Foto: Bruna Laline Ramos/34ª ADR de Timbó

A Secretaria de Estado da Segurança Pública instalou na manhã desta terça-feira, 19, a Guarnição Especial de Polícia Militar de Indaial  (GEIN).  A nova unidade policial foi criada por decreto, e altera a estrutura do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau.

A proposta também vem ao encontro de uma medida importante de racionalização administrativa e de descentralização operacional, devido à necessidade de restringir a área de atuação do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau somente ao município sede. Situação semelhante ao que já ocorre em grandes centros urbanos como Florianópolis e Joinville.

Na cerimônia de instalação da GEIN/Indaial, o secretário César Augusto Grubba  disse que o objetivo é o de promover a adequação estratégica da articulação territorial da Polícia Militar de Santa Catarina e atender a um importante pleito da sociedade civil e comunidade empresarial da região do médio vale.

Destacou, também, a execução da obra de construção do novo quartel da GEIN/Indaial, composto por dois pavimentos e somando 468 metros quadrados de área construída, com investimentos na ordem de R$ 660 mil reais já assegurados pelo Programa Pacto por Santa Catarina.

A GEIN tem sua estrutura organizacional dividida em duas Companhias e seu primeiro comandante será o major Atila Tiago Royer. A 1ª Companhia de Polícia Militar será responsável por Indaial, Apiúna, Ascurra e Rodeio; e a 2ª Companhia de Polícia Militar com sede em Timbó, responsável não só pelo município sede, como também, por Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Pomerode e Rio dos Cedros.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

 

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) entregou na manhã desta terça-feira, 19, 86 coletes balísticos para a região de Blumenau. A entrega teve a presença do secretário César Augusto Grubba e do comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Paulo Henrique Hemm, que cumpriram agenda de trabalho na região.

Os equipamentos são da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), resultado de um convênio assinado com a SSP. O material será distribuído nas unidades operacionais da região. O secretário Grubba destacou que pela primeira vez na história das instituições de segurança, os policiais serão portadores de seus próprios equipamentos de proteção, “não havendo mais necessidade de rodízio nas trocas de serviço”, afirmou.

Participaram da cerimônia o comandante da 7ª Região Policial Militar, coronel Carlos Alberto Fritz e o Comandante do 10° Batalhão da PM Tenente Coronel Jefferson Schmidt,  o 10° Batalhão de Blumenau.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

Cinco policiais militares participam em Porto Alegre (RS) do Curso Internacional de Multiplicador de Polícia Comunitária, desenvolvido em parceria com a Polícia Nacional do Japão. A capacitação conta com a participação de 240 integrantes das Polícias Militares de 25 estados e do Distrito Federal. O projeto é da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senasp/MJSP).

O curso irá preparar os participantes para ensinar disciplinas no contexto da Polícia Comunitária em suas instituições, e para conduzir projetos capazes de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. As aulas oferecem uma proposta inovadora capaz de desenvolver aptidões comportamentais e cognitivas na adoção da filosofia e no gerenciamento da segurança pública.

O curso tem duração de 400 horas/aulas. Nesta semana, serão capacitados 120 profissionais, até a quinta-feira, 21. De 25 a 28 de setembro, serão realizadas mais três edições do curso, nas mesmas três capitais, com outros 120 participantes. Estas são as fases presenciais do treinamento, que inclui também disciplinas a distância.

No módulo presencial, os participantes terão aulas de Filosofia de Polícia Comunitária - O Modelo Japonês de Polícia Comunitária – Sistema Koban; Operacionalidade do Policiamento Comunitário – Aplicação do Sistema Koban no Brasil e adaptações, Metodologia de Ensino e Desenvolvimento Pedagógico, Experiências Práticas do Policiamento Comunitário no Brasil; e Polícia Comunitária Aplicada - Visitas Técnicas aos Núcleos, às Bases Fixas, Móveis ou Distritais.

Além de Santa Catarina participam do curso policiais militares de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, enviaram participantes os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Tocantins, e do Distrito Federal.

Representando Santa Catarina estão os policiais militares Valdir Cristóvão de Oliveira Junior, Maurício Abílio dos Santos, Altair Lisot, Carlos Alberto Mafra Júnior e Cláudio Boing

Parceria com o Japão

A iniciativa faz parte do acordo de cooperação técnica na área de Polícia Comunitária – Sistema Koban, firmado entre o Japão e o Brasil, com a finalidade de desenvolver políticas de gestão e multiplicação de cursos de capacitação no Brasil e no país asiático. A capacitação é desenvolvida através de uma parceria entre a Senasp/MJSP, Agência de Polícia Nacional Japonesa, Agência de Cooperação Internacional Japonesa (Jica), Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Polícia Militar do Estado de São Paulo, Polícia Militar de Minas Gerais e Brigada Militar do Rio Grande do Sul.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br

 

 

Estão abertas até a próxima segunda-feira, 25, as inscrições para 73 cursos para capacitar profissionais de segurança pública pela internet. As capacitações são gratuitas e exclusivas para integrantes das polícias Civis, Militares, Corpos de Bombeiros Militares, órgãos de Perícia Criminal e Guardas Municipais. A iniciativa é do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) por meio da Rede Nacional de Educação a Distância da Secretaria Nacional de Segurança Pública - Rede EAD Senasp. 

A Rede EaD Senasp viabiliza o acesso gratuito à educação continuada, integrada e qualificada para os profissionais de segurança pública, independentemente das limitações geográficas e temporais, sempre considerando as peculiaridades institucionais existentes. O acesso ao conteúdo é gratuito e ajuda no aperfeiçoamento do serviço prestado à população.

>>> Saiba mais sobre a Rede EAD 

As aulas deste 41º ciclo de capacitação da Rede EAD Senasp ocorrerão no período de 13 de outubro até 17 de novembro, para os cursos de 40 horas. Os cursos com 60 horas vão começar na mesma data, mas terminam no dia 1º de dezembro. 

As matrículas serão homologadas após comprovação do vínculo funcional junto às instituições dos profissionais. Cada aluno pode fazer até dois cursos por ciclo. Para tirar dúvidas o candidato pode enviar  e-mail para ead.senasp@mj.gov.br

A realização de cursos da Rede EAD é resultado de acordos de cooperação federativa celebrados entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública, por intermédio da Senasp, e os governos estaduais e municipais, por intermédio das secretarias de estado de segurança pública e prefeituras.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br


Foto: IGP/SC

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e o Instituto Geral de Perícias (IGP) do Estado de Santa Catarina comunicam que estão abertas as inscrições para o Concurso  Público 001/2017, destinado para o nível inicial das carreiras de perito oficial e técnico pericial. O processo de inscrição vai até o dia 20 de outubro através do site www.igpsc2017.ieses.org.

São 49 vagas para os cargos de perito criminal, perito criminal bioquímico, perito médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista. As provas ocorrerão a partir das 13h do dia 26 de novembro nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Cricíuma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó.

O concurso público será realizado sob a responsabilidade do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) e coordenado pela Comissão de Concurso Público IGP/SSP, designada pela Portaria nº271/ EPES/DIAF/SSP de 28 de agosto de 2017, obedecidas as normas do edital.

O valor das inscrições é de R$ 120 para o cargo de perito oficial e de R$ 100 para técnico pericial. Já os vencimentos para os aprovados, previstos em edital, vão até R$ 15.820,84.

A inscrição deve ser feita até as 16h de sexta‐feira, 20 de outubro de 2017, também último prazo para pagamento da taxa. O concurso público será constituído de cinco fases: Prova Objetiva de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório; Exame de Avaliação de Títulos, de caráter classificatório; Exame de Avaliação da Aptidão Psicológica Vocacionada, de caráter eliminatório; Exame Toxicológico, de caráter eliminatório; e Investigação Social, de caráter eliminatório. 

>>> Mais informações no edital

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br


Fotos: Polícia Civil/SC

A Polícia Civil, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 14, a Operação Reprobus (em latim, significa Santo São Cristovão, fazendo clara alusão ao bairro onde há a maior concentração de integrantes de grupo criminoso), que visa o cumprimento de diversos mandados de prisão e busca e apreensão em Canoinhas e cidades próximas. Ao todo, foram cumpridos 64 mandados de prisão e 36 mandados de busca e apreensão.

Também foram lavrados três autos de prisão em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Foram apreendidas drogas e quatro armas de fogo.

De acordo com o delegado Rui Orestes Kuchnir, após intenso trabalho investigativo, a DIC Canoinhas identificou um núcleo da organização criminosa que age dentro e fora do sistema prisional catarinense e está diretamente ligada ao tráfico de drogas, armas e homicídios na região. “Além do mais, a referida organização criminosa é responsável pelos ataques a diversos órgãos estatais e atentados contra agentes públicos ocorridos nos últimos dias em Santa Catarina”, explica.

A operação contou com o apoio de aproximadamente 180 policiais civis de diversas regiões do estado e ocorreu, principalmente, nas cidades de Canoinhas e Três Barras. Também houve diligências nas cidades de São Francisco do Sul, Mafra, Chapecó, Joinville, Itajaí e Palhoça.

Leia mais sobre operações contra a criminalidade:

>>> Polícia Militar apresenta novo balanço da Operação Mão Forte: 175 pessoas presas/apreendidas

>>> Operações da Polícia Civil resultam em mais de 100 prisões em dois dias, além de apreensão de armas e drogas

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br


Foto: Giovanni Silva/PMSC

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) apresentou na tarde desta terça-feira, 12, mais um balanço da Operação Mão Forte, que começou no dia 31 de agosto. Ininterruptas operações policiais de combate à criminalidade e pronta-resposta à onda de violência registrada nos últimos dias vem sendo desenvolvidas nas 11 Regiões de Polícia Militar do Estado.

Em todas essas regiões o efetivo policial foi reforçado, sendo que em alguns horários chegou a ter um incremento de 100% em relação à quantidade de policiais escalados usualmente.

Até o momento já foram vistoriados 14.492 veículos, onde 432 desses acabaram apreendidos. Vinte e um veículos com registro de furto foram recuperados. Quanto ao número de abordagens, 18.521 pessoas foram consultadas, até o presente momento, onde 175 delas acabaram presas/apreendidas.

No quesito armas e munições apreendidas, a operação contabiliza 30 armas recolhidas e 191 munições de calibres diversos. Em relação a drogas apreendidas, o destaque foi a apreensão de mais de 40 quilos de maconha e em apreensões menores de crack, cocaína e ecstasy.

Os policiais estão sendo empregados na realização de barreiras, abordagens, patrulhamento tático e outras ações, em áreas de maior incidência criminal e em pontos estratégicos de cada região. Ao todo, 6.436 policiais já foram empregados diretamente na operação e 3.089 viaturas também servem como suporte direto nas ações realizadas.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de Imprensa 
Polícia Militar de Santa Catarina - PMSC
E-mail: ccschefia@pm.sc.gov.br e ccssubchefia@pm.sc.gov.br
Fone: (48) 3229-6920/3229-6921
Site: www.pm.sc.gov.br



 


Foto: Jeferson Baldo / GVG

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira informou que para a continuidade do Serviço Aeropolicial (Saer) em Criciúma a Secretaria de Estado da Segurança Pública está autorizada a estender o contrato de forma emergencial por mais um ano até que seja encaminhada uma nova licitação. O tema foi tratado nessa segunda-feira, 11, em Florianópolis, em reunião com o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Criciúma, João Fabris. 

“O helicóptero do Saer vai continuar na Região Sul. Isso é uma decisão que já foi tomada e autorizamos a secretaria de Segurança Pública estender este contrato”, garantiu o vice-governador.

Para a instalação do serviço em Criciúma, a ADR buscou apoio de empresários que prontamente atenderam e contribuíram em obras emergenciais no hangar que abriga o helicóptero. “Existiu uma união de forças para a vinda do Saer e não seria justo para a região que tirássemos o helicóptero. Este serviço vai continuar sendo prestado na região Sul. É uma boa notícia”, acrescentou Moreira.

Comitiva do Sul reforça assuntos importantes para região

A audiência contou com a participação de lideranças da região Sul entre elas o secretário de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande e o gerente Regional de Saúde, Fernando de Fáveri.

Durante a reunião também entraram em pauta discussões como a SC-390 e Rodovia Jorge Lacerda. “Esta união de forças é que vai mostrar o resultado para a população. Estamos juntos buscando alternativas para levar melhorias para a nossa região. O Saer já está garantido e vamos buscar novos projetos”, comentou o secretário Regional João Fabris.

Hospital São Donato

Participaram do encontro ainda, o vice-prefeito de Içara, Sandro Giassi Serafim, e o presidente do Hospital São Donato, Júlio de Luca, que aproveitaram a oportunidade para agradecer o emprenho em solucionar as dívidas do hospital. “O Hospital São Donato é a porta de emergência para muitos municípios da região. Agora podemos dar continuidade aos trabalhos”, salientou de Luca.

Mais informações para a imprensa:
Vitor Hugo Louzado
Assessoria de Comunicação
Gabinete do Vice-Governador
Fone: (48) 3665-2283 / 99118-9821
E-mail: vhlouzado@hotmail.com 

Paula Darós Darolt
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma
E-mail: imprensa@cua.adr.sc.gov.br
Telefone: (48) 3403-1018 / 99127-6838
Site: sc.gov.br/regionais/criciuma


Foto: Polícia Civil 

Duas operações especiais realizadas pela Polícia Civil nos dias 7 e 8 de setembro resultaram em mais de 100 prisões, além da apreensão de armas e drogas. Foram envolvidos mais de 300 policiais de todo o Estado e cerca de 50 viaturas. O balanço dos trabalhos foi divulgado oficialmente nesta segunda-feira, 11. 

“As últimas semanas no Estado foram de desafios para a Segurança Pública. É por isto que a Delegacia Geral da Polícia Civil, com enorme satisfação, vem a público agradecer o excepcional trabalho desenvolvido pelos policiais civis de SC no combate aos grupos criminosos que provocaram a justiça com seus atentados”, afirma o delegado geral da Polícia Civil, Artur Nitz.

Na quinta-feira, dia 7 de setembro, foi realizada e a ação Independência, tendo como resultado cinco flagrantes e 47 pessoas detidas. Líderes da organização criminosa, dentro e fora das unidades prisionais, assim como responsáveis por transmitir ordens para as ações criminosas, foram os principais alvos. Os detidos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse de munição de calibre restrito e participação em organização criminosa. Foram realizadas diligências nas cidades de Florianópolis, São José, Navegantes, Joinville, Blumenau, Ilhota e Criciúma.

E na sexta, dia 8, foi promovida a operação Hidra de Lerna, com seis flagrantes e 59 pessoas detidas. Também foram apreendidos aparelhos celulares, drogas, coletes balísticos, armas de fogo e evidências que subsidiarão investigações. 

“Não é um passo conclusivo, mas é com toda a certeza importantíssimo para desestabilizar a hierarquia dessas facções criminosas. É importante ressaltar que Polícia Civil não se faz em trabalhos pontuais, mas se faz todos os dias, como nossas contínuas ações de fiscalizações e a repressão de infrações penais denunciam nesta página e em outras redes sociais institucionais. Estamos sempre presentes”, acrescentou o delegado geral Artur Nitz.

Informações adicionais para a imprensa
Clarissa Margotti
Assessoria de Imprensa
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-2313 / 99968-9600
Site: www.policiacivil.sc.gov.br

 


Foto: Janaina Guliato/Detran SC

A Comissão Estadual de Leilão do Detran/SC concluiu nesta quarta-feira, 6 de setembro, em Caçador, a 11ª edição do processo de prensagem de veículos com restrições judiciais. Os 384 itens inservíveis entre carros, motos e motores após compactados geraram 197 toneladas de material ferroso que serão reciclados e reutilizados como matéria prima na indústria siderúrgica. Uma solução ecologicamente correta para esses veículos que estavam abandonados há anos, constituindo-se uma ameaça ao meio ambiente e à sociedade, e que agora seguem no caminho da sustentabilidade.

Os veículos, já sem combustível; óleo do motor; extintor de incêndio; bateria e cilindro de gás natural, retirados no processo de descontaminação, foram colocados, individualmente, na prensa, que em segundos se transformou em um pacote, com cerca de 800 quilos, colocados em caminhões e transportados até a empresa que fará a trituração e a separação do material ferroso, que será então encaminhado à reciclagem.

No procedimento, denominado Logística Reversa Veicular, a sucata de aço é 100% reaproveitável. Além deste, também são reciclados borracha, alumínio, cobre e plásticos.

Segundo o engenheiro ambiental, Jonver Bonini, para cada tonelada de aço reciclado, há uma economia de 1.140 quilos de minério de ferro e uma redução no consumo de 154 quilos de carvão e 18 quilos de cal. “A vida útil de um automóvel está estimada entre 10 e 20 anos, após esse período o caminho mais correto é a reciclagem. A implantação do sistema de logística reversa é mais um elemento rumo ao desenvolvimento sustentável do planeta, pois possibilita a reutilização e redução no consumo de matérias-primas”, frisa Bonini.

O projeto executado pela Comissão Estadual de Leilão, com a parceria do poder judiciário e Ministério Público do município, somente este ano, compactou 1.168 veículos, totalizando 227 toneladas de material a ser reciclado. Desde o início dos trabalhos, no segundo semestre de 2015, foram 2.196 itens prensados, num total de 865,6 toneladas. A meta para 2017 é alcançar a marca dos 3 mil veículos.

Integrante da Comissão de Leilão e coordenador dos ferrosos, o delegado Adalberto Safanelli ressalta que a situação nos pátios de todo o Estado é preocupante, a maioria dos veículos encontram-se totalmente destruídos, causando problemas de saúde pública e ao meio ambiente, dentre outros fatores sociais e econômicos.

“Com essa medida conseguimos liberar espaço no pátio, para que sejam realocados os veículos que estão em áreas públicas, além de evitarmos a contaminação do solo e a proliferação de doenças. Agradecemos a credibilidade do magistrado de Caçador, Rodrigo Dadalt que deu início a essa ação através da provocação, e que resultou no êxito dos trabalhos, que é favorável a toda a sociedade. Queremos levar essa operação para as demais regiões do estado”, frisou Safanelli.

Mais informações:
Janaina Guliato
Comissão Estadual de Leilão
Detran/SC
E-mail: janainaguliato@detran.sc.gov.br