Fotos: Thiago Boeing/HJAF

A primeira Unidade de Saúde Mental exclusiva para pediatria de Santa Catarina, com 14 leitos, começa a funcionar com capacidade total a partir desta quarta-feira, 28. O investimento do Governo do Estado para execução da obra e aquisição de equipamentos foi de R$ 4,2 milhões. Para o custeio deste serviço, a Secretaria de Estado da Saúde realizou um incremento anual de R$ 2,5 milhões no valor destinado ao gerenciamento do hospital.

Nesta quarta-feira, 28, às 15h, representantes do Governo do Estado e do Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, realizam visita à Unidade de Saúde Mental da instituição, ato que marca o início da ativação dos leitos de internação. Na semana passada, seis leitos foram ativados e, após a vistoria, mais oito entrarão em funcionamento.

Joinville - Governo do Estado ativa 14 leitos de psiquiatria no Hospital Infantil

Dividida em duas alas, a unidade ocupa área de 1.000 metros quadrados e tem capacidade para 14 pacientes. Irão atuar nas áreas assistencial e de apoio 35 profissionais, além da equipe médica composta por psiquiatras pediátricos, com apoio das demais especialidades oferecidas pela instituição.

O Hospital Infantil de Joinville faz parte da rede de hospitais públicos da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina e é gerenciado pelo Grupo Hospitalar Nossa Senhora das Graças. Mensalmente, cerca de 11 mil atendimentos são oferecidos para crianças e adolescentes. Todos os serviços realizados são custeados pelo SUS, com apoio do Governo de Santa Catarina.

*Agenda

O quê: Visita de vistoria à Unidade de Saúde Mental do Hospital Infantil
Quando: quarta-feira, 28 de março
Horário: 15h
Onde: Hospital Infantil, rua Araranguá, 554, bairro América

Informações adicionais para a imprensa:
Thiago Boeing
Coordenação de Comunicação e Marketing
Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria
E-mail: thiago@hjaf.org.br
Telefone: (47) 3145-1654 / 98458-2390
Site: www.hjaf.org.br 

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Keller
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: anakeller@jve.adr.sc.gov.br / imprensa@jve.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3461-1225 / 99240-8064
Site: sc.gov.br/regionais/joinville

Onze municípios de Santa Catarina receberam do Ministério da Saúde ambulâncias de Unidades Básica de Saúde (UBS) para renovação da frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ascurra, Concórdia, Fraiburgo, Itapiranga, Itapoá, Matos Costa, Meleiro, Palhoça, Santa Cecília, Santo Amaro da Imperatriz e São Bonifácio foram os municípios beneficiados. A entrega dos veículos ocorreu nessa segunda-feira, 26, em cerimônia nacional realizada em São José dos Pinhais (PR).


Fotos: Divulgação / SES

O Governo do Estado de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Saúde (SES) começaram a entregar nesta segunda-feira, 26, 150 cadeiras de rodas para pacientes do Centro Catarinense de Reabilitação (CCR) em Florianópolis. O primeiro lote, de 75 unidades, foi entregue pelo secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, e pelo adjunto, Marcelo Lemos dos Reis. O próximo lote, com 75 cadeiras personalizadas, será entregue aos pacientes na manhã desta terça-feira, 27, também no CCR, no Bairro Agronômica.

As cadeiras, personalizadas para as necessidades de cada um dos pacientes, representaram um investimento de R$ 900 mil e, de acordo com a gerente do Centro Catarinense de Reabilitação, Cristiane Lima Carqueja, significam uma conquista para o setor, que atendeu à demanda com pacientes de diversas regiões do Estado.


Fotos: Ricardo Lunge/ADR Blumenau

O novo Ambulatório Geral (AG) Marilene Giacomet de Aguiar, localizado na Rua Norberto Seara Heusi, foi inaugurado nesta segunda, 26, no Bairro Escola Agrícola em Blumenau. O secretário executivo regional da ADR Blumenau, Emerson Antunes, representou o governador Eduardo Pinho Moreira na solenidade. Emerson destacou os investimentos do Governo do Estado em Blumenau. “Este novo ambulatório é mais um sinal dos investimentos em relação à saúde da população e mostra o comprometimento do Estado. Além desta estrutura, serão entregues mais três grandes obras para a população com recursos do Governo do Estado, que, somados, os investimentos chegam a R$ 12 milhões somente na área da saúde no município", explicou.

