Foto: Heron Queiroz/Fesporte/Arquivo

Criada em 1993 por meio da Lei 9.131, a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) completou 25 anos de fundação. Desde a sua criação, mais de 10 milhões de atletas passaram por seus eventos esportivos, cujo calendário é composto por 10 programas, que somados em todas as suas fases correspondem a 259 eventos. Em 2018, tiveram a participação de 273.715 atletas com idade a partir de 12 anos.

A gestão esportiva promovida pela Fesporte está dividida em três setores: esporte de rendimento, de participação e de base e inclusão (escolar). Essas áreas realizam 10 programas esportivos, cuja maioria tem em sua formatação três etapas: microrregional, seletiva e estadual, atingindo um total de 259 eventos diretamente promovidos pelo Governo do Estado.

No leque dos eventos de rendimento a Fesporte realizou Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) e Joguinhos Abertos de Santa Catarina totalizando 23.383 participantes.

Já no campo dos eventos escolares foram realizados os Jogos Escolares de Santa Catarina de 12 a 14 anos (Jesc 12-14), Jogos Escolares de Santa Catarina de 15 a 17 anos (Jesc 15-17), Festival Escolar Dança Catarina, Campeonato Catarinense Escolar de Futebol (Moleque Bom de Bola), Jogos Escolares Paradesportivos de Santa Catarina (Parajesc) e Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) com um total de 241.722 participantes.

Nos eventos de participação, foram realizados os Jogos Abertos da Terceira Idade (Jasti) e Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (Parajasc) totalizando 8.610 participantes.

Em 2018, a totalidade dos 273.715 de participantes dos eventos da Fesporte representou um acréscimo de 19,4% em relação a 2017. O investimento, neste ano, foi de R$ 10,1 milhões, um crescimento de 4,56% em comparação ao de 2017. O custo foi de R$ 37,03 por atleta participante.


Foto: Antonio Prado/Fesporte/Arquivo

Referência

Por seus eventos esportivos e por sua política de abrangência a Fesporte e Santa Catarina são consideradas referências para o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e Comitê Paralímpico Brasileiro(CPB) e figuram entre as grandes instituições públicas do Brasil, ficando entre gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Só nos últimos três anos os atletas catarinenses, gerenciados pela Fesporte, conquistaram 140 medalhas nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ).

Para a presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, os eventos esportivos da instituição têm um impacto bastante positivo na sociedade catarinense, pois promove a vivência de valores necessários para o convívio em sociedade como a tolerância, a inclusão, o respeito, a disciplina e a perseverança na busca de objetivos.

“O esporte é uma atividade abrangente, visto que engloba diversas áreas importantes para a humanidade, como saúde, educação, turismo, segurança, entre outros. O esporte é uma ferramenta de transformação social, sobretudo aos jovens. Por isso, presidir uma instituição que há 25 anos fomenta o esporte catarinense é motivo de muita satisfação. A Fesporte já faz parte da cultura esportiva de SC. Ao longo dos anos, por meio dos seus eventos, vêm revelando talentos esportivos para o Brasil”.

Em 2018, ao fazer uma análise da estrutura esportiva de Santa Catarina, gerenciada pela Fesporte, o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, o bicampeão paralímpico  do futebol de 5 para cegos Mizael Conrado, disse que Santa Catarina é um dos Estados com o melhor trabalho de inclusão do Brasil, sobretudo com as crianças na atividade física.  “Foi o Estado que primeiro criou uma competição estadual, os Parajasc, que é muito importante. Os Parajaps, no Paraná, certamente foram estimulados pelos Parajasc. Temos grandes trabalhos paradesportivos em todo o Estado de SC”, destacou.

O ex-judoca Rogério Sampaio, medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona 92 e diretor-geral do COB destaca que Santa Catarina é muito ativo nos eventos realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, movimentando sua juventude em prol dos benefícios da prática esportiva. “Agradeço o empenho de toda a Fesporte no trabalho desenvolvido em prol da evolução esportiva em todo estado”, destaca Sampaio.

Rogério Sampaio lembra que em setembro o COB realizou uma etapa regional dos Jogos Escolares em Joinville. “Este evento contribuiu para a disseminação dos valores e ideais olímpicos não só para o estado como para toda a Região Sul do país”.


Foto: Antonio Prado/Fesporte/Arquivo

Divulgação

A mídia digital tem sido o principal veículo de divulgação dos eventos promovidos pela Fesporte. Foram feitas 36 mil publicações, entre notícias, fotos e vídeos. Essas publicações tiveram o alcance de certa de três milhões de pessoas, direta ou indiretamente. Dentro do que se pode apurar com veículos parceiros ou que tiveram autorização da Assessoria de Imprensa da Fesporte, foram 56 transmissões ao vivo, que totalizaram 4.656 minutos de transmissões, equivalente a cerca de 78 horas. Quanto ao predomínio de faixas etárias do público atingido, de 25 a 34 anos foram 37% e de 19 a 24 anos, 31%, sendo em 55% mulheres e 45% homens.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Comunicação - Fesporte 
Júlio Castro
Antônio Prado
Heron Queiroz
Zenilda Stein
Júlio Wojcikiewicz Pereira
Tel: (48) 3665 6126, 3665 6127, 3665 6128
Cel: (48) 8802 7742
www.fesporte.sc.gov.br
https://www.facebook.com/fesporte

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Atletas das delegações que representaram Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude, em Natal, e nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo, visitaram o gabinete do governador Eduardo Pinho Moreira, na tarde desta quinta-feira, 13, em Florianópolis. O grupo representa um total de 450 jovens que conquistaram resultados importantes nas duas competições.

Nos Jogos Escolares, Santa Catarina ficou entre os três primeiros e, nas Paralimpíadas, vice-campeão. Os atletas foram recebidos pelo chefe de gabinete do governador do Estado, Miguel Ximenez. A presidente da Fesporte, Natália Lúcia Petry, professores e dirigentes esportivos acompanharam a visita.

Integrantes do projeto de extensão Baby Basquetebol, do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), participam entre os dias 13 e 22 deste mês de um intercâmbio na Cidade do México. A delegação será formada por 15 alunos, das categorias Sub14 e Sub15, acompanhados dos professores Paulo Henrique Xavier de Souza, coordenador do programa de extensão Basquetebol para Todos, e Gilberto Vaz, idealizador e voluntário do projeto. 

O voleibol está na programação da Olesc (Foto: Heron Queiroz/Fesporte)

A partir da próxima sexta-feira, dia 30, começam as emoções estaduais da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e os cerca de 4 mil atletas com idades entre 14 a 16 anos, de 84 municípios dos quatros quantos de Santa Catarina, não veem a hora da competição começar. Indaial e Timbó sediarão a competição, um fato inédito nos 18 anos de história do torneio, cuja promoção é do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras de Timbó e Indaial.

Foto:Antônio Prado/Fesporte

Foi um saldo bastante positivo. Esta é a avaliação dos integrantes da Fesporte para a participação do Time Santa Catarina nos Jogos Escolares da Juventude (JEJs) para estudantes de 12 a 14 anos e de 15 a 17 que finalizaram neste domingo, 25, em Natal (RN). Ao fim da competição, iniciada dia 12, Santa Catarina fechou sua participação com um total de 72 medalhas, sendo 13 de ouro, 36 de prata e 23 de bronze.No último dia de disputas, neste domingo, os catarinenses conquistaram mais duas medalhas de bronze com o judô e um quinto lugar no basquete masculino 12 a 14 anos.

As medalhas vieram com Daniel Silva, da Escola Municipal Professora Elza Pacheco, na categoria pesado 15 a 17 anos, e Luiz Felipe Freitas de Mello, do Centro Educacional Promissor, de Palhoça, categoria médio, 15 a 17 anos.

Nas disputadas pelo terceiro lugar, os times catarinenses não conquistaram seus objetivos, que era a medalha de bronze, mas conseguiram ficar entre os melhores  do Brasil. Os treinadores consideraram o resultado normal por enfrentarem fortes equipes, bases da seleção do Rio de Janeiro.

