Foto: Jaquleine Noceti/Secom

O governo de Santa Catarina continua o trabalho e os esforços em todas as áreas para minimizar os impactos da paralisação dos caminhoneiros na vida das pessoas, especialmente na circulação de produtos considerados essenciais, como remédios, alimentos, insumos, combustíveis e outros. Para isso, representantes das áreas sensíveis se mantêm articulados e concentrados no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), em Florianópolis, desde terça-feira, 22.

As equipes estão trabalhando 24 horas e as estratégias e as ações são definidas diariamente em reuniões com todos os responsáveis das secretarias de Estado, órgãos Federais, além de representantes de regiões estratégicas. O transporte de itens básicos está sendo feito em comboios com a escolta da Polícia Rodoviária Militar e Polícia Militar, identificados com adesivos da Defesa Civil de Santa Catarina. Nas últimas 40 horas foram realizadas 200 escoltas pelas forças de segurança.

Além disso, governo solicitou a todas as entidades empresariais e federações do setor produtivo catarinense para que acionem os seus associados, com o objetivo de identificar caminhões parados com produtos de extrema importância para vida humana e animal. Empresas que transportam GLP, ração animal, medicamentos para hospitais, combustível para saúde e segurança, oxigênio para hospitais e cloro para manutenção da água potável, devem identificar a localização dos seus caminhões, e com apoio das Polícias Rodoviária Federal e Militar, receberão escoltas para seguir viagem e descarregar seus produtos.

Confira como estão os serviços em cada área com informações atualizadas na manhã deste domingo, 27:

Agricultura

A mobilização na Agricultura segue para garantir o bem estar animal, mantendo a biossegurança e a qualidade sanitária em Santa Catarina, com a negociação em todas as barreiras para entrega de ração nas granjas e de insumos nas fábricas que produzem essa alimentação. O transporte desses suprimentos é feito com a escolta da Polícia Militar.

Além disso, existe o esforço conjunto para a retirada de cargas de produtos perecíveis, como o leite, por exemplo, que estão presos nos bloqueios, a fim de evitar desperdícios e descarte impróprio desses produtos nas rodovias.

Educação

A Secretaria de Estado da Educação (SED) informa que as aulas da rede estadual estão mantidas nas regiões e cidades onde não está prejudicado o fornecimento de alimentação e combustível. A orientação é para os pais ou responsáveis procurarem as escolas onde os filhos estudam para saber do cronograma de aulas ou a Gerência Regional de Educação (Gered). Unidades com dias sem aula farão a reposição no recesso de julho. A SED possui 1.073 escolas.

Segurança

A Secretaria de Segurança Pública trabalha com reserva técnica de combustível, além de contato direto com fornecedores para garantir que as viaturas e ambulâncias continuem com o atendimento e as operações normalizadas. O Corpo de Bombeiros também trabalha com reserva de combustível para as aeronaves de busca e salvamento. As operações policiais estão mantidas.

Saúde

Na Saúde, o estoque de medicamentos e as cirurgias de emergência estão garantidos nas instituições atendidas pelo Estado. As cirurgias eletivas serão reagendadas e retomadas assim que a situação se normalizar. A decisão foi tomada porque muitos pacientes não têm condições de chegar aos locais por falta de combustível. O SC Transplantes funciona normalmente no período com a agilidade necessária para o transporte de órgãos.

Comunicação

A Secretaria de Comunicação está com uma estrutura fixa também no CIGERD para centralizar e atualizar as informações e imagens e atender aos pedidos de imprensa.

O Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) informa que o evento "Ceart Aberto à Comunidade", marcado para este sábado, 26, no campus da Udesc no Itacorubi, está cancelado em função da greve dos caminhoneiros que chega ao quinto dia no País, afetando a mobilidade urbana.

