O governador do Estado Raimundo Colombo, o presidente da Casan, Dalírio Beber, e o prefeito de Chapecó, José Claudio Caramori, inauguram neste sábado, 29, as obras de ampliação e automação da Estação de Tratamento de Água do Sistema de Abastecimento de Chapecó, com investimentos de R$ 4,5 milhões. Também será feita a entrega da ordem de serviço para o início das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário do município, que terá aplicação de recursos de R$ 9 milhões e 179 mil, bem como será assinado convênio para recuperação de mananciais de abastecimento de água.

Os atos começam às 9h, nas instalações da Estação de Tratamento de Água (ETA), no bairro São Cristóvão. Os investimentos na estação permitiram a ampliação e melhoria nas condições e na capacidade do tratamento de água, ações fundamentais diante do acelerado crescimento da população nos últimos anos. Com a construção do novo módulo, além de aumentar a capacidade do reservatório, a estação teve ampliada em mais 200 litros por segundo a capacidade de tratamento de água, passando dos atuais 360 para até 560 litros por segundo, beneficiando toda a  população urbana do município atendida pelo sistema .

Também foram reformados os módulos de tratamento atuais e feitas melhorias nos filtros, nos floculadores e decantadores. Outros municípios da região Oeste e Extremo-Oeste também estão recebendo novas Estações de Tratamento de Água compactas, para reforço no abastecimento, como é o caso de Anchieta, Palma Sola, São Domingos, Quilombo e Xaxim.

Esgotamento sanitário
Integrando o Programa de Saneamento Ambiental de Cidades de Médio Porte de Santa Catarina, que vem sendo desenvolvido em parceria entre o governo do Estado, a Casan e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), por meio de financiamento internacional , o município de Chapecó receberá de R$ 9,1 milhões para a ampliação da rede de esgotamento sanitário. A ordem de serviço, a ser entregue, permitirá o início das obras que acontecerão no bairro São Cristóvão, ampliando a cobertura da coleta e tratamento do esgoto sanitário para 40% na área urbana do município com a implantação de mais 35 km de rede.

Recuperação de mananciais
Durante o ato em Chapecó também será assinado convênio entre a Casan e o Consórcio Intermunicipal de Gerenciamento Ambiental Iberê, para ações de proteção e recuperação de mananciais de água nos municípios integrantes: Cordilheira Alta, Chapecó, Guatambu, Planalto Alegre, Caxambu do Sul, Águas de Chapecó e São Carlos.  O investimento será de R$ 300 mil.

Com caráter participativo e educativo, os trabalhos utilizam a bacia hidrográfica do Rio Chapecó como unidade de gestão para planejar, adotar e executar projetos destinados a promover o desenvolvimento sustentável da região.

A parceria com a Casan é direcionada principalmente a trabalhos de proteção e recuperação de mananciais, por meio do Projeto Mata Ciliar. Desenvolvidas em parceria com produtores rurais, as atividades já permitiram a recuperação da cobertura vegetal em diversas propriedades. As ações são definidas em conjunto pelos municípios participantes do Consórcio e executadas em áreas consideradas prioritárias, como aquelas que são consideradas como críticas nos Planos de Bacia Hidrográfica, Áreas de Preservação Permanente de cursos  de  água  onde há captação pela  Casan, localidades de recarga  de  mananciais  subterrâneos  e aquelas consideradas como de interesse futuro para captação e abastecimento da população local.

Serviço:
• Inauguração da ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Chapecó
• Asssinatura Ordem de Serviço para inicio das obras da 2ª etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário do Bairro São Cristovão
• Assinatura de convênio entre Consorcio Iberê e Casan – Proteção e recuperação de mananciais
Horário : 9h
Local :  ETA- Estação de Tratamento de Água – Rua princesa Isabel , esquina c/rua Dom João VI – Bairro São Cristovão – Chapecó-SC

Informações adicionais
Carlos Mello Gonçalves
Assessoria de Imprensa /Presidência da CASAN
carlosc.mello@uol.com.br / cgoncalves@casan.com.br / (48) 3221-5034

A Casan comunica que no início da manhã desta quarta-feira, 12, ocorreu o rompimento de três adutoras (de 800, 600 e 500 milímetros) que transportam água bruta da captação do Rio Vargem do Braço / Pilões, na Serra do Tabuleiro, para a Estação de Tratamento de Água de Morro dos Quadros, localizada em Palhoça.  A estação faz parte do Sistema Integrado de Abastecimento de Água da Grande Florianópolis. Com o rompimento, o abastecimento ficará prejudicado  e poderá falta água  nos municípios de São José, Biguaçu, Florianópolis e Palhoça nas próximas horas.

abastecimento de agua comprometido na grande florianopolis 20140312 1520717735
Crédito: Carlos Mello / Casan

>>Veja fotos na Galeria de Imagens

Equipes da Gerência Operacional com máquinas e equipamentos já estão mobilizadas no local, desde o inicio da manhã, efetuando os reparos. De acordo com o Superintendente da Casan na Grande Florianópolis, Carlos Alberto Coutinho, a causa do acidente esta relacionada às fortes chuvas na região que provocaram erosão no solo, afetando a base dos pilares de sustentação das adutoras.

Segundo ele, a previsão inicial é concluir o reparo, pelo menos, da adutora de maior porte (800 mm) entre as 20 e 22 horas da noite de hoje. Com isso, a empresa consegue restabelecer 80% da produção de água para a Capital e Região Metropolitana, o que será complementado com o reparo, na seqüência, da adutora de 600 mm, voltando a normalizar o sistema até o meio-dia desta quinta-feira. A adutora de 500 mm é auxiliar .

Coutinho observa, entretanto, que o abastecimento nos municípios afetados será restabelecido de forma gradativa, após a conclusão dos trabalhos, até que a vasão e pressão da água volte ao normal. Neste período a Casan manterá caminhões-pipa para atendimentos emergenciais nos hospitais, maternidades, postos de saúde, asilos e clínicas médicas, caso haja necessidade. A Empresa recomenda o uso racional de água até que a restauração esteja totalmente normalizada.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Casan
Telefone: 48 – 3221 5034/ 5037

O presidente da Casan, Dalíro Beber, reforçou nesta segunda-feira, 10, o pedido para os consumidores catarinenses economizarem água nos próximos dias. “Santa Catarina vive um período longo de forte calor, de muita movimentação nas cidades do litoral e com falta de chuvas regulares. Por isso, existe uma preocupação no sentido de pedir para que todo mundo faça o uso racional da água que é servida pela Casan para que nós possamos sustentar a distribuição com regularidade até o retorno das chuvas”, explicou. 

Dalírio Beber lembrou que a previsão é de chuvas significativas a partir de quinta-feira, 13, o que vai contribuir para a elevação do nível dos mananciais de água. “Mas até isso acontecer, é necessário intensificar o uso racional. Não fazer uso irresponsável, como, por exemplo, lavar calçadas e carros com mangueiras. Com a colaboração de todos, temos certeza de que vamos superar esse momento difícil e voltar ao ritmo normal, como era de costume anteriormente”, acrescentou o presidente da Casan.

A companhia atende 200 dos 295 municípios catarinenses. O acompanhamento da situação dos mananciais vem sendo feito com reuniões e avaliações diárias. Nesta segunda-feira, os casos mais críticos eram o de Pinhalzinho, no Oeste, e em Porto Belo e Bombinhas, no Norte do Estado. Em Pinhalzinho, caminhões-pipa foram acionados para coletar água bruta no reservatório da Cooperativa Aurora e levar para a Estação de Tratamento de Água (ETA) da Casan.

