De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira, 18, Santa Catarina criou 5.322 postos de trabalho formais em abril deste ano, sendo o melhor resultado para este mês desde 2014. 

O saldo catarinense resultou da diferença entre 82.502 admissões contra 77.180 desligamentos no período. Os dados de abril deste ano indicam uma recuperação em relação ao mesmo período do ano passado, quando o saldo foi de 1.839 vínculos com carteira assinada.

“Esses números demonstram que a economia de Santa Catarina tem força e que os catarinenses têm espírito empreendedor”, lembra a secretária de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), Romanna Remor.

O desempenho positivo pode ser observado nos setores de serviços (3.418); construção civil (1.287) e indústria da transformação (1.250). O que impulsionou o setor de serviços, por exemplo, foi o incremento no comércio, transporte e ensino. Dentre os municípios com mais de 30 mil habitantes, Joinville (1.270); São José (803); Blumenau (677); Chapecó (651); e Jaraguá do Sul (417) destacaram-se na geração de empregos em SC.

No cenário nacional, São Paulo foi o que mais gerou vagas, seguido de Minas Gerais, Paraná, Goiás, Rio de Janeiro, ficando Santa Catarina em sexto. 

Informações adicionais para a imprensa
Patrícia Antunes
Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST)
E-mail: patyantunes1@gmail.com
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 98817-7973
Site: www.sst.sc.gov.br


Fotos: Douglas Saviato/Secretaria de Articulação Nacional

Para garantir os repasses do Governo Federal às unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Santa Catarina, a secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, reuniu-se com o coordenador-geral do sistema, Marco Sussumo, no Ministério do Trabalho e Emprego, nesta quinta-feira, 17, em Brasília. O pleito é uma das reivindicações defendidas pelo governador Eduardo Pinho Moreira que vem tratando sobre o assunto com o ministro Helton Yomura.

“O trabalhador é o maior beneficiado com a atuação do Sine, uma porta de entrada para o mercado de trabalho. As agências são essenciais para o crescimento dos nossos índices de empregabilidade, que nos últimos meses se destacaram expressivamente. O trabalho desenvolvido nas agências do Estado fomenta o mercado e a competitividade”, destaca Moreira.

Sine

Santa Catarina conta com 124 postos de atendimentos, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios. De acordo com Romanna, um grande passo foi dado para a regularização do convênio que já está em sua terceira etapa. Entretanto, por estar parado há mais de um ano, existe uma ameaça à continuidade dos serviços prestados nas unidades do Sine pelo Estado.

Secretária de Assistência Social articula repasse do Governo Federal para as unidades do Sine de SC

“O governador consentiu em pagar as pendências financeiras existentes nas etapas do convênio e já havia articulado junto ao ministro do Trabalho e Emprego não apenas o repasse, mas também uma suplementação, que dará um fôlego às unidades pelo Estado. Foi um mérito do governador em determinar a continuidade do serviço e depois ter cobrado a suplementação com o ministro”, comenta a secretária.

Ainda de acordo com Romanna, o serviço das agências é imprescindível, considerando que Santa Catarina foi o Estado que mais gerou empregos em 2017. “Estamos trabalhando para resolver todas as pendências e honrarmos os atendimentos à população até o fim do ano, quando se encerra o convênio. Agora, estamos ainda mais perto desta garantia do recurso”, garante.  A secretária-adjunta da secretaria, Reginete Panceri, e o gerente de administração, finanças e contabilidade, José Rafael Biff, também estiveram presentes nas agendas no Ministério do Trabalho e Emprego.

Informações para a imprensa:

Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa 
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 

Brasília -  Walter Orthmann, reconhecido pelo livro dos recordes como o homem de maior tempo de serviço em uma mesma empresa
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O trabalhador de Brusque, Walter Orthmann, reconhecido pelo livro dos recordes como o homem de maior tempo de serviço em uma mesma empresa recebeu, nesta quarta-feira, 2, em Brasília, das mãos do governador Eduardo Pinho Moreira e do presidente da República, Michel Temer, o certificado oficial do Guinness World Records. A entrega do título ocorreu no gabinete da presidência, no Palácio do Planalto, e referendou a dedicação de 80 anos do catarinense empregada na indústria especializada em tecidos.