A próxima edição do evento, que promove ações gratuitas de formação e difusão artística e cultural, está marcada para o dia 30 de junho. A proposta é que as atividades previstas para este sábado, 26, sejam realizadas no próximo mês, mediante disponibilidade dos ministrantes de atividades.

A programação completa da próxima edição será divulgada nos canais da Udesc Ceart (sitepágina no facebookinstagramtwitter) e do projeto Ceart  Aberto à Comunidade (sitepágina no facebookevento no facebookinstagram).

Informações adicionais à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Udesc Ceart
E-mail: comunicacao.ceart@udesc.br
Telefone: (48) 3664-8350

A Administração Central da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) orienta que as aulas e o expediente sejam mantidos nos centros mesmo com a paralisação dos caminhoneiros, que chega ao quinto dia no País. No entanto, devido às particularidades de cada região, as unidades de ensino têm autonomia para decidir sobre a manutenção das aulas nesse período.

Para os centros que mantiverem as aulas, a Pró-Reitoria de Ensino da Udesc (Proen) recomenda que os professores flexibilizem as atividades de ensino e não realizem avaliações nos dias em que ocorrer o movimento de paralisação nacional.

Candidatos precisam verificar antecipadamente as salas onde deverão realizar as provas - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação/Udesc

Nesta sexta-feira, 25, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) divulgou os locais de prova do Vestibular de Inverno 2018, que ocorrerá em 10 de junho, das 9h às 12h30 e das 15h às 19h30. A seleção tem 6.336 inscritos para 1.048 vagas de 37 cursos gratuitos de graduação presencial.

Para evitar problemas no dia do vestibular, os candidatos precisam verificar antecipadamente, no site oficial, as salas onde deverão realizar a prova objetiva e a redação. Consulte seu local de prova.

Além disso, a Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc (Covest) recomenda que os candidatos vejam os dados de inscrição e, se houver necessidade, peçam correção até 30 de maio. Confira o item 6 do edital. Não será possível, porém, solicitar retificação dos seguintes campos: cidade de prova; língua estrangeira; curso; e modalidade de inscrição (não optante e optante de cota).

Locais

O Vestibular de Inverno da Udesc ocorrerá nos seguintes locais:

  • Balneário Camboriú: Escola Maria da Glória
  • Chapecó: Escola Druziana Sartori
  • Florianópolis: Campus da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) - CTC, CCS e CSE
  • Ibirama: Escola Gertrud Aichinger
  • Joinville: Campus da Udesc (CCT)
  • Lages: Campus da Udesc (CAV)
  • Laguna: Campus da Udesc (Ceres)
  • São Bento do Sul: Escola Prefeito Carlos Zipperer Sobrinho

As provas também serão aplicadas para detentos do Complexo Penitenciário de Florianópolis e da Penitenciária Industrial Jucemar Cesconetto, em Joinville.

Vagas e cotas

O número de vagas do vestibular representa 75% do total do próximo semestre, pois as demais serão preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A Udesc manterá o sistema de cotas pelo Programa de Ações Afirmativas. Das vagas de cada curso, 30% estão reservadas: 20% para candidatos com todo o ensino médio na rede pública e 10% para candidatos negros.

Cursos mais procurados


Na categoria dos não optantes de cota, os três cursos mais concorridos são: Fisioterapia, em Florianópolis (Cefid), com 31,30 candidatos por vaga; Medicina Veterinária, em Lages (CAV), com 27,10; e Bacharelado em Educação Física, também na Capital (Cefid), com 13.

Os cursos mais escolhidos pelos candidatos com todo o ensino médio na rede pública são Medicina Veterinária (41 por vaga), Fisioterapia (37) e Bacharelado em Educação Física (22,6). Entre os candidatos negros, a maior procura é por cursos da Udesc Cefid: Fisioterapia, com 13 por vaga; Licenciatura em Educação Física, com 10; e Bacharelado em Educação Física, com 9.