>>> Ouça o boletim da Rádio Secom e faça download

Economia de água: faça sua parte

:: Use a água de forma racional
:: Evite banhos demorados
:: Não use o vaso sanitário como lixeira
:: Mantenha a torneira fechada ao fazer a barba e ao escovar os dentes
:: Antes de lavar os pratos e panelas, limpe bem os restos de comida e jogue-os no lixo
:: Deixe a louça de molho na pia, com água e detergente, por uns minutos e ensaboe. Repita o processo e enxágue
:: Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal de sua casa
:: Use balde e pano para lavar o carro, ao invés de uma mangueira. Evite lavar o carro durante a estiagem
:: Use regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira
:: No verão a rega das plantas deve ser feita de manhazinha ou à noite. Isso reduz a perda de água por evaporação
:: Utilize a máquina de lavar somente quando estiver na capacidade total
:: No tanque, feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa.

Mais informações

{text}

Carlos Mello Gonçalves
Companhia Catarinense de Águas e Saneamento - Casan
E-mail: cgoncalves@casan.com.br
Telefone: (48) 9101-8946

 

 

 

 

 

 

A combinação de altas temperaturas no Estado com a ausência de chuvas regulares e bem distribuídas entre os municípios tem prejudicado o abastecimento de água na área de atendimento da Casan. O aumento do consumo nestas condições, que devem prosseguir nas próximas semanas, segundo alerta da Defesa Civil, vem comprometendo os mananciais de captação com a gradativa redução dos níveis de água potável.

Diante deste quadro, a Casan está emitindo um comunicado de alerta para que os usuários do sistema observem o uso econômico e racional da água tratada, restringindo o consumo ao essencial e evitando qualquer desperdício, até que a situação se normalize. “É imperioso que todos usem a água potável com responsabilidade para que ela não falte. O resultado deste esforço depende do compromisso e da responsabilidade social de cada um”, recomenda o Presidente da Casan, Dalírio Beber. 

Um levantamento inicial e monitoramento da Diretoria de Operações e Meio Ambiente da Casan indica que, na região Oeste, a situação dos mananciais de água já começa a ficar abaixo do nível ideal nos municípios de Pinhalzinho, Xaxim e Seara., e também na região do Planalto Norte, em Santa Cecília; no Norte em Araquari, Porto Belo e Bombinhas.

Na região da Grande Florianópolis, o Superintendente da Casan, Carlos Alberto Coutinho, informa que a situação mais preocupante é na região Norte da Ilha, na região da Praia da Daniela, onde já é crítica a situação do manancial de captação. Segundo ele, se não houver chuvas regulares nos próximos cinco a oito dias, o abastecimento pode ficar comprometido.

Neste caso, não está descartada a adoção do sistema de rodízio no abastecimento, como ação emergencial. Mas Coutinho observa que se os usuários adotarem a racionalidade e economia no consumo de água, isso não será necessário. Já a principal fonte de captação para a região metropolitana, o Rio Pilões, na Serra do Tabuleiro, em Santo Amaro da Imperatriz, ainda está com lâmina de água que atende a produção regular, mas sob constante monitoramento.

 Algumas dicas de economia de água da Casan

·        Use a água de forma racional

·        Evite banhos demorados

·        Não use o vaso sanitário como lixeira

·        Mantenha a torneira fechada ao fazer a barba e ao escovar os dentes

·        Antes de lavar os pratos e panelas, limpe bem os restos de comida e jogue-os no lixo. 

·        Deixe a louça de molho na pia, com água e detergente, por uns minutos e ensaboe. Repita o processo e enxágue.

·        Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal de sua casa.

·        Use balde e pano para lavar o carro, ao invés de uma mangueira. Evite lavar o carro durante a estiagem. 

·        Use regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira.

·        No verão a rega das plantas deve ser feita de manhazinha ou à noite. Isso reduz a perda de água por evaporação.

·        Utilize a máquina de lavar somente quando estiver na capacidade total.

·        No tanque, feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa.


>>> Confira o boletim da Rádio Secom e faça download

 

Nesta segunda-feira, 13, técnicos da Diretoria de Recursos Hídricos da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) estarão reunidos com integrantes do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá para discutir o projeto de mobilização social para as etapas do plano de bacia na região e avaliar os limites de abrangência do Comitê.

