O governador em exercício de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, participa, nesta sexta-feira, 11, da inauguração da Delegacia de Polícia Civil de Pescaria Brava. No mesmo ato, marcado para as 17h30, Eduardo Moreira fará a assinatura de ordem para a elaboração do projeto de engenharia para as obras do acesso rodoviário Estiva – Siqueiro, com investimentos de R$ 483,7 mil.

Com as instalações concluídas, a delegacia da Polícia Civil de Pescaria Brava funcionará das 12h às 19h e realizará atendimento ao público, registro de boletim de ocorrência, ação de polícia judiciária (termo circunstanciado, inquérito e atos infracionais), investigações e fiscalização.

Acesso rodoviário Estiva-Siqueiro

A lei que autoriza o município de Pescaria Brava a firmar convênio com o Governo do Estado para a obtenção de recursos para a pavimentação do acesso entre as localidades de Estiva e Siqueiro, foi sancionada em março desse ano.

Para a elaboração do projeto da obra o Estado vai destinar recursos de R$ 483,7 mil. O trecho entre as duas localidades tem 11 quilômetros e concentra aproximadamente 200 famílias de agricultores. A pavimentação vai ajudar principalmente no escoamento da produção de farinha de mandioca, uma das principais atividades agrícolas do município. A via também é utilizada por pecuaristas para o transporte de animais.

Serviço:

O quê: Inauguração Delegacia Polícia Civil e assinatura da ordem para elaboração do projeto de pavimentação entre as localidades de Estiva-Siqueiro.

Quando: Sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Onde: SC 437, Km 1, s/n - Bairro Santiago - Pescaria Brava

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Rodrigo Stüpp / Secom

No programa semanal Com a Palavra, o Governador, Raimundo Colombo falou da ação do Estado nos processos de regularização fundiária. Técnicos estão sendo capacitados e o trabalho terá aporte financeiro do Governo para garantir que documentos como as escrituras possam ser entregues sem burocracias e de forma mais ágil aos proprietários de terras e imóveis que ainda estão em situação irregular.

“É uma ação social muito importante, porque às vezes a pessoa mora há anos num local, mas não tem o documento e não pode oficializar seu patrimônio, isso causa muitos transtornos. Agora a lei facilitou e a gente tem que ajudar. Com o documento em mãos, as famílias terão segurança e normalidade com relação à posse de suas terras ou imóveis”, destacou o governador.

Os contratos com 18 municípios, via Badesc, que vão garantir recursos para a realização de obras e aquisição de equipamentos, também foram abordados no comentário do governador. Para Colombo é uma forma de dinamizar a economia, fazer o dinheiro circular e vencer a crise com investimentos, por parte das prefeituras, em diversas regiões. Ao todo, R$ 56 milhões serão repassados por meio do programa Badesc Cidades.

O outro assunto da entrevista foi a inauguração do Centro Administrativo da secretaria de Estado da Segurança Pública, na área continental de Florianópolis. O novo espaço vai unificar as sedes administrativas da Polícia e do Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias, Detran e Polícia Civil, além das gerências e diretorias da SSP. “Fizemos todos os estudos e cálculos pra saber se valeria à pena fazer esse investimento, e valeu. Com a nova estrutura, o Estado vai economizar e aumentar sua eficiência no atendimento ao cidadão”, avaliou.

A íntegra do programa Com a Palavra, o Governador está disponível nos canais oficiais do Governo do Estado no Vimeo e no Youtube. O áudio da entrevista pode ser acessado pela Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo assumiu a presidência do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) em cerimônia em Florianópolis, nesta sexta-feira, 4, destacando a importância de promover a integração entre os estados vizinhos para trabalhar demandas em comum na promoção da economia da região Sul e no enfrentamento da crise econômica nacional.

>>> Galeria de fotos

O ato, que fez parte de reunião ordinária do conselho, contou com a participação do governador do Paraná, Beto Richa, até então presidente do Codesul; do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori; da vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto; e do vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Moreira, além de secretários de Estado do governo catarinense.

“Nosso papel é criar um clima de colaboração mútua. A integração nos dá uma força muito maior para defender demandas em comum. Precisamos fortalecer os estados para garantir a proteção da sociedade, com geração de emprego e prestação de serviços de qualidade”, afirmou Colombo. O governador catarinense explicou que secretários de Estado de áreas afins também trabalham de forma conjunta para que a integração ocorra em diferentes áreas, como turismo, agronegócio e comércio internacional.

O governador paranaense Beto Richa destacou, ainda, o trabalho realizado pelos quatro estados na área de sanidade animal, iniciativa essencial para promover a competitividade da agroindústria no mercado internacional. A vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, acrescentou a preocupação com a segurança nas regiões de fronteira, outra demanda em comum que merece atenção dos quatro estados e também do governo federal. “Se não estivermos de fato unidos, não conseguiremos avançar”, destacou, ao defender a integração dos estados em diferentes áreas de atuação.

