O governador Raimundo Colombo lamentou a morte da delegada de Polícia Lúcia Maria Stefanovich, na madrugada desta terça-feira,7, depois de um longo período de internação em Florianópolis. O Governo do Estado decretou luto oficial de um dia em todo território catarinense.

Colombo destacou que Lúcia Stefanovich foi pioneira no Brasil como a primeira mulher delegada de polícia e também como secretária de Segurança Pública.

"A delegada Lúcia Stefanovich foi exemplar na sua atuação de mais de 40 anos na área policial e, mesmo aposentada, seguia atuando na 5° Delegacia de Polícia de Florianópolis", ressaltou o governador.

Informações adicionais para a imprensa
Claudio Thomas
Diretor de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação
E-mail: thomas@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 99161-6455
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e  @GovSC


 


Foto: SSP/SC

A Comissão Estadual de Leilão realizou nesta terça-feira, 31, no Centro de Eventos Multiuso, em São José, o Encontro Anual de Proprietários/Representantes de Pátios Conveniados com o Detran/SC de todo o estado. O objetivo é promover um intercâmbio entre os novos e os antigos pátios, relembrando a alguns e apresentando a outros os principais itens sobre legislação e padrões de procedimentos adotados pela comissão. O calendário de leilões para 2018 foi o ponto principal da reunião.

O presidente da comissão, coronel PM RR Djalma Cunha Júnior fez a abertura dos trabalhos dando as boas-vindas aos participantes e apresentando a equipe e o trabalho realizado. Também ressaltou itens sobre as obrigações e responsabilidades daqueles que pretendem integrar o calendário de leilões.

Em seguida, representantes de cada um dos setores repassaram orientações desde os procedimentos iniciais como cadastro do pátio; inserção dos veículos no sistema; auditagem; escolha dos itens aptos; avaliação; até o leilão e pós leilão, que inclui a parte financeira, elencando os principais problemas e erros encontrados no dia a dia, e apontando soluções, bem como a forma correta de acordo com os padrões utilizados pela comissão.

A parte bastante polêmica foi a apresentação da equipe dos ferrosos, responsável pela prensagem de veículos com restrições judiciais, encerrando com a apresentação do calendário provisório de leilões para 2018. A previsão é de 24 edições, de março a dezembro.

Gean Diogo de Sá, proprietário dos pátios de Xanxerê e Ipuaçu, é um dos recém-incluídos no processo. Em sua primeira reunião, ele conta que conseguiu sanar as dúvidas, conhecer um pouco mais dos procedimentos para a realização do leilão e trocar experiências. “Para nós é tudo novo, teremos que nos adequar. Senti bastante confiança na equipe, que se colocou disponível para nos auxiliar a qualquer momento”, frisou o empresário.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

Janaina R. Guliato
Comissão Estadual Leilão
Detran
Fone: (48).3665-8366

droga maconha joinville

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), apreendeu na tarde de terça-feira, 31, cerca de 300 quilos de maconha - 341 tijolos - na zona Sul de Joinville, no Norte do Estado. A droga estava com um taxista, de 37 anos, residente no Bairro Paranaguamirim, preso em flagrante após três meses de investigações.

Segundo a Polícia, o indiciado também era traficante e seria o responsável por abastecer pontos de drogas durante o trabalho. Ele atuava como taxista há 13 anos.

A Polícia suspeita que a droga era transportada para Joinville, pelo taxista, de estados como Mato Grosso.

Colabore com a Polícia Civil. Disque Denúncia 181.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br

 

 

 


Foto: Paulo Goeth/SES

Nesta segunda-feira, 30, as Secretarias de Estado da Saúde (SES) e da Segurança Pública (SSP) assinaram o termo de Cooperação Técnica para compartilhamento da gestão do atendimento pré-hospitalar em Santa Catarina. Essa assinatura é para oficializar a integração dos serviços de atendimento do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) em conjunto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Algumas mudanças já iniciaram, mas o sistema deverá estar totalmente integrado em maio de 2018.

