Foto: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo lamentou, na manhã desta quinta-feira, 31, os atos de violências ocorridos no últimos dias aos agentes públicos da Segurança Pública em Santa Catarina. “Vamos reagir à altura para que a população tenha absoluta segurança. A polícia está trabalhando com sua força máxima e com todas as informações para enfrentar essa situação que nos desafia”, disse o governador, antes de abrir o Congresso Catarinense de Saneamento que acontece em Florianópolis. 

O governador destacou que o crime organizado é uma questão nacional. “Em Santa Catarina, estamos enfrentando com muito rigor. Esta noite foi pesada, com ações fortes da polícia em várias regiões do estado”, salientou. Colombo informou que há o conhecimento da presença de facções criminosas de outros estados atuando em Santa Catarina e ressaltou que o Governo do Estado vai continuar investindo no aumento do efetivo e de tecnologias e dando todas as condições operacionais para combater a criminalidade. 

“Estamos trabalhando, mas muitas informações são assuntos sigilosos da polícia. Toda nossa equipe de inteligência está acompanhando a situação. A Secretaria de Segurança Pública está concentrada e empenhada. E assim vamos continuar. Estamos capacitando mais de mil policiais militares. Será um grande reforço. Então, cabe a todos nós agirmos contra o crime e, também a Justiça, para que as pessoas sejam punidas com o rigor da lei”, afirmou.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC



A Polícia Civil e a Receita Federal do Brasil incineraram em Canelinha, nesta terça-feira, 29, 5.544 quilos de maconha, 4 quilos de skunk e 158 quilos de cocaína na cidade de Canelinha, atendendo decisões exaradas pela Justiça.

A partir de 11 de setembro, motoristas que têm boletos antigos de multa de trânsito precisam ficar atentos ao pagar suas faturas. O Banco Central começará a exigir que os boletos de cobrança sejam registrados, ou seja, tenham CPF ou CNPJ do beneficiário e do pagador, além do valor e data de vencimento. Por isso, faturas emitidas antes da validade desta regra terão que ser emitidas novamente para serem aceitas pelas redes bancárias.

“É o caso das multas de trânsito”, explica Graziela Maria Casas Blanco, gerente do Detran de Santa Catarina. “Boletos antigos (sem registro) só poderão ser quitados nos agentes financeiros até 11 de dezembro de 2017. Após essa data, o usuário deverá gerar o documento novamente no site www.detran.sc.gov.br ou procurar a unidade do Detran mais próxima”, orienta Graziela.

O boleto sem registro pode ser identificado pela expressão “NA APRESENTAÇÃO” no campo Data de Vencimento. Da mesma forma, o boleto registrado será identificado no documento, conforme imagem abaixo.

O Detran destaca ainda que os boletos referentes às infrações cometidas antes de 31 de outubro de 2016 serão registrados com data de vencimento de 31 de julho de 2018, tendo sua data de vencimento original destacada no campo observação. Portanto, não incidirá desconto.

Boleto de água e luz

O Governo do Estado ressalta que a nova regra não afetará os pagamentos das faturas de água, luz, ICMS, taxas e outros documentos de arrecadação estadual.

SAIBA MAIS:

O que é um boleto registrado?

Boleto registrado é aquele em que consta o CPF ou CNPJ do beneficiário e do pagador, além do valor e data de vencimento. Esses dados são registrados em uma base única, permitindo à rede bancária checar a veracidade das informações gerando mais controle e segurança a esse meio de pagamento, para garantir mais confiabilidade e comodidade aos usuários.

O que muda para o cidadão em relação aos boletos emitidos pelo Governo do Estado SC?

A nova regra NÃO afetará os pagamentos das faturas de água, luz, ICMS, taxas e outros documentos de arrecadação do Estado. O impacto para o cidadão se restringe às multas de trânsito cobradas pelo DETRAN de SC. Até então, estes documentos não eram registrados.

Como sei se meu boleto de multa do DETRAN é antigo?

O boleto SEM REGISTRO pode ser identificado pela expressão ?

“NA APRESENTAÇÃO” no campo Data de Vencimento, conforme imagem.

Por que o boleto registrado se tornará obrigatório?

O Banco Central, responsável por regular e fiscalizar as instituições bancárias no Brasil, quer inibir fraudes e aumentar a transparência dentro do mercado de pagamentos. Por isso, determinou que todo boleto de pagamento tenha CPF ou CNPJ do beneficiário e do pagador, valor e data de vencimento, conforme as Circulares n°s 3.461/09, 3.598/12 e 3.656/13.

Prazos

Para que haja tempo de adequação suficiente dos bancos à nova plataforma de cobrança, a implantação do boleto registrado será gradativa por faixas de valores.
A intenção é que até dezembro todo o contingente migre da modalidade sem registro para a modalidade registrada. Confira o cronograma:

Os boletos com valor:                      Data de início de validação

Igual ou acima de R$ 50.000,00         10/07/2017

Igual ou acima de R$ 2.000,00           11/09/2017

Igual ou acima de R$ 500,00              09/10/2017

Igual ou acima de R$ 200,00              13/11/2017

Boletos de todos os valores                11/12/2017

 

Vantagem do boleto registrado para o cidadão

- Segurança no pagamento, com duplo controle contra as fraudes;

- Garantia da diferenciação do boleto de cobrança do boleto de proposta;

- Redução de inconsistências de pagamento (e pagamento em duplicidade);

- Fim da necessidade da 2ª via do boleto para pagamento; 

- Pagamento de boleto vencido em qualquer agência ou correspondente bancário;

- Cliente DDA (Débito Direto Autorizado) visualizará todos os seus boletos de forma eletrônica.

 

 Existem quatro situações distintas:

1) Boleto Antigo SEM Registro

     Infrações anteriores a 01/11/2016, que não tem correção e aparece a informação "NA APRESENTAÇÃO" no campo vencimento.

     Sem mensagem sobre o registro.

 

boleto 1

 

2) Boleto Atual SEM Registro

    Infrações posteriores a 01/11/2016, que tem correção e aparece a data de vencimento no campo vencimento.

     Sem mensagem sobre o registro.

 

boleto 2

 

1) Boleto Antigo COM  Registro

     Infrações anteriores a 01/11/2016, que não tem correção. No campo vencimento, aparece a data 31/08/2018.

     Existe mensagem sobre vencimento original e a inexistência de desconto. 

     POSSUI mensagem sobre o registro.

 

boleto 3

 

2) Boleto Atual COM Registro

    Infrações posteriores a 01/11/2016, que tem correção e aparece a data de vencimento no campo vencimento.

     POSSUI mensagem sobre o registro.

 

boleto 4

Informações adicionais para a imprensa:
Cléia Schmitz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Fazenda - SEF
E-mail: cschmitz@sef.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2572 / 99157-1980
Site: www.sef.sc.gov.br



A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) inaugurou na quinta-feira, 24, os novos quartéis do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) dos municípios de São José do Cedro e Anchieta, no Oeste. Cumprindo agenda na região, o secretário César Augusto Grubba também entregou de maneira simbólica coletes balísticos para as unidades da PM sediadas na 4ª Região Policial Militar - Chapecó. 

Segundo Grubba, até o final do ano, 725 coletes balísticos serão distribuídos para toda região, atingindo assim 100% de proteção ao efetivo policial militar. Também destacou que pela primeira vez na história das instituições de segurança, os policiais serão portadores de seus próprios equipamentos de proteção, não havendo mais necessidade de rodízio nas trocas de serviço. 

Além da entrega de coletes, houve formatura de 56 alunos que concluíram o Curso Básico de Atendimento a Emergências e entrega da Medalha Comemorativa aos 90 Anos do Corpo de Bombeiros Militar para nove autoridades da Polícia Civil, Polícia Militar, Exército Brasileiro e dirigentes locais.    

Inaugurações

O quartel do Corpo de Bombeiros Militar de São José do Cedro teve sua construção custeada com recursos do Fundo de Melhoria da Segurança Pública e Prefeitura Municipal no total de R$ 711.498,34. O Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros Militar (Funrebom)  investiu na aquisição do mobiliário e equipamentos. A unidade também atende o município de Guarujá do Sul.

Já a nova sede do quartel do CBM de Anchieta, que também atende o município de Romelândia, foi construída em parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de Anchieta mais recursos do convênio do Funrebom. O investimento total foi de RS 310 mil.

A empresa responsável pelas obras foi a Pagnussatti Construção e Incorporação Ltda, vencedora do processo de licitação.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

 


Foto de arquivo: Jaqueline Noceti / Secom

O programa Bem-te-vi de Videomonitoramento Urbano, projeto elaborado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), está presente em 115 cidades catarinenses com a instalação de 2.450 câmeras em funcionamento. O projeto, que começou em 2012, investiu mais de R$ 14 milhões na compra de equipamentos e colocação dos pontos. Para este ano outras 21 cidades vão receber o programa Bem-te-vi. O programa começou em 2010, em 12 cidades, com 369 câmeras.

As cidades contempladas com o projeto atualmente são:

1

Agrolandia

30

Criciúma

59

Joaçaba

88

Rio do Sul

2

Abelardo Luz

31

Curitibanos

60

Joinville

89

Rio dos Cedros

3

Água Doce

32

Erval Velho

61

Lages

90

Rio Negrinho

4

Antonio Carlos

33

Faxinal dos Guedes

62

Laguna

91

São Bento do Sul

5

Apiúna

34

Florianópolis

63

Laurentino

92

São Francisco do Sul

6

Ascurra

35

Forquilhinha

64

Lauro Muller

93

São João Batista

7

Baln. Piçarras

36

Fraiburgo

65

Lindóia do Sul

94

São Joaquim

8

Balneário Camboriú

37

Garopaba

66

Lontras

95

São José

9

Barra Velha

38

Garuva

67

Luis Alves

96

São José do Cedro

10

Biguaçu

39

Gaspar

68

Luzerna

97

São Lourenço do Oeste

11

Blumenau

40

Gov. Celso Ramos

69

Mafra

98

São Ludgero

12

Bombinhas

41

Grão Pará

70

Maravilha

99

São Miguel D´Oeste

13

Braço do Norte

42

Guabiruba

71

Massaranduba

100

São Pedro de Alcântara

14

Braço do Trombudo

43

Guaramirim

72

Navegantes

101

Schroeder

15

Brusque

44

Guarujá do Sul

73

Nova Trento

102

Seara

16

Caçador

45

Herval do Oeste

74

Orleans

103

Sombrio

17

Camboriú

46

Ibirama

75

Otacílio Costa

104

Sto Amaro da Imperatriz

18

Campo Alegre

47

Içara

76

Palhoça

105

Taió

19

Campo Êre

48

Imbituba

77

Palma Sola

106

Tangará

20

Campos Novos

49

Indaial

78

Palmitos

107

Tijucas

21

Canelinha

50

Iporã do Oeste

79

Paulo Lopes

108

Timbó

22

Canoinhas

51

Irineópolis

80

Penha

109

Treze Tílias

23

Capivari de Baixo

52

Itaiópolis

81

Pinhalzinho

110

Tubarão

24

Catanduvas

53

Itajaí

82

Pomerode

111

Tunápolis

25

Chapecó

54

Itapema

83

Porto Belo

112

Urussanga

26

Cocal do Sul

55

Itapiranga

84

Porto União

113

Vargeão

27

Concórdia

56

Itapoá

85

Presidente Getúlio

114

Videira

28

Correia Pinto

57

Ituporanga

86

Quilombo

115

Xanxerê

29

Corupá

58

Jaraguá do Sul

87

Rio do Oeste

   

Até o final do ano de 2017 serão implementadas 188 câmeras em 21  cidades, os municípios são:

1

Araquari

8

Iomerê

15

Pouso Redondo

2

Armazém

9

Itá

16

Rio Fortuna

3

Cunha Porã

10

Jaguaruna

17

Riqueza

4

Descanso

11

Mondaí

18

São Domingos

5

Dionísio Cerqueira

12

Morro da Fumaça

19

São João do Oeste

6

Gravatal

13

Nova Veneza

20

Siderópolis

7

Guaraciaba

14

Papanduva

21

Xaxim

Existe um projeto da Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações (DTIC) para utilização dessas câmeras para auxílio no trânsito, chamado SSPVídeos. Este projeto permite acompanhar uma série de câmeras em diferentes municípios através da plataforma do Twitter. São postadas imagens em tempo real dos locais com uma frequência de 5 minutos, mostrando o trânsito local. Para saber mais acesse o Twitter do Projeto e a Listagem de Câmeras no Twitter.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

 


Foto: Deise Silva / Ciasc

A competição de programação do Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc) premiou soluções tecnológicas para a área de Segurança Pública. Realizada no último fim de semana, o 2º Hackathon #DesenvolveSC contou com 150 participantes, entre estudantes, mentores e palestrantes. “Foi difícil escolher os melhores projetos, tínhamos 10 trabalhos concorrendo e contamos com um júri diversificado, com professores, empresários e equipe técnica”, explica o vice-presidente de Tecnologia do Ciasc, Luiz Antônio da Costa Silva.

A equipe Devoz ficou em primeiro lugar com o projeto WebZinhos, recebendo R$ 5 mil. Já o segundo colocado foi o dispositivo Geo, da equipe If- Else, premiada com R$ 3 mil. Foi realizada, ainda, uma menção honrosa para o time Guardiões pelo aplicativo Protetor.

O WebZinhos é uma plataforma para controle e gerenciamento da Rede de Vizinhos, programa da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC). “Hoje são mais de mil grupos de WhattsApp e fica difícil controlar e analisar as informações. Desenvolvemos um aplicativo mobile e um sistema web de controle e gerenciamento de toda a rede”, explica Sarah Pfaffenzeller Esquivel, da Devoz.

Já o dispositivo Geo é para medição de umidade e movimentação do solo, cujo objetivo é auxiliar a Defesa Civil no monitoramento de áreas de risco. “O Geo soluciona o problema da falta de dados concretos e granulares em regiões específicas, já que áreas remotas podem ficar à mercê da disponibilidade e localização de estações meteorológicas”, relata Pedro Von, do time If- Else.

O aplicativo Protetor visa garantir o cumprimento das medidas protetivas de urgência, facilitando o atendimento das mulheres que estão em situação de risco. A estudante Aline Subtil, da equipe Guardiões, conta que a solução possui um botão de emergência que comunicará diretamente como chamada prioritária no sistema de informações da Polícia Militar. “Assim é possível acelerar o chamado, sem precisar ligar para 190”, enfatiza.

“São ações como esta que aproximam o Governo do cidadão, promovendo e valorizando novas iniciativas e projetos que atendam as necessidades da sociedade catarinense”, reforça o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini. O 2º Hackathon #DesenvolveSC foi realizado com parceria da SDS, Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

Informações adicionais para a imprensa
Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: jornalistaminunes@gmail.com
Fone: (48) 3665-2261 / 99929-4998
Site: www.sds.sc.gov.br

Três equipes representantes da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) foram classificadas na 2ª Edição do Hackathon #DesenvolveSC, realizado de 18 a 20 de agosto nas dependências do Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc).

O concurso teve como temática segurança pública, envolvendo as instituições que compõem o sistema de Segurança Pública - Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros Militares e o Instituto Geral de Perícias.

O evento tem por objetivo o desenvolvimento de solução de tecnológica de código aberto na área de segurança pública.

Visa promover um ambiente de inovação e colaboração entre o Governo e a comunidade universitária, mesclando conhecimentos acadêmicos com práticas do mercado profissional, estimulando a criação de solução tecnológica na área de segurança pública, visando a transferência dessas tecnologias para a sociedade.

Segue um breve histórico dos projetos vencedores. As equipes, agora,  têm prazo para concluir os trabalhos e encaminhar às instituições que deverão viabilizá-los ao público.

O evento foi prestigiado pelo secretário adjunto da Segurança Pública, delegado Aldo Pinheiro D’Ávila; diretor de Formação e Capacitação Profissional, Adilson Porto, e o diretor da Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicações, Coronel BM Luiz Haroldo de Mattos.

Equipe 1° Lugar 

Nome da equipe: Devoz

Nossa solução foi desenvolver uma plataforma para controle e gerenciamento da Rede de Vizinhos, programa da Polícia Militar.

É um programa que serve para aproximar a comunidade da PM através de grupos no whatsapp. Porém, hoje, temos mais de 1000 grupos em SC. E fica difícil para a PM controlar e gerenciar todos esses grupos. Hoje o cadastro dessas pessoas e o controle desses grupos são feitos no Google forms e muitas vezes até em papéis. Desenvolvemos um aplicativo mobile para a comunidade baixar e se cadastrar para participar do programa. E desenvolvemos também um sistema Web de controle e gerenciamento de toda a Rede de Vizinhos de SC, onde os Policiais podem gerenciar todos os grupos da rede, e as pessoas que participam, além de visualizar estatísticas.

Os nomes dos participantes

Sarah Izabel Pfaffenzeller Esquivel
Matheus Medeiros Gentil
José Raupp
Christian Osta
Pedro Ivo

Equipe 2°Lugar

Nome da equipe:Geo

Nossa solução é um dispositivo de medição de umidade e movimentação do solo que tem por objetivo auxiliar a defesa civil no monitoramento de áreas de risco. O problema que ele resolve é o da falta de dados concretos e granulares em regiões específicas, já que áreas remotas podem ficar à mercê da disponibilidade e localização de estações meteorológicas.

Os membros da equipe são Pedro von Hertwig, o Rodolfo Schiavi e o Gustavo Martins da Silva. Equipe Menção Honrosa (equipe destaque,escolhida pelos mentores)

Equipe 3° Lugar 

Nome do equipe : Guardiões

Nosso aplicativo visa garantir o cumprimento das medidas protetivas de urgência de forma a facilitar o atendimento das mulheres que estão sob essa proteção. Caso a mulher se encontre novamente em situação de risco ou ameaça, poderá utilizar o aplicativo com o botão de emergência, que comunicará diretamente como chamada prioritária o sistema de informação da Polícia Militar, sem precisar passar pelo 190. Essa informação passará direto para o despachante, no caso o policial, que dará prioridade no atendimento.
Participantes.

-Maurício Jacques Gomes
- Carol Hening
- Greici Kelen Zilli
- Aline Subtil
- Fabiane Nunes

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

 

 

 

 

 


Fotos: Julio Cavalheiro/Secom

A Polícia Militar Ambiental apresentou ao governador Raimundo Colombo, nesta quinta-feira, 17, em Lages, o aplicativo Ambiental SC, desenvolvido pelo Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc) e que vai ajudar no trabalho de controle dos javalis, especialmente nas plantações de propriedades rurais da Serra catarinene. O animal é considerado pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como uma das cem espécies invasoras mais perigosas do mundo e tem causado prejuízos no meio rural.

>>> Galeria de fotos

“Esse é um exemplo da ação do Estado em que, muito pontualmente, a Polícia Ambiental fez o estudo de caso e definiu a melhor forma de atuar, enfrentar o problema e dar à população a resposta mais eficiente e adequada”, destacou o governador Raimundo Colombo.

A ferramenta, desenvolvida pelo Ciasc, possibilita a interação com proprietários rurais, controladores, órgãos públicos e Polícia Militar Ambiental, e deve desburocratizar a expedição de permissões para o abate de javalis em Santa Catarina, além de fornecer dados em tempo real sobre capturas, abates, danos e visualizações dos animais. O aplicativo pode ser baixado no celular ou tablet através das lojas dos sistemas operacionais de cada aparelho. 

Visitas ao Colégio Militar e à obra do Hospital Tereza Ramos

Durante a agenda em Lages, o governador Raimundo Colombo visitou a unidade de Lages do Colégio Militar Feliciano Nunes Pires. Durante as atividades da turma da 6ª série, o governador conheceu a lousa digital que está entre os materiais que foram doados à unidade de ensino pelo Terminal Graneleiro da Babitonga. A lousa permite o aprendizado multimídia com acesso à internet. O colégio também recebeu projetor, tela para projeção e computadores.

A unidade de ensino militar de Lages conta com 140 alunos divididos em duas turmas do sexto ano e outras duas do sétimo ano, vindos de 27 bairros diferentes da cidade. Para o ano que vem, a escola deverá dobrar a capacidade de atendimento.

Nas obras de ampliação do Hospital Tereza Ramos de Lages, 80% concluídas, o governador Raimundo Colombo reforçou que a unidade será uma das maiores, mais modernas e completas do Sul do país. O novo prédio praticamente dobra a capacidade do hospital, com 120 novos leitos. A conclusão da obra está prevista para o mês de novembro deste ano.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Foto: Divulgação / Polícia Civil 

Uma Operação Conjunta da Polícia Civil, por meio da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Denarc/Deic), Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, apreendeu na noite de quarta-feira, 16, na BR-101 na cidade de Barra Velha 440 quilos de maconha e 970 gramas de haxixe. A droga estava em Peugeot 408. 


Curitibanos. Foto: James Tavares/Arquivo Secom

O programa Bem-te-vi de Videomonitoramento Urbano, projeto elaborado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), está presente em 115 cidades catarinenses com a instalação de 2.432 câmeras em funcionamento. O projeto, que começou em 2012, já investiu mais de R$ 14 milhões na compra de equipamentos e colocação dos pontos. Para este ano, outras 20 cidades vão receber o programa Bem-te-vi. A iniciativa começou em 2010, em 12 cidades, com 369 câmeras.

Para o secretário César Augusto Grubba, o projeto é importante, mas não é a solução milagrosa para os problemas de segurança. Segundo ele, trata-se de uma ferramenta de apoio ao trabalho policial, potencializando as ações de vigilância. “O sistema funciona como uma importante ferramenta de apoio ao policiamento, que agrega tecnologia e modernidade”, destaca. Uma das novidades do sistema é que ele permite um trabalho com foco na investigação policial, uma vez que as imagens monitoradas são compartilhadas com as delegacias de polícia.

Grubba também enfatiza as parcerias com as prefeituras municipais, através de contrapartidas financeiras e integração de esforços. “Santa Catarina segue uma tendência mundial. Estamos investindo forte também para um redimensionamento da infraestrutura com a utilização de redes multimídia, em fibra óptica e câmeras de alta definição, e tudo a um menor custo operacional”, afirma o secretário da SSP.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br