Foto: PC/SC

A fanpage da Delegacia de Homicídios de Joinville completa um ano de funcionamento neste mês de abril e mostra resultados de extrema relevância na apuração dos crimes dolosos contra a vida em Joinville, no Norte do Estado.

A experiência de aproximar o cidadão da Polícia Civil, por meio de uma poderosa ferramenta de interatividade, que permite anonimato absoluto, revelou-se importante fonte de informação em diversos casos solucionados no ano que passou. Diferentemente de uma denúncia ao sistema convencional, a página permite que a população interaja diretamente com os investigadores que trabalham nos casos, fazendo com que a qualidade das informações seja muito superior, tornando, por consequência, a investigação muito mais precisa e exitosa.

Além disso, o canal funciona como meio para divulgação do serviço público realizado pelos policiais da DH, recurso que constitui necessária satisfação ao cidadão e elemento dissuasório a divulgar a repressão dos crimes de homicídio.

Dessa forma, o citado efeito positivo que se pretende é diretamente proporcional à quantidade de seguidores da página, isto porque o alcance das publicações reflete de modo direto no retorno de informações para as investigações. “Por isso, o compartilhamento das postagens é fundamental para aumentar a eficiência da segurança pública em Joinville. A segurança pública é dever do Estado, mas também responsabilidade de todos, e é somente com a colaboração da sociedade que o crime não avançará. Ajude a tornar a cidade um lugar melhor para se viver, ajude a divulgar a página, compartilhe, denuncie e apoie as polícias”, solicita um policial.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O crescimento, acima da média nacional, da indústria de Santa Catarina foi o assunto que abriu o programa semanal de entrevista com o governador Raimundo Colombo. Segundo o IBGE, a produção industrial do Estado cresceu 4,1% no mês de fevereiro em comparação com o mesmo período do ano passado. Com relação ao mês de janeiro desse ano, o crescimento é 2,8% maior.



“Esse número positivo sinaliza uma retomada de crescimento e mostra o vigor do cenário catarinense, fomos o último Estado a entrar na crise e seremos o primeiro a sair dela. É fundamental que tenha ocorrido na indústria porque estamos falando de empregos que não são sazonais, o que é fundamental para o crescimento da economia de Santa Catarina”, afirmou o governador.

Colombo encerrou a entrevista falando de Segurança Pública. Disse que será feito todo o investimento necessário para enfrentar a criminalidade. “É o momento em que as pessoas precisam sentir o peso da mão amiga do Estado em favor delas em um setor que nos desafia todos os dias”, concluiu Colombo.

A íntegra do programa está disponível nos canais oficiais do Governo no Vimeo e no Youtube. A versão em áudio pode ser acessada neste link.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018/8843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


Foto: Johatan Tavares/SSP

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, acompanhado do comandante geral da Polícia Militar, coronel Paulo Henrique Hemn, e do delegado geral da Polícia Civil, Artur Nitz, percorreu na tarde desta quarta-feira, 12, os pontos de bloqueio montados pela Força Tarefa criada para combater os crimes de homicídios em Florianópolis.

O primeiro bloqueio vistoriado foi na comunidade do Monte Cristo, no continente. Barreiras montadas pelo Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do 22º Batalhão da Polícia Militar interceptaram veículos e abordaram suspeitos. Outras ações também foram executadas, como intensificação do policiamento ostensivo, cumprimento de mandados de prisão e reforço no efetivo da Delegacia de Homicídio. Houve reforço também nas ações da área de inteligência.

Na Chico Mendes, César Augusto Grubba entrou na comunidade e viu as barricadas montadas pelos traficantes para dificultar a entrada das viaturas policiais. Ele declarou que vai fazer contato om o prefeito Gean Loureiro solicitando a retirada do material. “Isto é um absurdo. É o tráfico quem define quem entrada na comunidade. E há gente do bem aqui. O tráfico não pode determinar nada”, declarou.