O basquete feminino 12 a 14 anos do Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, perdeu por 39 a 34 para o Santa Mônica Centro Educandário. Já o basquete feminino 15 a 17 anos Colégio Evangélico Jaraguá, também de Jaraguá do Sul, foi derrotado por 56 a 44 para Colégio ADN Master. E o basquete masculino 15 a 17 anos do Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis, perdeu por 51 a 45 para Santa Mônica Centro Educacional.

Basquete masculino 12 a 14 anos garantido na etapa nacional 2019

Na disputa da quinta colocação, que garantia Santa Catarina na fase nacional dos Jogos Escolares 2019 sem a necessidade de repescagem na fase regional, o basquete masculino 12 a 14 anos do Colégio São José, de Itajaí, venceu por 49 a 43 o Colégio Ari de Sá Cavalcante, do Ceará, e conseguiu chegar ao seu objetivo.

O Handebol masculino 12 a 14 anos da Escola Estadual Rubens de Arruda Ramos, de Lages, perdeu por 26 a 22 para a Escola Municipal Dona Maria Artemir Pires, de Mato Grosso. Com o resultado a modalidade terá que disputar em 2019 e etapa classificatória regional Sul para tentar uma vaga na etapa nacional dos JEJs.

Santa Catarina disputou os Jogos Escolares da Juventude, em Natal, com uma  delegação composta por 305 integrantes, entre atletas (de 138 escolas de 48 municípios) e coordenadores de modalidades e foi gerenciada pelo Governo Estadual por intermédio da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte).

O Time SC disputou nas modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, voleibol, vôlei de praia, futsal, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, handebol, judô, luta olímpica e xadrez.

 SC fecha Jogos Escolares da Juventude em Natal com 72 medalhas conquistadasA natação conquistou 22 medalhas para Santa Catarina em Natal (Foto: Antonio Prado/Fesporte)

O atletismo foi o que conquistou mais medalhas, um total de 26, sendo quatro de ouro, 13 de prata e nove de bronze. A natação foi a segunda a conquistar mais medalhas em um total de 22, sendo seis de ouro, 13 prata e três de bronze.

Ao fazer uma avaliação do Time SC nos JEJs, a presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, se disse muito orgulhosa da equipe catarinense, principalmente pelo nível técnico apresentado pelos atletas. “Comprovamos que nosso estado é referência no desenvolvimento do desporto escolar. Foram muitas medalhas conquistadas e mantivemos equipes na divisão de elite dos JEJs 2019. Agradeço toda nossa equipe técnica e de apoio”, destacou.

Em sua avaliação, Natália agradece aos profissionais de educação física pelo excelente trabalho desenvolvido e por contribuírem significativamente na formação dos atletas catarinenses.

“Parabéns aos atletas pelos excelentes resultados, mas acima de tudo, por aproveitarem essa experiência para agregar valor no seu crescimento pessoal”, finalizou a presidente da Fesporte.

Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os JEJs, que não divulgam o campeão geral, mudaram de formato nesta edição 2019 sendo organizados em uma só sede para estudantes de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos. Nas edições anteriores havia dois JEJs para idades específicas e em sedes diferentes.

Segundo o COB a mudança visou diminuir gastos com evento. Para esta etapa nacional,  em Natal, os estados que não ficaram nas primeiras colocações em 2017 tiveram que passar pelas etapas classificatórias regionais, outra mudança adotada pelo COB neste ano.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 



Os destaques do esporte catarinense de 2018 serão conhecidos na próxima segunda-feira, dia 26 de novembro, na cerimônia do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, em sua 10ª edição. O Evento será realizado no Teatro Pedro Ivo Campos, em Florianópolis, com início às 19h30. “Conheceremos os grandes vencedores do esporte catarinense em um evento para campeões”, afirma o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Tufi Michreff Neto. O Troféu Gustavo Kuerten é uma iniciativa da SOL em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK).

Concorrem aos prêmios cinco finalistas em cada categoria, sendo três eleitos em votação popular pela Internet e outros dois indicados pelo Conselho Estadual de Esporte. Os vencedores serão definidos na manhã que antecede a premiação pela curadoria do Troféu. Neste ano, o prêmio alcançou um record de votação popular com 10817 votos nos 219 finalistas indicados pelas Federações Esportivas e Entidades do Paradesporto.

O Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte foi criado por meio do Decreto 1.279 de 16 de abril de 2008, com o objetivo de homenagear atletas, entidades, técnicos e equipes catarinenses que tiveram destaque especial ao longo do ano.

Confira os finalistas 2018 em cada categoria:

O MELHOR ATLETA

LUCAS DA SILVA CATANHEDE - ATLETISMO

WILLIAN CARDOSO - SURF

EDER GEOVANI LUCIANO - BODYBOARDING

FELIPE GONZAGA CAVALCANTI - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

PEDRO BOSCARDIN DIAS - TÊNIS

A MELHOR ATLETA

SABRINA ZEFINO PEREIRA - KARATÊ

KATHIÊ GOULART LIBRELATO - XADREZ

TAINÁ HINKEL SANTOS - SURF

SIMONE PONTE FERRAZ - ATLETISMO

GABRIELLA PEREIRA GIRALDI - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

O MELHOR ATLETA PARADESPORTIVO

FLAVIO REITZ - ATLETISMO

BRUNO BECKER DA SILVA - NATAÇÃO

JOÃO PAULO SANTIAGO GREGORINE - NATAÇÃO

FIDEL TEIXEIRA LOPES - SURF ADAPTADO

ADEMIR MORO - HANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

A MELHOR ATLETA PARADESPORTIVA

SUZANA NAHIRNEI - ATLETISMO

CAMILA MULLER - ATLETISMO

MARIELE ZENAIDE DOS SANTOS - NATAÇÃO

BRENDA SOUZA - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

SUÉLEN MACHESKI DE OLIVEIRA - ATLETISMO

O MELHOR ATLETA DE FUTEBOL PROFISIONAL

EBERT WILLIAN AMÂNCIO (BETÃO) - FUTEBOL

CLAUDIO RODRIGUES GOMES (GUGA) - FUTEBOL

JANDREI CHITOLINA CARNIEL - FUTEBOL

JOSÉ RENATO DA SILVA JUNIOR - FUTEBOL

CARLOS EDUARDO SANTOS OLIVEIRA - FUTEBOL

O (A) ATLETA REVELAÇÃO

DOUGLAS HERNANDES MENDES DA SILVA - ATLETISMO

JAQUELINE SCHMITZ - VOLEIBOL

NICOLE NUNES - XADREZ

GUILHERME MARIANTE FILHO - BODYBOARDING

ANA LUIZA FRANCESCHI DE SOUZA - GINÁSTICA RÍTIMICA

O (A) ATLETA REVELAÇÃO DO PARADESPORTO

ISAAC LORENZO DE JESUS - NATAÇÃO

LUCAS THIAGO CORREA - FUTEBOL PC

LUANA MENDES - NATAÇÃO

LUIZ OTÁVIO DE FARIAS DE SOUZA - NATAÇÃO

CAROLINE GOMES DE CASTRO - ATLETISMO

A MELHOR ENTIDADE ESPORTIVA

ASSOCIAÇÃO CORVILLE DE ATLETISMO - ATLETISMO

CLUBE CONCORDIENSE DE XADREZ - XADREZ

ASM – ASSOCIAÇÃO DE SURF DA ARMAÇÃO E MATADEIRO - BODYBOARDING

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DO JUDÔ E DANÇA - JUDÔ

GASPAR BLACK HAWKS - ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL AMERICANO DE GASPAR (AFAG) - FUTEBOL AMERICANO

A MELHOR ENTIDADE PARADESPORTIVA

ACARISUL - NATAÇÃO

SECRETARIA DE ESPORTES DE JOINVILLE - SESPORTE - ATLETISMO

APAE - BIGUAÇU - ATLETISMO

ASSOCIAÇÃO SURF SEM FRONTEIRAS - SURF ADAPTADO

APESBLU - ASSOCIAÇÃO DO PARADESPORTODE BLUMENAU - ATLETISMO

O (A) MELHOR TÉCNICO (A)

DIOGO DIAS GAMBOA - ATLETISMO

ANDERSON ANDRES - BADMINTON

FABRICIO DE SOUZA - KARATÊ

AMANDA GALLO SILVA - GINÁSTICA RÍTIMICA

LUANA GOMES AMARAL - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

O (A) MELHOR TÉCNICO (A) PARADESPORTIVO

ALAN MARTTOS HELBOK - NATAÇÃO

FÁBIO ARAÚJO MARTINS - ATLETISMO

FLADIMIR F. KLEIN - NATAÇÃO

ALINE RITA DE BARROS - BOCHA PARALÍMPICA

JULIO CESAR SILVA - HANDEBOL EM CADEIRAS DE RODAS

A MELHOR EQUIPE ESPORTIVA

UNIÃO CATARINENSE DE ATLETISMO - ATLETISMO

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA GUARACIABA - VOLEIBOL

JARAGUÁ BREAKERS - FLAG FOOTBALL

EQUIPE DE SHOW COLÉGIO CULTURA - PATINAÇÃO ARTÍSTICA

T-REX FUTEBOL AMERICANO - FUTEBOL AMERICANO

A MELHOR EQUIPE PARADESPORTIVA

EQUIPE DE BOCHA PARALÍMPICA DA AFADEFI - BOCHA PARALÍMPICA

CLUBE DE REGATAS ALDO LUZ - REMO PARALÍMPICO

FALCÕES DO OESTE - HANDEBOL EM CADEIRAS DE RODAS 

EQUIPE ATLETISMO - APAE - JARAGUÁ DO SUL - ATLETISMO

FLORIPA MAGIC/AFLODEF - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

O (A) MELHOR ÁRBITRO (A)

MARIA CRISTINA FERREIRA SANTOS - NATAÇÃO

PRISCILA JOCHEM - VÔLEI DE PRAIA

ANA CLÁUDIA HASSE ENDLER - GINÁSTICA RÍTIMICA

MOACIR VEIGA KIENAST - BODYBOARDING

LUCIANO RIETTER - XADREZ

O (A) MELHOR ÁRBITRO (A) DO PARADESPORTO

MARCELO DA SILVA SCHLUTER - BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

Foto: Antonio Prado/Fesporte

O time de Santa Catarina fechou o segundo bloco de modalidades dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs), nesta terça-feira, 20, em Natal (RN), conquistando mais 15 medalhas, sendo cinco de ouro, seis de prata e quatro de bronze. Só o atletismo acrescentou mais 10 medalhas para os catarinenses. O segundo bloco dos JEJs envolveram, além do atletismo, badminton, voleibol e futsal. 

Agora, no quadro de medalhas, Santa Catarina dispõe no total de 66 medalhas sendo 13 de ouro, 36 de prata e 17 de bronze. A partir desta quinta-feira, os Jogos Escolares da Juventude entram no terceiro e último bloco de competição com as disputas por medalhas do judô, luta olímpica, basquete e handebol.

Nesta terça-feira, último dia de disputas do segundo bloco, os principais destaques do time Santa Catarina foram as medalhas de ouro no voleibol masculino, 12 a 14 anos, futsal feminino 15 a 17 anos e as três medalhas de ouro no atletismo.

O Voleibol masculino, 12 a 14  anos, da Escola Erwin Prade, de Timbó, foi campeão com propriedade ao bater o Colégio Leonardo da Vinci, de São Paulo, por 3 a 0, com parciais de 25/14, 25/16 e 25/15.

Outro que fez bonito em quadra foi o futsal feminino 15 a 17 anos da Escola Estadual Lurdes Lago, de Chapecó. As atuais campeãs mundiais escolar venceram por 4x3 nos pênaltis o Colégio Senador Atílio Fontana, do Ceará, após empatar em 2 a 2 com os gols catarinenses marcados por Rafa e Manu.