Os quatro estados também cobraram a revisão da distribuição de recursos por parte do governo federal e a criação de fundo de investimentos exclusivo para a região Sul. “A federalização tem que ser outra. O poder de governança tem que ser partilhado. E essa é a época para fazer as mudanças necessárias”, avaliou o governador gaúcho José Ivo Sartori. Na mesma linha, Colombo ressaltou que a crise afeta o país como um todo. “O Sul é uma região com um desenvolvimento maior, mas também estamos enfrentando muitos desafios. A crise é muito ampla e precisamos muito que a economia responda”, acrescentou o governador catarinense.

Aurora Alimentos

Na reunião, também foi assinado contrato entre o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Cooperativa Central Aurora Alimentos, para financiamento no valor de R$ 49,6 milhões. O valor é parte do investimento da empresa para aquisição de duas unidades de abates, sendo uma de frangos e outra de suínos, em Erechim, no Rio Grande do Sul. O vice-presidente da cooperativa, Neivor Canton, explica que a incorporação será imediata, com a continuidade normal das atividades que vinham sendo desenvolvidas. “Temos um compromisso com os nossos cooperados e com os empregos. São mais de 2,4 mil famílias impactadas pela compra, que terão sua renda garantida”, destacou.

Com unidades localizadas nos quatro estados do Codesul, a Aurora conta hoje com 13 cooperativas afiliadas, que congregam mais de 72 mil famílias. A cooperativa tem 15 plantas de processamento de proteína animal, duas de laticínios, seis fábricas de rações. Nas suas unidades, trabalham mais de 26 mil colaboradores diretos. Outras oito mil pessoas trabalham nas cooperativas filiadas.

No encontro desta sexta, o BRDE apresentou, ainda, um balanço do programa BRDE Municípios, que em seu primeiro ciclo, entre 2015 e 2017, financiou R$ 169 milhões para 60 municípios catarinenses, gaúchos e paranaenses. A iniciativa disponibiliza linhas de crédito em três braços principais: saneamento e mobilidade; infraestrutura social, rural e urbana; e desenvolvimento institucional.

O Codesul

O conselho foi criado em 1961, por meio de um convênio entre os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Em 1992, o Mato Grosso do Sul passou a integrar o Codesul. O objetivo é encontrar alternativas aos desequilíbrios regionais, com concentração do crescimento no centro do país. A estrutura administrativa é composta por um secretário executivo, nomeado pelo governador-presidente, cargo revezado entre os quatro governadores a cada ano; e por quatro secretários assistentes, além de corpo técnico e administrativo.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

O governador Raimundo Colombo recebe nesta sexta-feira, 4, em Florianópolis, os representes de governos do Paraná, do Rio Grande do Sul e do Mato Grosso do Sul para reunião do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). O encontro tem início às 10h, na Casa d’Agronômica.

 >>> Às 12h, os governadores atendem à imprensa, ainda na Casa d’Agronômica.

No encontro, Colombo assumirá a presidência do Codesul, que é anualmente revezada entre os estados membros. Para esta reunião, está prevista a presença, além do governador Colombo, do governador do Paraná, Beto Richa, atual presidente do Codesul; do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori; e da vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto.

A reunião contará, ainda, com a assinatura de contrato entre o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Cooperativa Central Aurora Alimentos, para financiamento no valor de R$ 49,6 milhões. O valor é parte do investimento da empresa para aquisição de duas unidades de abates, sendo uma de frangos e outra de suínos, em Erechim, no Rio Grande do Sul.

Com unidades localizadas nos quatro estados do Codesul, a Aurora conta hoje com 13 cooperativas afiliadas, que congregam mais de 72 mil famílias. A cooperativa tem 15 plantas de processamento de proteína animal, duas de laticínios, seis fábricas de rações. Nas suas unidades trabalham mais de 26 mil colaboradores diretos. Outras oito mil pessoas trabalham nas cooperativas filiadas.

O Codesul

O conselho foi criado em 1961, por meio de um convênio entre os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Em 1992, o Mato Grosso do Sul passou a integrar o Codesul. O objetivo é encontrar alternativas aos desequilíbrios regionais, com concentração do crescimento no centro do país. A estrutura administrativa é composta por um secretário executivo, nomeado pelo governador-presidente, e por quatro secretários assistentes, além de corpo técnico e administrativo.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br 

Elisabete Francio Strapazzon
Assessoria de Imprensa BRDE
E-mail: elisabete.francio@brde.com.br
Telefone: (48) 3221-8153 / (48) 99123-8067
Site: www.brde.com.br 


Fotos: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira promoveram na manhã desta quarta-feira, 2, em Florianópolis, reunião com o colegiado pleno do governo para tratar de medidas que buscam a manutenção do equilíbrio das contas públicas neste ano. “Há um esforço muito grande dentro do governo para continuarmos produzindo ações que permitam o equilíbrio fiscal e a manutenção de todos os serviços. Agora precisamos organizar bem estes próximos cinco meses para fechar bem o ano, com absoluto equilíbrio, o que exige a colaboração de todos”, afirmou Colombo.