"O plano da bacia do rio Araranguá permitirá que o Governo e a sociedade conheçam a situação das águas da região, em termos de qualidade e de quantidade, e identifiquem potenciais conflitos de uso, possibilitando estabelecer diretrizes e ações a fim de compatibilizar os diversos usos da água", explica o diretor de Recursos Hídricos, Edison Pereira de Lima.

O trabalho está dividido em três etapas que compreendem a elaboração de um diagnóstico dos recursos hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, a identificação de cenários futuros para a gestão destes recursos e o enquadramento das águas superficiais. Esta última fase consiste na análise de estratégias de intervenção, visando à compatibilização entre as disponibilidades hídricas e as demandas levantadas.

A área de abrangência do Comitê do Rio Araranguá envolve, hoje, os municípios de Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Ermo, Forquilhinha, Maracajá, Meleiro, Morro Grande, Nova Veneza, Siderópolis, Timbé do Sul, Praia Grande, Treviso e Turvo.

{text}

 

O governador Raimundo Colombo reuniu os presidentes da Casan, Dalírio Beber, e da Celesc, Cleverson Sievert, no início da tarde desta quinta-feira, dia 2, na Casa da d’Agronômica, em Florianópolis. O encontro foi para discutir medidas emergenciais a fim de minimizar o problema da falta de água, principalmente nas praias do Norte da Ilha.

Na reunião foi decidido que será aumentando o número de equipes de plantão para atender as demandas de água e luz no Litoral.

O calor excessivo, o aumento do consumo de água e quedas de energia resultaram no desabastecimento de parte das residências na Grande Florianópolis, onde se concentra o maior volume de turistas.

O consumo de energia elétrica de Santa Catarina tem sido elevado nos últimos anos, com o pico de demanda máxima da ordem de 4.200 MW, representando crescimento de 4% ao ano.

Porto Belo e Bombinhas, municípios da Costa Esmeralda, ganharam como presente de Natal nesta segunda-feira, 23 de dezembro, melhorias estratégicas para a região de praias límpidas que tem no turismo uma de suas principais atividades. Com a presença do governador Raimundo Colombo, do diretor-presidente da CASAN, Dalírio Beber, e dos prefeitos Evaldo Guerreiro (de Porto Belo) e Ana Paula da Silva (de Bombinhas), entre outras autoridades, foram inauguradas obras que ampliam a capacidade da Estação de Tratamento de Água de Porto Belo de 150 litros por segundo para 220 litros por segundo.

casan qualifica abastecimento de agua de porto belo 20131223 1883043243
Foto: Neiva Daltrozo / Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

 São investimentos de mais de R$ 4 milhões em obras que incluem uma nova adutora para captação de água, implantação de equipamento flotador para melhorias na capacidade de tratamento, novos conjuntos de moto-bombas e instalações elétricas, revitalizando a ETA.

“É um momento de reconhecimento, em que a CASAN retoma a oferta de seus serviços em diversos municípios catarinenses. Para a região de Porto Belo e de Bombinhas, uma das mais belas do Brasil, é uma grande responsabilidade qualificar o atendimento à população e ao turismo”, avaliou o governador do Estado, Raimundo Colombo, lembrando que a atividade turística já representa 12% da economia de Santa Catarina.

As obras incluem a implantação de uma nova adutora de água tratada, com extensão de 13 quilômetros, aumentando a vazão para atender também o município de Bombinhas. Também foi implantado, equipamento flotador para melhorias na capacidade de tratamento, novos conjuntos de moto-bombas e novas instalações elétricas.

Segundo o Dalírio Beber, O novo sistema permite ainda armazenar água por dez dias em épocas de estiagem, por meio de um lago, que antes era usado como decantador. Com a instalação dos flotadores, a separação das impurezas da água, a exemplo do lodo, é realizada de forma mais eficiente e compacta. “Com a ampliação e o novo processo de tratamento de água, ficamos muito otimistas com o abastecimento de água para a população durante essa temporada de verão. Não resta dúvida que o retorno do município aos serviços da Casan nos permitiu investimentos significativos no sentido de melhorarmos tanto a captação quanto o tratamento de água, que vai servir Porto Belo e Bombinhas”, destacou o presidente.