Com descrições disponíveis na página da graduação, os cursos do Vestibular de Inverno são oferecidos em:

  • Balneário Camboriú (Cesfi): Administração Pública e Engenharia de Petróleo;
  • Chapecó (CEO): Enfermagem e Zootecnia;
  • Florianópolis (Cefid): Educação Física (Bacharelado e Licenciatura) e Fisioterapia;
  • Florianópolis (Esag): Administração, Administração Pública e Ciências Econômicas;
  • Florianópolis (Faed): Geografia (Bacharelado), História (Licenciatura) e Pedagogia;
  • Ibirama (Ceavi): Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Engenharia de Software;
  • Joinville (CCT): Ciência da Computação, Física, Matemática, Química, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia (Civil, Produção e Sistemas, Elétrica e Mecânica);
  • Lages (CAV): Agronomia, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Florestal e Medicina Veterinária;
  • Laguna (Ceres): Arquitetura e Urbanismo e Ciências Biológicas (Biodiversidade e Biologia Marinha);
  • Pinhalzinho (CEO): Engenharia Química;
  • São Bento do Sul (Ceplan): Engenharia de Produção - Habilitação Mecânica e Sistemas de Informação.


Conteúdo cobrado

A Covest também recomenda a todos os candidatos do vestibular a leitura do edital, do programa das disciplinas, das obras literárias e do calendário.

Na manhã de 10 de junho, os candidatos terão de responder 50 questões, sendo 14 de Biologia, 14 de Matemática, 14 de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira e oito de língua estrangeira (Inglês ou Espanhol). À tarde, haverá redação sobre atualidades, conhecimentos gerais e obras literárias indicadas no programa, além de mais 50 questões: 14 de Física, 14 de Química, 11 de História e 11 de Geografia.

Mais informações

Mais informações podem ser obtidas com a Covest pelos telefones (48) 3664-8089 e 8091, das 13h às 19h, e pelo e-mail vestiba@udesc.br.

Acompanhe as notícias do vestibular pelo Facebook, pelo Instagram e pelo Twitter.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

Oemesc quer compreender ensino da área, sobretudo na rede estadual - Foto: Jaqueline Noceti/Ascom SED
Foto: Divulgação/Udesc

Observatório do Ensino Médio em Santa Catarina (Oemesc), ligado à Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), promoverá a 1º Jornada Ensino Médio em Santa Catarina em 13 de junho, das 9h30 às 18h, no Plenarinho da Reitoria da Udesc, em Florianópolis, com 80 vagas presenciais disponíveis. Acesse o site de inscrição.

O evento, que também poderá ser visto ao vivo pelo site vc.udesc.br, abordará os impactos da reforma do ensino médio no sistema público catarinense e fará debate sobre a carreira docente. Confira a programação. Além da Udesc, a organização da jornada conta com cinco universidades de diferentes regiões do Estado (Univille, Furb, Univali, Unisul e Unesc).

Foco na rede pública estadual

Coordenado pelo professor Norberto Dallabrida, do Centro de Educação a Distância da Udesc (Cead), o Oemesc foi criado no fim de 2017 a partir de uma reunião com professores de diversas universidades de SC. Seu objetivo é compreender o ensino médio catarinense, prioritariamente o de caráter público estadual. 


O observatório realizará a cada semestre uma jornada de estudos sobre o ensino médio no Estado, contextualizado em nível nacional e global.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo e-mail jornadaensinomedio@gmail.com.

Acompanhe as novidades da Udesc pelo FacebookInstagramTwitterWhatsApp e YouTube. Se você é estudante, acesse office.udesc.br para ativar sua conta de e-mail e ter o pacote Office 365 gratuitamente.

Serviço
O QUÊ: 1º Jornada Ensino Médio em Santa Catarina.
QUANDO: 13 de junho, das 9h30 às 18h.
ONDE: Plenarinho da Reitoria da Udesc, Avenida Madre Benvenuta, nº 2.007, Bairro Itacorubi, Florianópolis.
QUANTO: Evento gratuito, com inscrições na internet.  

