Governador também falou sobre investimentos do Fundam e obras de mobilidade em Florianópolis

A dupla de palhaços Patati Patatá começa a levar diversão às crianças da Serra a partir desta segunda-feira, 11, em três escolas de educação infantil do município de Rio Rufino: Divino Espírito Santo, Arco Íris e Almides Ribeiro dos Santos.  

A ação, que abrangerá 140 escolas de seis municípios, integra o projeto de extensão Roteiro da Alegria, do Centro de Educação Superior do Alto Vale do Itajaí (Ceavi), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Ibirama.

Do total de estabelecimentos de ensino em que os palhaços se apresentarão gratuitamente até a metade de dezembro, 90 ficam em Lages. Os outros estão em Palmeira, São Joaquim, Campo Belo do Sul, Correio Pinto, além de Rio Rufino.

A decisão de levar entretenimento às escolas de educação infantil da região foi tomada em 23 de outubro, durante reunião na sede da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures), em Lages, que contou com as presenças de secretários municipais de Educação.

Palhaços

Após elaborar o projeto Roteiro da Alegria, que tem a finalidade de promover a integração, a socialização e o entretenimento das crianças, a professora Valkyrie Vieira Fabre, coordenadora do programa de extensão Captação de Recursos da Udesc Ibirama, entrou em contato com os empresários da dupla de palhaços e conseguiu apoio para mais uma ação social da universidade.

Os palhaços Patati Patatá são interpretados por Wagner da Silva Rocha e Henrique Namura e fazem sucesso desde 1980. A dupla é licenciada por 53 empresas e tem mais de 700 produtos, como brinquedos, álbuns de figurinhas, ovos de Páscoa, roupas, material escolar, decoração para festas e produtos de higiene. Em 2010, lançaram um DVD que já teve mais de 150 mil cópias vendidas. 

Leia mais: 
24/10/2013 - Ação de projeto da Udesc Ibirama leva diversão a crianças de escolas de 18 municípios de SC

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Valmor Pizzetti
E-mail: valmor.pizzetti@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143


9º Encontro de Extensão da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) se encerrou nesta sexta-feira, 8, no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), unidade da Udesc em Coqueiros, região continental de Florianópolis. Cerca de 400 professores e alunos envolvidos com ações de extensão de centros da universidade em todo o Estado se reuniram na Udesc Cefid por dois dias para apresentar os projetos executados em 2013, oferecendo também oficinas e minicursos gratuitamente para a comunidade.

Nesta sexta-feira, integrantes das ações de extensão de todos os centros da Udesc puderam apresentá-las no encontro, falando de suas atividades e resultados. Todas as ações exibiram as informações na forma de pôsteres, reunindo os extensionistas no mesmo espaço e permitindo a troca de experiências entre eles.

Algumas ações, selecionadas pelo comitê científico do encontro ou que não puderam produzir os banners a tempo, também expuseram as informações em apresentações orais. Todas as apresentações foram avaliadas por professores da Udesc.

As ações de extensão que fizeram a opção na inscrição do encontro também terão resumos ou artigos publicados na revista eletrônica de extensão Udesc em Ação. Os artigos e resumos serão revisados e avaliados pelo comitê científico e comporão os anais do encontro, a serem publicados em edição especial da revista, prevista para fevereiro de 2014.

Acesse o site do 9º Encontro de Extensão da Udesc

Cultura

O encontro também incluiu uma programação cultural, ao longo dos dois dias. O projeto de extensão Núcleo de Flauta Doce, da Udesc Ceart, abriu a programação cultural do encontro nesta sexta-feira pela manhã com uma  apresentação musical no Ginásio 2 do Cefid. O projeto faz parte do programa de extensão Performance Didática da Flauta Doce, coordenado pela professora doutora Valéria Bittar, que tocou na apresentação. O programa trabalha ainda com formação de professores de musicalização e promoveu a 1ª Mostra Internacional de Flauta Doce.

