Fotos: Jeferson Bado / Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira esteve reunido com o novo ministro do Trabalho e Emprego, Helton Yomura, nesta terça-feira, 10, tratando de recursos para o Sistema Nacional de Emprego (Sine). A intenção é manter o convênio do Governo Federal com o Estado para que os serviços nas agências do Estado continuem sendo oferecidos com qualidade à população.

Para Eduardo Pinho Moreira, o trabalhador é o maior beneficiado com a atuação do Sine, uma porta de entrada para o mercado de trabalho. “As agências são essenciais para o crescimento dos nossos índices de empregabilidade, que nos últimos meses se destacaram expressivamente. O trabalho desenvolvido nas agências do Estado fomenta o mercado e a competitividade”, destaca.

SC conta com 124 postos de atendimentos, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios.

ESTADO AGUARDA REPASSE FEDERAL

Em Santa Catarina, a execução do Sine ocorre por meio de convênio plurianual, sendo que o último documento foi assinado em 2012, contemplando a primeira etapa com um custo de R$ 8.063.874,51 milhões. Já a segunda fase, que encerrou em 28 de fevereiro de 2017, contabilizou um investimento de R$ 7.494.074,77 milhões. O valor da terceira etapa orçada em R$ 3.888.852,70 deveria ter sido liberado em março de 2017, mas ainda não ocorreu.



>>> Mais fotos na galeria

De acordo com a secretária da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, o serviço das agências é imprescindível, tendo em vista que Santa Catarina foi o Estado que mais gerou emprego em 2017.

“Iremos trabalhar internamente para resolvermos todas as pendências existentes, tendo em vista o comprometimento do ministro de nos repassar os valores da terceira etapa do convênio, o que permite que nós honremos com os atendimentos à população. O ministério sinalizou, ainda, uma suplementação de recurso para que possamos dar continuidade aos serviços até o fim do ano, quando se encerra o convênio”, destaca.

PARCERIA ENTRE ESTADO E UNIÃO

Yomura ressaltou que os entraves serão solucionados em parceria com o Governo do Estado, mediante as análises avalizadas pelo Ministério do Trabalho. O ministro salientou ainda a importância do trabalho das agências. Segundo ele, o Sine é o elo entre o Ministério do Trabalho e Emprego e o Governo do Estado.

“Isso permite estar mais próximo do trabalhador e realizar os atendimentos que a população necessita. Também ficamos muito felizes com esta aproximação de Santa Catarina com o ministério”, frisa.

Para o ministro, Santa Catarina vem se destacando não só na região Sul do país, mas como números significativos para todo o Brasil. “Sua economia diversificada, sua posição estratégica e sua postura logística facilita todo o setor produtivo de Santa Catarina. A expectativa para este ano é que os indicativos permanecem ou avancem ainda mais”, comenta.

Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 


Foto: James Tavares/Secom

Santa Catarina registrou, em 2017, saldo positivo de vagas com carteira assinada chegando a 29.165 novos postos, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Joinville aparece na primeira posição do país com 5.562 novos postos e São José em sexto lugar com 2.503. As duas cidades estão entre as 10 que tiveram um saldo positivo na geração de empregos do Brasil.

Em fevereiro, o mais recente levantamento do Caged deste ano, Santa Catarina aparece em segunda posição no ranking geral do país com saldo de 16,3 mil novas vagas, atrás de São Paulo, que gerou 30 mil novos postos de trabalho.

O coordenador do Sine de Joinville, Magnus Klostermann, explica que o crescimento de oportunidades de emprego no município são devidos a vários fatores e um deles é a recuperação da economia na indústria. “A economia na parte das indústrias de metal-mecânica teve uma recuperação assim como na de automóveis. Outros fatores influenciaram esse aumento como os polos de incubadoras na área da informática, a proximidade com os Portos de São Francisco do Sul e de Itapoá”.

Já em Santa Catarina, a indústria da transformação foi a que mais gerou emprego nos últimos 12 meses, com 15.505 vagas. Em segundo lugar foram os serviços a exemplo do comércio e administração de imóveis, técnicos, alimentação e hospedagem.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Douglas Saviato / SAN

A secretária de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, buscou recursos nesta quinta-feira, 22, nos ministérios da Justiça e do Trabalho e Emprego, em Brasília, para a manutenção do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e para o centro que atende imigrantes no Estado. Ela também tratou da aplicação de recursos já liberados pelo Governo Federal para o fomento de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis.

“São entraves que se arrastam há meses, portanto, estamos tratando de perto cada um destes três pontos cruciais para a Secretaria e o desenvolvimento do Estado”, comenta.

