Foto: Reprodução

A entrega da última etapa de revitalização do SC-157, no Oeste do estado, a movimentação de containers no Porto de Imbituba, obras na ponte Hercílio Luz e a digitalização da Junta Comercial de Santa Catarina foram os temas da edição desta sexta-feira,13, do programa Com a Palavra, o Governador. Raimundo Colombo abriu a entrevista destacando a importância da SC-157. 

"É um dos maiores investimentos do Governo do Estado em infraetrutura. A obra foi feita em três etapas e, agora, a comunidade, os motoristas e os produtores podem contar com uma rodovia praticamente nova e que é um dos principais corredores de escoamento de produção entre Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul", destacou Colombo.

O governador falou também da movimentação de containers no Porto de Imbituba, depois da abertura da linha internacional para Ásia com a operação de navios de grande porte. "Em um mês essa movimentação já dobrou e o cenário projeta uma dinâmica ainda melhor. É muito bom quando um projeto se transforma em bons resultados. Nós batalhamos muito para que isso pudesse ocorrer no Porto de Imbituba e, realmente, a nossa expectativa se concretizou, trazendo novas alternativas de desenvolvimento para a região Sul e para o estado", avaliou.

As operações de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis foram outro assunto do programa. O governador salientou que tem acompanhado cada uma das etapas e está confiante de que, em breve, a ponte possa ser reaberta ao tráfego de veículos. "Estamos vencendo uma das etapas mais sensíveis da restauração e tudo está ocorrendo dentro do que os engenheiros esperavam. Isso nos dá muita segurança para avançar no trabalho e poder devolver às pessoas esse monumento cumprindo sua função na mobilidade", explicou.

Na entrevista, Colombo também destacou a digitalização da Junta Comercial de Santa Catarina. O programa Jucesc Digital é resultado de uma parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e vai simplificar a abertura de empresas e outros serviços empresariais feitos pela internet. "É um novo serviço, mais moderno, com agilidade. Estamos desburocratizando processos como a abertura e o fechamento de empresas", citou Colombo.

A entrevista completa está disponível nos canais oficiais do Governo de Santa Catarina, no Vimeo e no Youtube. O áudio pode ser acessado pela Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Imagem / Reprodução 

A abertura do mercado sul coreano para a carne suína de Santa Catarina e a consolidação do Estado como o quarto maior produtor de leite do país, superando Goiás, foram os principais temas do programa Com a Palavra, o Governador, desta sexta-feira, 6. Raimundo Colombo destacou que as conquistas são resultado de muito trabalho e incentivo à produção e foram decisivas para o fortalecimento do Estado diante da crise no país.

“Foi um trabalho de muitos anos e que agora é coroado com essa notícia extraordinária. A Coreia do Sul é um grande importador e Santa Catarina tem um importante diferencial no mercado internacional que é o status sanitário livre de febre aftosa sem vacinação. Com a abertura desse mercado, a gente também consegue dinamizar o setor e valorizar o nosso produtor”, disse o governador.

Colombo também falou da consolidação de Santa Catarina como o quarto maior produtor de leite do país. “Temos um território pequeno, e mesmo assim estamos alcançando e ultrapassando grandes produtores. Isso é fruto de investimentos, de assistência técnica adequada, da qualidade da produção e do trabalho das famílias que estão conseguindo acrescentar componentes importantes para diversificar as propriedades”, destacou.

Para Colombo, esse modelo de produção é um dos principais diferenciais de Santa Catarina quando comparado a outros estados durante o período de crise. “Enfrentamos muitas dificuldades, mas estamos saindo da crise com resultados positivos. Um deles é a menor taxa de desemprego do país. E você conseguir preservar o emprego das pessoas, sobretudo nesse cenário desafiador, é uma das maiores ações sociais que um Governo pode promover”.

O governador também falou das expectativas para a temporada de verão 2017. Segundo Colombo, o Estado já está se preparando para reforçar a segurança e serviços como o abastecimento de água e fornecimento de energia. Colombo informou como parâmetro a quantidade de voos charters programados para o Estado que, segundo informou, passou de 160 para 425.

“No ano passado já tivemos uma excelente temporada, o que nos deu crédito para realizar uma maior ainda em 2017. Isso significa reforçar nossas estruturas para oferecer o melhor ao turista. O turismo também é um componente fundamental de crescimento econômico, geração de emprego e renda”. 

A íntegra do Com a Palavra, o Governador está disponível nos canais oficiais do Governo de Santa Catarina no Vimeo e também no Youtube. O áudio do programa pode ser acessado na Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Jeferson Baldo / GVG

“Santa Catarina e o Brasil enfrentam desde de ontem (segunda-feira, 2) sentimentos que se misturam: inicialmente de perplexidade e, depois, de sofrimento, que se prolongará por muito tempo”, declarou o governador em exercício Eduardo Moreira na sessão solene, de corpo presente, do Conselho de Reitores da Universidade Federal de Santa Catarina, em homenagem ao reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo. A cerimônia ocorreu na manhã desta terça-feira, 3, na UFSC.

>>> Mais fotos

A nota de pesar divulgada pelo procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins, também passou a ser considerada como oficial do Governo do Estado, anunciou o governador em exercício. Segue a íntegra:

Nota de Pesar do Governo do Estado de Santa Catarina

O Governo do Estado de Santa Catarina vem a público manifestar profundo pesar pelo falecimento do professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, Magnífico Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, bem como solidarizar-se com seus familiares e amigos.

A morte de Cancellier enluta Santa Catarina pela perda de um de seus filhos mais ilustres, um homem digno, de poucas posses, que devotou os últimos anos de sua rica trajetória profissional à nobre causa do ensino, da pesquisa e da extensão universitárias.

A tragédia de sua partida ocorre sob condições revoltantes. As informações disponíveis indicam que Cancellier padeceu sob o abuso de autoridade, seja em relação ao decreto de prisão temporária contra si expedido, seja em relação à imposição de afastamento do exercício do mandato, causas eficientes do dano psicológico que o levaram a tirar a própria vida.

Por isso, respeitado o devido processo legal, é indispensável a apuração das responsabilidades civis, criminais e administrativas das autoridades policiais e judiciárias envolvidas.

Que o legado do professor Luiz Carlos Cancellier de Olivo seja, em meio a tantos outros bens que nos deixou, também o de ter exposto ao país a perversidade de um sistema de justiça criminal sedento de luz e fama, especializado em antecipar penas e martirizar inocentes, sob o falso pretexto de garantir a eficácia de suas investigações.

Mais informações:
Gabinete do Governador em Exercício
Fone: (48) 3665-2283
www.sc.gov.br

O Governo do Estado lamenta o falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrida na manhã desta segunda-feira, 2, em Florianópolis, e manifesta solidariedade à família e aos amigos do reitor e à toda a comunidade profissional da universidade catarinense.

O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias a partir desta segunda-feira, 2.

Governo do Estado de Santa Catarina


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A abertura de 6,1 mil novas vagas de emprego em agosto, conforme o Caged, foi um dos temas do programa Com a Palavra, o Governador desta sexta-feira, 29. Raimundo Colombo informou que o Estado só ficou atrás de São Paulo na geração de emprego, no período. “Esses números sugerem várias leituras, uma delas, é que há um sinal de melhora da atividade econômica como um todo. E o emprego é um dos indicadores mais valiosos e humanos dessa retomada”, disse o governador na abertura da entrevista. A próxima etapa de transferência de carga na ponte Hercílio Luz e o novo modelo de atendimento dos serviços de emergência pelo Corpo de Bombeiros e Samu foram os outros assuntos do semanal.


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira reuniram nesta sexta-feira, 29, no Teatro Pedro Ivo, anexo à sede do Governo do Estado, em Florianópolis, servidores estaduais para compartilhar a conquista de Santa Catarina na segunda posição no Ranking de Competitividade dos Estado de 2017.

“Foi muito bom partilhar com toda a equipe de governo e com cada um dos servidores, mostrando que quando há uma equipe, e a direção é superar resultados e vencer desafios, a gente consegue. Os números realmente são bons e o atestado disso é a documentação feita por institutos idôneos e que mostram o que é exatamente. Santa Catarina conseguiu se superar e está vencendo a crise. É importante que a equipe continue motivada e trabalhando junto. Esse foi o objetivo dessa reunião”, disse colombo.

O secretário de Estado da Comunicação de Santa Catarina, João Debiasi, abriu a cerimônia falando do prêmio excelência em competitividade no destaque internacional. Apresentou um resumo do Ranking, onde Santa Catarina subiu o posto para segunda posição ficando atrás de São Paulo e do prêmio de Destaque Internacional. A avaliação é realizada pelo Centro de Liderança Pública (CLP) desde 2011, quando SC estava em 7º lugar.



>>> Mais imagens na galeria

“Esse prêmio mostra claramente e por instituições isentas de qualquer coisa, que é por isso que o nosso Estado foi o último a entrar​ na crise e o primeiro a sair. Comprova uma série de políticas públicas que têm sido implantadas ao longo dos anos, que traz bom desempenho de Santa Catarina. Somos o segundo mais competitivo do Brasil e quando comparado nosso índices com países desenvolvidos de primeiro mundo, nós vencemos e estamos acima de vários outros”, explicou Debiasi.

Na reunião, o governador e o vice homenagearam a servidora da Secretaria de Estado da Educação, Sofia Maria Berka Scheidt, com o troféu Destaque Internacional recebido em São Paulo durante a premiação do Ranking de Competitividade dos Estado. “Esse é um trabalho de longos anos, não é de um governo e sim do Estado. Não foi feito por uma pessoa, mas por todos nós e gostaria de entregar esse troféu para alguém que represente todos. Foi aí que escolhemos a servidora com mais tempo trabalhando no governo que, simbolicamente e justamente, seria a pessoa que deveria deter esse troféu. Está há mais de 50 anos sem licença e sem pensar em se aposentar”, explicou Colombo.

“Um gesto importante de dividir com todos os servidores pelo menos aqueles que nos ajudam a fazer com que Santa Catarina seja ainda mais competitivo e tenha indicadores sociais, econômicos e extremamente significativos a nível do Brasil. A final de contas ficamos atrás apenas de São Paulo. Isso é muito importante para o futuro de Santa Catarina”, disse o vice-governador.

Transmissão de cargo

Na ocasião o governador Raimundo Colombo entregou ao vice um presente de casamento e em seguida realizou a transmissão de cargo de chefe do poder executivo, devido a uma viagem ao exterior até a próxima semana.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

"Santa Catarina é o segundo estado mais competitivo do país, atrás apenas da potência São Paulo, de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados 2017, promovido pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em parceria com a Economist Intelligence Unit e Consultoria Tendências. Em seis anos de ranking, Santa Catarina galgou cinco posições, pulando do sétimo lugar em 2011 para o segundo em 2017.

Neste ano, também apresentamos os melhores indicadores do Brasil em Segurança Pública e Sustentabilidade Social. E ficamos em terceiro lugar em setores como Educação, Inovação, Infraestrutura e Capital Humano. Nosso Estado foi agraciado, ainda, com o Prêmio Excelência em Competitividade, categoria Destaque Internacional, pelo melhor desempenho em indicadores comparados aos dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

São conquistas que se tornam mais valiosas quando atravessamos um período de crise, em que é mais complexo fazer gestão pública de qualidade. E é fato que estar entre os mais competitivos do país é uma conquista acima de tudo, coletiva. O povo catarinense tem a superação como principal característica. A vocação empreendedora, a qualidade da mão de obra, a logística portuária e a privilegiada geografia são fatores competitivos importantes. Mas se não houver participação do Poder Público fica mais difícil empreender.

Conscientes desta responsabilidade, em Santa Catarina nós não aumentamos impostos e estamos combatendo fortemente a burocracia, com medidas como a modernização da Junta Comercial, garantindo que diferentes serviços possam ser resolvidos digitalmente, dos mais simples até a abertura de uma nova empresa.

A decisão de não aumentar impostos foi uma escolha difícil, mas que será um diferencial importantíssimo agora, na retomada. Investidores dos mais variados segmentos estão prospectando oportunidades aqui. E muitas empresas catarinenses conseguiram preservar seus quadros, possibilitando ao Estado apresentar o menor índice de desemprego do país.

A renegociação das dívidas com a União e a reforma da previdência catarinense são outros fatores que contribuíram para manter as atividades com menos impacto negativo em SC. Tudo isso não evitou que passássemos incólumes à crise. Mas permitiu enfrentarmos os piores momentos sofrendo menos que muitos outros. Santa Catarina foi o último Estado a entrar em crise e o primeiro a sair dela. Ainda há muito que recuperar, mas largaremos com mais fôlego na corrida pela retomada do desenvolvimento. Os números do Ranking de Competitividade nos fortalecem e nos mostram que vale a pena continuar lutando."