A programação cultural do Encontro de Extensão continuou à tarde, com apresentações do coral do Grupo de Estudos da Terceira Idade (Geti). O programa de extensão do Cefid atua há 23 anos – é o mais antigo da universidade e mantém 15 ações voltadas à promoção da saúde de idosos. O coral é formado pelos participantes de um desses projetos, o de Cantoterapia. 

Os participantes do encontro e a comunidade puderam assistir ainda a apresentações do projeto Young Dance, da Udesc Planalto Norte (São Bento do Sul), quem mantém um grupo de hip hop formado por crianças.

Encerramento

A cerimônia de encerramento contou ainda com uma exibição do Quarteto Udesc, formado por alunos do projeto de extensão Fermento Cultural, da Udesc Ceart, e com uma palestra sobre o Núcleo Extensionista Rondom da Udesc, que terá uma nova operação em fevereiro.

O encontro foi encerrado pelo pró-reitor de extensão, Mayco Nunes, o coordenador de extensão da Udesc, Alfredo Balduíno dos Santos, do diretor geral do Cefid, Darlan Matte, e o diretor de extensão do centro, Mário César Nascimento. "É uma satisfação receber o encontro", disse o diretor do Cefid, Darlan Matte. "Nós temos que valorizar a extensão na universidade e o encontro mostra que a riqueza do que a Udesc faz em extensão é impressionante".

Certificados

Os certificados eletrônicos, uma das inovações do 9º Encontro de Extensão da Udesc, estarão disponíveis para os participantes a partir de quarta-feira, 13, no site do evento. A partir dessa experiência com o Encontro de Extensão, o sistema institucional para a emissão e verificação de autenticidade dos certificados eletrônicos, desenvolvido pela área de informática da Udesc a partir de proposta da Direção de Extensão do Cefid, ficará disponível para ser usado por toda a universidade, permitindo eliminar a emissão desse tipo de documento em papel.

Assessoria de Comunicação da Udesc Cefid
Jornalista Carlito Costa
E-mail: comunicacao.cefid@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8622

 

Santa Catarina ganhou a primeira medalha nos Jogos Escolares da Juventude, em Belém. Foi na manhã desta sexta-feira, 8, com Lígia Milane Venturini,  medalha de prata no ciclismo, na prova do contra-relógio individual. Lígia é aluna da Escola Estadual Humberto Hermes Hoffmann, de Nova Veneza. Thayana Lima, de São Paulo, foi a campeã. Letícia Alana, do Colégio Sinodal Dr. Blumenau, de Pomerode, ficou na 12ª colocação. No masculino, Vinícius Woitke, da Escola Estadual Arruda Ramos, de Criciúma, terminou a competição em sexto lugar e Gabriel Nazário, da Escola Jovem, de Tubarão, em oitavo.

“Antes de viajar para Belém estava bem confiante em pegar pódio, mas, depois de fazer a minha prova, fiquei bastante decepcionada comigo mesma. Achei que não ia conseguir, mas, no final, deu tudo certo”, disse a campeã. Neste sábado, 9, a competição prossegue com a prova de circuito e a modalidade termina no domingo. Nesta sexta-feira, 8, os catarinenses começaram também a briga por medalhas no atletismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Os Jogos Escolares da Juventude reúnem representantes de 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, e uma delegação da cidade anfitriã. Os Jogos são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém. A logística da delegação catarinense é toda feita pela Fesporte.

A delegação catarinense é composta por 190 pessoas entre dirigentes, professores-técnicos e alunos-atletas. São no total 155 alunos representando 26 municípios de 54 escolas catarinenses, que obtiveram a classificação na etapa estadual dos Jogos Escolares (Jesc), em setembro, em Brusque.

Informações adicionais
Antonio Prado
(48) 9125-2286

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) aplicará neste domingo, 10, as provas do Vestibular de Verão 2014 em Balneário Camboriú, Chapecó, Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages, Laguna e São Bento do Sul.

Ao todo, 13.680 candidatos disputarão 1.237 vagas de 46 cursos gratuitos de graduação, sendo 70% delas para vestibulandos não optantes das cotas, 20% para quem cursou integralmente o ensino fundamental e o médio em instituições públicas de ensino e 10% para negros.

A Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc fará plantão neste sábado, 9, das 8h às 12h e das 14h às 18h, para tirar dúvidas. Os telefones são (48) 3321-8098 e 3321-8147.

Provas, gabarito e listão
A primeira etapa do vestibular será no domingo de manhã, das 9h às 12h30, e terá prova com 50 questões objetivas de múltipla escolha, sendo oito para Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol) e 14 para cada uma das seguintes áreas: Biologia, Matemática e Português.

No domingo à tarde, das 15h às 19h30, ocorrerá a segunda etapa, com redação sobre atualidades e conhecimentos gerais e mais 50 questões de múltipla escolha: 14 em Física e 14 em Química, além de 11 em História e 11 em Geografia.

As provas e os gabaritos do vestibular serão divulgados na página oficial a partir das 20h30 de domingo. Já o anúncio da lista dos aprovados ocorrerá até 6 de dezembro e a matrícula da primeira chamada, em 4 e 5 de fevereiro.

Recomendações importantes
A Coordenadoria de Vestibulares e Concursos da Udesc recomenda aos candidatos que consultem os locais das provas e leiam o edital com bastante atenção.

Além disso, os vestibulandos deverão estar nos locais indicados com 30 minutos de antecedência e, para ter acesso às salas, levar o documento original de identidade atualizado e em perfeito estado de conservação. Recomenda-se ainda que se informem sobre as condições de trânsito.

Os portões serão fechados dez minutos antes do início das provas – isso ocorrerá às 8h50 na primeira etapa e às 14h50 na segunda. Quem chegar depois desses horários não poderá fazer o vestibular, independentemente dos motivos alegados.

Para a realização das provas, os vestibulandos deverão se apresentar com caneta esferográfica fabricada em material transparente com tinta de cor azul ou preta. Outros pontos sobre materiais permitidos e proibidos podem ser consultados no item 7 do edital.

Concorrência
O curso mais procurado do Vestibular de Verão 2014 é o de Fisioterapia, em Florianópolis, com 34,7 candidatos por vaga. Em segundo lugar, está Design Gráfico, também na Capital, com 33,4, e, em terceiro, Engenharia de Petróleo, em Balneário Camboriú, com 33,1.

A lista segue com Medicina Veterinária (30,8), em Lages, e Engenharia Civil (28,2), em Joinville – o curso obteve o maior número de inscritos, com 1.073 candidatos concorrendo por 38 vagas.

Boletins ao vivo na Rádio Udesc FM
As equipes da Rádio Udesc FM em Florianópolis (100,1), Joinville (91,9) e Lages (106,9) farão ampla cobertura jornalística do Vestibular de Verão 2014, com transmissão também na internet.

Haverá boletins ao vivo durante todo o dia, com as últimas notícias, informações do trânsito e entrevistas com candidatos e pais.

Leia mais:
29/10/2013 - Udesc divulga locais de provas do Vestibular de Verão 2014

21/10/2013 - Udesc divulga relação candidato por vaga do Vestibular de Verão 2014

Assessoria de Comunicação da Udesc
Jornalista Rodrigo Brüning Schmitt
E-mail: rodrigo.schmitt@udesc.br
Telefones: (48) 3321-8142/8143

Representantes do governo do Estado, governo federal e JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) reuniram-se nessa quinta-feira para apresentar o acordo de cooperação técnica do Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos, firmado em junho de 2013, entre os governos do Brasil e Japão. Blumenau está entre as três cidades brasileiras onde serão testados instrumentos para mitigar os danos dos deslizamentos de terra.

projeto de fortalecimento da estrategia nacional de gestao integrada de riscos 20131108 1537931439
Chefe da equipe japonesa, Toshiya Takeshi. Foto: Rosália Dors Pessato/Planejamento

O objetivo principal do projeto é aprimorar e fortalecer as práticas de gestão, arranjos cooperativos entre os entes federativos, técnicas e métodos relacionados aos macroprocessos de gestão integral de riscos de desastres naturais (prevenção, monitoramento e alerta, preparação, resposta, recuperação). Participam da iniciativa Ministério das Cidades, Ministério da Integração Nacional, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Ministério de Minas e Energia, além de contar com apoio do governo do Estado de Santa Catarina.

Yuri Della Giustina, Diretor de Planejamento Urbano do Ministério das Cidades, comentou que um dos resultados esperados da parceria de quatro anos com a JICA é o desenvolvimento de uma metodologia para expansão urbana que auxilie os municípios a elaborarem planos diretores.

No Estado, a Secretaria de Planejamento, por meio do Programa Estadual de Gerenciamento Costeiro (Gerco), disponibilizou, este ano, o mapeamento e zoneamento costeiro às 38 prefeituras municipais do litoral catarinense, com o intuito de orientar o ordenamento das diferentes atividades e usos do território costeiro, terrestre e marinho, de maneira a promover o desenvolvimento socioeconômico sustentável. O coordenador do Gerco, Jorge Rebollo Squera, ressaltou a importância dos planejamentos ambiental, econômico e urbano estarem conectados.

Conforme o acordo, o grupo de especialistas japoneses vai apresentar as tecnologias utilizadas no Japão e experiências de desastres naturais. No primeiro ano, serão feitas pesquisas das condições dos desastres e riscos de deslizamento de terra, no segundo, a JICA vai elaborar manuais das ações e nos dois anos seguintes testará as recomendações descritas nos documentos nos municípios de Blumenau (SC), Nova Friburgo (RJ) e Petrópolis (RJ). O chefe da equipe japonesa, Toshiya Takeshi, destacou: “os melhores formatos de manual e as metodologias propostas devem estar adequados à realidade brasileira, por isso, contamos com o apoio dos ministérios e do governo de Santa Catarina”.

Os consultores da JICA visitaram cidades do Vale do Itajaí na última quarta-feira, 6 de novembro, e começarão os estudos em fevereiro de 2014. A Secretaria do Planejamento, Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, a Defesa Civil e a Epagri/Ciram compõem o grupo de apoio ao governo japonês no Estado.

Informações adicionais
Rosália Dors Pessato
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319/ 9186-9740

Os técnicos que participaram da 1ª Oficina Regional de Mobilização Intersetorial de Políticas Públicas sobre Drogas em Joaçaba, no Meio-Oeste, definiram as propostas da Mesorregião para inclusão no Plano Catarinense de Políticas Públicas sobre Drogas.

plano estadual sobre drogas 20131108 1940071156
Foto: Cláudia Marcelo de Lima/SST

Dentre as proposições levantadas durante as discussões de grupos estão a criação de protocolos de atendimento, a formulação e implantação de políticas públicas municipais para o enfretamento às drogas, campanhas educativas intersetoriais, ampliação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) em todos os níveis de ensino, estimular a criação de conselhos municipais de enfrentamento às drogas, dentre outros.

Estas e as demais proposições serão encaminhadas ao colegiado gestor da Mesorregião de Joaçaba para análise das prioridades e posterior aprovação, elaboração do plano operativo e a execução conjunta com o Governo do Estado.

A oficina de Joaçaba foi a penúltima de sete oficinas já realizadas. A última está prevista para Lages nos dias 19 e 20 de novembro. Os encontros regionais já foram realizados em Florianópolis, Jaraguá do Sul, São Miguel do Oeste, Chapecó e Criciúma. Ao final dos encontros, mais de 3 mil profissionais terão se reunido para discutir o tema e propor sugestões para a elaboração do plano estadual de políticas públicas sobre drogas.