No Ministério do Trabalho e Emprego, Romanna buscou soluções para a destinação do repasse da terceira etapa do convênio com o Sine, que ocorre por meio de convênio plurianual. O valor superior a R$ 3,8 milhões deveria ter sido pago em março de 2017, mas, até o momento, nenhum recurso foi destinado. De acordo com o representante do coordenador-geral do Sine, Pedro Júnior, pendências financeiras nos outros dois convênios precisam ser resolvidas para que o repasse seja efetuado.

O recurso federal é fundamental para manter os serviços nas agências do Estado. A manutenção do convênio garante também o pagamento de despesas, como locação e terceirização. O Estado conta com 124 postos de atendimentos, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios.

A aplicação de R$ 3,4 milhões do Governo Federal para o fomento a empreendimentos econômicos solidários e de redes de cooperação atuantes em resíduos sólidos por catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis também foi discutido no Ministério do Trabalho e Emprego. Na próxima semana, o especialista em políticas públicas e gestão governamental, José Ivan Mayer de Aquino, se deslocará para o Estado e percorrerá as associações de catadores de Santa Catarina.

A intenção é conhecer a realidade destes profissionais e, na semana seguinte, montar um plano de trabalho para que o recurso seja devidamente aplicado. O convênio está dividido em seis fases, que inicia na mobilização, na identificação e no cadastro dos mais de 1,3 mil catadores autônomos que atuam individualmente ou em grupos. A última e considerada uma das mais importantes fases está na promoção de equipamentos básicos aos profissionais.

Onda migratória 

A secretária empossada há uma semana tratou ainda da onda migratória do país, que atinge também Santa Catarina. Romanna pleiteou recursos para custeio da implantação do Centro de Referências e Atendimento ao Imigrante em Santa Catarina (CRAI), inaugurando em fevereiro. Os profissionais que atuam no local, através da contratação de uma ONG, atendem em torno de 50 pessoas diariamente.

Como já há uma organização gerindo o local, de acordo diretor do setor de imigração do Ministério da Justiça, André Furquim, serão avaliados quais os serviços podem ser adicionados no Centro de Atendimento ao Imigrante, como capacitações profissionais e cursos de idiomas. Além disso, pode ser estudada em um convênio com o Governo Federal a ampliação do espaço. 

“Em duas semanas estaremos novamente em Brasília acompanhando e cobrando a evolução destas agendas. Vamos mergulhar nestas pendências e resolvê-las até o fim do ano, pois estas também são demandas prioritárias do governador”, comenta a secretária.

Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 

O Sistema Nacional de Empregos (Sine), em Joinville, vinculado a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, informa as vagas de emprego para preenchimento até o dia 8 de março. Os interessados devem procurar o local das 12h30 às 18h30, na Rua Nove de Março, 774, sala 2. Para se cadastrar é preciso levar carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelos telefones (47) 3481-2137 e (47) 3481-2138.

*Confira as vagas

Auxiliar de operação – 1 vaga – R$ 1.300,00

Auxiliar de técnico de eletrônica (vaga temporária) – 1 vaga – R$ 1.500,00

Auxiliar Técnico de refrigeração – 1 vaga – salário à combinar

Cobrador pracista – 1 vaga – R$ 1.270,00

Confeiteiro – 1 vaga – salário à combinar

Costureira em geral – 10 vagas – R$ 1.320,00

Cozinheiro geral – 1 vaga – salário à combinar

Cozinheiro geral – 1 vaga – R$ 1.368,05

Estofador de móveis – 1 vaga – salário à combinar

Faxineiro – 1 vaga - – R$ 1.087,16

Jardineiro – 1 vaga – R$ 1.087,16

Manobrista (carreta) – 1 vaga – R$ 1.320,00

Marceneiro – 1 vaga – R$ 1.800,00

Montador de estruturas metálicas – 2 vagas – R$ 1.270,00

Motofretista – 1 vaga – R$ 1.082,00

Motorista Carreteiro (CNH D ou E) – 70 vagas – salário à combinar

Operador de máquina de corte de roupas ( lingerie) – 2 vagas – R$ 1.236,40

Operador de máquina-elevador – 1 vaga – R$ 1.200,00

Operador de máquinas fixas, em geral – 1 vaga – R$ 1.236,40

Preparador de máquinas – 2 vagas – salário à combinar

Representante comercial autônomo – 1 vaga – comissão 19% sobre vendas

Técnico de refrigeração – 1 vaga – salário à combinar

Vendedor porta a porta para plano de saúde – 4 vagas – R$ 1.090,00 + comissão

Vendedor pracista para setor de produtos de limpeza – 2 vagas – R$ 1.200,00 + comissão

Vendedor pracista para seguros de vida – 1 vaga – R$ 1.276,40 + comissão

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) tornam pública a Portaria 007 do Concurso Público 001/2017 que prevê a convocação, para o Exame de Avaliação de Aptidão Psicológica Vocacionada e de Títulos, dos candidatos aprovados na prova objetiva de conhecimentos para o nível inicial das carreiras de perito oficial e técnico pericial do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina.