Novo Ambulatório Geral é entregue em Blumenau

Com investimentos de R$ 1 milhão do Governo do Estado e contrapartida de R$ 436 mil do município, a nova unidade de saúde tem uma área total de 708 metros quadrados, aumentando em 80% a área do imóvel em relação ao atual.

A unidade é composta por 12 consultórios, sendo sete de clínico geral, dois de ginecologia, um de psicologia e dois odontológicos, além de salas de atendimento, farmácia e pequenos procedimentos.

O Ambulatório Geral da Escola Agrícola está em funcionamento desde 2003 e atende em média 30 mil pessoas por mês. Devido a este alto número de atendimentos, a construção de uma nova unidade tem grande importância para a região Norte de Blumenau.

Novo Ambulatório Geral é entregue em Blumenau

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau


Pedro Tomé e o secretário da Saúde. Foto: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

Pedro Tomé, 77 anos, morador de Araranguá, estava ansioso para receber a cirurgia de catarata no Hospital Regional. Ele foi um dos primeiros a realizar o procedimento, na manhã desta sexta-feira, 23, por meio do mutirão viabilizado pela Secretaria de Estado da Saúde, através do Projeto Ver.

Assim como Pedro, outros 845 pacientes já cadastrados nas Secretarias municipais de Saúde serão beneficiados com a cirurgia no Hospital Regional de Araranguá, em ação que atenderá moradores da cidade sede da Amesc, Balneário Arroio do Silva e outros 17 municípios das regiões de Tubarão e Laguna.

>>> Confira a galeria de fotos

A meta é zerar a fila de espera para o procedimento na região. Santino de Jesus, 64 anos, e a esposa, ambos de Balneário Arroio do Silva, também foram atendidos pelo mutirão. “Ficamos muito contentes quando soubemos que iríamos receber a cirurgia. Vamos sair os dois vendo a vida de outra forma”, comemora.

Mutirão de catarata Hospital Regional
Foto: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

O secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, fez questão de acompanhar de perto o início do mutirão na manhã de sexta-feira. Acompanhado do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, da gerente Regional de Saúde, Patrícia Gomes Jones Paladini, e da equipe do hospital, Acélio Casagrande comemorou o início do projeto. “Este é mais um projeto da regionalização da saúde, onde estamos trabalhando as demandas de cada macrorregião. Aqui, mais de 800 pacientes receberão cirurgia, além de um kit com óculos e colírio e poderão enxergar novamente. Queremos que o hospital seja referência para todo o Sul do Estado”, disse.

Casagrande ainda comemorou os números positivos de atendimentos no HRA. “Em menos de dois meses, foram cerca de 18 mil atendimentos, entre ambulatório, pronto atendimento e cirurgias”, disse, destacando que a saúde é uma prioridade do Governo do Estado.

Mutirão de catarata no HRA

Mutirão de catarata Hospital Regional
Foto: Leneza Della Krás/ ADR Araranguá

As cirurgias de catarata no Hospital Regional de Araranguá, por meio do mutirão, iniciaram nesta sexta-feira, 23, e seguem até o mês de abril. A média é de 35 atendimentos por dia, totalizando quase 850 atendimentos de pacientes do Extremo-Sul e das regiões de Tubarão e Laguna.

Nos dias 8, 9, 10 e 11 de maio, o mutirão também ocorrerá no Hospital de Praia Grande. Serão atendidos outros 223 pacientes que estão na lista de espera, cadastrados nas Secretarias municipais de Saúde de 13 cidades do Extremo-Sul, entre elas Balneário Gaivota, Ermo, Jacinto Machado, Maracajá, Meleiro, Morro Grande, Passo de Torres, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Sombrio, Timbé do Sul e Turvo.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0100
Site: www.sc.gov.br/regionais/ararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua

O novo Ambulatório Geral (AG) Marilene Giacomet de Aguiar, localizado na Rua Norberto Seara Heusi, será inaugurado na segunda-feira, 26, às 9h, no Bairro Escola Agrícola em Blumenau. A unidade será composta por 12 consultórios, sendo sete de clínico geral, dois de ginecologia, um de psicologia e dois odontológicos, além de salas de atendimento, farmácia e pequenos procedimentos.

Com investimentos de R$ 1 milhão do Governo do Estado e contrapartida de R$ 436 mil do município, a nova unidade de saúde tem uma área total de 708 metros quadrados, aumentando em 80% a área do imóvel em relação ao atual.

O Ambulatório Geral da Escola Agrícola está em funcionamento desde 2003 e, devido ao aumento no número dos atendimentos, a obra teve grande importância para a região Norte de Blumenau, especificamente no Bairro Escola Agrícola. 

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau


Governador solicitou recursos para Saúde em suas viagens à Brasília. Na última delas, Moreira se reuniu com o presidente. Foto: Marcos Corrêa/PR

Como resultado de sua primeira visita a Brasília, o governador Eduardo Pinho Moreira recebeu a confirmação, por telefone, do presidente da República, Michel Temer, nesta sexta-feira, 23, do repasse de R$ 100 milhões para atender demandas da Saúde em Santa Catarina. “Uma conquista necessária para Santa Catarina, fruto de um esforço conjunto, com o Fórum Parlamentar Catarinense, num momento em que precisamos equacionar as dívidas na área da saúde e, ao mesmo tempo, garantir o atendimento à população”, destaca o governador.

Eduardo Moreira esteve no dia 1º de março, na Capital federal, com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, acompanhado de integrantes do Fórum Parlamentar Catarinense, deputados Jorginho Mello, Rogério Peninha Mendonça e Carmem Zanotto, além do secretário da Saúde, Acélio Casagrande.

>>> Ouça o boletim da Rádio Secom sobre o assunto

>>> Em primeira viagem a Brasília, governador Eduardo Pinho Moreira discute ações de segurança e saúde

Os recursos garantidos, que serão repassados em dez parcelas de R$ 10 milhões, até o final deste ano, representam parte da dívida da União para com o Estado na área da Saúde, de um total de R$ 212.909.318, ao ano. “Tínhamos solicitado na nossa última visita o repasse emergencial de R$ 53 milhões. O rápido retorno do presidente, Michel Temer, mostra a sua sensibilidade com a situação de Santa Catarina. Seremos incansáveis na busca de soluções para a área da Saúde, buscando não só recursos para a dívida existente, mas, também, para investimentos no setor. Com responsabilidade queremos atender da melhor forma possível o povo catarinense”, ressalta Moreira.

>>> Em Brasília, governador solicita ao presidente da República pagamento da dívida na área da Saúde

Dívida do Governo Federal

Os serviços na área da Saúde, realizados sem a cobertura federal, causaram um déficit mensal de R$ 17.742.359,85, chegando aos R$ 212,9 milhões ao ano. O valor é resultado de um estudo feito em conjunto pelas equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde e do Ministério da Saúde, e por integrantes do Fórum Parlamentar Catarinense. O grupo analisou mês a mês a prestação dos serviços de alta e média complexidades do Estado e dos municípios e também o que foi repassado pela União.

Mais informações para a imprensa:
Soledad Urrutia
Secretaria de Estado da Comunicação
Fone: (48) 99947-2938
www.sc.gov.br

De 31 de dezembro de 2017 a 17 de março de 2018, Santa Catarina apresentou 65 municípios considerados infestados, com a inclusão de Iraceminha, que não apareceu no boletim anterior, divulgado pela Dive. O número representa um incremento de 18,2% em relação ao mesmo período de 2017, que registrou 55 municípios nessa condição. 

>>> O boletim completo está disponível neste link

A definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

No mesmo período,  foram identificados 5.621 focos do mosquito Aedes aegypti em 122 municípios. Nesse mesmo período em 2017, foram identificados 3.350 focos em 111 municípios. O número de focos de 2018 é 67,8% maior quando comparado ao mesmo período do ano de 2017.

Informações adicionais para a imprensa:
Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br

 

 


Foto: Divulgação / SES

O secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, conferiu in loco a situação do tomógrafo do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, na manhã desta quinta-feira, 22, quando também conversou com pacientes. O atendimento à população já está sendo realizado normalmente, com cerca de 100 exames por dia. Uma peça danificada havia prejudicado os exames de tomografia computadorizada.

Acélio Casagrande também verificou as instalações que estão sendo feitas para o início das operações de um segundo tomógrafo, já adquirido pela Secretaria da Saúde. O novo equipamento é capaz de realizar 64 imagens por segundo, enquanto o que está em funcionamento realiza oito. Essa tecnologia permite que uma tomografia no crânio, por exemplo, seja concluída em menos de um minuto. A sua instalação permitirá que o Hospital Celso Ramos realize em média três vezes mais exames de tomografia computadorizada.

“Equipes trabalharam dia e noite e conseguimos substituir as peças danificadas em tempo recorde”, disse Casagrande. “Agora estamos conhecendo as instalações onde o segundo tomógrafo será instalado”.

Em contato com pacientes que aguardavam por exames, Casagrande quis saber detalhes sobre atendimento, impressões e sugestões. Ele destacou que o respeito à população e atenção à Saúde são prioridades do Governo de Santa Catarina. “Procurei saber de onde estes pacientes estão vindo. Dentro do nosso projeto de regionalização, a intenção é incluir serviços em suas regiões, para que os pacientes não precisem se deslocar”, concluiu.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br/ secretariadeestadodasaude@gmail.com

O início do mutirão de cirurgias de catarata para o Sul do Estado que estava previsto para o dia 26, foi antecipado e começará nessa sexta-feira, 23. Integrante do Projeto Ver, o mutirão atenderá a população de Laguna e do Extremo-Sul Catarinense. A previsão é de 800 procedimentos que serão realizados no Hospital Regional de Araranguá. No início de maio, o mutirão também ocorrerá no Hospital de Praia Grande.

O secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, estará em Araranguá para acompanhar o início do mutirão. “É uma ação muito importante e aguardada por 800 pessoas que estavam na fila de espera. O procedimento é rápido e devolve de imediato a visão às pessoas que esperavam poder enxergar novamente", comenta Casagrande.

Após a cirurgia, o paciente recebe um kit com óculos escuros e colírio. Cada cirurgia tem um custo de R$ 771,60, conforme tabela do SUS, mais R$ 250,00 de prêmio estipulado pela Comissão Intergestora Bipartite. O valor total do mutirão será custeado com fontes do Ministério da Saúde (MS) e do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Na primeira quinzena de março, o Projeto Ver esteve em Campo Alegre. Lá foram realizadas 1.700 cirurgias de catarata em pacientes da Macrorregião do Planalto Norte e parcialmente da Nordeste. Nas últimas duas semanas de fevereiro, o Hospital de Penha fez 1.400 procedimentos, atendendo a população da Foz do Rio Itajaí.

Em 2017, o mutirão de cirurgias de catarata foi realizado na Macrorregião do Grande Oeste, Macrorregião do Meio-Oeste, Serra Catarinense e parcialmente no Sul do Estado e na Grande Florianópolis. Em novembro foram feitas 1.197 cirurgias de catarata em São Lourenço do Oeste. Em Dezembro, o mutirão chegou a Caçador, Iporã do Oeste e Içara, com a realização de 897, 636 e 400 cirurgias, respectivamente. Outros 300 procedimentos foram feitos em Santo Amaro da Imperatriz, entre dezembro de 2017 e fevereiro deste ano.

Informações adicionais para a imprensa

Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br/ secretariadeestadodasaude@gmail.com