“O trabalho árduo é a marca dos catarinenses e este momento de homenagem é um grande exemplo disso. Além de um orgulho, o Walter é o reflexo do espírito dos trabalhadores honrados que atuam no Estado e fazem de Santa Catarina um local diferenciado. Por isso, viemos até o presidente que reconheceu o esforço deste trabalhador”, disse Moreira. A secretária de Articulação Nacional, Lourdes Coradi Martini, também esteve presente na ocasião.


OITO DÉCADAS DE TRABALHO

Para Orthmann, não há segredos para alcançar oito décadas ininterruptas de trabalho na mesma empresa. “Basta ter saúde, disciplina e paixão no que se faz. É preciso gostar de trabalhar e fazer o que gosta”, ressalta. Emocionado ao ser recebido pelo presidente, o recordista mundial adianta que não pensa em se aposentar. “Fiquei muito contente em receber o certificado no lugar de trabalho do presidente da nação e, enquanto puder andar e trabalhar, não vou parar. O trabalho é bom e saudável”, complementa.

O catarinense iniciou a trajetória profissional aos 15 anos, em 17 de fevereiro de 1938, na expedição da empresa, até então com 13 anos de existência. “Mesmo depois de tantos anos, minha rotina não mudou, faço minhas oito horas diárias como qualquer funcionário. Hoje, também atuo ensinando os mais jovens”, comenta. 

Brasília -  Walter Orthmann, reconhecido pelo livro dos recordes como o homem de maior tempo de serviço em uma mesma empresa
Foto: Julio Cavalheiro/Secom

HOMENAGEM NO SENADO

Após o encontro com Michel Temer, Orthmann também esteve no Senado Federal. O senador Dário Berger fez o uso da palavra no plenário e evidenciou a trajetória do catarinense. “Com 96 anos e ainda trabalhando, realmente merece os nossos cumprimentos e o apreço da mais alta Casa do Legislativo, o Senado Federal”, frisa. O presidente do Senado, Eunício Lopes de Oliveira, também esteve presente e o parabenizou. 

DESTAQUE COMO VENDEDOR

Com raciocínio rápido, Orthmann conquistou a confiança da chefia e, promovido como office-boy, era encarregado de levar e buscar de bicicleta as correspondências no correio. Uma vez ao mês também coletava o salário de todos os funcionários no banco.

Anos depois, no departamento comercial, área em que atua há anos na empresa, sua facilidade em vender chamou a atenção e foi exportada para grandes centros compradores, como Rio de Janeiro e São Paulo. Com viagens frequentes, Orthmann testemunhou os avanços da aviação com as mais diversas aeronaves até os modelos mais modernos, acumulando mais de 7,5 mil horas de voos. Ao longo carreira recebeu mais de mil salários, sendo pagos em sete moedas diferentes: réis, cruzeiro, cruzeiro novo, cruzado, cruzado novo, cruzeiro real e real.

Também esteve nos compromissos em Brasília, o presidente da empresa, Armando Hess de Souza;  além da superintendente de operações, Vera Petry; o gerente de marketing, Roberto Sander; o vice-prefeito de Brusque, José Ari Vequi, e a esposa do homenageado, Lúcia Orthmann.


Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa 
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br


Fotos: Jeferson Bado / Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira esteve reunido com o novo ministro do Trabalho e Emprego, Helton Yomura, nesta terça-feira, 10, tratando de recursos para o Sistema Nacional de Emprego (Sine). A intenção é manter o convênio do Governo Federal com o Estado para que os serviços nas agências do Estado continuem sendo oferecidos com qualidade à população.

Para Eduardo Pinho Moreira, o trabalhador é o maior beneficiado com a atuação do Sine, uma porta de entrada para o mercado de trabalho. “As agências são essenciais para o crescimento dos nossos índices de empregabilidade, que nos últimos meses se destacaram expressivamente. O trabalho desenvolvido nas agências do Estado fomenta o mercado e a competitividade”, destaca.

SC conta com 124 postos de atendimentos, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios.

ESTADO AGUARDA REPASSE FEDERAL

Em Santa Catarina, a execução do Sine ocorre por meio de convênio plurianual, sendo que o último documento foi assinado em 2012, contemplando a primeira etapa com um custo de R$ 8.063.874,51 milhões. Já a segunda fase, que encerrou em 28 de fevereiro de 2017, contabilizou um investimento de R$ 7.494.074,77 milhões. O valor da terceira etapa orçada em R$ 3.888.852,70 deveria ter sido liberado em março de 2017, mas ainda não ocorreu.