As pessoas relacionadas no documento convocatório (folha 1, folha 2 e folha 3) deverão comparecer ao Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas da Esag (Udesc) no domingo, dia 4 de fevereiro de 2018, às 14h, para a realização da prova. É necessária a apresentação do documento de identificação original e estar presente 30 minutos antes do horário marcado para o teste.

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) fica na Avenida Madre Benvenuta, 2037, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.

Etapas do Concurso 001/2017 do IGP

As provas do Concurso Público 001/2017 aconteceram no dia 26 de novembro de 2017 em oito cidades do Estado: Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó. Os candidatos responderam a 80 questões objetivas.

São 49 vagas para os cargos de perito criminal, perito criminal bioquímico, perito médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista. Os vencimentos para os aprovados vão até R$ 15.820,84.

O concurso público está sob responsabilidade do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) e é coordenado pela Comissão de Concurso Público IGP/SSP, designada pela Portaria nº 271/GEPES/DIAF/SSP de 28 de agosto de 2017.

O resultado final da seleção, após as cinco fases, será conhecido no dia 4 de maio de 2018.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

A Celesc oferece cursos gratuitos de Eletricista Instalador Predial com Ênfase em Eficiência Energética e NR-10 – Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade. Além de capacitar os alunos para que se tornem profissionais da área, a empresa irá fornecer vale transporte e um kit de ferramentas para os participantes já iniciarem suas atividades no mercado de trabalho. Ambos os cursos serão custeados com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Celesc/Aneel.

As 160 vagas serão preferencialmente destinadas da seguinte forma e ordem: 20% para mulheres, 20% para imigrantes, 10% para egressos do sistema prisional e 50% para brasileiros (homens e mulheres) residentes nos municípios atendidos pelas agências regionais da Celesc em Florianópolis/São José, Blumenau e Joinville - com uma turma de 20 alunos por cidade. Em Criciúma e Chapecó serão abertas duas turmas de 20 alunos em cada região. No caso de haver mais inscritos do que vagas, os critérios de desempate serão de acordo com as prioridades do edital.

Os cursos, que iniciam em 19/02, serão ministrados nas unidades regionais do Senai/SC e têm por objetivo principal capacitar o público para atuar no setor elétrico, com foco nas normas de segurança e na eficiência energética das instalações. Com duração de quatro meses, as aulas serão, em média, de quatro vezes por semana.

As inscrições devem ser realizadas presencialmente nas unidades do Senai em que os cursos serão realizados. Mais informações estão disponíveis no site www.celesc.com.br.

SERVIÇO
O quê: Cursos gratuitos de Eletricista Predial e NR10
Onde: Senai de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville e São José
Inscrições: presenciais nas unidades do Senai das cidades acima citadas
>>> Confira o edital

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail: comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br

 

O Sistema Nacional de Empregos (Sine), em Joinville, vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, divulgam as vagas de emprego para preenchimento até sexta-feira, 19. Os interessados devem procurar o local das 12h30 às 18h30, na Rua Nove de Março, 774, sala 2. Para se cadastrar, é preciso levar carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelos telefones (47) 3481-2137 ou (47) 3481-2138.

*Confira as vagas

Analista de marketing - 1 vaga - R$ 1.800,00

Analista de programação e controle da produção - 1 vaga - salário a combinar

Auxiliar de linha de produção (Jovem Aprendiz) - 30 vagas - R$ 761,46

Auxiliar técnico de montagem - 2 vagas R$ 1.350,00

Bombeiro civil - 5 vagas – R$ 1.641,01

Cozinheiro geral - 2 vagas R$ 1.900,00

Cozinheiro geral - 1 vaga - R$ 1.468,68

Garçom - 1 vaga - R$ 1.324,21

Mecânico de manutenção de maquina industrial - 1 vaga - R$ 1.600,00

Mãe social - 1 vaga - R$ 1.264,54

Operador de injetora de plástico - 2 vagas - R$ 9,43 por hora

Operador eletromecânico - 1 vaga – R$ 2.000,00

Representante comercial autônomo - 1 vaga -R$ 3.000,00

Soldador mecânico - 1 vaga - R$ 1.600,00

Sushiman - 2 vagas – R$ 1.535,05

Vendedor - 1 vaga – R$ 1.400,00

Vendedor interno - 1 vaga – R$ 1.200,00

Vendedor orçamentista - 1 vaga – R$ 1.000,00

Vendedor pracista - 1 vaga - à combinar

Vendedor pracista - 2 vagas – R$ 1.330,00

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville


Foto: Celesc/Divulgação

Estão abertas as inscrições para o concurso público da Celesc, com oportunidades para diversas cidades do estado. Os salários iniciais variam de R$ 1.106,40 a R$ 4.365,06, além de benefícios como plano de saúde, auxílio creche/babá, auxílio estudante, vale-alimentação e plano de previdência.