Raimundo Colombo, governador do Estado de Santa Catarina

O Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) farão um coletiva de imprensa nesta quinta-feira, às 14h, para esclarecer dúvidas e apresentar o novo modelo de gestão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Santa Catarina. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Onir Mocellin, o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, a superintendente de Serviços Especializados e Regulação da SES, Karin Geller, e o gerente estadual do Samu, coronel BM João Batista Cordeiro Junior, estarão disponíveis para atender à imprensa. A entrevista será concedida no auditório do Complexo de Segurança Pública.

O novo modelo de gestão do Samu foi aprovado pela Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), formada por profissionais das Secretarias de Saúde estadual e municipais, após diversas reuniões entre entidades de classe e audiências públicas que debateram as mudanças propostas no atendimento pré-hospitalar do estado. 

Serviço:

O quê: coletiva de imprensa sobre nova gestão do Samu em SC
Quando: quinta-feira, 28, às 14h
Onde: auditório do Complexo de Segurança Pública (Avenida Governador Ivo Silveira, 1521, Capoeiras, Torre A - Térreo), em Florianópolis
Público: jornalistas

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br

 


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A conquista de Santa Catarina como o segundo estado mais competitivo do país foi o principal assunto do programa Com a Palavra, o Governador desta sexta-feira, 22. Raimundo Colombo destacou o avanço do Estado, que, de 2011 para 2017, saltou da sétima para a segunda posição, atrás apenas de São Paulo. O ranking, que mede a competitividade entre os estados brasileiros e analisa 66 indicadores de abrangência nacional, é um levantamento coordenado pelo Centro de Liderança Pública (CLP). 

“Nós estamos passando pela maior crise da história do país e muitas decisões difíceis precisaram ser tomadas, esse reconhecimento nos mostra que estamos no caminho certo. Mas o vitorioso não é o Governo é toda a sociedade catarinense, cada um que contribuiu com esse processo que foi de evolução desde 2011. Temos que comemorar”, disse o governador.

O outro assunto foi o Fundam 2. Colombo informou que todas as etapas foram vencidas e a assinatura dos convênios com os municípios começa nas próximas semanas. O governador salientou, que, a exemplo da primeira edição, o programa vai distribuir recursos para as 295 prefeituras catarinenses, priorizando especialmente os pequenos municípios.

“Isso vai gerar emprego, vai fazer um movimento anticrise, porque você injeta na economia recursos, obras, serviços, melhora a infraestrutura, reduz o custo, num momento em que quase ninguém está investindo. O Governo tem que pensar na sociedade como um todo, se a prefeitura vai bem, está realizando obras é melhor pra gente também, dentro da filosofia que é preservar o modelo catarinense”, concluiu Colombo.

A entrevista completa pode ser conferida pelo canal do governo noVimeo ou no canal do Youtube. O Com a Palavra, o Governador também está disponível na Rádio Secom para download.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

ATUAÇÃO
A Polícia Militar possui cinco aeronaves: três helicópteros (que ficam sediados em Florianópolis, Joinville e Lages), e dois aviões (na Capital).

SEGURO
Após a liberação de recursos pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), o processo de licitação - realizado pela Polícia Militar - para renovação dos seguros das aeronaves foi concluído nesta terça-feira, 19.
As apólices têm previsão de emissão até a próxima sexta-feira, 22. Com a medida, o helicóptero Águia 01 (Joinville) e o avião Águia 03 (Fpolis) estarão liberados para voo. As outras aeronaves encontram-se seguradas.

PEÇAS/COMPONENTES

A PMSC já recebeu os recursos necessários para aquisição/manutenção dos componentes que impedem o emprego das seguintes aeronaves:
Águia 05 (avião, Fpolis) – componente foi enviado para conserto fora do Brasil, sem previsão de retorno.
Águia 02 (helicóptero, Fpolis) – o componente Fuel Control Unit (FCU) já foi adquirido e tem previsão de instalação para esta sexta-feira, 22.
Águia 04 (helicóptero, Lages) – com a liberação de recursos serão realizados os procedimentos para importação do componente FCU.

Quartel do Comando Geral, 20 de setembro de 2017

JOÃO BATISTA RÉUS
Tenente-Coronel PM Chefe
Centro de Comunicação Social