>>> Mais fotos na galeria

De acordo com a secretária da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, o serviço das agências é imprescindível, tendo em vista que Santa Catarina foi o Estado que mais gerou emprego em 2017.

“Iremos trabalhar internamente para resolvermos todas as pendências existentes, tendo em vista o comprometimento do ministro de nos repassar os valores da terceira etapa do convênio, o que permite que nós honremos com os atendimentos à população. O ministério sinalizou, ainda, uma suplementação de recurso para que possamos dar continuidade aos serviços até o fim do ano, quando se encerra o convênio”, destaca.

PARCERIA ENTRE ESTADO E UNIÃO

Yomura ressaltou que os entraves serão solucionados em parceria com o Governo do Estado, mediante as análises avalizadas pelo Ministério do Trabalho. O ministro salientou ainda a importância do trabalho das agências. Segundo ele, o Sine é o elo entre o Ministério do Trabalho e Emprego e o Governo do Estado.

“Isso permite estar mais próximo do trabalhador e realizar os atendimentos que a população necessita. Também ficamos muito felizes com esta aproximação de Santa Catarina com o ministério”, frisa.

Para o ministro, Santa Catarina vem se destacando não só na região Sul do país, mas como números significativos para todo o Brasil. “Sua economia diversificada, sua posição estratégica e sua postura logística facilita todo o setor produtivo de Santa Catarina. A expectativa para este ano é que os indicativos permanecem ou avancem ainda mais”, comenta.

Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 


Foto: James Tavares/Secom

Santa Catarina registrou, em 2017, saldo positivo de vagas com carteira assinada chegando a 29.165 novos postos, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Joinville aparece na primeira posição do país com 5.562 novos postos e São José em sexto lugar com 2.503. As duas cidades estão entre as 10 que tiveram um saldo positivo na geração de empregos do Brasil.

Em fevereiro, o mais recente levantamento do Caged deste ano, Santa Catarina aparece em segunda posição no ranking geral do país com saldo de 16,3 mil novas vagas, atrás de São Paulo, que gerou 30 mil novos postos de trabalho.

O coordenador do Sine de Joinville, Magnus Klostermann, explica que o crescimento de oportunidades de emprego no município são devidos a vários fatores e um deles é a recuperação da economia na indústria. “A economia na parte das indústrias de metal-mecânica teve uma recuperação assim como na de automóveis. Outros fatores influenciaram esse aumento como os polos de incubadoras na área da informática, a proximidade com os Portos de São Francisco do Sul e de Itapoá”.

Já em Santa Catarina, a indústria da transformação foi a que mais gerou emprego nos últimos 12 meses, com 15.505 vagas. Em segundo lugar foram os serviços a exemplo do comércio e administração de imóveis, técnicos, alimentação e hospedagem.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Douglas Saviato / SAN

A secretária de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, buscou recursos nesta quinta-feira, 22, nos ministérios da Justiça e do Trabalho e Emprego, em Brasília, para a manutenção do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e para o centro que atende imigrantes no Estado. Ela também tratou da aplicação de recursos já liberados pelo Governo Federal para o fomento de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis.

“São entraves que se arrastam há meses, portanto, estamos tratando de perto cada um destes três pontos cruciais para a Secretaria e o desenvolvimento do Estado”, comenta.

No Ministério do Trabalho e Emprego, Romanna buscou soluções para a destinação do repasse da terceira etapa do convênio com o Sine, que ocorre por meio de convênio plurianual. O valor superior a R$ 3,8 milhões deveria ter sido pago em março de 2017, mas, até o momento, nenhum recurso foi destinado. De acordo com o representante do coordenador-geral do Sine, Pedro Júnior, pendências financeiras nos outros dois convênios precisam ser resolvidas para que o repasse seja efetuado.

O recurso federal é fundamental para manter os serviços nas agências do Estado. A manutenção do convênio garante também o pagamento de despesas, como locação e terceirização. O Estado conta com 124 postos de atendimentos, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios.

A aplicação de R$ 3,4 milhões do Governo Federal para o fomento a empreendimentos econômicos solidários e de redes de cooperação atuantes em resíduos sólidos por catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis também foi discutido no Ministério do Trabalho e Emprego. Na próxima semana, o especialista em políticas públicas e gestão governamental, José Ivan Mayer de Aquino, se deslocará para o Estado e percorrerá as associações de catadores de Santa Catarina.

