, comércio, ciência e tecnologia; pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, Litoral Norte, Litoral Sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio Oeste e Oeste).

Informações adicionais para imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/99186-9740


Foto: Paula Darolt / ADR Criciúma

Em agenda no sul, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira avaliou na tarde desta sexta-feira, 2, na Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma, projetos e obras do Governo do Estado em andamento na região. Os investimentos somados ultrapassam R$ 100 milhões somente nesta ADR.

“Os recursos são aplicados não somente em infraestrutura, mas também em ações sociais, como a Casa Rosa (Içara) e incentivo ao turismo religioso. O Governo do Estado está presente em obras que estão garantindo o desenvolvimento desta região”, comentou o vice-governador.

Em encontro com o secretário executivo da ADR, João Fabris, o vice discutiu sobre o andamento de alguns convênios como a pavimentação da rodovia que dá acesso ao Santuário do Sagrado Coração de Jesus, em Içara; o pacote de obras de mobilidade urbana na região da Grande Próspera; a construção da sede própria da instituição Casa Rosa; além do andamento da Via Rápida.

Na oportunidade, o vice-governador recebeu o plano de trabalho para a construção da Casa Rosa em Içara. Com recursos garantidos pelo Governo do Estado na ordem de R$ 500 mil, a instituição vai construir a primeira sede própria que atende mulheres na prevenção e assistência do câncer de mama e câncer do colo do útero.

Vice-governador acompanha obras em andamento

Um pacote de obras de mobilidade urbana na região da Grande Próspera, no limite dos municípios de Criciúma e Içara, está sendo executado com investimentos do Governo do Estado em R$ 3,8 milhões.

O vice-governador visitou a principal etapa da obra, o túnel na rodovia SC-445. No local, será construído um túnel, dando passagem inferior para veículos diminuindo o congestionamento e dando maior fluidez no trânsito onde é principal entrada ao município de Criciúma. A visita contou com a presença do secretário de Estado da Articulação Nacional, Acélio Casagrande. 

Informações adicionais para a imprensa:

Paula Darós Darolt
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma
E-mail: imprensa@cua.sdr.sc.gov.br
Telefone: (48) 3403-1018 / 99127-6838
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrcriciuma

 


Foto: James Tavares/Arquivo Secom

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina lançou a Campanha do Agasalho de 2017. Neste ano, a prioridade de atendimento serão as famílias que perderam bens em decorrência de incêndios residenciais, além das pessoas de baixa renda e que moram sob precariedade socioeconômica. As doações podem ser feitas em qualquer quartel do Corpo de Bombeiros Militar do estado.

Além de agasalhos e roupas de qualquer tamanho e em bom estado, são aceitos toalhas de banho, roupas de cama e cobertores. O importante é que as doações devem estar limpas para uso. O prazo de arrecadação é até o dia 30 de junho.

As entregas acontecerão até o dia 14 de julho e serão regionalizadas, mediante organização dos batalhões do Corpo de Bombeiros Militar no estado. Em caso de dúvidas, entrar em contato com o CCS-CBMSC pelos telefones (48) 3251-2927 e (48) 98843-4427 ou pelos e-mails ccsch@cbm.sc.gov.br e ccs@cbm.sc.gov.br.

Mais informações para a imprensa:
Centro de Comunicação Social
Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina
Fone: (48) 3251-9629
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
www.cbm.sc.gov.br

O auditório Antonieta de Barros, da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), esteve lotado de estudantes e agentes públicos municipais na tarde desta quarta-feira, 31, em Florianópolis para o lançamento oficial do programa Identidade Jovem, o ID Jovem.

Os beneficiados serão jovens entre 15 e 29 anos, com renda familiar de até dois salários mínimos, que terão o acesso a cultura, transporte, esporte e lazer facilitados, por meio do programa federal. Somente em Santa Catarina serão 190 mil jovens nesta faixa etária.

A jovem Maria Vitória Ferreira dos Passos é uma das que se encaixam nos critérios que liberam a participação no programa.  “A gente não tem tanta condição como as outras pessoas, de ir ao shopping e pagar uma entrada inteira. Com a metade é mais fácil frequentar espaços que me darão conhecimento, estou bem feliz com a oportunidade”, confirmou.       

O Secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, falou das vantagens que são oferecidas nas mais diferentes situações para quem aderir. “Isso resgata a dignidade da juventude que tem uma disposição magnífica, e podem ter a oportunidade de acessar a parte cultural, esportiva e todos os seguimentos de promoção social que os governos ainda promoverão no futuro”.

O secretário Nacional da Juventude, Assis filho, explicou como funciona o programa. “A Adesão ao programa é realizada por meio de um aplicativo. A pessoa baixa o aplicativo no celular e faz um cadastro que gera a identidade jovem digital. Ou pode fazer isso também no site da Caixa Econômica Federal”.  

Para o coordenador Estadual da Juventude, Teilor Topanotti, o clima é de festa. “Após o lançamento oficial aqui na capital, vamos visitar várias cidades para apresentar o programa e viabilizar para o maior número possível de jovens. Vamos construir um Estado de oportunidades para a juventude”, garantiu. 

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST)
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br