Todas as instituições que prestam o serviço de atendimento pré-hospitalar do estado atuarão de maneira integrada em prol da otimização de recursos e melhoria da qualidade dos atendimentos. Santa Catarina passa a ser o primeiro estado brasileiro a ter um modelo integrado e único no serviço pré-hospitalar de emergência.

O secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, parabenizou a todos os envolvidos. “Esse acordo assinado hoje servirá para dar o mais rápido socorro e adequado atendimento de saúde aos catarinenses”, comemorou Caropreso.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Onir Mocellin, mencionou a importância da integração do serviço de atendimento pré-hospitalar como um modelo construído a muitas mãos. “Todos os gestores e profissionais que fazem o serviço no estado foram ouvidos, e, assim, resultou em um modelo único e inovador”, disse o comandante-geral.

Na ocasião, também ocorreu a formatura de 58 novos sargentos BM para o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Depois do curso de formação de soldados, a formação de sargentos é o segundo curso na carreira de praças. Além da ascensão profissional, o curso tem a premissa de preparar e formar os alunos para as áreas de liderança e gerenciamento das atividades e rotinas profissionais.

Mais informações para a imprensa:
Suelen Costa
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99113-6065
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br

Sobre os vídeos difundidos pelas redes sociais, em que policiais militares lotados em Tubarão, ao verbalizarem com um cidadão, produzem insultos e incitações à violência contra magistrados bem como a danos contra instalações do Judiciário e da Polícia Civil, a Polícia Militar esclarece que:

1. Tão logo tomou conhecimento dos fatos, o Comando-Geral da Corporação determinou a instauração de um inquérito policial militar

2. Os policiais militares envolvidos foram afastados das funções

Tal fato isolado, do qual repudiamos com veemência, será apurado com o rigor necessário. Neste sentido, reafirmamos o irrestrito respeito e o sincero apreço por tais Instituições, com as quais mantemos e manteremos duradouras e harmoniosas relações de cordialidade, parceria e cooperação institucionais.

Paulo Henrique Hemm
Coronel PM comandante-geral da PM/SC

A Polícia Civil, através da Coordenadoria das DPCAMIS de Santa Catarina e Academia da Polícia Civil (Acadepol), realiza nesta quarta-feira, 25, com encerramento na quinta-feira, 26, o curso de Capacitação em Procedimentos de Polícia Judiciária para delegados e DPCAMIS.  A abertura será às 11h, no auditório da Acadepol, em Canasvieiras, no Norte da Ilha. O encontro irá tratar procedimentos com menores, menores em conflitos com a lei, atendimento ao público, depoimento especial, autopsia psicológica, violência doméstica e familiar, rede cegonha e abortamento legal a vítimas de violência sexual, investigação e feminicídio, padronização de procedimentos, Disque 180 e Disque 100 e tratados internacionais.

Para a coordenadora das DPCAMIS, delegada Patrícia Zimmermann D’Avila, é importante o encontro para debater as ações e melhorias que vêm sendo realizadas no âmbito da violência contra a mulher. “Visa buscar soluções e manter a estatística de resolubilidade dos crimes contra a vida (morte que tem vítimas mulheres), por exemplo, que é índice de primeiro mundo, o que demonstram o trabalho sério e competente das unidades especializadas do Estado”, afirma.

A solenidade de abertura contará com a presença, do secretário da Segurança Pública, em exercício, delegado Aldo Pinheiro D’Avila, o delegado-geral da Polícia Civil, delegado Artur Nitz, delegado-geral adjunto, Marcos Ghizoni Júnior, delegada corregedora da Polícia Civil, Sandra Mara Pereira, diretor da Acadepol, delegado Laurito Akira Sato, diretores de Polícia, policiais civis e demais autoridades e convidados.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 


Foto: Johatan Tavares - Ascom/SSP

O secretário de Estado da Segurança Pública em exercício, Aldo Pinheiro D’Ávila, assinou na tarde desta terça-feira, 24, os editais para realização do concurso público de ingresso na Polícia Civil de Santa Catarina. Serão oferecidas 394 vagas  – 194 para Escrivão de Polícia e 200 para Agente de Polícia. A expectativa é que o documento seja publicado até quinta-feira, 27, no Diário Oficial do Estado.

As inscrições começam dia 27 de outubro e se estendem até 27 de novembro. As provas serão realizadas em dezembro. Dia 16 são as provas para a carreira de Escrivão de Polícia, e no dia 17 de dezembro é a vez dos exames para Agente de Polícia.

Todo o processo será coordenado pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese). As provas serão realizadas na Grande Florianópolis, Joinville, Chapecó, Criciúma, Tubarão, Lages, Itajaí e Joaçaba.

Só este ano foram abertas 622 vagas em concursos autorizados pelo Governo para Polícia Civil e IGP.  “É um alento para a segurança, um ganho de fundamental importância para a política de recomposição permanente do efetivo da Polícia Civil”, disse o secretário em exercício.

De 2011 até 2016 mais de 9,3 mil servidores da Segurança Pública - entre policiais militares, civis, bombeiros, peritos e auxiliares criminalísticos – ingressaram nas forças de segurança.  O secretário ressalta, ainda, que exclusivamente na Polícia Militar, 50% do atual efetivo ativo ingressou na atual administração.

O ato de assinatura contou também com a participação do delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz; seu adjunto, delegado Marcos Flávio Ghizoni Júnior;  diretor da Academia da Polícia Civil, delegado Laurito Akira Sato; assessor do secretário, delegado Márcio Fortkamp, e o diretor de Formação e Capacitação Profissional da SSP, Adilson Porto. Também participaram a Diretoria da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese).

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio Público da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DCCPP/Deic), em conjunto com a 29ª Delegacia Regional de Balneário Camboriú, com apoio das Polícias Civis do Rio Grande do Sul e Paraná, deflagra nesta terça-feira, 24, operação policial nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Em SC, as diligências ocorrem nas cidades de Tijucas, Itapema e Balneário Camboriú. No Paraná, acontecem nas cidades de Pinhas, Araucária e Piraquara. Já no Rio Grande do Sul, ocorre nas cidades de Taquara, Novo Hamburgo, Parobé, São Leopoldo, Rolante e Uruguaiana.

Ao todo, 65 policiais civis de SC, oito do Paraná e seis do estado gaúcho cumpre nove prisões temporárias, 21 mandados de condução coercitiva e 32 mandados de busca e apreensão. As medidas cautelares foram expedidas pelo 1ª Vara Criminal de Balneário Camboriú e são frutos de cerca de um ano de investigação da Polícia Civil catarinense.

De acordo com as investigações, um grupo criminoso envolvendo integrantes de centros de formação de condutores da região de Balneário Camboriú, do período de 2012 a 2016, captou inúmeras pessoas residentes nos estados no Rio Grande do Sul e Paraná, a fim de realizarem exames e cursos naquela cidade.

Os condutores captados para realização dos exames de habilitação apresentaram declarações de residências ideologicamente falsas, formalizadas por pessoas ligadas diretamente aos CFC's, a fim de realizarem os exames e, por sua vez, obterem a CNH. Há casos, inclusive, que foi constatada a apresentação de faturas de empresas de telefonia falsificadas, exclusivamente com o fim de transferir o procedimento para Santa Catarina. As investigações contaram com a apoio da Gerência de Habilitação do Detra/SC.

A Operação é coordenada pela Polícia Civil de SC, por meio da Divisão de Crimes Contra o Patrimônio Público da Diretoria Estadual de Investigações Criminais e 29ª Delegacia Regional de Balneário Camboriú, e conta com o apoio das Corregedorias da Policia Civil e Detran/SC, Gerência de Habilitação do Detran/SC e, ainda, das Polícias Civis dos estados do Rio Grande do Sul (por meio das Delegacias de Uruguaiana e Taquara) e Paraná (por meio do Centro de Operações Policiais Especiais).

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br

“Conversando sobre Saúde Mental” é o tema do painel de debates que acontece no próximo dia 31 de outubro em comemoração ao Dia do Servidor Público. O evento é uma iniciativa da Coordenadoria de Saúde Ocupacional (CSO) do Setor de Gestão de Pessoas da Polícia Civil e da Diretoria de Saúde e Promoção Social (DSPS) da Polícia Militar e será realizado no auditório do Centro Administrativo da Secretaria da Segurança Pública, em Capoeiras. A Diretoria de Formação e Capacitação (DIFC) e Diretoria de Integração (DINT) são parceiras do projeto.

De acordo com os organizadores, pesquisas recentes revelam que os profisssionais da Segurança Pública exercem uma das atividades laborativas mais estressantes do mundo.  “Por isso, o cuidado com a saúde mental é um dos recursos mais poderosos para evitar o adoecimento individual, familiar e institucional”, diz a psicóloga policial civil Mônica Henrique da Silva S. Thiago.

O evento destina-se aos servidores das instituições vinculadas à SSP, ou seja, policiais militares e civis, bombeiros militares e servidores do Instituto Geral de Perícias.

Programação:
Data: 31/10/2017
Horário: 13h30 - 18h
Local: Auditório do Complexo Administrativo da Segurança Pública de Santa Catarina

Cronograma:
13h30 às 14h: Abertura do Evento com a apresentação e discurso das autoridades presentes. Cerimonial será realizado pela Polícia Militar. Abordagem Espaço Saúde - Medicina Preventiva SC Saúde.
14h às 16h: Apresentação individual das temáticas dos membros do Painel de Debates, conforme segue:

- Psicóloga Juliana Belincanta, coordenadora CSO, que abordará o tema: Intervenções em Saúde Ocupacional
- Maj. PM Remor, chefe do Serviço de Psicologia e Serviço Social, que abordará o tema: Riscos Psicossociais no Trabalho
- Psiquiatra Maria Claudia Junckes Reichmann, que abordará a temática: Comportamentos de Risco
- Ana Paula Frasson dos Santos Borges, psicóloga e policial civil, que abordará o tema: Prevenção em Saúde Mental

16h às 16h30: Intervalo
16h30 às 17h: Apresentação do Espaço Saúde - QualiRede
17h às 18h: Painel de Debates com os palestrantes. Abre-se ao público a possibilidade de realizar perguntas aos palestrantes por meio de pergunta escrita ou oral
18h: Encerramento.

>>> Para se inscrever

Contatos:

Coordenadoria de Saúde Ocupacional – CSO / Setor de Gestão de Pessoas – SGP/ Delegacia Geral da Polícia Civil – DGPC
Contatos: sgp-cso@pc.sc.gov.br e (48) 3665-8218

Diretor de Saúde e Promoção Social / Policia Militar de Santa Catarina 
Contatos: dspspsicosocialch@pm.sc.gov.br e (48) 3665-8470

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Polícia Civil 

A Polícia Civil de Santa Catarina deflagrou no início da manhã desta sexta-feira, 20, a operação Luz na Infância. A operação, por meio da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), DIC de Canoinhas, DINI (Diretoria de Inteligência)/SSP/SC e IGP (Instituto Geral de Perícias), é feita em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública e o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Para apurar crimes de exploração sexual contra crianças, estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em Biguaçu, Canoinhas, Criciúma, Itajaí, Lages, São José e Palhoça. Estão envolvidos na operação Luz na Infância 56 policiais civis e 16 peritos criminais, além de auxiliares do IGP.