O prefeito de Porto Belo, Evaldo José Guerreiro, explicou que o município é um dos principais pontos turísticos de Santa Catarina e uma das cidades mais belas do litoral brasileiro, que abriga algumas das praias mais concorridas de Santa Catarina e do Brasil. “Durante o verão, muitos cruzeiros marítimos, de passagem pelo litoral catarinense, ancoram para que os passageiros visitem a cidade que proporciona um dos melhores roteiros turísticos. Por isso devemos oferecer serviços públicos de qualidade e tenho a certeza que acertamos em fazer essa parceria com a Casan”, concluiu.

Para a prefeita de Bombinhas, Ana Paula da Silva, a decisão de voltar a ter serviços da Companhia vai resolver o problema de qualidade e quantidade da água, que atende o município. “Tínhamos problemas sérios de água, principalmente na qualidade e hoje acredito que os moradores de Bombinhas e também os turistas terão água com condições de uso durante a temporada das férias de verão e também durante o ano todo”, ressaltou a prefeita.

 >>> Ouça a entrevista do governador Raimundo Colombo e faça download

Gerência de Comunicação Social da CASAN
Jornalista responsável: Arley Reis
Fone: (48) 3221.5036
areis@casan.com.br

{text}

 

Na segunda-feira, 23, o governador Raimundo Colombo, acompanhado do presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Dalírio José Beber, estará no município de Porto Belo para a inauguração das obras de ampliação e melhorias no Sistema de Abastecimento de Água que também beneficiam o vizinho município de Bombinhas. O ato será às 11h na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Porto Belo, às margens da BR-101, próximo do trevo de acesso à cidade.

casan 20131220 1491475312
Foto: Bira Dias/Casan

“Para atender a forte demanda na temporada de verão e também manter a regularidade no abastecimento durante o ano todo, a Casan elaborou projetos e investiu mais de R$ 4 milhões  em melhorias, ampliando a capacidade de tratamento de 150 litros por segundo para 220 litros por segundo”, destaca o Presidente da Casan, Dalírio Beber.  As obras incluem a implantação de uma nova adutora de água tratada, com extensão de 13 quilômetros,  aumentando a vazão para atender também o município de Bombinhas, além da aquisição e implantação do equipamento flotador para melhorias na capacidade de tratamento, novos conjuntos de moto-bombas e novas instalações elétricas. O investimento total é de R$ 4 milhões e 698 mil.

Barra Velha
Também na segunda-feira, às 16h,  o presidente da Casan, Dalírio Beber, participa dos atos de inauguração da obra de revitalização da Estação de Tratamento de Água do município. Foram investidos cerca de R$ 500 mil para  as obras  de  melhorias que possibilitam atender com regularidade os 33 mil moradores  da cidade e o movimento da alta temporada de verão, que envolve a movimentação de cerca de 100 mil pessoas. Além das melhorias atuais, a Diretoria da Casan já projeta para 2014 as obras de ampliação da ETA, o que aumentará a capacidade de tratamento dos atuais 160 litros por segundo para 250 litros por segundo.

Durante o ato também será feita a assinatura do Contrato de Programa entre a Casan e a prefeitura de Barra Velha, uma exigência da Lei Geral do Saneamento (11.445/2007) e que regulará  a concessão  da prestação dos serviços públicos municipais de abastecimento de água e esgotamento sanitário pelo prazo de 30 anos seguindo ainda as metas do Plano Municipal de Saneamento. “São investimentos gradativos  que melhoram a qualidade dos serviços de saneamento e também aumentam a qualidade de vida das pessoas, gerando mais saúde e desenvolvimento”, afirma o presidente da Casan, Dalírio Beber.

O governador Raimundo Colombo e o presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Dalírio Beber, anunciaram, nesta quarta-feira, 18, em Florianópolis, que a companhia vai retomar o controle do sistema de abastecimento de água e esgoto do município de Içara, no Sul do Estado. A decisão, já aprovada pela Câmara de Vereadores de Içara, foi formalizada por meio do convênio de cooperação para a gestão associada dos serviços de abastecimento de água, coleta, tratamento e destino final de esgoto sanitário entre o governo do Estado e prefeitura.

casan em icara 20131218 2071119304
Foto: James Tavares/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

“Nós estamos reassumindo o sistema de abastecimento de alguns municípios que é uma ação muito positiva. O Estado tem um volume significativo para investir em saneamento básico e estadualizando o serviço é possível reverter em obras, como é o caso de Içara”, destacou o governador.

O novo convênio com a Casan terá validade de cinco anos, a contar do dia 1º de janeiro de 2014. Neste período a empresa deverá assinar o Contrato de Programa com o município, conforme prevê a Lei Geral do Saneamento, e realizar melhorias operacionais no sistema de abastecimento de água. “A cidade está apostando nesse contrato e acredito que foi o melhor caminho para o sistema de água e esgoto da nossa cidade. O nosso maior objetivo foi o de obter segurança hídrica para a população. Garantir que o abastecimento de água seja mantido por uma empresa pública, na quantidade suficiente para atender a demanda presente e futura, de acordo com o crescimento e desenvolvimento do município”, disse o prefeito de Içara, Murialdo Canto Gastaldon.

A companhia também vai assumir o suporte técnico e acompanhamento da primeira etapa do sistema de esgotamento sanitário do município que está em andamento via financiamento com a Caixa Econômica Federal. Ainda está previsto a ampliação do sistema de reserva e abastecimento de água para diversos bairros do município. “Reassumindo os serviços sanitários de Içara, vamos iniciar a primeira etapa do esgotamento sanitário, que deve acontecer ainda no primeiro semestre do próximo ano. Estamos honrados em poder retornar aquela cidade, como os garantidores da importante atividade do saneamento, que é a distribuição de água com qualidade e regularidade”, explicou Dalírio Beber.

>>> Confira o boletim da Rádio Secom e faça download

{text}

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) vai reassumir o controle do sistema de abastecimento de água e esgoto do município de Içara, no Sul do Estado, que havia municipalizado os serviços desde 2005. A decisão, já aprovada pela Câmara de Vereadores do município, será formalizada por meio de convênio de cooperação de gestão associada que será assinado nesta quarta-feira, 18, às 16h30, no auditório da Casan, com a presença do governador do estado, Raimundo Colombo, o presidente da estatal Dalírio José Beber e o prefeito de Içara, Murialdo Canto Gastaldon.

O novo convênio com a Casan terá validade de cinco anos, a contar do dia 1 de janeiro de 2014. Neste período, a empresa deverá assinar o Contrato de Programa com o município, conforme prevê a Lei Geral do Saneamento, e realizar diversas melhorias operacionais no sistema de abastecimento de água, bem como assumir o suporte técnico e acompanhamento da primeira etapa do sistema de esgotamento sanitário do município que esta em andamento via financiamento com a Caixa Econômica Federal , entre outros serviços.

Também será ampliado o sistema reservação e abastecimento de água para diversos bairros do município. Na atual gestão do presidente Dalírio Beber, cinco municípios que haviam municipalizado os serviços e água e saneamento retornaram para o sistema Casan: Chapecó, Paulo Lopes, Barra Velha, Porto Belo e agora Içara.

Serviço :
Evento : Assinatura do Convênio de Cooperação para Gestão Associada dos Serviços de Abastecimento de Água, Coleta , Tratamento e destino final de esgotos sanitários entre o município de Içara e o Governo de Santa Catarina, com interveniência da CASAN.
Dia – 18/12/2013
Local : Auditório Pedro Ivo Campos- Casan – Matriz
Endereço : Rua Emilio Blum, 83 – Centro – Florianópolis.
Fones : 48- 3221 5034/ 5035/5037

Assessoria de Imprensa/Comunicação
(48)3221-5034/9101-8946