O Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Laguna, está com inscrições abertas em atividades gratuitas de arte para crianças de 8 a 12 anos.


Foto: Rodrigo Schmitt/Udesc

Os responsáveis podem comparecer à Secretaria da Udesc Laguna até 4 de abril, das 8h às 11h50 e das 13h30 às 17h50, devendo levar o RG da criança e assinar termo de compromisso.

Com realização do projeto de extensão CriArte, as aulas ocorrerão nas terças e quartas-feiras, das 8h20 às 10h, na sede do centro, no Bairro Progresso.

As atividades terão aprendizagem e diversão para apresentar o universo da arquitetura aos participantes e ensiná-los a criar trabalhos artísticos.

Coordenado pelo professor Anselmo Moraes, o CriArte contará com os acadêmicos Thomas Marques e Roberta Loch na monitoria. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 3647-4190.

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Rodrigo Brüning Schmitt
E-mail: rodrigo.schmitt@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

O Governo do Estado abre espaço para que todos os cidadãos catarinenses possam contribuir com a elaboração de anteprojetos de lei e de decretos do Poder Executivo. A ferramenta Consulta Pública Online, lançada pela Secretaria da Casa Civil nesta quinta-feira (27), representa uma forma de participação direta da sociedade civil no processo legislativo estadual ao permitir que o cidadão envie, pela internet, propostas e contribuições em matérias de relevante interesse público.

consulta publica 20140327 2028657816
Crédito: Maiara Gonçalves/Secretaria de Estado da Casa Civil  

>>> Mais imagens na galeria

Por meio do endereço eletrônico consultapublica.scc.sc.gov.br, disponível também na página inicial da Casa Civil, será possível cadastrar-se e fazer contribuições, visualizar e acompanhar as consultas públicas em andamento, acessar contribuições de outros cidadãos e pesquisar as consultas finalizadas. “A Consulta Pública On Line é um mecanismo que garante a transparência e a democracia, pois permite à sociedade se manifestar sobre matérias que envolvam temas polêmicos e de relevante interesse público. É uma contribuição fantástica para a elaboração legislativa no Estado de Santa Catarina”, ressalta o secretário da Casa Civil, Nelson Serpa. 

A ferramenta, idealizada pela Diretoria de Assuntos Legislativos (DIAL) da Casa Civil e desenvolvida pelo Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), permitirá ao usuário fazer contribuições em capítulos, artigos, parágrafos ou incisos dos anteprojetos disponíveis para consulta, de forma específica e direcionada. “As contribuições serão analisadas pela equipe da DIAL, que poderá publicá-las total ou parcialmente ou mesmo não publicá-las. Embora o objetivo seja tornar públicas todas as contribuições, serão rejeitadas as de caráter ofensivo ou impróprio ou que infrinjam a legislação em vigor no país”, explica a diretora de Assuntos Legislativos, a procuradora do Estado Jocélia Aparecida Lulek.

Segundo Jocélia, a consulta pública de cada proposição estará disponível logo após a publicação do extrato no Diário Oficial do Estado, que trará definido o prazo de início e término para efetuar contribuições. O cidadão poderá acompanhar a tramitação da consulta pública para verificar se a sua contribuição foi incluída, total ou parcialmente, no texto final da proposição. De acordo com o chefe da Casa Civil, o Governo do Estado já definiu a primeira proposição legislativa a ser submetida à consulta pública. “Será o anteprojeto de lei que dispõe sobre a normatização da fauna no Estado”, observa o secretário Serpa. 

Didático

Qualquer pessoa poderá visualizar as consultas públicas em andamento ou finalizadas, sem necessidade de se cadastrar. Caso deseje fazer uma contribuição, o usuário deverá preencher um formulário com informações comonome, email, e município, tudo muito simples e didático. Após a conclusão do cadastro, o cidadão estará apto a enviar suas propostas. 

>>> SC Entrevista: Secretário da Casa Civil fala sobre lançamento da Consulta Pública Online

Mais informações:
Maiara Gonçalves
Assessoria de Comunicação
comunicacao@scc.sc.gov.br
(48) 3665-2005 / 8843-3497 

O governador Raimundo Colombo participou na manhã desta quinta-feira, 27, da cerimônia de assinatura da ordem de serviço para a primeira etapa do Jardim Botânico de Florianópolis, localizado no bairro Itacorubi, às margens da Rodovia Admar Gonzaga. A conclusão desta etapa da obra, que receberá investimento de R$ 637.580,40 do governo do Estado e já permitirá a visitação do público, está programada para ocorrer ainda neste ano.

“A ideia é aproximar a população urbana da natureza, garantindo a preservação e a convivência com o novo espaço. Esta primeira etapa é um passo muito importante para preservar o mangue e fazer com que a própria comunidade usufrua da natureza local. É um sonho de muitos anos, a cidade cresceu muito e nós temos que preservar e melhorar o que é possível”, destacou o governador Raimundo Colombo. No ato, o governador também autorizou a realização dos projetos executivos para as próximas etapas do Jardim Botânico de Florianópolis.

>>> Confira o boletim da Rádio Secom e faça download

jardim botanico de florianopolis 20140327 1257093560Foto: Jaqueline Noceti/Secom. Veja aqui a galeria de imagens.

Além do governador, assinaram a ordem de serviço o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Paulo Bornhausen; o presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), Luiz Ademir Hessmann; e representantes da empresa responsável pela obra. Também participaram do ato, entre outras autoridades, o presidente da Fatma, Gean Loureiro; e o prefeito em exercício de Florianópolis, João Amin. 

O secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Paulo Bornhausen, explicou que nesta primeira fase estão previstos portal de entrada, reforma do casarão para o centro de visitantes, além de pista para atividades físicas e de uma plataforma de observação. “Com esta primeira parte, vamos abrir o parque para a população catarinense nos próximos meses para que possamos ter dentro do coração de Florianópolis uma área verde como têm as grandes cidades do mundo, onde as pessoas possam vir para lazer e contemplação. O Jardim Botânico, que tem em torno de 270 mil metros quadrados, é um marco para a cidade de Florianópolis”, ressaltou.

Esta primeira fase é chamada de Passeio da Transição, mas ainda estão programados outros três passeios: o da Celebração, com uma plataforma para vista aérea do mangue e pontos de observação; o Didático, com espaço para apresentação das espécies locais e coleção de plantas; e da Transformação, que leva o visitante à estação de tratamento de resíduos sólidos e apresentação do processo de mudança da paisagem.

Assista ao vídeo que mostra o projeto do Jardim Botânico:

http://youtu.be/fTQH41iVSO4

{text}

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) sediará, na semana que vem, o workshop Springer Road, que apresentará dicas sobre como escrever artigos científicos de acordo com as normas internacionais e conseguir publicá-los em periódicos do Brasil e de outros países.

O evento, que é promovido em parceria com a editora Springer, sediada na Alemanha e com unidade em São Paulo, será voltado para pesquisadores e alunos de pós-graduação da Udesc.

Em 2 de abril, o workshop ocorrerá em Florianópolis, no Auditório do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag); e, em 3 de abril, em Joinville, no Auditório do Bloco F do Centro de Ciências Tecnológicas (CCT).

Quem quiser participar em Florianópolis deve preencher a ficha de inscrição e enviá-la parasonia.laus@udesc.br. Para o evento de Joinville, é preciso se inscrever na internet.

Nos dois dias, a programação irá das 10h às 13h e terá os seguintes participantes:

- Harry Blom: astrofísico pela Universidade de Utrecht, na Holanda, com doutorado pela Universidade de Leiden na área de fontes de raios gama no espaço. Já foi editor da Kluwer Academic Publishers e chefe do departamento editorial de Física e Astronomia da Springer. Desde novembro de 2010, desenvolve atividades de publicação da editora no Brasil;

- Daniel McGowan: trabalhou com pesquisas na área de mecanismos moleculares das doenças de Parkinson e Huntington, tendo conhecimento profundo de doenças neurodegenerativas. Já foi editor-associado da Nature Reviews Neuroscience e hoje é diretor do grupo de Ciências da editora Edanz;

- Mariana Biojone: tem mestrados em Ciência da Informação e Documentação pela Universidade de São Paulo (USP) e em Políticas Públicas Internacional, com ênfase em Desenvolvimento Internacional, pela Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Foi gerente da SciELO no Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (Bireme) e atualmente é diretora do escritório da Springer Brasil.

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Rodrigo Brüning Schmitt
E-mail: rodrigo.schmitt@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

A quinta-feira apresenta nevoeiros no início da manhã e sol entre nuvens no decorrer do dia em SC.No Litoral e Vale do Itajaí, haverá períodos com mais nuvens e chuva isolada, especialmente pela manhã e à noite, devido à circulação marítima.

Segundo a Epagri/Ciram, a temperatura aumentará durante o dia. A máxima pode chegar a 29º no Vale do Itajaí. Na Grande Florianópolis, os termômetros devem marcar entre 21ºC e 28ºC. O vento de leste a nordeste, predominando de leste no Litoral.

Na quinta-feira, a previsão é de sol entre nuvens no decorrer do dia em SC. Mais nuvens no Litoral e Vale do Itajaí, com chuva isolada por alguns momentos, especialmente, no começo da manhã e à noite. A temperatura segue em elevação durante o dia. Informações do tempo para os próximos dias estão disponíveis no site da Epagri/Ciram.

Confira mais detalhes da previsão desta quarta-feira:

REGIÃO: LITORAL NORTE  30ºC
 20ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E 15 Km/h 30 Km/h
Madrugada: Nebulosidade variável e chuva isolada
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Nebulosidade variável
Noite: Nebulosidade variável e chuva isolada
REGIÃO: PLANALTO NORTE  25ºC
 13ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: GRANDE FLORIANÓPOLIS LITORÂNEA  28ºC
 21ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Nebulosidade variável e chuva isolada
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Nebulosidade variável
Noite: Nebulosidade variável e chuva isolada
REGIÃO: GRANDE FLORIANÓPOLIS SERRANA  26ºC
 16ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Nebulosidade variável e chuva isolada
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Nebulosidade variável
Noite: Nebulosidade variável e chuva isolada
REGIÃO: VALE DO ITAJAÍ  29ºC
 15ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Nebulosidade variável e chuva isolada
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Nebulosidade variável
Noite: Nebulosidade variável e chuva isolada
REGIÃO: LITORAL SUL  27ºC
 14ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Nebulosidade variável e chuva isolada
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Nebulosidade variável e chuva isolada
REGIÃO: PLANALTO SUL  23ºC
 11ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Céu com algumas nuvens
REGIÃO: MEIO OESTE  27ºC
 13ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 30 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Céu com algumas nuvens
REGIÃO: OESTE  27ºC
 14ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Céu com algumas nuvens
REGIÃO: EXTREMO OESTE  28ºC
 16ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Nevoeiro
E/NE 15 Km/h 35 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com algumas nuvens
Noite: Céu com algumas nuvens

 

O governador Raimundo Colombo, acompanhado do secretário de Estado da Educação (SED), Eduardo Deschamps, lançou na tarde desta quarta-feira, 26, na Casa D´Agronômica, em Florianópolis, o edital para inscrições do pré-vestibular Pró Universidade 2014. O programa vai oferecer aos alunos da rede pública estadual 5,4 mil vagas, sendo 3,4 mil presenciais e 2 mil a distância. Serão investidos R$ 3,4 milhões do governo do Estado por meio da SED.


Foto: Neiva Daltrozo/Secom. Mais imagens na galeria de fotos

O Pró Universidade 2014 vai oferecer um curso pré-vestibular com qualidade para aqueles que não podem pagar por um cursinho particular. “Queremos dar condições iguais, na escola pública e na universidade pública a qualquer cidadão. Para entrar em uma universidade pública, o aluno que tem mais posse, faz um cursinho particular e vai para o vestibular com grande vantagem. Já o aluno mais pobre não tem como pagar um curso particular e para mim é desigual e injusto”, explicou o governador.

A iniciativa é voltada para jovens da rede pública estadual de ensino que tenham disponibilidade para frequentar o curso de 2ª a 6ª feira, no horário de aula escolhido pelo candidato. Não existe aplicação de prova, o critério de seleção é a análise do histórico escolar do interessado. “Essa ideia nasceu de um aluno que teve a oportunidade e criou esse mecanismo, que beneficia milhares de alunos”, concluiu o governador.

Deschamps explicou que o primeiro passo é o lançamento do edital de inscrição para os alunos que estão matriculados na escola pública estadual do terceiro ano, para depois participar do processo de seleção. “A partir desse momento, o aluno terá a oportunidade de assistir às aulas, realizar provas simuladas e toda a preparação. E nesse ano teremos a novidade de aulas presenciais e à distância, permitindo que estudantes de outras regiões do Estado possam ter acesso a esse programa”.

O início das aulas está previsto para os primeiros dias de maio. As inscrições para as vagas presenciais, distribuídas em 29 cidades do Estado, podem ser feitas até o dia 23 de abril no site da Secretaria e no site do Pró Universidade. As vagas a distância estarão disponíveis para as cidades que não serão contempladas presencialmente, em edital posterior.

O Pró Universidade, o maior curso preparatório público, gratuito e que mais aprova no Brasil há 10 anos, é oferecido pela SED, em parceira com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (Fapeu).

“É um projeto que visa ampliar a equidade de acesso à educação superior. Tvemos muito êxito e o apoio do governo estadual tem sido essencial para a continuidade desse processo”, destacou o superintendente geral da Fapeu, Gilberto Vieira D`Ângelo. Estavam presentes no encontro a secretária-adjunta da Educação, Elza Moretto, e o coordenador-geral do pré-vestibular da Fapeu, Otávio Auler Rodrigues. 

Cidades sedes do Pró Universidade 
Araranguá, Balneário Camboriú, Biguaçu, Blumenau, Brusque, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Garopaba, Imbituba, Itajaí, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, Mafra, Maravilha, Palhoça, Rio do Sul, Santo Amaro da Imperatriz, São Bento do Sul, São José, São Miguel do Oeste, Tubarão e Xanxerê.

{text}

A Secretaria da Fazenda de Santa Catarina republica nesta quarta-feira, 26 de março, no Diário Oficial do Estado, o Índice de Participação dos Municípios (IPM) no repasse constitucional de ICMS para o ano de 2014. Os índices definitivos, publicados inicialmente em dezembro do ano passado, foram calculados novamente após análise de quatro processos de revisão do valor adicionado, como é chamado o movimento econômico das cidades. O novo índice será aplicado a partir da próxima segunda-feira, 31 de março.

Os municípios de Florianópolis e Garuva são os únicos que terão aumento de repasse com a republicação do IPM. “Florianópolis, por exemplo, recuperou R$ 600 milhões em valor adicionado, o que poderá representar R$ 5 milhões nos repasses do ICMS que irão ocorrer até o final de 2014”, explica o auditor fiscal Ari José Pritsch, assessor de Assuntos Tributários da SEF. Ele destaca ainda que o incremento do valor adicionado geral do Estado fez com que todos os municípios tivessem seu índice alterado.

Os novos índices podem ser consultados no site da SEF

Entenda o caso - Todos os anos, o Estado publica o IPM provisório e concede um prazo de 30 dias para que as prefeituras contestem os valores divulgados. Em julho de 2013, os municípios apresentaram 900 impugnações, julgadas de forma singular, ou seja, com julgador único designado pela SEF (representante dos municípios indicado pela Federação Catarinense dos Municípios - Fecam).

Alguns municípios recorreram das decisões singulares, resultando em 287 processos que foram julgados por duas câmaras paritárias, formadas por dois representantes dos municípios e dois da SEF.

Caso os julgamentos apresentem equívocos, o município ainda pode pedir revisão. Nesse caso, os processos são apreciados pelas duas câmaras reunidas, formadas por quatro representantes dos municípios e quatro da SEF.

A sessão das câmaras reunidas foi realizada no último dia 18 de março e deu provimento a quatro processos de revisão do valor adicionado de um total de 36 pedidos.

Saiba mais

Transparência – Em 2011, a SEF criou o Conselho Administrativo para Recursos sobre Valor Adicionado, que permite aos municípios contestarem a apuração do VA, divulgada provisoriamente. Os julgamentos são realizados por um colegiado paritário formado por representantes dos municípios envolvidos e da SEF.

Como é feito o cálculo do IPM - O VA, também conhecido como movimento econômico, é o principal critério utilizado para a partilha do ICMS entre os municípios. Por lei, o Estado deve repassar 25% da arrecadação do ICMS para as prefeituras. Destes, 15% são divididos igualmente entre os 293 municípios e 85% são distribuídos de acordo com o Valor Adicionado (ou Movimento Econômico) de cada cidade.

Assessoria de Comunicação SEF
Aline Cabral Vaz / Cléia Schmitz / Sarah Goulart
Fones: (48) 3665-2575 / 2572 / 2504

A Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis realiza nesta sexta-feira, 28, encontro para levantar as demandas dos povos indígenas desta região. A reunião será no auditório da SDR, a partir das 14h, com a presença de lideranças indígenas, gerentes de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Agricultura; Educação; Saúde; e Assistência Social da Regional e técnicos da Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação.

Florianópolis será a última cidade a sediar o encontro, que já foi realizado em Chapecó, Maravilha, Ibirama e Joinville. A ideia é buscar junto às comunidades indígenas as demandas regionalizadas, para que as propostas sejam formalizadas e devidamente encaminhadas.

O secretário regional Clonny Capistrano lembra que o conselho dos povos indígenas de Santa Catarina foi criado em 1999, com a finalidade de promover políticas públicas que assegurem assistência, prevenção e atendimento às populações indígenas. Segundo ele, o objetivo é desenvolver ações voltadas para a não discriminação desse segmento e garantia do direito à proteção especial e à plena participação nas atividades políticas, econômicas, sociais e culturais do Estado, destacou.

No início deste mês, na Capital, tomou posse a nova composição do Conselho Estadual dos Povos Indígenas (CEPIN), para o biênio 2014-2016. O Conselho possui 48 integrantes, representantes da sociedade civil, do Governo do Estado e das etnias Kaingang, Guarani e Xokleng, sendo 24 titulares e 24 suplentes.

{text}

Os Núcleos de Educação das comunidades Linha XV de Novembro e Linha Sertãozinho de Lindóia do Sul receberam, nesta quarta-feira (26), 20 computadores para instalação de dois telecentros do Programa Beija-flor da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca. Os telecentros são núcleos equipados com computadores e acesso à internet que funcionam como espaços de integração comunitária, aprendizagem, crescimento pessoal e mobilização social.

As ações do Programa de Inclusão Beija-flor são integradas ao SC Rural e levam às comunidades rurais novas perspectivas de acesso e disseminação do conhecimento com a implantação de telecentros e práticas de inclusão digital. O principal objetivo do Programa Beija-Flor é gerar aos agricultores e pescadores e à comunidade em geral, especialmente aos jovens, oportunidades de acesso a informações e conhecimentos através do uso de computadores conectados à Internet, ampliando as alternativas de atuação no mercado de trabalho, gerando renda e qualidade de vida, incentivando a formação de núcleos de debates sociais, promovendo e fortalecendo o exercício da cidadania nas comunidades rurais e pesqueiras.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, o Programa é uma importante ferramenta para incluir socialmente essas comunidades. “O Programa Beija-flor fornece o acesso às tecnologias da informação e comunicação aos agricultores e pescadores o que os incentiva a permanecerem no campo. Os telecentros são equipados com computadores e acesso à Internet e são instalados em locais públicos, como escolas, colônia de pescadores, bibliotecas públicas, associações de moradores, dentre outros”, explicou.

No período de 2011 a 2013, a Secretaria da Agricultura e da Pesca implantou 70 telecentros de inclusão digital. Atualmente há 111 unidades de inclusão digital funcionamento e a meta é que até 2016 o Programa esteja presente nos 295 municípios do estado. Para 2014 é previsto a instalação de 30 novos telecentros.

O programa SDR Inclusão Digital entregou computadores para 10 estudantes do ensino médio da rede pública estadual de Jaraguá do Sul, nesta quarta-feira, 26. Até agora, foram beneficiadas 315 famílias. O programa começou em 2008 e é uma iniciativa da SDR de Jaraguá do Sul com apoio do Senai, Uniasselvi/Fameg, Católica de Santa Catarina, CDL, Fujama, Comunidade Terapêutica Vida Nova, Associação dos Recicladores de Jaraguá do Sul e 14º Batalhão da Polícia Militar.

Para ser beneficiado pelo programa, é preciso que o aluno esteja cursando o ensino médio na rede pública estadual, ter boas notas e não possuir computador em casa. Por meio do projeto, computadores descartados e doados pela comunidade são recuperados, montados e repassados a alunos para auxiliar nos estudos desses jovens. Os alunos beneficiados recebem orientações sobre o uso do computador e podem solicitar o serviço de manutenção das máquinas, caso alguma delas apresente problemas de configurações.

Todos que possuem materiais eletrônicos em casa podem participar do programa. As doações podem ser encaminhadas para a Secretaria de Desenvolvimento Regional, na rua Thufie Mahfud, 155, ou para Escola Heleodoro Borges, na rua Ernesto Emílio Horst, 154, Vila Lalau.

Entre os contemplados nesta quarta-feira, está o aluno Marcos Oliveira dos Santos, 17 anos. “A partir de agora vai ficar mais fácil para fazer os trabalhos escolares. Eu tinha só o final de semana para fazer os trabalhos na lan house, agora vou poder fazer em casa.”

A aluna Estefane Taiany Lorenzetti, da EEB São Pedro, de Guaramirim, teve 9,1 de média e foi uma das selecionadas. O pai da aluna, Paulo Lorenzetti, fez um depoimento emocionado. “Parece simples, mas para um pai e uma mãe é muito bom ver a filha aqui sendo contemplada e por merecimento. Minha filha só me traz orgulho”, falou.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Regional (SDR) de Jaraguá do Sul, Lio Tironi, expôs a alegria em ver o programa dando bons resultados. “Nos sentimos felizes por poder contribuir com as famílias que ainda não tem computador em casa. Este programa é uma iniciativa da nossa regional, que já está sendo levado para outras regionais e nós esperamos que  cresça cada vez mais”, destacou o secretário e finalizou agradecendo aos parceiros do SDR Inclusão Digital.