Ainda segundo o secretário, o tráfico de drogas é o que fomenta a criminalidade. “O tráfico é a porta de entrada para o crime e está intimamente ligado ao aumento de homicídios em Florianópolis. Por isso um dos objetivos da Força Tarefa é o combate sistemático às organizações criminosas que travam esta guerra em busca de espaço e rentabilidade”.

Desde o dia 1º de janeiro até esta quarta, 12l, Florianópolis registrou um total de 66 mortes violentas,  que é o somatório de homicídios dolosos (58), mais latrocínio (1), lesão corporal seguida de morte (3) e confronto policial (4).

Santa Catarina também utiliza o termo CVLI, referindo-se a Crimes Violentos Letais Intencionais, o qual é empregado com a finalidade de agregar separadamente os fatos acima listados. Embora não haja nenhum documento da Senasp que regulamente a utilização dessa sigla, ela é amplamente aproveitada pela maioria das unidades federativas e em publicações relevantes no cenário nacional, como é o caso do Anuário Brasileiro de Segurança Pública do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. De acordo com o secretário, as ações da Força Tarefa vão continuar em toda a região.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-1117 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 


F
oto: reprodução

A Polícia Civil do Estado de Santa Catarina lança a partir desta terça-feira, 11, seu site  - www.policiacivil.sc.gov.br - destinado à divulgação institucional dos serviços oferecidos ao cidadão catarinense. A ideia é facilitar o acesso a setores como Delegacia Virtual, Disque-Denúncia, jogos e ações policiais realizadas em todo o Estado.

Para o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, além do novo projeto gráfico, mais moderno e dinâmico, a nova página da internet propiciará agilidade aos policiais civis que precisam acessar a área interna. Também irá auxiliar as pessoas que procuram o atendimento. “O novo site foi redesenhado em consonância com as diretrizes da tecnologia moderna e reflete a proximidade, inovação, flexibilidade, dinamismo e comprometimento, atributos da relação da instituição Polícia Civil com o cidadão”, explica.

Dentre as funcionalidades em destaque, estão a Delegacia de Polícia Virtual, onde o cidadão poderá fazer seu registro de ocorrência, o Disque Denúncia 181, serviço gratuito, que atende durante as 24 horas do dia, com garantia de anonimato do cidadão; a fiscalização de jogos e diversões públicas, no qual os proprietários de estabelecimentos podem obter informações a respeito de alvarás para funcionamento de seus comércios, e as notícias policiais atualizadas, com as ações de combate à criminalidade realizada pela Polícia Civil.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Foto: Glauco Benetti/ADR Seara

A 3ª Companhia Polícia Militar de Seara lançou nesta sexta-feira, 7, os grupos que compõem o programa de vigilância “Rede de Vizinhos”. A estratégia de policiamento convida o comércio e a população em geral a participarem de grupos em aplicativos de mensagens via celular, multiplicando a vigilância e melhorando a comunicação com a PM.

Em Seara, o programa já foi implantado no Centro, na Avenida Anita Garibaldi, no Bairro Bairro Industrial, na Rua Herculano Hercules Zanuzzo, e no Bairro São João na Avenida Paludo. Mais de 150 pessoas já foram cadastradas. 

De acordo com o comandante, tenente Claudemir Ronning, o passo seguinte é a expansão do programa para outros bairros e interior do município. “Os moradores interessados já podem organizar pequenos grupos e procurar a sede da Polícia Militar para obter maiores informações”, estimula Ronning.

“Neste primeiro mês, realizamos alguns testes e já tivemos bons resultados. Conseguimos, com a ajuda da comunidade, localizar os envolvidos em ocorrências. Com a expansão programada para outros bairros e o interior do município, esta será uma grande ferramenta para segurança pública”, destaca a soldado Iluza Carraro.  

A secretária executiva Gládis Regina Bizolo dos Santos enfatiza o relevante trabalho desenvolvido pela PM de Seara. “É importante ressaltar o comprometimento do comandante da PM de Seara e de toda equipe. Juntos teremos mais segurança e qualidade e vida”, destaca.