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

Programa é voltado para graduados nas áreas de Ciências Agrárias ou Biológicas - Foto: Jonas Pôrto

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Divulgação/Udesc

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, está com inscrições abertas para o Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal. São oferecidas vagas para os cursos de mestrado e de doutorado.

As inscrições poderão ser feitas até 13 de junho, exclusivamente pela internet. Os interessados deverão preencher formulário eletrônico para o mestrado ou doutorado e anexar on-line os documentos.

De acordo com o edital, o número de vagas dependerá da disponibilidade de orientadores e bolsas e será definido pelo colegiado. A seleção iniciará em 19 de junho e o resultado será divulgado em 29 de junho, no mural da Secretaria de Pós-Graduação em Produção Vegetal e na página do programa.

O Mestrado e o Doutorado em Produção Vegetal possuem conceito 5 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e são voltados para quem possui graduação nas áreas de Ciências Agrárias ou Biológicas.

O programa tem cinco linhas de pesquisa, das quais uma precisará ser escolhida pelo candidato: Biologia e Tecnologia Pós-Colheita; Fisiologia e Manejo de Plantas; Fruticultura e Horticultura; Melhoramento e Recursos Genéticos; e Proteção de Plantas e Agroecologia.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (49) 3289-9169 e 9241 e por mensagem para ppgpv.cav@udesc.br.


Informações adicionais para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages
Jornalista Tatiane Rosa Machado da Silva
E-mail: tatiane.silva@udesc.br
Telefone: (49) 3289-9130

 

Assembleia de constituição da Aprolúpulo ocorreu sábado, 19, na Udesc Lages - Foto: Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Divulgação/Udesc

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, será sede da Associação Brasileira de Produtores de Lúpulo (Aprolúpulo), criada em assembleia, no último sábado, 19, no Anfiteatro Caverna.

A Aprolúpulo inicia as atividades com cerca de 50 associados e com apoio da Udesc Lages, que começou a cultivar a planta há seis meses. Nesse período, foram colhidos cerca de 700 gramas de lúpulo por planta para produção de cerveja e para pesquisas de qualidade.

Cultura do lúpulo

O objetivo da associação é gerar informações e fomentar a cultura do lúpulo, um dos principais ingredientes da produção cervejeira, que atua como conservante natural. Atualmente, o Brasil depende 100% da importação do produto para a produção e os maiores exportadores são Alemanha e Estados Unidos.

A secretária administrativa da associação, Mariana Fagherazzi, que é doutoranda em Produção Vegetal da Udesc Lages, diz que a organização proporcionará condições para que o produtor cresça. "Os produtores poderão compreender melhor as técnicas agrícolas e administrativas, participando e contribuindo para o processo de comercialização".

Mariana comenta que a cultura do lúpulo é considerada recente no Brasil e conta que a ideia de criar a associação surgiu durante um encontro de produtores em Porto Alegre-RS, em 2017, motivando o movimento em Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Udesc Lages
E-mail: comunicacao.cav@udesc.br
Telefone: (49) 3289-9130

Estão abertas as inscrições da primeira turma da Especialização em Educação Inclusiva que será oferecida pelo Centro de Educação a Distância (Cead), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Acesse o site de inscrição e o edital de seleção.

Gratuito, o curso de pós-graduação EAD tem 50 vagas para ingresso no próximo semestre e realizará as aulas na plataforma Moodle. O único evento presencial será a defesa do trabalho de conclusão de curso (TCC), que ocorrerá na Udesc Cead, em Florianópolis.

As inscrições no processo seletivo da especialização podem ser feitas na página oficial até 7 de junho. Os candidatos precisarão pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 110,00, até 8 de junho. Também é possível solicitar condição especial para realização da prova e atendimento pelo nome social, conforme as regras do edital.

