Compartilhe

2402 climatizacao escolas 20170224 1205154042“Dá vontade de estar aqui”, falou Lucas Farias Forte, estudante do 2º ano do Ensino Médio da escola Holando Marcellino Gonçalves, no bairro Ilha da Figueira, em Jaraguá do Sul. Para ele, estudar em um local climatizado atrai os estudantes para dentro da sala e diminui o número de faltas. A escola possui 13 salas de aula e todas com ar-condicionado. “Não temos ventiladores nas salas, o ar-condicionado é uma necessidade”, afirmou a diretora Gilmara Gorges.

Das 30 unidades estaduais da Regional de Jaraguá do Sul, 15 possuem todas as salas de aula climatizadas, seis não possuem aparelhos e as demais possuem aparelhos em quase todas as salas e ambientes. A escola João Romário Moreira, em Jaraguá do Sul, por exemplo, falta aparelho em apenas uma sala de aula e nos ambientes comuns, como biblioteca. Já a escola Luiz Delfino, em Schroeder, é 100% climatizada. Em outubro a unidade recebeu 10 aparelhos. No início de 2016 foi feita a instalação da rede elétrica para os equipamentos. O investimento foi de R$ 9 mil, proveniente do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola). “O maior benefício é o aprendizado do aluno”, falou a diretora Márcia Hildebrandt. O Governo do Estado investiu R$ 33,4 mil na compra dos 10 aparelhos, sendo 30 mil BTUs cada.

No ano passado a escola Holando Marcellino Gonçalves foi contemplada com serviços de engenharia elétrica para instalação independente para o sistema de ar-condicionado, pois a rede não suportava a carga dos aparelhos e lâmpadas. Mesmo assim, a diretora buscou alternativas para colocar os aparelhos em funcionamento até a conclusão dos serviços. “Fizemos a redistribuição da rede e substituímos as lâmpadas do ginásio por lâmpadas de LED, o que diminuiu em mais de 80% o consumo e auxiliou a instalação”, falou Gilmara. Os serviços foram finalizados nesta semana com a troca de padrão feito pela Celesc. “Agora é só readaptar a rede existente e utilizar tudo com mais segurança”, comemorou a diretora. O estudante Fernando Dolny, do 2º ano do Ensino Médio, estuda na unidade desde 2013, acompanhou as melhorias feitas e aprovou. “É mais tranquilo para estudar, principalmente para quem vem à pé, chegava aqui com muito calor e ainda tinha uma sala quente para estudar. Agora, com a sala climatizada, alivia e torna mais fácil o aprendizado e concentração”, afirmou. Estudam nesta unidade cerca de 500 alunos.

Na Regional de Jaraguá do Sul são 30 unidades escolares, aproximadamente 18 mil alunos atendidos em cinco municípios (Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba, Schroeder). Além da escola Holando Marcellino Gonçalves, a escola Lilia Ayroso Oechsler, na Ilha da Figueira, em Jaraguá do Sul, também foi contemplada com instalação independente de sistema para ar-condicionado. A Celesc realizou a troca de padrão desta unidade também nesta semana. São 15 salas de aula e 13 delas com ar-condicionado instalado, porém devem entrar em funcionamento depois das adequações necessárias. O investimento do Governo do Estado para estas melhorias foi de R$ 51,1 mil.

2402 climatizacao escolas 20170224 1144538895O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Jaraguá do Sul, Leonel Pradi Floriani, visitou a escola Holando Marcellino Gonçalves e conversou com os alunos sobre a estrutura da unidade. “Nossa região é muito quente, estudar em uma sala quente e abafada não é bom para os alunos e professores. Estamos trabalhando para conseguir climatizar mais unidades, melhorar a infraestrutura e cuidar bem do nosso maior patrimônio, que são os estudantes e profissionais da Educação”, falou Floriani.

 

 

Informações adicionais para a imprensa
Ana Cenatti
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Jaraguá do Sul
E-mail: anacenatti@jgs.sdr.sc.gov.br / imprensa@jgs.sdr.sc.gov.br 
Telefone: (47) 3276-9241 / 98861-2652
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrjaraguadosul