Compartilhe


Foto: Cid Junckes/Casan

Ampliada e modernizada pela Casan no final do ano passado, a Estação de Tratamento de Esgotos de Canasvieiras receberá nesta sexta-feira, dia 2, a visita de aproximadamente 70 estudiosos de diversos países que participam, em Florianópolis, da 14º Leading Edge Conference. A conferência é um evento da International Water Association (IWA), em parceria com a UFSC, sendo direcionada à discussão e divulgação de tecnologias de tratamento da água e de águas residuais. 

Desde dezembro, quando foi entregue à comunidade, a ETE de Canasvieiras tem sido palco de observação técnica de profissionais da área de saneamento. Nesta quinta-feira, dia 1º, a unidade recebeu a direção e engenheiros da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), uma das mais respeitadas empresas do setor no país.

A comitiva paranaense, composta de 12 profissionais de todas as regiões da concessionária e da Superintendência de Projetos, foi liderada pelo próprio presidente da empresa, Munir Chaowiche.

A visitação se estendeu durante todo o dia, quando todas as etapas de tratamento e o processo de implantação da nova unidade compacta foram detalhados pelo diretor de Operação e Meio Ambiente, Paulo Meller, pelo superintendente da Região Metropolitana, Jair Sartoratto, e por engenheiros que atuam na área de esgoto da Casan.

A estação já foi visitada por técnicos da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e de Serviços Municipais de Saneamento de diferentes cidades. A ETE Canasvieiras se torna uma referência para profissionais da área de saneamento por sua ampliação em curto espaço de tempo a partir da implantação de uma unidade em modelo compacto e com alta eficiência de seu processo de depuração.

Integrada à unidade já existente desde 1996 em Canasvieiras, essa estação compacta e pré-fabricada recebeu investimento R$ 8,1 milhões, sendo instalada principalmente para atender o crescimento da vazão provocada por água da chuva inadequadamente direcionada à rede de esgotos da Casan durante a temporada de verão.

A unidade compacta tem capacidade de tratamento de 100 litros por segundo. Com isso, elevou o tratamento no Norte da Ilha dos atuais 180 a 200 litros por segundo (depuração de aproximadamente 15 milhões de litros por dia) para aproximadamente 300 litros por segundo (tratamento de cerca de 25 milhões de litros de esgoto por dia). 

Sua implantação integrou o conjunto de ações que a Casan desenvolveu para contribuir com a despoluição do Norte da Ilha. “É uma grande satisfação recebermos profissionais de outras concessionárias de saneamento e uma honra mostrar a pesquisadores de outros países como tornamos esta unidade mais eficiente em tão pouco tempo”, informa o superintendente da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, Jair Sartorato. "Mostrar nosso trabalho e trocar experiência com pessoas que trabalham na mesma área é também sempre uma forma de avaliarmos e avançarmos em nossas ações”, complementa. A ETE foi projetada, licenciada ambientalmente, licitada e construída em 10 meses.

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Comunicação Social da Casan
Fones: (48) 3221-5034 | 3221-5035 | 3221-5036
Arley Reis 
E-mail: areis@casan.com.br
Suzete Antunes
E-mail: santunes@casan.com.br
Ricardo Stefanelli 
E-mail: ristefanelli@casan.com.br
Fone: (48) 9136-9345
www.casan.com.br