Participaram do encontro, realizado da Casa d’Agronômica, os secretários de Estado, diretores de empresas e autarquias do governo e os secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs). “O primeiro semestre foi muito difícil, muito duro, a arrecadação não está crescendo e as despesas são muito maiores, por isso tem que haver esse equilíbrio, esse cuidado. E é exatamente isso que estamos fazendo, cortando despesas. Esse trabalho tem que ser de toda a equipe”, acrescentou o governador.


Imagem / Reprodução

No Com a Palavra, o Governador gravado na Serra Catarinense, Raimundo Colombo destacou o lançamento oficial dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que este ano, ocorrem em Lages, de 3 a 11 de novembro. "É o momento de valorizar quem se dedica ao esporte e resgatar toda a tradição dos jogos, essa capacidade que o esporte tem de ensinar valores do bom convívio, do espírito de equipe e da superação", disse.

Colombo falou também das obras do Centro de Convenções, em Balneário Camboriú. "É uma estrutura que vem avançando num ritmo bom e que vai ajudar o Estado na promoção do turismo o ano todo. É fundamental para o bom desempenho e viabilidade dessa atividade que já representa 13% do PIB de Santa Catarina", informou.

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) vem por meio desta nota informar que será realizada uma intervenção administrativa e operacional do Departamento de Administração Socioeducativo (Dease) nas unidades socioeducativas administradas pela Organização Governamental (ONG) Multiplicando Talentos, conforme dispositivo de convênio. Para tanto será solicitado judicialmente a designação de servidores do quadro da SJC para operacionalização da medida de intervenção.

O governador Raimundo Colombo apresenta nesta sexta-feira, 28, a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), em Campos Novos e Joaçaba. Os eventos vão reunir prefeitos e vice-prefeitos das Associações de Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc) e do Meio-Oeste Catarinense (Ammoc), que poderão conhecer a nova edição do Fundam, tirar dúvidas de seu funcionamento, além de fazer um balanço da primeira edição do programa.


Foto: James Tavares/Secom

Os servidores públicos estaduais recebem nesta quinta-feira, 27, a metade do 13º salário. Os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda mostram que, somando o valor aos pagamentos de junho e julho, o Governo do Estado está colocando R$ 2,35 bilhões na economia catarinense num intervalo de 30 dias.

Este é o 11º ano consecutivo que o Estado antecipa 50% do pagamento do 13º. A segunda parcela será paga em dezembro. A medida foi anunciada pelo governador Raimundo Colombo em reunião com secretários do Grupo Gestor de Governo dia 11 de julho. O gesto é visto como uma importante demonstração de força de Santa Catarina, especialmente num momento em que muitos Estados têm dificuldades para manter os pagamentos em dia.

“Garantir a antecipação foi um desafio, uma verdadeira batalha, porque também temos que fazer economia e vencer dificuldades. Mas nossa equipe se empenhou muito para garantir esta importante injeção financeira na economia catarinense. Isso traz dinamismo, mantém a geração de emprego e fortalece o desenvolvimento do nosso estado”, destacou o governador.

Para o secretário de Estado da Fazenda, Almir Gorges, a antecipação do 13º é uma vitória e tanto, especialmente quando observadas as dificuldades enfrentadas pelos estados vizinhos. “Com a crise econômica, a situação dos governos é cada vez é mais difícil, tanto que há estados parcelando o 13º do ano passado. A esperança é que a economia volte a crescer e, com isso, gere uma arrecadação maior”, disse o secretário.

Os números da Diretoria do Tesouro mostram que os gastos totais com a folha de pagamento dos servidores públicos estaduais de janeiro a julho somam R$ 7 bilhões. Os valores contemplam os servidores ativos (91.783) e inativos (52.929) do Poder Executivo – incluindo as fundações e autarquias estaduais – e pensionistas (10.927) pagos pelo Iprev, num total de 155,6 mil servidores. Não entram na conta as folhas de pagamento das empresas estatais: Casan, Badesc e Celesc.

Valores

Salário de junho - pagamento em 30/06/2017 – R$ 975 milhões
Antecipação de metade do 13º - pagamento em 27/07/17 – R$ 398 milhões
Salário de julho - pagamento em 31/07/2017 – R$ 980 milhões
Valor total injetado no intervalo de um mês – R$ 2,35 bilhões

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Fazenda - SEF
Aline Cabral Vaz
E-mail: avaz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2575 / (48) 98843-8352
Cléia Schmitz
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572/ (48) 99157-1980
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 98843-8553
Rosane Felthaus
E-mail: rosanef@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3506/ (48) 99109-8513
Site: www.sef.sc.gov.br 

O governador Raimundo Colombo apresenta em Seara nesta terça-feira, 25, a segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2). O evento será às 13h30 na Câmara de Vereadores e reúne os 15 prefeitos dos municípios do Alto Uruguai Catarinense.

O Fundam 2 prevê R$ 700 milhões para investimentos em todas as cidades do Estado. O projeto é uma medida para dinamizar a economia catarinense. Depois de lançado oficialmente, as equipes das prefeituras farão um trabalho em conjunto com as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) na elaboração dos projetos, dentro das características previstas para depois apresentar aos gestores do programa.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC