Um novo modelo de gestão para hospitais começa a ser implantado na região carbonífera. Depois do sucesso no Estado de São Paulo, Santa Catarina recebe o projeto, que é patrocinado pelo Ministério da Saúde. O objetivo é aperfeiçoar a gestão dos hospitais na região e, consequentemente, aprimorar a qualidade dos serviços e atendimentos. A apresentação do programa foi feita na manhã desta sexta-feira (13/09) no Hospital São José. Participaram do encontro todos os hospitais da região carbonífera.

“A ideia é criar uma rede na região e organizar os hospitais. Os hospitais vão trabalhar em conjunto, visando oferecer um serviço de excelência. Juntos, eles podem resolver problemas em comum”, explicou Giovanni Di Sarno, um dos médicos responsáveis pelo programa. “Neste primeiro encontro estamos explicando como é o programa, o que cada hospital precisa fazer. Não há custo algum para os participantes, tudo é custeado pelo Ministério da Saúde. Aos hospitais cabe a dedicação e a busca por melhorias constantes”, completa.

O projeto tem duração de dois anos, é presencial e vai ser constantemente monitorado pelos responsáveis pelo programa. “As avaliações nos hospitais serão periódicas, da mesma forma, o repasse de informações e a busca pelo aperfeiçoamento”, destaca Di Sarno.

O programa pretende criar um Comitê Regional. O Hospital São José, de Criciúma, será a instituição de referência. Para participar os hospitais precisam, obrigatoriamente, realizar atendimentos pelo Sistema Único de Saúde – SUS e precisam ser instituições filantrópicas. O programa chegou até Criciúma através do Governo do Estado de Santa Catarina, pela Secretaria de Desenvolvimento Regional – SDR.

“A saúde pública precisa estar acima de tudo. O Sul tem o privilégio de receber um programa como esse. Com certeza, será um período de aperfeiçoamento nas nossas instituições de saúde. Quem mais ganha com isso, além dos gestores, é a comunidade que depende dos hospitais”, afirma o secretário adjunto de saúde, Acélio Casagrande.

“O sucesso da saúde no Sul gira em torno desta união que começa hoje, a rede de hospitais buscando um único resultado. Nossa região está sendo beneficiada com um projeto nacional”, destaca o secretário regional, Luiz Fernando Cardoso.

Os hospitais receberam hoje um termo de adesão, um novo encontro e ainda a primeira avaliação acontece dentro de 15 dias.

{text}

 

O secretário de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Ricardo Gando, visitou, nesta quinta-feira (12/09) a obra de ampliação do Hospital Nossa Senhora de Fátima, em Erval Velho.  O governo do Estado investiu R$ 600 mil na primeira etapa do projeto, que prevê mais 21 leitos para atender a demanda de pacientes do Meio-Oeste e de outras regiões catarinenses. A atual estrutura tem 1.300 metros quadrados e abriga 32 leitos.

hospital nossa senhora de fatima 20130913 1063177679
Foto: Mayelle Hall/SDR Joaçaba

A obra começou em junho de 2012 e deve ser concluída ainda em 2013. Conforme a diretora do hospital, irmã Inês Ana Gregorek, inicialmente será viabilizado o ambulatório. Na sequência, serão ampliadas as alas da psiquiatria, que receberá mais 15 leitos, e da clínica geral, onde serão disponibilizados outros seis leitos. Outro projeto do hospital prevê a implantação de uma instituição de longa permanência para acolher idosos da região.

O Hospital Nossa Senhora de Fátima foi fundado em 1965 e é administrado pela Associação Filhas de São Camilo. “A nova estrutura vai ampliar a capacidade de atendimento, garantindo mais qualidade ao serviço prestado à população”, destaca o secretário Ricardo Grando.

A visita foi acompanhada pelo prefeito de Erval Velho, Walter Kleber Kucher Junior; o secretário de Saúde de Erval Velho, Silvano Pratto; e pelas gerentes de Saúde e Assistência Social, Trabalho e Habitação da SDR Joaçaba, Ivanice Peccin e Nelci Trento Bortolini, respectivamente.

{text}

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira, em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Sustentável (SDS), vai promover na próxima segunda-feira (16/09) uma reunião de trabalho para tratar do Cadastro Ambiental Rural. A atividade, que terá a presença dos prefeitos e secretários de agricultura dos municípios de Anchieta, Princesa, Palma Sola, Dionísio Cerqueira, São José do Cedro e Guarujá do Sul, será realizada na sede da SDR, a partir das 9h da manhã.

O diretor-geral da secretaria, Valdomiro Rodrigues, explica que o objetivo da reunião é prestar conhecimento aos municípios da regional de Dionísio Cerqueira sobre o Cadastro Ambiental Rural, programa do Governo Federal que deverá ser implantando pelos estados, conforme prevê o novo Código Florestal, Lei nº 12.651/2012. “A Secretaria fará um contato inicial e apresentação do programa aos municípios, que posteriormente serão parceiros no desenvolvimento do cadastro. A participação dos gestores nesta reunião é muito importante, pois será a oportunidade de conhecer o sistema, como será desenvolvido o programa e sanar dúvidas”, disse Valdomiro Rodrigues.

Esta é uma exigência do governo federal que deverá ser executada pelos estados e municípios brasileiros. O gerente de Agricultura, Pedrinho Casarin, também está envolvido na organização do encontro de trabalho.

Informações Adicionais:
Jornalista Lucas Maraschim Matias
ASCOM – Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional
Dionísio Cerqueira (SC). Fones - (49) 9145 7142 e (49) 3644 3300

Os museus administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) em Florianópolis participarão da programação da 7ª Primavera de Museus, evento organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em todo o país. Em 2013, a Primavera de Museus vem com o tema Museus, Memória e Cultura Afro-brasileira.

Dentro da temática, o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS/SC), o Museu de Arte de Santa Catarina (Masc) e o Museu Histórico de Santa Catarina promovem parceria para propor uma semana repleta de atividades, que vão desde apresentações culturais a discussões críticas acerca dos desafios propostos pelo evento.

Programação
Evento: Exposição Berimbaus
Data: 23 a 29 de setembro de 2013
Visitação: das 10h às 20h30min
Local: Espaço Oficinas do Centro Integrado de Cultura (CIC) 
Informações: (48) 3953-2380 
Aberto ao público
Sobre: Serão expostos berimbaus confeccionados pelo Mestre Pop, pioneiro no ensino da capoeira em Santa Catarina e um dos pioneiros no sul do Brasil, com 36 anos de profissão e história. É presidente e fundador da Escola Transdisciplinar Aú Capoeira, com sede no Brasil e extensões na Oceania, e atua também em movimentos sociais da capoeira, sendo atualmente presidente da Confraria Catarinense de Capoeira.

Evento: Mesa redonda – Museu, Memória e Cultura Afro-Brasileira
Data: 23 de setembro de 2013 (segunda-feira)
Palestrantes:
Prof. Msc. Augusto Marcos Fagundes Oliveira (Pesquisador Associado do Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas – NUER/UFSC)
Profª Dra. Janice Gonçalves (Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História – PPGH/UDESC)
Prof. Dr. Paulino de Jesus Francisco Cardoso (Coordenador Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da NEAB/UDESC)
Mediador:
Prof. Valdemar de Assis (Curso de Museologia da Universidade Federal de Santa Catarina)
Local: Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Horário: das 14h às 17h
Informações: (48) 3953-2329 / 3953-2327
Inscrições: pela internet, clicando aqui
Sobre: O desafio do tema da 7ª Primavera dos Museus se afirma a partir da percepção das contribuições da África, dos africanos escravizados e dos afrodescendentes para a formação do Brasil e da brasilidade. Ao pensar Museus, memória e cultura afro-brasileira, questiona-se a ampliação dos olhares e das atitudes para a eliminação dos preconceitos e das discriminações raciais; a geração de conhecimentos para a eliminação do desconhecido; a contribuição da preservação da memória para a musealização da cultura afro, seja ela material ou imaterial.

Evento: Oficina Poemas visuais: escrevendo a imaginação
Data: 24 de setembro de 2013 (terça-feira)
Local: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa
Horário: das 13h30min às 17h
Informações: (48) 3028-8091
Vagas limitadas: 20 participantes
Inscrições: pela internet, clicando aqui
Sobre: A oficina tem como objetivo promover a instalação de poemas visuais no jardim do Museu Histórico de Santa Catarina a partir da obra do poeta Cruz e Sousa. A proposta configura a possibilidade de fortalecer a relação entre público e museu ao desenvolver ações na área das artes visuais combinadas à literatura para a valorização da cultura catarinense como patrimônio imaterial - a obra do mestre brasileiro, o poeta João da Cruz e Sousa. Haverá, também, a ação "Fragmentos de poemas de Cruz" com o ator J B Costa, diretor de Cultura Popular da Fundação Franklin Cascaes.

Evento: Exibição do filme “O toque de cada mestre"
Data: 25 de setembro de 2013 (quarta-feira)
Local: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa (auditório)
Horário: das 12h30min às 13h30min
Informações: (48) 3028-8091
Aberto ao público
Sobre: Documentário sobre as interações entre o audiovisual e a música e entre o artista Daniel Choma e o Ponto de Cultura Educação Musical Popular, da Sociedade Musical e Recreativa Lapa. Em um primeiro momento, o projeto dedicou-se ao registro e salvaguarda de fotografias, acervo de partituras antigas e narrativas de memória sobre esse centenário grupo musical. Desta vez, em continuidade à interação, o foco está centrado nas atividades de educação musical, desenvolvidas no ponto de cultura, oferecidas gratuitamente à comunidade.

Evento: Conversa sobre cultura afro-brasileira
Data: 25 de setembro de 2013 (quarta-feira)
Palestrantes:
Profº Apolônio Antônio da Silva (Tateto-omobáomi e Coordenador Administrativo e membro fundador da Uniafro)
Estela Maris Cardoso (Vice Presidente Nacional e Coordenadora Estadual da UNEGRO)
Guaraci Edson Fagundes (Sacerdote de Ordem Religiosa - Bàbàlàwó-Ifá)
José Alfredo dos Santos Abrão (Escritor e Produtor Cultural)
Profº Msc. Luis Carlos Canabarro Machado (Professor do Centro de Artes da Udesc e Toy Vodunon Legbacy - iniciado nos anos 70 – Nação Jeje)
Local: Museu de Arte de Santa Catarina (Masc) no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Horário: 19h
Informações: (48) 3953-2380 / 3953-2324
Aberto ao público
Sobre: Neste encontro serão abordados tópicos relacionados ao tema da 7ª Primavera de Museus: “Museus, Memória e Cultura Afro-Brasileira”. Esta conversa contará com a presença de profissionais atuantes nas áreas de educação, arte, cultura e religião. Após a conversa, haverá sessão de autógrafos com o autor do livro “Outro Norte Profundo”, de José Alfredo dos Santos Abrão.

Evento: Um dia em Áfricas – Apresentações culturais de universitários intercambistas do continente africano, da UFSC
Data: 26 de setembro de 2013 (quinta-feira)
Local: Museu da Imagem e do Som – Centro Integrado de Cultura (CIC)
Horário: das 14h às 18h
Informações: (48) 3953-2329 / 3953-2327
Aberto ao público
Sobre: As culturas africanas são indissociáveis das múltiplas formas de ser dos brasileiros. Os diversos povos da África subsaariana traficados ao Brasil trouxeram consigo vozes, costumes, sentimentos, sons, visões de mundo e de além-mundo que foram adaptados à nossa sociedade, moldando-a e forjando algo novo. Desta forma, o MIS, MASC e MHSC propõem um mergulho nas diversas culturas Africanas por meio de apresentações culturais realizadas por intercambistas de países do continente Africano que estudam na UFSC. A programação inclui apresentações musicais, danças e desfile de roupas e tradições Africanas.

Evento: Oficina de Maculelê e Apresentação de Capoeira
Data: 27 de setembro de 2013 (sexta-feira)
Facilitador: Lourival Fernando Alves Leite (Mestre Pop)
Local: Centro Integrado de Cultura (CIC)
Horário: das 14h às 17h
Informações: (48) 3953-2380 / 3953-2324
Vagas limitadas: 20 participantes
Inscrições: pela internet, clicando aqui
Sobre: Maculelê é um tipo de dança folclórica brasileira de origem afro-brasileira e indígena. Simula uma luta tribal usando como arma dois bastões, com os quais os participantes desferem e aparam golpes no ritmo da música. Esta dança é muito associada a outras manifestações culturais afro-brasileiras como a capoeira e o frevo. Nessa oportunidade serão passados os fundamentos da dança/luta, encerrando o evento com uma roda de capoeira e Maculelê.

{text}


Um grupo de 20 merendeiras de Urubici e São Joaquim foi treinado pela Epagri sobre boas práticas na manipulação de alimentos, consumo de alimentos saudáveis e cardápio balanceado na merenda escolar. A capacitação foi realizada no final de agosto no Centro de Treinamento da Epagri (Cetrejo) de São Joaquim, com a parceria da Secretaria Municipal de Educação de São Joaquim e Gerência de Educação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional.

capacitacao merendeiras 20130913 1349475059
Foto: Divulgação Epagri

O município de São Joaquim possui 14 escolas de Educação Básica e 14 Centros de Educação Infantil, sendo que destes, 10 escolas e oito centros estão localizados no meio rural. Cristiane Ap. Lopes Couto, da Epagri, destacou a importância da ação para a nutrição dos alunos da rede pública de ensino. “Muitas crianças saem cedo de suas residências e necessitam de uma alimentação adequada na escola”. É o segundo ano que as merendeiras são capacitadas, contribuindo com as políticas públicas de combate a fome e qualificando o programa de alimentação escolar.  

capacitacao merendeiras 20130913 1231553091
Foto Divulgação Epagri

Informações adicionais
Nina Velho
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional – SDR São Joaquim
E-mail:imprensa@sjq.sdr.sc.gov.br
Telefone (49) 9919-4926

Cristiane Aparecida Lopes Couto
Extensionista social da Epagri – Escritório Municipal de São Joaquim
E-mail:crislopes@epagri.sc.gov.br

O União, de Tijucas, e o Olaria, de Guabiruba, disputam, neste sábado (14/09), a final da 1ª Copa SDR de Futebol Amador. O jogo começa às 17h30min no estádio Augusto Bauer, em Brusque. Esta é a primeira edição da copa de futebol amador promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Regional de Brusque.

Os portões abrem às 17h e a entrada é gratuita. O vencedor leva troféu e medalhas. O futebol amador tem papel importante na região de Brusque. Com envolvimento de toda comunidade, cada município tem pelo menos um time.

Além disso, a região relembra, neste sábado, os 100 anos do clube Carlos Renaux, conhecimento como o Vovô do Futebol Catarinense. Para comemorar o aniversário, além da final da Copa SDR, Brusque sedia neste sábado o Jogo do Centenário, entre Carlos Renaux e Seleção Brasileira Sub20. O Jogo do Centenário começará às 15h, também no estádio Augusto Bauer.

{text}

Neste sábado, dia 14, será realizado no Ginásio de Esportes da Udesc, em Laguna, a partir das 18h, a etapa microrregional do Festival Escolar Dança Catarina.

As etapas microrregionais são realizadas pelo integrador esportivo e tem como objetivos promover o intercâmbio esportivo, educacional e cultural entre seus organizadores e participantes.

Participam da 13ª Etapa Microrregional do Festival Escolar Dança Catarina, seis escolas nas categorias mirim e infanto-juvenil de dança livre, dança de salão e folclore das cidades de Paulo Lopes, Imbituba, Garopaba  e Pescaria Brava.

O evento é promovido pelo governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte, através da Fundação Catarinense de Esportes (Fesporte), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e das Secretarias de Estado do Desenvolvimento Regional.

Conheça as escolas e categorias:

EEB Profº José Rodrigues Lopes - Garopaba
Categoria - Mirim Dança Livre
Categoria - Infanto-Juvenil Dança de Salão e Dança Livre.

EEB Profª Gracinda Augusta Machado - Imbituba
Categoria - Mirim Dança Livre
Categoria - Infanto-Juvenil Dança de Salão, Dança Livre e Folclore.

EEB Henrique Lage - Imbituba
Categoria - Infanto-Juvenil Folclore

EEB Martinho Callado Jr - Pescaria Brava
Categoria - Mirim Dança Livre
Categoria - Infanto-Juvenil Dança Livre

EEB Frederico Santos - Paulo Lopes
Categoria - Infanto-Juvenil Dança Livre 

{text}

Com o objetivo de localizar, cadastrar e regularizar judicialmente propriedades ocupadas por famílias em situação de vulnerabilidade social e famílias em situação irregular, foi implantado na manhã desta sexta-feira, 13, o programa Lar Legal, na Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Videira. De acordo com a gerente de habitação da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), Maria Iris Lopes, os municípios de Videira e Fraiburgo já estão inscritos no programa e durante a reunião assinaram os contratos, já os demais municípios, acompanharam a reunião para conhecer e entender o funcionamento do Lar Legal.

“A partir de agora, com a instalação do Lar Legal, as empresas credenciadas podem começar a efetuar o levantamento da documentação, medições, topografia e cadastramento das famílias que terão os imóveis regularizados na região”, informou Maria. Ela explicou ainda que os municípios que tiverem interesse em aderir o programa precisam enviar um ofício para a SST, com uma justificativa para a adesão, em seguida, será feito um contrato entre Estado, município e a empresa responsável pela regularização dos terrenos.

O estudo e a documentação dos lotes a serem regularizados é feito pela empresa credenciada e pelos técnicos da SST, com acompanhamento do Ministério Público local para a verificação de legalidade das áreas a serem regularizadas. A empresa credenciada dá entrada nas tramitações no Judiciário e cobrará dos moradores que aderirem ao plano o valor fixo de R$ 900, que poderão ser pagos em até 20 parcelas. “Este é um valor simbólico e muito menor perto de todas as taxas que são cobradas para regularizar um terreno normalmente. Há casos em que este valor ultrapassa os R$ 10 mil”, explicou a gerente de habitação do Estado. O programa só é válido para as pessoas que não possuem nenhum terreno regularizado em seu nome, e também só permite que seja regularizado um terreno por CPF.

Para o secretário regional de Videira, Evandro Colle, está é uma grande oportunidade para a prefeitura auxiliar as famílias de baixa renda que buscam a regularização de suas propriedades. “A regularização dos terrenos traze inúmeros benefícios para as famílias, por exemplo, o financiamento de construções nos terrenos com situação cadastral regular, a titularização do imóvel por meio da escritura pública e a própria valorização do imóvel”. Colle destaca ainda que investir em habitação é investir em cidadania e qualidade de vida, por isso, o Governo do Estado é parceiro e incentiva esta iniciativa.

O Lar Legal é resultado da cooperação entre o governo do Estado, por meio da SST, o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) e as prefeituras que aderirem o programa. Além dos municípios de abrangência da SDR Videira, também participaram da reunião os municípios de Irani e Campos Novos. 

A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca fará a entrega de 26 tratores para prefeituras e cooperativa, via termo de cessão de uso, nesta segunda-feira (16/09). Os equipamentos custam cerca de R$ 72,7 mil cada e foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar do deputado federal Esperidião Amim, no valor de aproximadamente R$ 1,9 milhão, sendo R$ 390 mil de contrapartida do Governo do Estado. A entrega acontecerá na sede da Secretaria da Agricultura, em Florianópolis, às 11h, e contará com a presença do secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, e do deputado federal Esperidião Amim.

Os municípios beneficiados serão: Cocal do Sul, Joinville, Rio dos Cedros, Monte Castelo, Pinheiro Preto, Canelinha, São João Batista, Quilombo, Ituporanga, Ilhota, Imbituba, Jardinópolis, Novo Horizonte, Rancho Queimado, Planalto Alegre, Bom Jesus do Oeste, Cunhataí, São João do Sul, Galvão, Mirim Doce, Águas Frias, Ipuaçu, Lindóia do Sul, Ipumirim e Itá. Uma cooperativa de Turvo também receberá um trator.

O secretário João Rodrigues destaca a importância da ação conjunta do Governo do Estado e dos parlamentares catarinenses para compra de equipamentos, resultando em maior eficiência e menos burocracia. “Quando os recursos de emendas parlamentares são destinados para prefeituras, os municípios devem arcar com a contrapartida. Muitas vezes, isso é inviável, por isso essa parceria entre Secretaria da Agricultura e deputados federais é uma boa alternativa para compra de equipamentos. Adquirimos as máquinas em maior quantidade, o que possibilita um melhor preço, e acabamos beneficiando mais municípios”, explica Rodrigues. Os municípios beneficiados foram escolhidos em parceria pelo parlamentar com o secretário.

Ação semelhante foi realizada no mês de agosto com o deputado federal Rogério Peninha Mendonça. Com os recursos das duas emendas no valor de mais R$ 1,4 milhão do deputado Peninha, e a contrapartida de R$ 524 mil da Secretaria da Agricultura e da Pesca, foram adquiridos motoniveladoras (Agronômica, Imbuia e Vidal Ramos), escavadeira hidráulica (Leoberto Leal), retroescavadeira (Lontras) e trator de pneu (Pouso Redondo e Witmarsum). Está prevista para o próximo mês a entrega de mais 15 tratores em parceria com o deputado federal Marco Tebaldi. 

A Secretaria de Estado da Saúde informa, a seguir, a situação das emergências dos hospitais Celso Ramos e Regional de São José, nesta sexta-feira, 13 de setembro.

Nesta sexta-feira, 13, até o final da manhã, a emergência do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, estava atendendo 20 pessoas. A situação é de normalidade. Segundo informações da instituição, havia duas pessoas em estado grave. Nas últimas 24 horas, o Celso Ramos recebeu, na Emergência, 246 pessoas. Deste total de atendimentos, 133 são do setor de ortopedia, que, em geral, envolve pessoas que sofreram acidentes de trânsito.

No Hospital Regional de São José havia, na emergência geral, 118 pacientes até o final da manhã desta sexta-feira. A emergência está lotada, com 25 pessoas aguardando consulta. O atendimento é feito de acordo com a gravidade dos casos, a partir da classificação de risco que é feita com cada paciente que chega.

Nas últimas 24 horas, de acordo com as informações da direção do Hospital Regional de São José, o setor de emergência atendeu 307 pacientes. Na emergência pediátrica, 168 crianças foram atendidas. O quadro geral do Hospital Regional de São José é de 325 pacientes internados. Ao todo, 39 internações foram feitas nas últimas 24 horas.

No Hospital Regional de São José, cerca de 80% dos casos que chegam à Emergência são ambulatoriais, ou seja, são situações que podem ser resolvidas nos postos de saúde. Por isso, a Secretaria de Estado da Saúde orienta a população a primeiro procurar os centros de saúde dos seus municípios. Os postos de saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão aptos a atender situações de urgência, que são aqueles em que a pessoa não corre riscos. São casos, por exemplo, de febre e dores generalizadas. Os casos mais graves serão encaminhados para os hospitais.

{text}