A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) informa que outro artefato explosivo foi arremessado contra a sede do Departamento de Administração Prisional (Deap) no início da manhã deste domingo, 3, por volta das 6h30. Desta vez, o artefato explodiu no pátio do departamento mas sem causar grandes danos ao patrimônio público. Apenas uma viatura sofreu pequenas avarias e ninguém ficou ferido.

Equipes especializadas da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina e do Instituto Geral de Perícias estiveram no local para realizar todos os procedimentos cabíveis. As demais providências legais e periciais foram adotadas e todo material será encaminhado para autoridade policial competente para investigação.

Informações adicionais para a imprensa
David Santana
Assessoria de Imprensa 
Departamento de Administração Prisional - Deap
E-mail: deap@deap.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5808 / 99142-0089
Site: www.deap.sc.gov.br

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) informa que um artefato explosivo foi arremessado contra a sede do Departamento de Administração Prisional (Deap), em Palhoça. O objeto, que não explodiu, foi encontrado pela equipe de vigilância durante inspeção de rotina no pátio do edifício por volta das 13h deste sábado, 2.

Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais e do Comando de Operações, Busca, Resgate e Ação (Bope/Cobra) da Polícia Militar de Santa Catarina esteve no local e confirmou se tratar de um artefato explosivo artesanal conhecido como Pipe Bomb. A detonação do objeto foi realizada por equipe especializada no local por volta das 15h30. Não houve feridos ou quaisquer danos materiais na estrutura do Deap.

Todas as medidas legais e periciais foram adotadas e o caso será devidamente investigado pela Polícia Civil. A Diretoria de Inteligência e Informação e a Corregedoria-Geral da SJC também estiveram no local e irão colaborar com a investigação.

Informações adicionais para a imprensa
David Santana
Assessoria de Imprensa 
Departamento de Administração Prisional - Deap
E-mail: deap@deap.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5808 / 99142-0089
Site: www.deap.sc.gov.br


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A entrevista semanal com o governador Raimundo Colombo dessa semana traz como destaques a situação fiscal e econômica de Santa Catarina, a chegada do primeiro navio de grande porte ao Porto de Imbituba, no Sul do Estado e o projeto de fortalecimento da cadeia produtiva da Piscicultura na Serra Catarinense.

Colombo destacou que Santa Catarina está conseguindo manter o equilíbrio fiscal honrando pagamentos, realizando obras e elevando o esforço na contenção de gastos​.​

O governador Raimundo Colombo vê como positiva a decisão do procurador-geral de Justiça, Sandro José Neis, de solicitar ao Tribunal de Contas do Estado uma auditoria de todo o sistema de saúde e à Assembleia Legislativa o resultado dos julgamentos das contas do Governo dos últimos cinco anos. Trata-se de uma ação legítima que vai mostrar aos catarinenses a complexidade do sistema e o que está sendo feito na área da saúde pelo Governo do Estado.

Colombo lembra que Santa Catarina tem indicadores positivos como o menor índice de mortalidade infantil e a maior expectativa de vida entre todos os estados brasileiros, e excelentes resultados na realização de transplantes.

Importante ressaltar que a crise na saúde é nacional e produto de vários fatores, como o aumento da demanda por serviços públicos - apenas em Santa Catarina, no ano passado, mais de 25 mil pessoas cancelaram seus planos de saúde, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) -, a falta de reajuste da tabela SUS e o aumento do custo dos remédios e dos materiais hospitalares que são balizados pelo dólar.

Ao cenário soma-se a queda na arrecadação de tributos que o Governo do Estado, uma situação que em Santa Catarina busca-se enfrentar apoiando e incentivando os pequenos e médios produtores e empresários, em vez de simplesmente aumentar a alíquota dos impostos.

O governador Colombo lembra que o Estado nunca deixou de investir em saúde. Mas é preciso reconhecer a complexidade do sistema. Apenas no primeiro semestre de 2017, os 13 hospitais públicos administrados pela Secretaria da Saúde registraram 585.953 atendimentos (internação, ambulatório e emergência); 23.303 cirurgias e 1,6 milhão de exames. O mutirão da cirurgia - até esta sexta-feira, 01/09 - tinha 17 instituições cadastradas para realizar cerca de 8 mil procedimentos, de acordo com dados preliminares da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Referência nacional, o Hospital Infantil Joana de Gusmão, de Florianópolis, já abriu quatro dos nove leitos de UTI e a chegada de novos profissionais por meio de processo seletivo em andamento permitirá o funcionamento pleno da unidade, normalizando a realização de cirurgias eletivas.

Também na Capital, mas atendendo gente de todo o Estado, o Hospital Celso Ramos é a unidade que mais faz cirurgia em pacientes com Mal de Parkinson no Brasil. A cada mês, são realizados 40 cirurgias de alta complexidade em portadores de Parkinson, Acidente Vascular cerebral (AVC), aneurismas e tumores. Ainda neste mês 70 novos profissionais deverão ingressar no HCR por meio do processo seletivo.

Exemplo de sucesso, o programa SC Transplantes segue líder nacional na captação de órgãos. No primeiro semestre de 2017, foram viabilizadas 128 doações.

São conquistas que precisam ser respeitadas, visto que alguns setores apontam a área da saúde como uma “terra arrasada”, o que não corresponde com a verdade. 

Governo do Estado de Santa Catarina


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

Potenciais parcerias comerciais entre Santa Catarina e a África do Sul foram apresentadas em audiência do governador Raimundo Colombo com o cônsul-geral do país africano, Malose William Mogale, na tarde desta quinta-feira, 31, em Florianópolis. Essa foi a primeira vez que Mogale visitou Santa Catarina.

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) informa que dois apenados foram encontrados em óbito no Complexo Penitenciário do Estado, em São Pedro de Alcântara. Alcir Ribeiro Pontes , 37, natural de Videira, foi encontrado morto por volta das 23h30 desta quarta-feira, 30. Maycon Robin Lourenço, 32, natural de Lages, dividia cela com Alcir e assumiu a autoria do crime.

Já na manhã desta quinta-feira, 31, Daniel dos Santos, 38, natural de Curitiba (PR), que cumpria pena por roubo, foi encontrado morto com sinais de enforcamento. Em ambas ocorrências todos os procedimentos legais e periciais foram adotados com acionamento de equipe de emergência médica e Instituto Geral de Perícia (IGP).

As medidas legais cabíveis foram tomadas e as motivações e circunstâncias do crime serão investigadas pela Policia Civil. A Corregedoria-Geral da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania também investigará o caso internamente através de uma sindicância administrativa.

Informações adicionais para a imprensa
David Santana
Assessoria de Imprensa 
Departamento de Administração Prisional - Deap
E-mail: deap@deap.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5808 / 99142-0089
Site: www.deap.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

Em entrevista no programa semanal Com a Palavra, o Governador, Raimundo Colombo destacou o novo radar meteorológico do Oeste, o Centro de Engenharia e Tecnologia da Embraer (Cete), os investimentos da Casan e a renovação do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam).


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

A entrevista semanal com o governador Raimundo Colombo dessa semana foi gravada em Lages, Serra Catarinense, onde Colombo destacou a segunda etapa do projeto Banho de Energia, da Celesc, a participação dos jovens na gestão das pequenas propriedades rurais e a avaliação das apresentação da segunda etapa do Fundam, comparticipação de prefeitos dos municípios de 21 associações do Estado.

O projeto da Celesc, nesta segunda etapa, tem investimentos de quase R$ 6 milhões do Programa de Eficiência Energética Celesc/Aneel, e a expectativa é instalar, em um ano, trocadores de calor nos fogões à lenha para aquecer água de chuveiro e cozinha em 800 unidades consumidoras. Além disso, 12 mil lâmpadas tradicionais serão substituídas por lâmpadas LED em 2,4 mil unidades consumidoras. 

A respeito de informações a respeito de possível endividamento do Estado, a Secretaria da Fazenda divide os esclarecimentos em três pontos:

Dívida 1

Santa Catarina tem um dos menores comprometimentos da receita com dívida: 39,68%. O limite determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é de 200%. Captar recursos, contraindo dívidas por meio de empréstimos, é uma prática comum às gestões públicas, não apenas no Brasil. O que precisa ser levado em conta nesse debate é a capacidade de pagamento do governo ao contrair dívidas. A dívida está longe de ser a maior preocupação do Governo. O maior problema continua sendo a previdência, seguido da folha de pessoal.

Dívida 2

No caso de SC, os números mostram que a gestão da dívida tem sido feita de forma responsável e sustentável: em 2011, quando Raimundo Colombo assumiu o governo, o estoque da dívida de SC era de R$ 11,8 bilhões. De janeiro de 2011 a julho de 2017, o Estado contraiu mais R$ 8,4 milhões em novos empréstimos. No entanto, nesse mesmo período foram pagos R$ 12,1 bilhões em dívidas, mostrando a capacidade do Governo em honrar com seus compromissos.

Dívida 3

O novo endividamento, aprovado pela Alesc mas que ainda não foi contratado, prevê R$ 700 milhões para o Fundam 2 e R$ 800 milhões para obras diversas de infraestrutura. Vale lembrar que o Governo de SC foi protagonista de uma renegociação das dívidas dos Estados com a União em 2016 e, por conta disso, o Estado já deixou de repassar mais de R$ 1 bilhão para a União.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Fazenda - SEF
Aline Cabral Vaz
E-mail: avaz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2575 / (48) 98843-8352
Cléia Schmitz
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572/ (48) 99157-1980
Sarah Goulart
E-mail: sgoulart@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 98843-8553
Rosane Felthaus
Fone: (48) 3665-3506/ (48) 99125-8513
E-mail: rfelthaus@sef.sc.gov.br
Site: www.sef.sc.gov.br 
 


Foto: James Tavares / Secom

No programa semanal Com a Palavra, o Governador, Raimundo Colombo falou sobre infraestrutura com a inauguração da rodovia SC-355 em Jaborá, no Meio-Oeste do Estado e da entrega da ordem de serviço para a rodovia SC-467, na mesma região. Também foi abordada a última visita do governador e dos secretários de Estado nas obras de restauração da Ponte Hercílio Luz e da última reunião do colegiado pleno.

“Nós fizemos toda apresentação dos números dos seis primeiros sete meses. Mostramos o que aconteceu, como conseguimos fechar as contas, antecipamos o 13º salário, pagamos um empréstimo internacional que era muito alto e vencemos todas as etapas. Combinamos algumas estratégias de trabalho e vamos ter um novo encontro técnico para fazer o planejamento até 31 de dezembro. Eu acredito que o segundo semestre será melhor. Estou mais otimista, mas ainda muito difícil”, declarou Colombo.