A intenção é conhecer a realidade destes profissionais e, na semana seguinte, montar um plano de trabalho para que o recurso seja devidamente aplicado. O convênio está dividido em seis fases, que inicia na mobilização, na identificação e no cadastro dos mais de 1,3 mil catadores autônomos que atuam individualmente ou em grupos. A última e considerada uma das mais importantes fases está na promoção de equipamentos básicos aos profissionais.

Onda migratória 

A secretária empossada há uma semana tratou ainda da onda migratória do país, que atinge também Santa Catarina. Romanna pleiteou recursos para custeio da implantação do Centro de Referências e Atendimento ao Imigrante em Santa Catarina (CRAI), inaugurando em fevereiro. Os profissionais que atuam no local, através da contratação de uma ONG, atendem em torno de 50 pessoas diariamente.

Como já há uma organização gerindo o local, de acordo diretor do setor de imigração do Ministério da Justiça, André Furquim, serão avaliados quais os serviços podem ser adicionados no Centro de Atendimento ao Imigrante, como capacitações profissionais e cursos de idiomas. Além disso, pode ser estudada em um convênio com o Governo Federal a ampliação do espaço. 

“Em duas semanas estaremos novamente em Brasília acompanhando e cobrando a evolução destas agendas. Vamos mergulhar nestas pendências e resolvê-las até o fim do ano, pois estas também são demandas prioritárias do governador”, comenta a secretária.

Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 

O Sistema Nacional de Empregos (Sine), em Joinville, vinculado a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, informa as vagas de emprego para preenchimento até o dia 8 de março. Os interessados devem procurar o local das 12h30 às 18h30, na Rua Nove de Março, 774, sala 2. Para se cadastrar é preciso levar carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelos telefones (47) 3481-2137 e (47) 3481-2138.

*Confira as vagas

Auxiliar de operação – 1 vaga – R$ 1.300,00

Auxiliar de técnico de eletrônica (vaga temporária) – 1 vaga – R$ 1.500,00

Auxiliar Técnico de refrigeração – 1 vaga – salário à combinar

Cobrador pracista – 1 vaga – R$ 1.270,00

Confeiteiro – 1 vaga – salário à combinar

Costureira em geral – 10 vagas – R$ 1.320,00

Cozinheiro geral – 1 vaga – salário à combinar

Cozinheiro geral – 1 vaga – R$ 1.368,05

Estofador de móveis – 1 vaga – salário à combinar

Faxineiro – 1 vaga - – R$ 1.087,16

Jardineiro – 1 vaga – R$ 1.087,16

Manobrista (carreta) – 1 vaga – R$ 1.320,00

Marceneiro – 1 vaga – R$ 1.800,00

Montador de estruturas metálicas – 2 vagas – R$ 1.270,00

Motofretista – 1 vaga – R$ 1.082,00

Motorista Carreteiro (CNH D ou E) – 70 vagas – salário à combinar

Operador de máquina de corte de roupas ( lingerie) – 2 vagas – R$ 1.236,40

Operador de máquina-elevador – 1 vaga – R$ 1.200,00

Operador de máquinas fixas, em geral – 1 vaga – R$ 1.236,40

Preparador de máquinas – 2 vagas – salário à combinar

Representante comercial autônomo – 1 vaga – comissão 19% sobre vendas

Técnico de refrigeração – 1 vaga – salário à combinar

Vendedor porta a porta para plano de saúde – 4 vagas – R$ 1.090,00 + comissão

Vendedor pracista para setor de produtos de limpeza – 2 vagas – R$ 1.200,00 + comissão

Vendedor pracista para seguros de vida – 1 vaga – R$ 1.276,40 + comissão

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) tornam pública a Portaria 007 do Concurso Público 001/2017 que prevê a convocação, para o Exame de Avaliação de Aptidão Psicológica Vocacionada e de Títulos, dos candidatos aprovados na prova objetiva de conhecimentos para o nível inicial das carreiras de perito oficial e técnico pericial do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina.

As pessoas relacionadas no documento convocatório (folha 1, folha 2 e folha 3) deverão comparecer ao Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas da Esag (Udesc) no domingo, dia 4 de fevereiro de 2018, às 14h, para a realização da prova. É necessária a apresentação do documento de identificação original e estar presente 30 minutos antes do horário marcado para o teste.

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) fica na Avenida Madre Benvenuta, 2037, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.

Etapas do Concurso 001/2017 do IGP

As provas do Concurso Público 001/2017 aconteceram no dia 26 de novembro de 2017 em oito cidades do Estado: Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó. Os candidatos responderam a 80 questões objetivas.

São 49 vagas para os cargos de perito criminal, perito criminal bioquímico, perito médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista. Os vencimentos para os aprovados vão até R$ 15.820,84.

O concurso público está sob responsabilidade do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) e é coordenado pela Comissão de Concurso Público IGP/SSP, designada pela Portaria nº 271/GEPES/DIAF/SSP de 28 de agosto de 2017.

O resultado final da seleção, após as cinco fases, será conhecido no dia 4 de maio de 2018.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

A Celesc oferece cursos gratuitos de Eletricista Instalador Predial com Ênfase em Eficiência Energética e NR-10 – Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade. Além de capacitar os alunos para que se tornem profissionais da área, a empresa irá fornecer vale transporte e um kit de ferramentas para os participantes já iniciarem suas atividades no mercado de trabalho. Ambos os cursos serão custeados com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Celesc/Aneel.

As 160 vagas serão preferencialmente destinadas da seguinte forma e ordem: 20% para mulheres, 20% para imigrantes, 10% para egressos do sistema prisional e 50% para brasileiros (homens e mulheres) residentes nos municípios atendidos pelas agências regionais da Celesc em Florianópolis/São José, Blumenau e Joinville - com uma turma de 20 alunos por cidade. Em Criciúma e Chapecó serão abertas duas turmas de 20 alunos em cada região. No caso de haver mais inscritos do que vagas, os critérios de desempate serão de acordo com as prioridades do edital.

Os cursos, que iniciam em 19/02, serão ministrados nas unidades regionais do Senai/SC e têm por objetivo principal capacitar o público para atuar no setor elétrico, com foco nas normas de segurança e na eficiência energética das instalações. Com duração de quatro meses, as aulas serão, em média, de quatro vezes por semana.

As inscrições devem ser realizadas presencialmente nas unidades do Senai em que os cursos serão realizados. Mais informações estão disponíveis no site www.celesc.com.br.

SERVIÇO
O quê: Cursos gratuitos de Eletricista Predial e NR10
Onde: Senai de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville e São José
Inscrições: presenciais nas unidades do Senai das cidades acima citadas
>>> Confira o edital

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail: comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br

 

O Sistema Nacional de Empregos (Sine), em Joinville, vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, divulgam as vagas de emprego para preenchimento até sexta-feira, 19. Os interessados devem procurar o local das 12h30 às 18h30, na Rua Nove de Março, 774, sala 2. Para se cadastrar, é preciso levar carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelos telefones (47) 3481-2137 ou (47) 3481-2138.

*Confira as vagas

Analista de marketing - 1 vaga - R$ 1.800,00

Analista de programação e controle da produção - 1 vaga - salário a combinar

Auxiliar de linha de produção (Jovem Aprendiz) - 30 vagas - R$ 761,46

Auxiliar técnico de montagem - 2 vagas R$ 1.350,00

Bombeiro civil - 5 vagas – R$ 1.641,01

Cozinheiro geral - 2 vagas R$ 1.900,00

Cozinheiro geral - 1 vaga - R$ 1.468,68

Garçom - 1 vaga - R$ 1.324,21

Mecânico de manutenção de maquina industrial - 1 vaga - R$ 1.600,00

Mãe social - 1 vaga - R$ 1.264,54

Operador de injetora de plástico - 2 vagas - R$ 9,43 por hora

Operador eletromecânico - 1 vaga – R$ 2.000,00

Representante comercial autônomo - 1 vaga -R$ 3.000,00

Soldador mecânico - 1 vaga - R$ 1.600,00

Sushiman - 2 vagas – R$ 1.535,05

Vendedor - 1 vaga – R$ 1.400,00

Vendedor interno - 1 vaga – R$ 1.200,00

Vendedor orçamentista - 1 vaga – R$ 1.000,00

Vendedor pracista - 1 vaga - à combinar

Vendedor pracista - 2 vagas – R$ 1.330,00

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville