A Maternidade Carmela Dutra realizará, nos dias 14, 15, 17 e 18 deste mês, o segundo mutirão de reconstrução de mamas em pacientes que foram submetidas à mastectomia por câncer de mama. A segunda edição do mutirão ocorrerá no mês em que é celebrado o Outubro Rosa, movimento internacional que estimula a detecção precoce do câncer de mama.

Ricardo Maia Samways, diretor da Maternidade Carmela Dutra, informa que durante os quatro dias de mutirão serão realizados nove procedimentos cirúrgicos. “Estamos mobilizando cirurgiões mastologistas, anestesistas e profissionais de enfermagem da nossa maternidade para a realização dessas cirurgias, contribuindo para reduzir a fila de espera”, diz o diretor.

No primeiro mutirão, realizado no dia 17 de agosto, a equipe de 20 profissionais da maternidade efetuou quatro procedimentos cirúrgicos. Cada cirurgia durou, em média, três horas.

Atualmente, existem 24 mulheres na fila de espera para fazer reconstrução de mamas. Ricardo Maia explica que a maternidade só consegue realizar uma reconstrução de mama por semana, o que acabou gerando a demanda reprimida. “Mas a realização dos mutirões irá diminuir gradativamente o número de pessoas que aguardam pela cirurgia”, avalia Maia.

As neoplasias, depois das doenças do aparelho circulatório, são a segunda maior causa de mortes entre as mulheres em Santa Catarina. No período de 2000 a 2012, o Estado registrou 9.976 mortes relacionadas ao câncer. Desse total, 1.106 foram em decorrência do câncer de mama.

{text}

A Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville autorizou nesta quinta-feira, 10, uma reforma de R$ 1,8 milhão na Escola Estadual Plácido Olímpio de Oliveira, na zona norte da cidade. A ordem de serviço foi assinada pela secretária regional Simone Schramm, que entregou à direção do colégio o memorial descritivo da obra. “Em posse do detalhamento dos serviços, a comunidade e a APP poderão atuar como fiscalizadores dos trabalhos no local”, disse.

Entre as ações programadas para a unidade, estão adaptações para atender às normas de acessibilidade, pintura geral, troca de forro e cobertura, revisão das instalações elétricas e substituição de pisos e aberturas. Um novo reservatório de água será construído, e as cinco quadras de esportes serão revitalizadas.

Todos os banheiros receberão revestimentos cerâmicos e metais sanitários mais modernos e torneiras com acionamento por pressão e fechamento automático para evitar o desperdício de água. A edificação terá ainda novo sistema preventivo contra incêndios e raios, possibilitando adequar ao prédio conforme as normas e exigências do Corpo de Bombeiros.

A empresa contratada para a obra deve iniciar as melhorias na próxima semana. O prazo para conclusão da reforma é de um ano. 

escola de joinville 20131011 2013790109
Foto: Glaene Vargas/Ascom SDR Joinville

{text}

A etapa microrregional do Festival Dança Catarina, promovido pela Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte) em parceria com a Gerência de Turismo, Cultura e Esporte da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Concórdia (SDR), será realizado na próxima terça-feira, 15, no Ginásio Municipal de Esportes do município de Ipira. 

O festival terá a participação das unidades escolares dos municípios de Alto Bela Vista, Concórdia, Ipira e Irani. As disputas serão realizadas nas categorias Mirim (7 a 11 anos) e Infantojuvenil (12 a 15 anos), nos estilos dança livre, danças populares e folclóricas e danças de salão. 

Segundo o integrador esportivo, Gladimir da Cunha, o Festival Dança Catarina tem como objetivo promover o intercâmbio cultural e esportivo entre os alunos e desenvolver princípios pedagógicos de integração e conhecimento por meio da dança.  

Os vencedores levam troféus e medalhas e estarão representando a SDR de Concórdia na etapa regional que acontece em Três Barras, no início do mês de novembro.

{text}

Começaram nesta quinta-feira, 10, as obras de reestruturação da SC-135, entre os municípios de Videira e Tangará. O secretário regional de Videira, Evandro Colle, esteve no local para acompanhar o trabalho realizado. "O consórcio GVM, vencedor da licitação, iniciou os trabalhos para alargamento da pista nas proximidades do município de Tangará. Quem trafega pela rodovia já pode ver a intensa movimentação das máquinas. Ao mesmo tempo, em outros trechos, estão realizando o levantamento topográfico e a marcação da pista", afirmou.

sc-135 videira e tangara 20131011 1865722059
SC-135. Foto: SDR Videira/Divulgação

A reestruturação da SC-135 faz parte do Pacto Por Santa Catarina e custará R$ 48,4 milhões. O prazo para conclusão da obra é de 18 meses.  A obra contempla os trabalhos rodoviários de terraplanagem, pavimentação asfáltica, drenagem, obras de arte corrente e especial, sinalização, além realizar os serviços que envolvem o meio ambiente. Ao longo da rodovia serão construídos trechos com terceira faixa e serão melhorados os raios de curvas. Os pontos críticos foram analisados, e os locais com maior índice de acidentes sofrerão mudanças. Também serão construídos novos trevos de acessos e áreas de escape. Dessa forma, a capacidade de trafego da rodovia será ampliada, oferecendo mais segurança aos motoristas e agilidade no transporte.

SC-355

Outra obra que deve iniciar nos próximos dias é a da rodovia SC-355, entre Videira e Fraiburgo. De acordo com Colle, já na segunda-feira, 14, a empresa Setep, ganhadora da licitação, começa a fazer o levantamento topográfico e as marcações da pista. A reestruturação da SC-355 também faz parte do Pacto Por Santa Catarina e receberá um investimento de R$ 37,8 milhões, com prazo de dois anos para o término das obras.

Ainda de acordo com Colle, a reestruturação das rodovias que cortam a região são uma das prioridades do Governo do Estado na região. “O Governador Raimundo Colombo, seu vice, Eduardo Pinho Moreira, e o Secretário de Estado da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, trabalham em cima disso desde 2011, quando começaram a fazer os projetos de engenharia dessas obras. O Governo do Estado está investindo cerca de R$ 200 milhões em melhorias das estradas que cortam a região. É o maior investimento em rodovias que já tivemos por aqui”, destacou. 

A Fundação Catarinense de Cultura leva para o interior do Estado um recorte dos trabalhos desenvolvidos nas Oficinas de Arte do Centro Integrado de Cultura com o Projeto Vivências Itinerantes. Com duração de uma semana, nos dois períodos, a oficina destina-se a professores, arte-educadores, artistas e público interessado em arte. A proposta é alternar os trabalhos em várias regiões do Estado.

Do dia 21 a 25 de outubro, a FCC estará em Garopaba e, nos dias 18 a 22 de novembro, em Palhoça. Os municípios interessados para os próximos módulos precisam entrar em contato com a Diretoria de Difusão Artística pelo telefone (48) 3953-2314. As inscrições são gratuitas.

As oficinas

Cultura e Linguagem

A Oficina de Cultura e Linguagem introduz noções de cultura e linguagem no contexto da Arte e do fazer artístico. De maneira lúdica e interativa, a partir do som e da fala, da poesia, da música e da melodia, propõe-se um passeio pela percepção e expressão artística, ao mesmo tempo em que é oportunizada aos participantes a aproximação das demais linguagens artísticas vivenciadas em cada oficina e sua expressão de forma integrada.

Facilitador: Luiz Mesquita – Tradutor e Intérprete. Trabalha com cultura, linguagem e meio ambiente. Dedica-se, como forma de expressão artística, à música e à poesia.

Pintura

Dentro da contemporaneidade a pintura não é só o ato pictórico, tinta e pincel, mas sim todo um processo criativo que leva ao diálogo de material e ideias. Com este foco as oficinas de Pintura proporão para arte-educadores e público interessado em geral, investigar suas linguagens para melhor aproveitar os experimentos e os materiais empregados durante o percurso das mesmas. Orientar a manipulação de elementos básicos em benefício da busca de identidade pessoal em suas obras.

Número de vagas por turma: 10 pessoas.

Facilitador: Cássia Aresta – Artista plástica.

Papel Reciclado

A Oficina de Papel Reciclado tem como objetivo desenvolver a capacidade crítica do aluno através da prática da reciclagem, com a utilização de papéis, fibras, flores e outros materiais, explorando a linguagem do papel em sintonia com a produção artística contemporânea. Estimulando a construção criativa, através das emoções, vivências e memória, busca-se despertar o potencial criativo através da criação do papel, a linguagem visual e a percepção, introduzindo assim uma nova concepção de ver, de olhar o mundo.

Número de vagas por turma: 12 pessoas.

Facilitador: Patrícia Amante. Professora de Artes Plásticas/Educação Artística com especialização em ‘Linguagem Plástica Contemporânea’. Desde 1990 é responsável pela implantação de várias oficinas em diversas entidades públicas e privadas em Santa Catarina.

Gravura

A Oficina de Gravura trabalha com meios manuais na experimentação de técnicas e matrizes variadas, através da xilo e monotipia. Amplia o conhecimento e o universo perceptual da imagem impressa planográfica, possibilitando pesquisa histórica, técnica e plástica.

Número de vagas por turma: 12 pessoas.

Facilitador: Carlos Alberto Oliveira (Bebeto) – Artista Plástico. Professor nas Oficinas de Artes do CIC. Dedica-se ao ensino e à criação artística através da Gravura: Lito, Xilo, Monotipia e Gravura em Metal.

Teatro/Dança

A Oficina de Teatro e Dança aborda os fundamentos básicos na arte da encenação dramática como voz, gesto, uso do espaço cênico, contracena, improvisação, criação de personagens e dramatização de pequenas cenas. Une atividades práticas em torno da dança contemporânea, moderna e balé clássico sob novas perspectivas e relações com técnicas corporais de Hatha Ioga e educação somática. A improvisação, no que se refere à criação e à imaginação oportunizadas, vem a ser um método de ensino e também uma dança em si.

Número de vagas por turma: 30 pessoas.

Facilitador: Elke Siedler é bailarina da Siedler Cia de Dança, professora substituta da graduação em Teatro da UDESC, doutoranda em Comunicação e Semiótica (PC/SP) e sócio-proprietária da Célula Cultural Mané Paulo, em Florianópolis/SC.

Serigrafia

A Oficina de Serigrafia trabalha com técnicas gráficas e seus principais processos, valorizando a gravura como meio de expressão, assim como meio expressivo em diferentes linguagens artísticas. Desenvolve o conhecimento de alguns elementos básicos, como a orientação de gravura, impressão, multiplicação da imagem, e o uso de materiais alternativos como suporte.

Número de vagas por turma: 12 pessoas.

Facilitador: José Antonio Fagundes (Zé Fagundes). Formado em Artes Plásticas pela UDESC, atualmente ministra oficinas no Coletivo Artístico – Nacasa. Trabalha com serigrafia desde 1984.

Música

A Oficina de Música aborda o fazer musical a partir da brincadeira, do jogo lúdico entre o instrumento e o participante. Parte da concepção musical a partir do corpo e do instrumento como extensão deste. Introduz o ritmo como noção fundamental na construção musical. Instrumentos de percussão serão utilizados e ritmos brasileiros/africanos serão abordados. Busca dar aos indivíduos participantes a possibilidade da descoberta do ritmo e a motivação do fazer musical coletivo.

Número de vagas por turma: 15 pessoas.

Facilitador: Nicolas Malhomme - Músico/Percussionista

Serviço:

Projeto Vivências Itinerantes - Oficinas gratuitas

Garopaba: dias 21 a 25 de outubro

Palhoça: dias 18 a 22 de novembro

Informações: (048) 39532314

Informações adicionais: jornalista Marilene Rodrigues, telefone 8802-1822

{text}

Sol com aumento de nuvens em SC. A partir da noite há chance de pancadas isoladas de chuva com trovoadas no Oeste por influência de um cavado no RS (área alongada de baixa pressão). Temperatura em elevação. Vento de nordeste a norte, fraco a moderado com rajadas.

Sábado e domingo (12 e 13/10): Tempo instável com predomínio de nuvens e pancadas de chuva na maioria das regiões, alternando com períodos de melhoria e aberturas de sol. Risco de temporal isolado com chuva forte e passageira.  Temperatura mais elevada, com sensação de ar abafado, devido à elevada umidade do ar. Vento de nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas.

Segunda-feira (14/10): Sol entre nuvens e pancadas isoladas de chuva com trovoadas, especialmente entre a tarde e noite. Temperatura mais elevada, com sensação de ar abafado, devido à elevada umidade do ar. Vento de nordeste, com variação para sudeste, fraco a moderado com rajadas.

 

REGIÃO: LITORAL NORTE  28ºC
 18ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 45 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: PLANALTO NORTE  24ºC
 12ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 15 Km/h 40 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: GRANDE FLORIANÓPOLIS LITORÂNEA  26ºC
 19ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 50 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: GRANDE FLORIANÓPOLIS SERRANA  25ºC
 15ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 15 Km/h 50 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: VALE DO ITAJAÍ  27ºC
 13ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 45 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: LITORAL SUL  28ºC
 13ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 60 Km/h
Madrugada: Céu com algumas nuvens
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens
REGIÃO: PLANALTO SUL  20ºC
 10ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 60 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Sol com muitas nuvens
Noite: Céu encoberto
REGIÃO: MEIO OESTE  24ºC
 13ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Sem ocorrência
NE/N 20 Km/h 55 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Sol com muitas nuvens
Noite: Céu encoberto
REGIÃO: OESTE  26ºC
 15ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Descarga Elétrica
NE/N 20 Km/h 50 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Sol com muitas nuvens
Noite: Pancada de chuva isolada
REGIÃO: EXTREMO OESTE  26ºC
 16ºC
Fenômenos Vento
Direção Médio Rajada
  Descarga Elétrica
NE/N 20 Km/h 50 Km/h
Madrugada: Céu com muitas nuvens
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Sol com muitas nuvens
Noite: Pancada de chuva isolada


{text}

Para diminuir o déficit de armazenagem de grãos em Santa Catarina, cooperativas agrícolas e governo do Estado firmaram parceria para retomar o Programa Armazenar, da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca. Nesta nova fase, o programa terá orçamento para subvencionar 50% dos juros, em um limite de 3,5%, referentes a financiamentos para construção e ampliação de armazéns.

As novas diretrizes do programa foram apresentadas na 19ª Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (Efapi 2013), em encontro do secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, com o presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Marcos Zordan; o presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster; e o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado de Santa Catarina (Fecoagro), Luiz Vicente Suzin, além de outras cooperativas agropecuárias catarinenses.

As cooperativas contratarão financiamento junto aos agentes financeiros, com 15 anos de prazo incluindo três anos de carência e juro de 3,5% ao ano, sendo que o governo do Estado responderá pela subvenção de 50% desta taxa, o que corresponderá a aproximadamente R$ 83 milhões em subvenção. A expectativa é de que cerca de 100 projetos sejam realizados com investimentos totais de R$ 500 milhões.

Em um ano, o objetivo é diminuir pela metade o déficit de 2,3 milhões de toneladas na estocagem de grãos em Santa Catarina. Hoje, o estado produz 6,5 milhões de toneladas de grãos incluindo milho, soja, trigo e arroz, porém armazena 4,2 milhões de toneladas, restando 30% da produção sem local para estocagem.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, esse déficit de armazenagem traz uma série de prejuízos para os agricultores catarinenses que sofrem com a falta de grãos. “Com o Programa Armazenar queremos não só ampliar a capacidade de armazenagem, mas também estaremos evitando desperdícios através da construção de unidades de armazenagem tecnicamente corretas”, destaca.

O governador Raimundo Colombo participou nesta quinta-feira, 10, em Garuva, no Norte do Estado, da inauguração da primeira fábrica de tratores da LS Tractor no Brasil e a primeira fora da Ásia. Pertencente ao grupo sul-coreano LS Mtron, o empreendimento conta com investimentos de R$ 150 milhões e deve gerar inicialmente 100 empregos diretos e mil indiretos. O governo do Estado concedeu à empresa incentivos fiscais do programa Pró-Emprego e isenção de ICMS em operações de importação de produtos comercializados no país e de matéria-prima industrializada no Estado.

ls tractor 20131010 1618325947
Foto: Jaqueline Noceti/Secom

>>> Mais imagens na galeria de fotos

“A vinda dessa fábrica é uma conquista histórica para nosso Estado. Este empreendimento traz desenvolvimento, tecnologia, inovação e competitividade numa área fundamental para que o nosso país continue crescendo, o agronegócio. Precisamos produzir cada vez mais, para poder alimentar o mundo, gerar progresso e bem estar à nossa população. Apesar de ter 1,1% do território brasileiro, Santa Catarina é modelo de produção agrícola. Essa empresa em Garuva é um reconhecimento pelo trabalho do nosso povo”, disse o governador.

A fábrica brasileira terá capacidade para produzir 5 mil unidades por ano de tratores de 25 a 100 cavalos de potência, ou seja, de pequeno e médio porte. O presidente do grupo LS Mtron no Brasil, Jung Soo Yoo, explicou que a estrutura dos portos e estradas, a existência de mão de obra qualificada e os produtores rurais que a cada ano buscam novos equipamentos para o trabalho, foram alguns dos motivos que levaram a LS Mtron a escolher Santa Catarina para a instalação da empresa.

Para o presidente mundial da LS Mtron, Jae Seol Shim, este investimento representa o primeiro passo de uma expansão, não somente em tratores, mas também em tecnologias para injetoras para plástico, eletrônicos e peças que a matriz coreana domina. “Daqui também estamos prontos para os mercados da América Latina e da África. Abrir uma fábrica no Brasil foi um grande desafio. Queremos proporcionar ao agricultor maior produtividade e um serviço por meio de inovações contínuas”.

A pretensão do empreendimento é atuar nos mercados em todo Brasil e chegar ao final do ano com 25 concessionárias. A empresa já tem um plano ousado de crescimento no mercado interno: planeja contratar, até 2020, um total de 400 empregados na unidade catarinense. Com uma estratégia que prevê um crescimento anual de 24% nas vendas, a LS Mtron estima ter 14% do mercado até 2017 e alcançar a liderança até 2020 no mercado brasileiro.

Segundo o presidente da LS Holding e representante do conselho do grupo, Kwang Woo Lee, o Brasil ocupa uma posição de destaque na economia mundial, tornando-se a cada ano uma forte potência no agronegócio. “Vamos dar toda atenção ao crescimento desta economia. É nosso dever atender aqueles que acreditam no nosso produto e nos serviços oferecendo novas tecnologias e soluções inovadoras.”

O prefeito de Garuva, José Chaves, mencionou o Contorno de Garuva, obra de R$ R$ 27,1 milhões, que está em execução pelo governo estadual, com previsão de término para 2014. O novo acesso à cidade terá início na BR-101, passando em frente à fábrica da LS Mtrom, na Estrada Palmital. “O Estado abriu as portas para a empresa se instalar aqui em Garuva, oferecendo benefícios fiscais e atendendo a uma demanda antiga da população, que sonhava com o contorno, hoje em andamento”.

As vantagens que a fábrica vai oferecer na questão de empregos e qualidade de vida já começaram a ser notadas, como é o caso de Junior Atanásio, contratado no setor de produção da LS Tractor. Ele trabalhava em uma empresa de Jaraguá do Sul, e via a família somente nos finais de semana. “Estou muito feliz com essa oportunidade. Com certeza, essa fábrica vai trazer muitas chances de trabalho para outras pessoas também. É uma nova fase da minha vida e da minha família”, explicou.

O Embaixador da Coreia do Sul no Brasil, Bon-Woo Koo, presente no evento, disse que é através da cultura que dois povos se entendem e estreitam suas relações. “Quando um empreendimento coreano se instala em outro país, automaticamente um pouco da cultura e do jeito de ser da Coreia também está nesse país. É essa parceria que se concretiza nesta inauguração.”

ls tractor 20131010 1589916572
Foto: Jaqueline Noceti/Secom

Saiba mais
A LS Mtron é uma das principais indústrias do grupo LS, originário da coreana LG Electronics. Uma empresa global que é o 13º maior grupo empresarial da Coreia do Sul com vendas anuais acima de US$ 30 bilhões e com mais de 21 mil funcionários em todo o mundo.

Atua no segmento de máquinas e eletrônica. Uma das suas subsidiárias é a Divisão de Tratores, a LS Tractor, que é a maior fabricante deste produto da Coreia do Sul, com capacidade de produção de 50 mil tratores/ano, fabricando tratores que vão de 23 a 100 cavalos que oferecem tecnologia embarcada presente hoje somente em tratores de grande potência.

A exemplo do que já fornece em outros países, o objetivo da empresa é fazer com que os pequenos e médios produtores bem como agricultores familiares brasileiros também tenham acesso a esta tecnologia.

Ouça a entrevista do governador Raimundo Colombo:

  Baixar áudio

{attachments}

{text}

O governo do Estado e a prefeitura de Chapecó lançaram, nesta quarta-feira, dia 9, o edital de licitação para a construção das novas alas Leste e Nordeste da Arena Condá. A solenidade ocorreu no Parque de Exposições Tancredo Neves, no pavilhão da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, durante a realização da Efapi 2013. Autoridades, dirigentes da Associação Chapecoense de Futebol e integrantes das torcidas organizadas participaram do evento.

O investimento previsto para erguer a estrutura pré-moldada das arquibancadas é de R$ 6,9 milhões. “O governador Raimundo Colombo já destacou que o governo do Estado será parceiro nesta obra, que vai ser um grande presente para a torcida de Chapecó e de toda região, principalmente com o time na série A do Campeonato Brasileiro em 2014”, disse o secretário de Agricultura e da Pesca, João Rodrigues. O governo do Estado deve investir aproximadamente R$ 5 milhões na obra. O restante será proveniente de emendas parlamentares.

As novas alas Leste e Nordeste terão área total construída de 10.680,80 metros quadrados, sendo 3.823,75 metros quadrados somente de arquibancada, com capacidade para abrigar 10 mil torcedores confortavelmente. Além de atender as necessidades da Chapecoense, a nova estrutura abrigará, futuramente, instalações públicas municipais, como a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, além do desenvolvimento de atividades esportivas do setor público. As obras têm previsão de início para janeiro de 2014.

Com a nova edificação, a Arena Condá terá capacidade total para 20.593 pessoas. “Esta estrutura, moderna e segura, nos dará a garantia de sediarmos os jogos da Chapecoense na Série A do Campeonato Brasileiro, caso o acesso se confirme. É mais um apoio importante do Governo do Estado que tem sido nosso parceiro”, acrescenta o prefeito de Chapecó José Caramori. A inauguração das novas alas está prevista para o mês de maio de 2014. O secretário João Rodrigues, que em 2011 lançou projeto semelhante denominado “Projeto Série B”, lembra que faltam apenas quatro vitórias para acesso do time na Série A.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) entregou, na tarde desta quarta-feira, 9, viaturas e equipamentos para o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária de Blumenau. Com a presença do secretário César Augusto Grubba, acompanhado do Comandante geral da PM, Coronel Nazareno Marcineiro, foram entregues uma nova camionete Frontier, duas motos Kawasaki 1000cc e 60 kits policiais compostos de pistola.40, colete balístico e demais acessórios.

seguranca em blumenau 20131010 1368425010
Foto: João Carlos Mendonça/SSP

De acordo com o secretário, com os novos equipamentos será ampliado o serviço de patrulhamento e de segurança, com foco nas Festas de Outubro. Ele também destacou que os policiais serão portadores de seus próprios equipamentos de proteção, não havendo mais necessidade de rodízio nas trocas de serviço.

{text}