São 49 vagas disponíveis: 16 para cargos de nível médio, 16 para cargos de nível técnico e 17 para cargos de nível superior. Do total, 20% das posições serão disponibilizadas a pessoas com deficiência (PcD). A previsão é que os primeiros concursados sejam chamados já a partir de maio deste ano. Os demais aprovados irão compor cadastro de reserva e poderão ser acionados à medida que for identificada a necessidade.

As inscrições podem ser realizadas no site 2018celesc.fepese.org.br (onde também está disponível o edital), até o dia 9 de fevereiro, ao custo de R$ 90 para candidatos a cargos de nível médio, R$ 110 para cargos de nível técnico e R$ 130 para cargos de nível universitário. A prova está marcada para o dia 4 de março e será aplicada em Chapecó, Criciúma, Grande Florianópolis, Joinville e Lages.

Confira na tabela abaixo o quadro com os cargos disponíveis e suas respectivas exigências:

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO E TÉCNICO

   

CARGO

Escolaridade exigida

Especialidade/Formação

ATENDENTE COMERCIAL

Ensino médio

Sem especialidade

ELETRICISTA

Ensino médio

Sem especialidade

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Ensino médio Técnico

Técnico em Segurança do trabalho

TÉCNICO INDUSTRIAL - Edificações

Ensino médio Técnico

Técnico em Edificações

TÉCNICO INDUSTRIAL – Eletrotécnica

Ensino médio Técnico

Técnico em Eletrotécnica

TÉCNICO INDUSTRIAL - Mecânica

Ensino médio Técnico

Técnico em Mecânica

TÉCNICO INDUSTRIAL – Telecomunicações

Ensino médio Técnico

Técnico em Telecomunicações

   

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

   

CARGO/Posição

Escolaridade exigida

Especialidade/Formação (Reconhecida pelo Ministério da Educação)

ADMINISTRADOR

Graduação

Administração

ADVOGADO

Graduação

Direito

ANALISTA DE NÍVEL SUPERIOR – Psicólogo

Pós-Graduação

Ensino Superior em Psicologia com Especialização em Psicologia Organizacional ou Gestão de Pessoas

ANALISTA DE SISTEMAS

Graduação

Ciências da Computação, Sistemas de Informação ou Engenharia da Computação.

ASSISTENTE SOCIAL

Graduação

Serviço Social

CONTADOR

Graduação

Ciências Contábeis

ECONOMISTA

Graduação

Ciências Econômicas

ENGENHEIRO – Eng. Ambiental

Graduação

Engenharia Sanitarista Ambiental ou Engenharia Ambiental

ENGENHEIRO – Eng. Civil

Graduação

Engenharia Civil

ENGENHEIRO – Eng. De Agrimensura

Graduação

Engenharia de Agrimensura

ENGENHEIRO – Eng. De Produção Elétrica

Graduação

Engenharia de produção elétrica

ENGENHEIRO – Eng. De Segurança do Trabalho

Pós-Graduação

Ensino Superior em Engenharia com Especialização em Segurança do Trabalho

ENGENHEIRO – Eng. De Telecomunicações

Graduação

Engenharia de Telecomunicações

ENGENHEIRO – Eng. Elétrica

Graduação

Engenharia Elétrica

ENGENHEIRO – Eng.  Florestal

Graduação

Engenharia Florestal

ENGENHEIRO – Eng. Mecânica

Graduação

Engenharia Mecânica

MÉDICO – Medicina do Trabalho

Pós-Graduação ou Graduação com Residência

Ensino Superior em Medicina e certificado de registro da especialidade em Medicina do Trabalho no CRM

Mais informações para a imprensa:
Heda Wenzel
Agência Comunicaz a serviço da Celesc
Fone: (48) 3231-5140 
Twitter.com/CelescInforma
Confira a situação em tempo real no estado: celgeoweb.celesc.com.br

 


Foto: Jonas Pôrto/Udesc

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) abriu nesta segunda-feira, 8, o período de inscrições do Concurso Público nº 01/2017, para seleção de professores efetivos. As inscrições seguem até 22 de fevereiro. São 38 vagas em dez centros de ensino da instituição, localizados em oito cidades: Florianópolis, Joinville, Lages, Ibirama, Balneário Camboriú, Laguna, Chapecó e Pinhalzinho. Confira o link de inscrição. A taxa é de R$ 200 e deve ser paga via depósito identificado.

