Compartilhe


Fotos: Helena Marquardt/ADR ibirama

O Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep) de Rio do Sul, que recebe internos de todo o Alto Vale e até de outras regiões do estado, contará em breve com uma padaria escola. A obra deve iniciar na próxima semana e vai possibilitar a profissionalização dos adolescentes e contribuir com a ressocialização.

A padaria, de 50 m², será construída através de uma parceria com o Poder Judiciário de Santa Catarina, que repassou à instituição quase R$ 43 mil para a construção. O coordenador do Casep, Patrick Münzfeld, explica que as aulas de panificação e confeitaria serão ministradas por uma colaboradora do Centro e devem trazer inúmeros benefícios.  “Hoje vemos a necessidade de profissionalizar esses adolescentes que podem ficar até três anos aqui,  a nossa intenção é que quando saiam do Casep eles tenham  uma oportunidade de ser inseridos no mercado de trabalho”, explica.

Ele conta que a inicialmente a matéria prima utilizada na padaria será comprada, depois a intenção é conseguir doações junto à comunidade. “Vamos utilizar esses pães no consumo da instituição e também vender uma parte para continuar investindo no projeto, e queremos que a comunidade conheça mais as ações do Casep ”.

Patrick ressalta que o sistema socioeducativo ainda sofre com o preconceito da sociedade e muitos acreditam que somente a punição é a maneira mais eficiente de evitar novos atos infracionais, o que não é verdade. “Eles também são uma vítima da sociedade em que vivemos. A grande maioria cresceu em famílias desestruturadas, sem a orientação de pai ou mãe sobre o que é certo ou errado. Por isso precisamos trabalhar com eles para que saiam daqui melhores. Aqui temos muita disciplina, mas precisamos que se sintam acolhidos e o resultado é que já estamos há cinco anos sem fugas, sem rebelião e sem mortes, coisas que antes já aconteceram aqui.”

A novidade animou os internos, um deles, que está no Casep desde janeiro desse ano depois de ter cometido um roubo afirma que todos gostaram da ideia e querem que as aulas iniciem o mais rápido possível. “Assim a gente aprende coisas novas”, comentou o jovem.

O juiz, Geomir Rolad Paul, que responde pelo Juizado Especial Cível e Criminal do Fórum de Rio do Sul, ressalta que o Poder Judiciário destina as verbas referente ao pagamento de penas pecuniárias a projetos que beneficiem a sociedade e a padaria escola é um deles. “Ela vai contribuir com a ressocialização dos adolescentes e é uma forma de mantê-los ocupados, acima de tudo vai capacitar esses jovens para que quando terminarem de cumprir a medida socioeducativa, estejam aptos a conseguir um emprego”.

O gerente de Planejamento e Apoio às Políticas públicas da Agência de Desenvolvimento Regional de Ibirama, Egon Gabriel Junior, visitou o Casep na tarde desta quinta-feira, dia 5, para conhecer o projeto e destacou que a unidade é um exemplo pelo trabalho que vem realizando. “Essa é uma iniciativa louvável para dar a esses jovens uma nova perspectiva para o futuro. Hoje o Governo de Santa Catarina entende que é muito mais eficiente investir em ressocialização e prevenção do que construir novas unidades prisionais e isso começa pelos nossos jovens”.

 Referência em projetos inovadores no Estado

Além do projeto da padaria escola, o Casep de Rio do Sul já é referência no estado no que diz respeito a iniciativas inovadoras que promovem a ressocialização dos menores infratores e não registra uma fuga ou rebelião há cerca de cinco anos. A instituição já conta com projeto de horta, mini fazenda, artesanato, entre outros.

Casep do Alto Vale contará com padaria escola para profissionalização dos internos

Um dos projetos de maior destaque é o Anjos da Leitura, que possibilita que voluntários visitem o Casep semanalmente e promovam várias atividades que incentivem a leitura e a escrita. A ação deu tão certo que adolescentes e a coordenação da unidade se inspiraram e já se preparam para lançar um livro com poesias e desenhos dos internos, além de relatos de profissionais que atuam no Casep. O dinheiro para a publicação, também já está garantido através de uma parceria com o Poder Judiciário.

Mais informações para a imprensa:
Helena Marquardt
Assessoria de comunicação 
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.adr.sc.gov.br
Site: sc.gov.br/regionais/ibirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama