Após passar por um período experimental, o serviço de Radioterapia do Hospital Tereza Ramos, em Lages, está entrando em pleno funcionamento. Com isso, a demanda de pacientes de 66 municípios será absorvida pela unidade. Nesta sexta-feira, 12, às 10h30, o governador Raimundo Colombo e a secretária da Saúde, Tânia Eberhardt, visitarão o setor, que conta com equipamentos de última geração e foi preparado para ser referência no Estado.

O Governo investiu mais de R$ 3 milhões na compra do Tomógrafo e do Acelerador Linear, importados da Europa. O serviço está sendo prestado por uma empresa escolhida por meio de licitação. A equipe é composta por quatro radioterapeutas e quatro físicos.

No mesmo local, o governador dará a ordem de serviço para a ampliação do hospital. O projeto prevê a construção de uma torre de oito pavimentos ao lado da estrutura que já existe. O terreno foi doado pela prefeitura. Serão 12 mil metros quadrados, divididos em oito andares. O prédio concentrará 92 leitos de internação, Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), Centro de Diagnóstico por Imagem, Urgência e Emergência e Centro Cirúrgico, e terá heliponto. O Governo investirá R$ 44,9 milhões na construção.

Colombo também renovará o convênio com a Cardiolages para a realização de procedimentos cardiológicos através do Sistema Único de Saúde (SUS). O Governo continuará bancando o atendimento a pacientes na clínica. O primeiro contrato foi assinado em setembro do ano passado. Desde então, os serranos não precisam mais se deslocar ao Alto Vale do Itajaí.

“O Governo está trabalhando em várias frentes para melhorar a Saúde da população, e esses investimentos representarão mais qualidade”, diz o secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro.

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, anunciou no início da noite de quarta-feira, que o Grupo Gestor do Governo autorizou a promoção dos servidores vinculados ao Instituto Geral de Perícias (IGP), que garantirá a aplicação da lei 15.156/2010, e a criação das gerências regionais de perícia, com a aprovação da reforma administrativa do Instituto.

A Lei de Promoção era uma reivindicação que se arrastava há três anos. Já o projeto que cria os cargos de gerentes periciais beneficiará os núcleos regionais de Joinville, Blumenau, Balneário Camboriú, Criciúma, Chapecó, Palhoça e Lages.

Este projeto altera o decreto 15.156, que trata do quadro de pessoal do Instituto. Isso possibilitará que servidores de outras carreiras, além dos peritos, ocupem cargos de gerente.

O secretário explica que o decreto da Lei de Promoção será encaminhado para publicação no Diário Oficial ainda esta semana. Já o anteprojeto que cria os cargos de gerentes regionais segue para apreciação da Assembleia Legislativa. “Estamos resgatando um processo que trará benefícios a todos os servidores do IGP”, disse Grubba.

Já o diretor Geral do IGP, perito criminal Rodrigo Tasso, aproveitou para agradecer o empenho e reconhecimento do governador Raimundo Colombo com o trabalho da Perícia Oficial de Santa Catarina.  “Essas medidas vêm ao encontro do projeto do IGP em capacitar todas as gerências regionais e garantir melhores condições de trabalho para o nosso servidor”, afirmou Tasso.

Com a aprovação da Lei de Promoção, o IGP já trabalha na formação de uma comissão interna que fará o trabalho de contagem de pontos, com base em critérios como antiguidade e merecimento.

Participaram ainda da audiência o diretor-Adjunto do IGP, Giovani Eduardo Adriano; diretor Administrativo Financeiro do IGP, André Farias; diretor da Academia de Perícia Oficial, Miguel Colzani, e o diretor Administrativo Financeiro da SSP, Carlos Thives.

{text}

A massa de ar mais seco que atua em boa parte do Brasil, mantém o tempo estável em Santa Catarina nesta quinta-feira, 11, com formação de nevoeiros nas primeiras horas da manhã e predomínio de sol entre nuvens no decorrer do dia em todas as regiões. Temperatura em elevação durante o dia.  

Máxima de 28ºC no Litoral Sul. Mínima de 2ºC no Planalto Sul. Vento de nordeste, fraco a moderado.  

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), por meio do Centro de Informações e Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia (Ciram). Mais detalhes no site da Epagri/Ciram.    

Informações adicionais:
Cláudia Menezes 
Secretaria de Estado de Comunicação 
E-mail:   claudia@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3014 

 

A partir da próxima segunda-feira, 15, estarão abertas as inscrições para o curso geral de Propriedade Intelectual à Distância. O treinamento é gratuito e será realizado, pela internet, entre os dias 19 de agosto a 06 de outubro, completando 75 horas de aula. Este curso faz parte do acordo de cooperação assinado entre o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi) e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS).

O objetivo é apresentar para o público em geral o aprendizado de diversos temas relativos à propriedade intelectual, como: direitos autorais, patentes, marcas, indicações geográficas, desenhos industriais, proteção de novas variedades vegetais/cultivares, concorrência desleal, informação tecnológica, contratos de tecnologia e tratados internacionais.

A capacitação é realizada pelo Inpi em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (Ompi). Após o curso, serão realizados dois dias de provas, para obtenção do certificado. As inscrições podem ser feitas aqui. 

Informações adicionais:
Michelle Nunes 
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável 
E-mail: michelle@sds.sc.gov.br 
Telefone: (48) 3665-2256

Um grupo de organizações não governamentais e públicas de Florianópolis promove uma mobilização para que a cidade tenha uma lei proibindo pontos de venda de exibirem embalagens de cigarros ou outros produtos relacionados ao fumo. O grupo promove uma campanha para coletar as 16.500 assinaturas necessárias à apresentação de um projeto de lei de iniciativa popular à Câmara Municipal. A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) mantém pontos de coleta das assinaturas no Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), no bairro Coqueiros (Rua Pascoal Simone, 358).

Leia a proposta de projeto de lei e a justificativa

A ação tem o apoio do Núcleo de Assistência, Ensino e Pesquisa em Reabilitação Pulmonar (Nureab). Mantido pela Udesc Cefid, o Nureab mantém um programa de reabilitação que atende gratuitamente pacientes com diagnóstico de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), além de dar suporte ao ensino e pesquisa na área nos cursos de graduação e mestrado em Fisioterapia da universidade.

A proposta prevê que os pontos de venda de cigarros e outros produtos derivados do tabaco mantenham locais específicos para armazená-los, de forma que não estejam visíveis aos clientes. O não cumprimento dessa norma implicaria em multa de R$ 5.000, a serem revertidas a projetos ligados à juventude.

A ideia já foi aplicada em outros países e estados brasileiros. Reino Unido, Austrália, Irlanda, Islândia e Tailândia já baniram a propaganda de cigarros, inclusive nos pontos de venda. No Brasil, o Estado do Piauí já conta com uma legislação igual a que está sendo proposta em Florianópolis.

Como participar

Interessados em apoiar a causa podem assinar o abaixo assinado na Udesc Cefid (Rua Pascoal Simone, 358, Coqueiros). Há quatro pontos de coleta de assinaturas no centro: na Recepção, na Direção de Extensão, na Clínica Escola de Fisioterapia e no Nureab (Rua Pascoal Simone, 163, em frente ao campus da Udesc Cefid).

Mais informações pelo e-mail nureab.cefid@udesc.br ou pelo telefone (48) 3321-8608.


Assessoria de Comunicação da Udesc Cefid
Jornalista Carlito Costa
E-mail: comunicacao.cefid@udesc.br
Telefone: (48) 3321-8622

Iniciou na manhã desta quarta-feira, dia 10, no estádio municipal de Major Vieira, a etapa microrregional do Moleque Bom de Bola 2013. Todos os municípios da SDR Canoinhas participam desta etapa, com exceção de Canoinhas, que por ser a sede da etapa estadual, não disputa as fases microrregional e regional. Esta etapa classifica um time masculino e um feminino para a disputa regional, marcada para Mafra, de 7 a 11 de agosto.

Os municípios e escolas participantes desta fase são Bela Vista do Toldo e a Escola Básica Municipal (EBM) Terezinha Agostinho e o Núcleo Escolar Municipal (NEM) João Pedro Alberti; Porto União participa com o Colégio Cosmos; Irineópolis com o NEM Guilheme Bossow e o NEM Adolfo Konder; Major Vieira co a Escola de Educação Básica (EEB) Luiz Davet; e Três Barras com as EEBs General Osório e Guita Federmann. Porto União participa da competição somente no naipe masculino e os demais municípios participam competindo no masculino e feminino.

O Moleque Bom de Bola é uma parceria do Governo do Estado através da Fesporte; Parati e RBS TV. É o maior campeonato escolar de futebol de Santa Catarina. A grande final deste ano será em Canoinhas, de 15 a 20 de outubro.

Segue abaixo, resultado do primeiro dia de jogos:

RESULTADO DO DIA 10/07/2013 – QUARTA-FEIRA

Local:  ESTÁDIO MUNICIPAL

 

Jogo

Hora

Mod.

Sexo

Equipe [A]

     

Equipe [B]

Chave

                   

1

8:30

FUTEBOL

M

EEB. LUIZ DAVET

MAJOR VIEIRA

1

X

0

COLÉGIO COSMOS

PORTO UNIÃO

U

2

 

 FUTEBOL

M

EM. TEREZINHA C. AGOSTINHO

BELA VISTA DO TOLDO

1

X

2

EEB. GENERAL OSÓRIO

TRÊS BARRAS

U

3

 

FUTEBOL

F

NEM. JOÃO PEDRO ALBERTI

BELA VISTA DO TOLDO

0

X

0

EBM. GUITA FEDERMANN

TRÊS BARRAS

U

4

13:00

FUTEBOL

F

NEM. ADOLFO KONDER

IRINEÓPOLIS

0

X

1

EEB. LUIZ DAVET

MAJOR VIEIRA

U

5

 

FUTEBOL

M

NEM. GUILHERME BOSSOW

IRINEÓPOLIS

1

X

3

EEB. LUIZ DAVET

MAJOR VIEIRA

U

6

 

FUTEBOL

M

COLÉGIO COSMOS

PORTO UNIÃO

0

X

2

EM. TEREZINHA C. AGOSTINHO

BELA VISTA DO TOLDO

U

 

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), por meio do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), de Lages, realizará nesta quinta-feira, 11, o Seminário “Parques Científicos em Biotecnologia”, no anfiteatro Caverna, localizado no prédio do curso de Agronomia da Udesc Lages, no bairro Conta Dinheiro. O evento marca o início do debate sobre o tema e a possível instalação de um parque na área da biotecnologia na região.

O seminário voltado a pesquisadores, estudantes de pós-graduação e empresários da área de biotecnologia, é aberto e gratuito. Além da organização ser feita pela universidade, o evento acontecerá em parceria com o Instituto Orion de Lages e pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), e conta com a participação de membros da Universidade de Barcelona e do Parque Científico de Barcelona.

Para o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Udesc, professor Alexandre Reis esse é uma conversa inicial, a qual traz em debate o tema inovação e tecnologia. “Falar de inovação é falar da aproximação de quem desenvolve ciência e tecnologia, nesse caso as universidades, e de quem produz”, afirma Reis.

Segundo o pró-reitor o Brasil está muito atrás e o compara com os Estados Unidos, onde apenas 12% dos doutores estão nas universidades, sendo que os demais estão nas empresas desenvolvendo novas tecnologias e produtos. “A universidade sozinha não tem competência para produzir e a indústria não possui os recursos humanos para as ciências”, afirma. De acordo com Alexandre Reis a medida que a indústria cresça em termos de inovação e competitividade, elas poderão absorver pessoal capacitado para o desenvolvimento da ciência e tecnologia. “Ao mesmo tempo aumentando nas universidades a demanda para a formação de doutores”, acrescenta.