O governador em exercício Joares Ponticelli participa, nesta segunda-feira, 11, às 12h, da inauguração da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) João Borges, em Campo Belo do Sul. A unidade tem capacidade instalada de 19 megawatts (MW), suficiente para atender 139 mil habitantes e recebeu investimentos de R$ 172 milhões.

Localizada na divisa dos municípios de Campo Belo do Sul e São José do Cerrito, na Região Serrana, a PCH, em operação desde julho deste ano, utiliza o potencial hidrelétrico do rio Caveiras. A estrutura foi construída em uma barragem com 22 metros e possui três unidades geradoras, assegurando a produção de 10,12 MW de energia.

A PCH é resultado do Acordo de Cooperação Brasil-Alemanha no Setor de Energia, firmado em 2008. A obra foi financiada pelo banco de fomento KfW com recursos do Ministério de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha.

{text}

O governador Raimundo Colombo transmitiu o cargo de Governador do Estado para o deputado Joares Ponticelli, presidente da Assembleia Legislativa, em cerimônia no Teatro Pedro Ivo na tarde desta sexta-feira, 8/11. Colombo embarca para missão oficial na Rússia e Ponticelli fica no cargo até o dia 17/11.

No discurso de transmissão do cargo, Colombo destacou a importância da parceria do Governo do Estado com a Assembleia Legislativa. “Governar é muito difícil, a burocracia está cada vez mais forte. Se não construirmos um cenário de harmonia, é muito difícil avançar. E desde o início do nosso governo, não nos faltou a parceria da Assembleia nas ações necessárias para os avanços que estamos conseguindo. Sem abrir mão dos debates, há um espírito de colaboração. O Estado ganhou muito com essa postura e o nosso gesto de hoje é uma forma de homenagear todos os deputados pela contribuição”, destacou.

transmissao de cargo 20131108 1447221253
Foto: Neiva Daltrozo/SECOM
Veja aqui a galeria de fotos.

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira está em período de férias, mas encaminhou mensagem parabenizando Ponticelli pelo cargo.

O governador em exercício Joares Ponticelli agradeceu ao governador Colombo e ao vice Pinho Moreira pela oportunidade de assumir o posto no que definiu como um momento muito positivo. “É motivo de orgulho participar desse cenário em que um grande canteiro de obras se espalha por diferentes áreas de todo o Estado”, afirmou, em seu discurso de posse. No período em que Ponticelli estiver no Governo do Estado, o deputado Romildo Titon assume a presidência da Assembleia Legislativa.

Em coletiva para a imprensa após a cerimônia, o governador em exercício disse que seu trabalho será de continuidade das ações de rotina do Governo do Estado, como a assinatura de contratos pelo Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), que vai liberar R$ 576 milhões para todos os municípios do Estado; e pelo Badesc Cidades Juro Zero, que oferece financiamentos de médio e longo prazo para ações de melhorias de infraestrutura e de serviços com juros subsidiados pelo Governo do Estado.

Ponticelli afirmou, ainda, que foram previamente programados com o governador Raimundo Colombo a realização de atos oficiais durante a próxima semana em diferentes regiões do Estado, com destaque para o Sul Catarinense.

Leia também: >>> Colombo lidera missão para a Rússia e Joares Ponticelli assume o cargo de Governador nesta sexta

>>> Confira o boletim da Rádio Secom e faça download

{text}

No Hospital Regional de São José havia, na emergência geral, 110 pacientes até às 11h desta sexta-feira. A Emergência estava lotada e havia 17 pessoas aguardando consulta. O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco que é feita com cada paciente que chega.

Nas últimas 24 horas, de acordo com as informações da direção do Hospital Regional de São José, o setor de emergência atendeu 284 pacientes. Na emergência pediátrica, 171 crianças foram atendidas. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 298 pacientes internados. Ao todo, 42 internações foram feitas nas últimas 24 horas.

No Hospital Regional de São José, cerca de 80% dos casos que chegam à Emergência são ambulatoriais, ou seja, são situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

{text}