Mais informações para a imprensa
Glauco Benetti
(49) 3452-8610 / 98837-7430
comunicacao@sar.sdr.sc.gov.br

 

A Polícia Civil, através da Divisão de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV/Deic), em operação conjunta com a Delegacia da Comarca de Maravilha, dando prosseguimento às investigações que desmantelaram uma quadrilha especializada na falsa comunicação de roubo de caminhões e desvio de cargas, deram cumprimento, na manhã desta segunda-feira, 10, a mandados de prisão preventiva e de buscas e apreensões em Riqueza e Iraceminha, no Oeste do Estado. 

De acordo com o delegado Rodrigo Falck Bortolini, na residência de um dos alvos, um homem, de 48 anos, empresário de Iraceminha, foi cumprido um mandado de prisão preventiva contra ele e um de busca e apreensão, ocasião, em que foi apreendido um revólver calibre 38 municiado, resultando em sua prisão flagrante. “Além de integrar a organização criminosa, o empresário vinha há tempos intimidando testemunhas que atuaram no processo para que mudassem seus depoimentos em benefício de seu comparsa, de 46 anos, um dos líderes do esquema, residente em Riqueza e que permanece foragido”, explica. 

Segundo o delegado, são 10 prisões resultantes da operação. “Diligências continuam sendo realizadas visando à localização e captura do outro integrante do esquema, um homem, de 46 anos”, concluiu.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa da Polícia Civil
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Foto: Maira Porto Monterio/Ascom SSP

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, coordenou na manhã desta segunda-feira, 10, reunião do gabinete de crise com os gestores da Segurança Pública para definir ações de combate ao crime e reduzir os assassinatos registrados na Capital desde o início do ano.

Dentre as ações estão intensificar o policiamento ostensivo em áreas vulneráveis, reforçar o efetivo da Delegacia de Homicídios, criar uma força-tarefa para cumprimento de mandados de prisão de acusados de crimes e reforçar as ações de inteligência.

Desde o dia 1º de janeiro até 10 de abril, Florianópolis registrou um total de 59 mortes violentas, que é o somatório de homicídios dolosos (58) mais latrocínio (1). No ano passado, no mesmo período, foram 23 mortes violentas – 22 homicídios dolosos e um latrocínio.

Participaram da reunião o Secretário Adjunto da Segurança Pública, delegado Aldo Pinheiro D’Ávila; comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Paulo Henrique Hemm; delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz, e o diretor de Informação e Inteligência, delegado Mauro Cândido Rodrigues.    

No final da manhã, o secretário Grubba foi recebido pelo governador Raimundo Colombo na Casa d'Agronômica. 

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-1117 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

A construção do Complexo da Polícia Civil de Itajaí começará ainda neste mês, conforme a Secretaria de Estado da Segurança Pública. A obra será edificada no terreno da antiga 1ª DP, na Rua Joca Brandão, no Centro. Os projetos estruturais foram aprovados pela Prefeitura de Itajaí e os alvarás foram emitidos. Os serviços serão executados pela Nakazima Engenharia. De acordo com o contrato firmado entre Governo do Estado e construtora, a conclusão da obra está prevista para agosto de 2018, com investimento de R$ 2,6 milhões.

A Polícia Civil, através da 3ª Delegacia da Comarca de Joinville, na tarde de terça-feira, 4, efetuou a prisão de integrantes de uma quadrilha de estelionatários, que aplicavam golpes do “conto do bilhete premiado”. Três homens (de 38 anos, 57 e 61 anos), foram presos e um quarto integrante conseguiu fugir.

O Secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, participou nesta terça-feira, 4, da abertura da 65ª reunião do Colégio Nacional de Secretários da Segurança Pública (Consesp), evento realizado no Rio de Janeiro e que vai até quarta-feira, 5.