Provas
As provas ocorrerão em 8 de julho, à tarde, em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna e São Bento do Sul. Haverá 30 questões objetivas de Educação Inclusiva e Língua Portuguesa, além de uma redação sobre Educação Inclusiva.

O resultado dos classificados será publicado até 24 de julho. Os candidatos devem estar atentos aos procedimentos da pré-matrícula, que podem ser conferidos no edital.

Sobre o curso
Com duração de três semestres, a nova especialização da Udesc Cead conta com duas linhas de pesquisa: Educação Inclusiva e Gestão; e Educação Inclusiva e Práticas Pedagógicas. A primeira linha é indicada para o público que trabalha em empresas ou com gestão de ensino, como secretarias de Educação e escolas. Já a segunda opção é destinada aos profissionais que pretendem trabalhar com a parte prática do ensino em sala de aula.

Os conteúdos serão apresentados por docentes da Udesc Cead, com a participação de professores de outros centros da Udesc, da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) e de instituições estrangeiras. A especialização pretende mostrar uma perspectiva mais ampla da inclusão no ambiente escolar, abordando situações de educação especial e questões de gênero, raciais, regionais e culturais e ligadas a pessoas com limitações físicas ou sensoriais.

Mais informações
Mais informações sobre a Especialização em Educação Inclusiva podem ser obtidas com a Direção de Pesquisa e Pós-Graduação da Udesc Cead, pelo telefone (48) 3664-8409 e pelo e-mail dppg.cead@udesc.br, e com a coordenadora do curso, Ana Flávia Garcez, pelo telefone (48) 3664-8451 e pelo e-mail ccedin@udesc.br.

Acompanhe as novidades da Udesc pelo FacebookInstagramTwitterWhatsApp e YouTube. Se você é estudante, acesse office.udesc.br para ativar sua conta de e-mail e ter o pacote Office 365 gratuitamente.


Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

Na próxima terça-feira, 29, à 13h, o Centro de Ciências da Saúde e Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), realiza a palestra ''Cuidados na nutrição para indivíduos com doença de Parkinson", com os nutricionistas Alice Erwig e Mahmud Yehya Mahmud Saleh Isid, acadêmicos de Educação Física na instituição.

Gratuito e sem necessidade de inscrição, o encontro será realizado no Auditório da Udesc Cefid, no Bairro Coqueiros, em Florianópolis. Voltado a acadêmicos da Udesc e demais interessados, o evento é promovido pelo programa de extensão Ritmo e Movimento e pelo Laboratório de Pesquisa em Lazer e Atividade Física (Laplaf).


Mais informações sobre a palestra podem ser obtidas pelo e-mail extensao.laplaf@hotmail.com.

Acompanhe as novidades da Udesc pelo FacebookInstagramTwitterWhatsApp e YouTube. Se você é estudante, acesse office.udesc.br para ativar sua conta de e-mail e ter o pacote Office 365 gratuitamente.

Serviço:
O QUÊ: Palestra "Cuidados na nutrição para indivíduos com doença de Parkinson'', com Alice Erwig e Mahmud Yehya Mahmud Saleh Isid.
QUANDO: Terça-feira, 29, à 13h.
ONDE: Auditório da Udesc Cefid, Rua Pascoal Simone, nº 358, Bairro Coqueiros, Florianópolis.
QUANTO: Gratuito, sem necessidade de inscrição. 

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010

 Atividades artísticas e culturais gratuitas serão oferecidas pelo Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) no dia 26 de maio, sábado, integrando o projeto “Ceart Aberto à Comunidade”.


O evento ocorre pela segunda vez neste formato, oferecendo à comunidade catarinense ações de formação e difusão artística e cultural, por meio de atividades desenvolvidas pelos departamentos da Udesc Ceart, nas áreas do ensino, pesquisa, extensão; além de feiras, espaço de convivência, disponibilização de salas para estudos e ensaios, e atividades convidadas.