A possibilidade da implantação de um parque tecnológico em Biotecnologia vai ampliar o contato da universidade com a iniciativa privada. “A Udesc está localizada dentro de polos de produção, em todas as regiões do Estado. Utilizar a competência que nós temos em biotecnologia é fomentar o desenvolvimento local de empresas, a partir da incubação”, explica Reis.

Um dos passos para que a Udesc possa se tornar parceira na implantação do parque foi dado na segunda-feira, 8, quando a Udesc, a Fapesc e a Universidade de Barcelona assinaram o Acordo de Cooperação Técnica e Científica. O tratado prevê o envio de especialistas catarinenses à Catalunha e a vinda de especialistas catalães a Santa Catarina; e a realização de visitas de estudo, estágios, treinamentos e eventos de formação, nas duas regiões, por parte de estudantes, professores e servidores das universidades envolvidas. Com a assinatura do acordo as duas universidades podem cooperar em diversas áreas, inclusive no que diz respeito sobre a troca de conhecimento em parques científicos, já que a universidade estrangeira possui um, o Parque Científico de Barcelona.

“O seminário será a primeira prospecção entre pesquisadores da Udesc e da Universidade de Barcelona, após convênio firmado na segunda-feira. Também será um momento de aproximação com o projeto do parque tecnológico Orion de Lages”, acrescenta o reitor da Udesc, Antonio Heronaldo de Sousa.


Programação
A abertura do seminário acontecerá nesta quinta-feira, 11, às 8h30. No evento acontecerão cinco palestras. “A Fapesc como agência de fomento ao desenvolvimento de SC” será o tema de abertura do encontro, com o professor da Udesc e diretor de Pesquisa Científica, Tecnologia e Inovação da Fapesc, Sebastião Iberes Lopes Melo.

“Um dos pontos principais do seminário será a participação do pesquisador da Universidade de Barcelona, Fernando Albericio, renomado pesquisador na área de peptídeos e química combinatória, com mais de 500 artigos publicados e 35 patentes registradas, diretor geral do Parque Científico de Barcelona, por muitos anos”, enfatiza o diretor de Pesquisa da Udesc Lages, Cristiano Steffens. Albericio falará sobre o tema “Parques Científicos: importância e oportunidades”.

Além do pesquisador da Universidade de Barcelona, o evento contará com a palestra “Gerações de Parques Científicos e Core Facilities como ferramentas de apoio à pesquisa”, com o Luciano Trevisan, do Parque Científico de Barcelona. “Os palestrantes que virão da Espanha trazem para nós as suas experiências, no sentido de mostrar o que é necessário para implantar e desenvolver um Parque Científico em Biotecnologia e quais os possíveis ganhos para universidade e para a sociedade”, afirma Steffens.

Confira a programação completa.

Inscrição
As inscrições para o seminário poderão ser feitas no dia do evento, a partir das 8h e não há taxa de inscrição.

O governador Raimundo Colombo assina, nesta quinta-feira, 11,  as ordens de serviço para as obras de duplicação da SC-403, entre as praias de Canasvieiras e de Ingleses, no Norte da Ilha de Santa Catarina, e de pavimentação das rodovias entre as cidades de Videira e Tangará, e entre Tangará e Campos Novos, no Meio-Oeste. O ato será às 9h, no cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, com a presença das empreiteiras que venceram as licitações e de todo o colegiado pleno.

duplicacao da sc-403 20130710 1926659650
Foto: James Tavares/Secom

O governador também assinará os editais para a execução de obras de revitalização das estradas entre Videira e Fraiburgo, e entre Iomerê e Treze Tilhas.

Logo após, o governador Raimundo Colombo, o secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, e presidente do Deinfra, Paulo Meller, concederão entrevista coletiva.

Mais detalhes da SC-403

A ordem de serviço é para a duplicação dos 5,2 quilômetros da rodovia SC-403, que vai do trevo com a SC-401 até o bairro de Ingleses, em Florianópolis. A obra faz parte do Pacto por SC e exigirá o investimento da ordem de R$ 36 milhões, resultado de parceria entre o Governo do Estado (que pagará 20%) e o Ministério do Turismo (80%). O prazo previsto para a conclusão é de 12 meses.

“Na região dos Ingleses já moram cerca de 80 mil pessoas e, durante a temporada de verão, esse número quadruplica. Então, essa obra vai resolver um grave problema viário. Vamos assinar a ordem de serviço para iniciar imediatamente as obras e é importante que elas sejam executadas com rapidez porque esta é uma estrada muito exigida e com bastante tráfego”, destaca o governador Raimundo Colombo. Dentro de 30 dias, o governador receberá em Florianópolis o ministro do Turismo, Gastão Vieira, para uma visita oficial às obras da rodovia.

A obra - Além da duplicação dos 5,2 quilômetros, serão construídos três levados: um na Vargem Grande, outro na Vargem do Bom Jesus e o terceiro no acesso para Cachoeira do Bom Jesus. Toda a via terá duas faixas de tráfego, dividas por uma mureta de concreto. E serão construídos e pavimentados 3,2 quilômetros de vias laterais para atender o trânsito local. O projeto prevê, ainda, duas passagens subterrâneas, sendo uma em frente à Escola de Educação Básica Luiz Cândido da Luz, eliminando o radar existente no local. A outra será construída na Vila União. A nova SC-403 terá também dez paradas de ônibus, além de ciclofaixa para pedestres e ciclistas.

 

Informações adicionais
Alexandre Lenzi
Secretaria de Estado de Comunicação
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 8843-435

Nesta quinta-feira, 11, o Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, abrirá 12 leitos para cirurgias de curta permanência. Os leitos serão ocupados por pacientes que se submetem a cirurgias de traumatologia. A expectativa é que, com esses leitos, a unidade de saúde consiga atender toda a demanda em traumatologia que chega à Emergência do Celso Ramos.

“Os leitos de curta permanência são para pacientes que chegam, são operados e tem alta em 24 horas”, explica o diretor geral do Hospital Celso Ramos, Libório Soncini. "Atualmente, 53% dos atendimentos da unidade de saúde envolvem traumas e ortopedia. A cada 40 minutos recebemos um paciente politraumatizado”, salienta o médico.

Em junho, o Celso Ramos abriu duas salas cirúrgicas dentro da Emergência. Neste primeiro mês de funcionamento, cerca de 70 cirurgias foram feitas. Os novos leitos de curta permanência vão acelerar ainda mais os procedimentos cirúrgicos. “Antes, o paciente esperava duas ou três semanas para ser operado. Agora ele vai para o centro cirúrgico no mesmo dia ou, no máximo, em dois ou três dias”, explica o diretor do hospital.

Celso Ramos registra recorde de cirurgias

Em junho, o Hospital Celso Ramos registrou o recorde de cirurgias. Foram 681, enquanto a média da unidade de saúde era de 450 procedimentos cirúrgicos por mês. De acordo com Libório Soncini, diretor do hospital, o aumento no número de procedimentos se dá em função de o centro cirúrgico principal do Celso Ramos estar funcionando com capacidade máxima. “No início do ano, tínhamos quatro salas cirúrgicas em funcionamento. Agora estamos trabalhando com sete salas”.

A abertura de duas salas cirúrgicas na Emergência da Unidade de Saúde, em junho, também ajudou a elevar os números de cirurgias. Outra boa notícia é que, ainda em julho, serão abertas três UTIs – totalizando 14 UTIs.

{text}