Compartilhe

O Procon/SC fez uma reunião na tarde desta sexta-feira, 25, com o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais da Grande Florianópolis (Sindópolis) para que não ocorra reajuste no preço do combustível quando reiniciar o reabastecimento na região.

“As ações de fiscalização do Governo do Estado, por meio do Procon Estadual,  foram pedagógicas e muito produtivas e já mostraram que não vamos aceitar a mudança de preço sem justificativa. Esperamos a partir de agora contar com o apoio de todos os estabelecimentos”, reafirmou o Diretor do Departamento de Defesa do Direito do Consumidor, Michael da Silva.

O presidente do Sindópolis, Lurran Souza, o vice-presidente de Relações Institucionais, Joel Fernandes, e o tesoureiro Rodrigo Comeli, assumiram o compromisso formal de levar a recomendação aos mais de 91 estabelecimentos filiados a entidade. “Nossa filosofia, nossa luta, é ter preços diferenciados, respeitar  a livre concorrência e não aceitar cobranças abusivas”, declarou Joel Fernandes.

 O Procon/SC ainda informou a diretoria do sindicato que, em decisão conjunta com o Ministério Público Estadual, o órgão irá notificar todos os postos de combustíveis  para que apresentem as notas fiscais de compra e venda de combustível (gasolina, álcool e diesel) a partir de 15 de maio. “Após as ações efetivas de fiscalização, nossa intenção agora é fazer a operação completa e analisar a documentação de todos os estabelecimentos”, reforça o Diretor Michael da Silva.

O Procon/SC também encaminhou ofício ao Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina) autorizando os estabelecimentos a limitarem a quantidade de litro de combustível por cliente, visando atender o maior número de consumidores.

Informações adicionais para a imprensa
Denise Lacerda
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania - SJC
E-mail: deniselacerda@sjc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5810 / 99152-6934
Site: www.sjc.sc.gov.br