As meninas do futsal 12 a 14 anos da Escola Estadual Vidal Ramos Júnior, de Concórdia, ficaram com a medalha de prata ao perder por 3 a 2 para o Rio de Janeiro.

Quem também ficou com a prata foi vôlei feminino 12 a 14 anos do Colégio Sara Castelhanno, de Guaraciaba,  que perdeu por 3 a 2 para o Sistema Elite de Ensino (RJ) com parciais de 25/13, 16/25, 25/23, 22/25 e 12/15.

No badminton, dupla feminina, 12 a 14 anos,  Santa Catarina foi prata com Natália Stein/Colégio de Aplicação Uniarp, Caçador, e Natalya Geisler, Colégio Hamônia, de Ibirama. 

Confira os medalhistas do atletismo desta terça

Ouro

- Arremesso de peso 1 lugar peso masculino 14 anos Lucas Gabriel Gerlach, EEF SERSE Oldenburg, Palmitos  

- 400m rasos, 15 a 17 anos  - Karolina Bernardes/EEM Dite Freitas Escola Jovem/Tubarão

- Revezamento 4x75 (Marcos Machado/EEB Dom Pio de Freitas, Joinville; Erick Moisés/EBM Bairro Bortolotto, Nova Veneza; Lucas Gabriel  Antunes/ Colégio Santa Terezinha, Florianópolis e Leonardo Mendes/EM Tereza Mazoli, Joinville)

Prata

- Arremesso de peso - Juan Anding – Colegio Elias Moreira, de Joinville

- 250 metros rasos - Lucas Gabriel Fernandes Antunes – Colegio Santa Terezinha, Florianópolis

- 800 metros 15 a 17 anos -Larissa da Silva – EEB Abílio César Borges/Nova Veneza

Bronze

- 1.000 rasos, 12 a 14 anos - Gabriel Ristow Tasca/Colégio Bom Jesus Divina Providência, de Jaraguá do Sul

- Lançamento do dardo 12 a 14 anos  – Gabriela Jenevro – Colégio Dom Bosco/Chapecó

- Arremesso do peso, 12 a 14 anos, Taniele Rodrigues/EEBM prof. Vidal Ferreira/Pomerode

- Revezamento 4x400 misto, 15 a 17 anos (Mikaely Demo/EEB Abílio César Borges, Nova Veneza; Karolina Bernardes/EEM Dite Freitas Escola Jovem/Tubarão; Gabriel Jorge Ferreira/Colégio Catarinense, Florianópolis e Oriel Proença/EEB Prof. João Widemann, Blumenau.

- O basquete masculino 15 a 17 anos será representado pelo Instituto Estadual de Educação, de Florianópolis.

- Basquete feminino 15 a 17 anos – Colégio Evangélico Jaraguá, Jaraguá do Sul.

- Basquete masculino 12 a 14 anos – Colégio São José, Itajaí

- Basquete feminino 12 a 14 anos -  Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul.

Jogos Escolares da Juventude

Os JEJs são promovidos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e o time Santa Catarina, em Natal, é gerenciado pelo Governo Estadual por intermédio da Fesporte.

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Foto: Antônio Prato/Fesporte

Terminou nesta quinta-feira, 15, em Natal (RN), a primeira parte dos Jogos Escolares da Juventude (JEJs) com as definições dos campeões do ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. E o saldo para Santa Catarina foi bastante positivo:  35 medalhas no total:  7 ouro, 21 de prata e 7 de bronze.

Foto: Antonio Prado/Fesporte

Começa nesta sexta-feira, 9, em Itá, a etapa Oeste do Festival Escolar Dança Catarina. Estarão no município cerca de 350 alunos bailarinos de 24 escolas de 18 municípios catarinenses que disputarão até este sábado, dia 10, medalhas nas categorias dança livre (mirim, infantil e juvenil), danças populares, dança folclórica infantil, dança de salão infantil e juvenil (que engloba danças contemporâneas, jazz, moderna, urbana, entre outras).
 
As apresentações ocorrerão no Ginásio Municipal Hermes Pierozan, com a cerimônia de abertura às 18h30 desta sexta-feira.  Fazem parte da regional escolas que congregam as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) de São Miguel do Oeste, Dionísio Cerqueira, Itapiranga, Palmitos, Maravilha, São Lourenço do Oeste, Quilombo, Xanxerê, Chapecó e Seara. 
 
Neste sábado, a partir das 10 horas, a organização do Dança Catarina oferece gratuitamente aos educadores da região cursos de dança ministrados pelos jurados do festival. As aulas ocorrerão Ginásio Municipal Hermes Pierozan.
A manhã desta sexta-feira foi reservada para a montagem do palco, ajustes na iluminação e som e no período da tarde houve a passagem de palco pelos participantes. 
 
O Festival Escolar Dança Catarina é uma promoção do Governo Estadual por meio da Fesporte, com apoio das ADRs.  A etapa Oeste tem a parceria da prefeitura de Itá.
 
Itá sedia o segundo evento da etapa regional do festival. O primeiro foi a etapa Leste-Norte realizado nos dias 20 e 21 de outubro em Gaspar. A terceira regional será a Sul em Balneário Camboriú, entre os dias 16 e 17 de novembro, com as disputas entre as escolas das ADRs da Grande Florianópolis, Brusque, Itajaí, Laguna, Tubarão, Criciúma, Braço do Norte e Araranguá.
 
E por fim a quarta e última regional, a Centro-Oeste,  que será realizada entre os dias 23 e 24 de novembro, em Caçador, envolvendo as escolas das ADRs de Lages, São Joaquim, Campos Novos, Curitibanos, caçador, Joaçaba, Videira, Mafra, Canoinhas e Concórdia.
 
Participam da etapa regional as escolas campeãs e vices da fase microrregional de sua região. Em 2018 foram realizadas 20 etapas classificatórias microrregionais com início dia 31 de agosto com a microrregional de Laguna. 


A delegação de Santa Catarina está de malas prontas rumo a Natal, no Rio Grande do Norte, onde participará, de 12 a 25 de novembro, dos tradicionais Jogos Escolares da Juventude (JEJs). Organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), os jogos mudarão de formato e serão organizados em uma só sede para estudantes de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos. Nas edições anteriores havia dois JEJs para idades específicas e em sedes diferentes. 
 
Segundo o COB a mudança visou diminuir gastos com evento. Para esta etapa nacional, em Natal, os estados que não ficaram nas primeiras colocações em 2017 tiveram que passar pelas etapas classificatórias regionais, outra mudança adotada pelo COB neste ano. A delegação de Santa Catarina que viaja para Natal, a partir de segunda-feira dia 12, será composta por 266 atletas oriundos de 138 escolas de 48 municípios, perfazendo um total de 305 pessoas, incluindo técnicos e dirigentes.
 
Nesta primeira viagem embarcarão atletas do ciclismo, ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez. Já no dia 16 de novembro será a vez do atletismo, badminton, voleibol e futsal. E no dia 21 embarca o último grupo formado pelos times de basquete, handebol, judô e luta olímpica.
 
A expectativa é que Santa Catarina faça um bonito papel na competição rivalizando como estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Paraná. “Nas últimas edições dos JEJs Santa Catarina conquistou entre 32 a 47 medalhas e acreditamos que podemos continuar neste patamar”,  diz com confiança Josélia Teixeira, gerente de esporte de base e inclusão da Fesporte e chefe da delegação catarinense em Natal.
 
“As competições escolares da Fesporte, contemplam, em todas as suas etapas, da microrregional até a estadual, aproximadamente 674 mil alunos. E a maioria dos atletas que irão para Natal são os campeões dos nossos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc), ou seja, representarão nosso estado atletas de qualidade, por isso acredito que faremos uma ótima competição”, destaca a professora Natália Lúcia Petry, presidente de Fesporte.
 
A delegação de Santa Catarina, em Natal, será gerenciada pelo Governo de Santa Catarina, por intermédio da Fesporte