Há vagas para diversas áreas do conhecimento, como Desenho Industrial, Música, Biologia, Engenharia, Gestão Ambiental, Administração, Fisioterapia, Geografia, Pedagogia, Arquitetura, Física, Matemática, Economia, Genética, Enfermagem e Zootecnia. 

As provas escrita, didática e de títulos ocorrerão de 23 a 27 de abril. A remuneração para o regime de trabalho de 40 horas é de R$ 6.811,55 para candidatos com mestrado e de R$ 8.855,80 para aqueles com doutorado. Além disso, os professores contratados terão auxílio-alimentação de R$ 29,25 por dia útil trabalhado.

Mais informações podem ser obtidas nos centros, em lista de contatos disponível na página do concurso.

Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010


Evolução de SC no ranking de competitividade dos estados

O ano de 2017 trouxe grandes desafios econômicos, mas, mesmo assim, Santa Catarina pode comemorar importantes avanços em indicadores econômicos e sociais. “Proteger e promover a economia catarinense faz parte de um trabalho constante, complexo e exigente. Mas é preciso comemorar as conquistas, como a geração de empregos e renda nas diferentes regiões do Estado, a atração de novos investimentos, o crescimento das exportações e o equilíbrio nas contas públicas, com pagamentos em dia dos servidores e fornecedores”, avalia Colombo.

Com pouco mais de 1% do território brasileiro e 7 milhões de habitantes, o Estado apresenta o sexto maior Produto Interno Bruto (PIB) do país e segue como maior produtor nacional de suínos, maçã, alho, cebola e ostras, entre outros itens. Colombo lembra que o governo adotou medidas estratégicas para preservar a competitividade, como a decisão de não aumentar impostos, mesmo quando a arrecadação apresentou queda.

O ano de 2017 trouxe também avanços concretos. Com indicadores sociais e econômicos que são referência nacional, Santa Catarina conquistou o segundo lugar no ranking dos estados mais competitivos no país, conforme levantamento feito pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em parceria com a Tendências Consultoria e a Economist Intelligence Unit. Santa Catarina venceu ainda o Prêmio Excelência em Competitividade na categoria Destaque Internacional, diante da forte presença do estado no mercado externo.

No ranking geral da competitividade dos estados, Santa Catarina tem melhorado a sua posição ano a ano. Em 2011, ocupou o sétimo lugar; em 2012 e em 2013, ficou em sexto; em 2014, alcançou a quinta posição; e em 2015 e 2016, ficou em terceiro. Em 2017, subiu uma posição e ultrapassou o Paraná, garantido o segundo lugar geral, atrás apenas de São Paulo. Merece destaque ainda a evolução na pontuação catarinense, passando dos 74,3 em 2016 para 77,2 em 2017, enquanto a média nacional caiu de 50,2 para 47,9. Os resultados completos estão disponíveis no site www.rankingdecompetitividade.org.br.

Entre os diferentes pilares do estudo, Santa Catarina ficou em primeiro lugar em segurança pública e em sustentabilidade social. Destacou-se ainda com o terceiro lugar em indicadores como infraestrutura, educação, capital humano e inovação. E no pilar potencial de mercado, pulou da 19ª posição para o 10º lugar entre todos os estados.


Foto arquivo / Secom

Outro destaque de 2017 foi a geração de emprego em Santa Catarina. Dados do IBGE, referentes ao terceiro trimestre, confirmam o Estado com a menor taxa de desemprego do país, 6,7%, enquanto a média nacional ficou em 12,4%. Além disso, de acordo com o último relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, SC gerou 4,9 mil vagas de empregos formais em novembro, enquanto no país foram fechados 12.292 postos de trabalho.

A presença internacional também foi ampliada. Considerando dados de janeiro a outubro, as exportações catarinenses cresceram 14,5% e as importações subiram 22,3%. Os principais destinos dos produtos catarinenses são Estados Unidos, China, Argentina, Rússia e México. E os principais mercados de origem são China, Chile, Argentina e Estados Unidos.

Entre os avanços sociais, destaque para a expectativa de vida do catarinense, a maior do país, com média de 79,1 anos, segundo dados do IBGE divulgados em dezembro de 2017 e referentes ao levantamento feito em 2016.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC