Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

O governador Raimundo Colombo recebeu na tarde desta terça-feira, 17, no Centro Administrativo, em Florianópolis, representantes dos estados membro da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), em missão diplomática no Brasil. O secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira; o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin; e o embaixador do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores em Santa Catarina (Eresc), José Roberto de Almeida Pinto, também recepcionaram a comitiva.

“Somos um estado com seis portos em apenas 1,1% do território nacional. Isso nos traz um ganho muito grande para exportações da nossa produção. No Brasil estamos em primeiro lugar na produção de maçãs e suínos, por exemplo e alcançamos boas posições em produção de frango e soja”, destacou Colombo.

O secretário Carlos Adauto disse que a reunião foi estratégica para o Estado e pela primeira vez representante da Asean foram recebidos pelo governador de Santa Catarina. “Recebemos embaixadores de quatro países dos 10 que compõem o bloco econômico e nós entendemos que isso vai aproximar em muito as relações comerciais entre esses países asiáticos”.



>>> Mais imagens na galeria

“Eles são muito parceiros e têm grande interesse no agronegócio catarinense, principalmente os paíse como Vietnã, Tailândia e Singapura, que é um grande distribuidor de produtos catarinenses para o mundo. O mercado consumidor é muito grande e interessa muito Santa Catarina”, concluiu o secretário Adauto.

No lado esquerdo da mesa estava o cônsul das Filipinas, Eric Valenzuela; a chefe de missão de Singapura, Siew Fei Chin; o embaixador do Vietnã, Do Ba Khoa; e o embaixador da Tailândia, Surasak Suparat. Na direita o consultor geral da secretaria executiva de Assuntos Internacionais, Marcelo Trevisani; o embaixador do Eresc, José Roberto de Almeida Pinto; e o secretário executivo de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira.

Asean

A Associação de Nações do Sudeste Asiático abrange uma área de 4,4 mil quilômetros quadrados e uma população de 601 milhões de habitantes e um PIB: US$ 888,3 bilhões. É composta pelos país: Tailândia, Filipinas, Malásia, Singapura, Indonésia, Brunei, Vietnã, Mianmar, Laos e Camboja. Foi criada em 8 de agosto de 1967 em Bangkok, Tailândia, com um dos objetivos de acelerar o crescimento econômico, o progresso social e o desenvolvimento cultural na região. 

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

ddddddddd

A Polícia Civil, através da Divisão de Defraudações (DD/DEIC), divulgou nesta terça-feira, 17, os resultados da operação Cartão Clonado, realizada para combater fraudes praticadas por associação criminosa interestadual. A ação ocorreu em outubro de 2016, sendo presas em flagrantes sete pessoas pelos crimes de associação criminosa, estelionato e furto mediante fraude. 

Segundo as investigações, todos os presos vieram de São Paulo, exclusivamente, para a prática de crimes em Florianópolis e região. “Um fato que merece destaque foi a manutenção das prisões durante toda a instrução criminal, que se findou em outubro desse ano.  Os autores paulistas ainda permanecem presos em Santa Catarina. Todos os acusados foram condenados. A soma das penas ultrapassa a 170 anos de reclusão”, explica o delegado Raphael Werling.  

O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, assinam os contratos e entregam as ordens de serviço para construção de 20 novos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) nesta quarta-feira, 18, no Centro Administrativo em Florianópolis. Os investimentos de R$ 6,8 milhões são do Pacto por Santa Catarina pela Proteção Social.

Serão contemplados os municípios de Agrolândia, Alto Bela Vista, Apiúna, Dona Emma, Presidente Nereu, Erval Velho, Imaruí, Jaraguá do Sul, Schroeder, Maracajá, Sombrio, Pomerode, Rio do Oeste, Rio Rufino, Timbó, Rodeio, São Ludgero, Serra Alta, Vargeão e Vidal Ramos. Os prefeitos estarão presentes para a assinatura.

Serviço:

O que: Assinatura e entrega da ordem de serviço para construção de 20 novos Cras
Onde: Hall de entrada do Centro Administrativo do Governo do Estado, na SC-401, em Florianópolis
Quando: Quarta-feira, 18 de outubro
Horas: 14h30

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Mais uma vez, Santa Catarina inova e cria mecanismos para garantir a qualidade dos alimentos produzidos no Estado. O Programa e-Origem surge para que os consumidores possam saber a origem de frutas, verduras e legumes cultivados em solo catarinense, além de dados sobre o uso de agrotóxicos nos alimentos. O governador Raimundo Colombo, o presidente da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), Enori Barbieri, e o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, farão o lançamento oficial do Programa nesta quarta-feira, 18, às 16h, na sede da Ceasa, em São José (Rodovia BR 101, km 205, Barreiros).

O e-Origem proporcionará um registro da movimentação dos vegetais ao longo de toda cadeia produtiva, desde o produtor até o comércio. Além disso, irá facilitar o monitoramento do uso de agrotóxicos nos hortifrutigranjeiros e também atender a uma demanda dos consumidores, cada vez mais interessados em saber quem produz seus alimentos.

Para aderir ao programa, os produtores rurais devem se cadastrar no sistema da Cidasc, onde irão inserir as informações sobre cada produto. Esse banco de dados irá gerar uma etiqueta que deve ser colada na embalagem. “Todos poderão aderir ao sistema, fazendo o cadastro on-line e passando a preencher os dados dos seus produtos. Tudo sem custo para os produtores”, destaca Barbieri.

O presidente da Cidasc explica que a adesão não é obrigatória, mas é uma opção essencial para não perder mercado. O sistema estará disponível a partir desta quarta e serão realizadas campanhas junto a entidades e sindicatos rurais, para orientação dos produtores no processo de cadastramento e adaptação ao novo serviço. As obrigações para quem aderir ao e-Origem são: fazer o cadastro do produtor primário no sistema, garantir a rotulagem do produto e realizar a comercialização utilizando a nota fiscal de produtor.

Mais segurança no setor

Também no ato desta quarta, será apresentado o decreto número 1.331, que regulamenta o controle da produção, comércio, uso, consumo, transporte e armazenamento de agrotóxicos, seus componentes e afins, em todo o território catarinense.

E, ainda, será apresentado o projeto de lei de defesa sanitária vegetal, que está sendo preparado pelo Governo do Estado para encaminhamento à Assembleia Legislativa.  “Já temos uma lei de defesa sanitária animal que dá poder de polícia para os técnicos da Cidasc na fiscalização do setor. E agora, buscamos a mesma coisa para garantir um controle ainda maior também de doenças na área vegetal, como na fruticultura, por exemplo”, explica Enori.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417 / (48) 98843-4996

Assessoria de Comunicação – Cidasc
Fone: (48) 3665-7000
E-mail: ascom@cidasc.sc.gov.br

Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-4350


Foto: Divulgação / SED

O concurso Nutrindo Canções, promovido pelas empresas Nutriplus e Risotolândia em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (SED) de Santa Catarina, começa a premiar os 37 alunos da rede estadual de ensino que elaboraram as melhores paródias de músicas com o tema alimentação saudável e adequada.

A iniciativa faz parte de um projeto de educação nutricional desenvolvido pelas empresas, que são responsáveis pelas refeições servidas nas escolas estaduais e buscam conscientizar os estudantes sobre a importância de manter bons hábitos alimentares. “Esse é mais um projeto que permite que os jovens relacionem a alimentação saudável de maneira prática, lúdica e com algo que se identificam, no caso a música”, ressalta o diretor de Articulação com os Municípios da SED, Osmar Matiola.

"Sabemos que a música está no dia a dia dos alunos e possibilita a expressão de emoções, sentimentos e do pensamento crítico. Além disso, contribui nos aspectos cognitivo, afetivo e social, podendo ser usada como ferramenta para reflexão de conteúdos", explica o gerente de comunicação da Nutriplus, Antônio Carlos Valini.

"Considerando a facilidade de memorização e interpretação das canções presentes no cotidiano dos estudantes, a nossa proposta é utilizar a música como ferramenta na abordagem do tema alimentação saudável, com o intuito de despertar a curiosidade dos estudantes e auxiliar na memorização e na compreensão da importância de uma alimentação adequada", reforça a gerente operacional da Risotolândia, Renata Maluly.

Perfil dos ganhadores 

Estudantes do quinto ao nono ano do ensino fundamental de Santa Catarina participaram individualmente ou em duplas do Nutrindo Canções. As paródias foram avaliadas pela coerência com o tema, clareza e organização das ideias, originalidade, criatividade e mensagem apresentada. Outros critérios foram vocabulário utilizado; regras gramaticais; e destaque na apresentação da música, que precisou ser gravada em vídeo. Os 20 vencedores das regiões atendidas pela Risotolândia começam a ser premiados a partir do dia 19 de outubro com um headphone supra auricular sem fio com tocador de MP3 cada. 

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 98843-5084
Site: www.sed.sc.gov.br

 


Evento em 2016 teve assinatura dos contratos do Sinapse da Inovação. Na foto, Colombo e empreendedores selecionados. Crédito: Jaqueline Noceti/Arquivo Secom

O governador Raimundo Colombo lança nesta quarta-feira, 18, as três chamadas públicas, voltadas ao empreendedorismo inovador, parcerias entre empresas alemãs e brasileiras, e à capacitação em nível de pós-graduação. O ato está marcado para as 11h, no gabinete, no Centro Administrativo do Governo, em Florianópolis. A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) receberá as propostas submetidas às chamadas, que juntas somam cerca de R$ 40 milhões de investimento do Governo do Estado e parceiros como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Com inscrições abertas até 2 de novembro, o programa Sinapse da Inovação chega a 6ª edição, tendo apoiado a criação de mais de 400 startups inovadoras e gerado milhares de empregos diretos, além de 150 patentes. O programa começou em 2008, com metodologia da Fundação Certi, e tem apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

O Sinapse oferecerá R$ 60 mil para cada uma das 100 empresas selecionadas, além de bolsas de auxílio aos empreendedores por 12 meses. Participantes com nível de graduação receberão valor mensal de R$ 2,5 mil, e com mestrado, de R$ 3,5 mil. Com as bolsas, o recurso a ser disponibilizado pelo governo estadual gira em torno de R$ 10 milhões. Empreendedores de todo o estado podem inscrever suas ideias no portal do Sinapse da Inovação. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Parcerias alemãs

Ainda na área de empreendedorismo, há uma chamada conjunta com o Estado de Berlim, que disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica, a fim de que desenvolvam produtos, processos ou sistemas inovadores. Até o dia 30 de novembro, são aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação.

O edital faz parte do acordo de cooperação em pesquisa, desenvolvimento e inovação, firmado entre a Fapesc e o Departamento de Economia, Tecnologia e Pesquisa do Senado do Estado de Berlim, que é uma das ações da parceria firmada entre a Secretaria do Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Berlim em 2014. O edital pode ser consultado no site da Fapesc.

Bolsas 

Até o dia 31 de outubro, os programas de Pós-Graduação strictu sensu das instituições de Ensino Superior de Santa Catarina podem solicitar cotas de bolsas para apoiar os projetos de seus pós-graduandos conforme o edital disponível no site da Fapesc. A proposta deve ser submetida na Plataforma Fapesc pelo coordenador do programa de Pós-Graduação. Serão oferecidas 225 cotas de bolsas de mestrado acadêmico e 195 cotas de bolsa de doutorado, que totalizam mais de R$ 28,6 milhões.

Informações adicionais para a imprensa:
Heloisa Dallanhol
Coordenadoria de Comunicação
Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - FAPESC
E-mail: heloisa@fapesc.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-4812
Site: www.fapesc.sc.gov.br

O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, concedem entrevista coletiva nesta quarta-feira, 18, a partir das 9h. Serão abordados três assuntos assuntos:

- Os três radares meteorológicos em operação no Estado - Lontras, Chapecó e o do Sul
- Os novos centros regionais de Defesa Civil
- Os novos sistemas de gerenciamento de riscos e gestão de desastres.

A entrevista será no novo prédio do Centro de Defesa Civil, que está em fase final de obras, onde todos os órgãos setoriais do Estado irão trabalhar de forma integrada.

Coletiva de imprensa
Local: na Avenida Ivo Silveira, 2.320, Florianópolis
Horário: 9h

Informações adicionais para a imprensa
Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) anuncia que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 054/2017 para a contratação de 466 técnicos de enfermagem. Os profissionais atuarão nos hospitais públicos da Grande Florianópolis (339 vagas), Joinville (83), Ibirama (15), Mafra (7) e Lages (22). As inscrições terminam às 16h da quinta-feira, 26 de outubro.

A jornada de trabalho é 30h semanais, com remuneração total bruta de R$ 2.533,80 (vencimento, gratificação e auxílio alimentação). Poderá ser concedido Adicional de Insalubridade, de acordo com a lotação e atividades desenvolvidas pelo servidor.

A contratação é temporária, pelo período de 12 meses, podendo ser prorrogada por uma única vez, pelo mesmo prazo, bem como a validade dos processos seletivos.

A inscrição poderá ser feita pela Internet, no site da Fepese. Também poderá ser realizada de forma presencial, pessoalmente ou por meio de um procurador devidamente constituído. Neste caso, o candidato deverá comparecer à sede da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese), no Campus Reitor João David Ferreira Lima, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Trindade, em Florianópolis, até as 16h, da quinta-feira, dia 26, nos dias úteis das 8h às 12h e das 13h às 17h. No último dia de inscrições só serão atendidos os candidatos que chegarem ao local até as 16h. Na sede da Fepese, não há atendimento bancário para pagamento do valor da inscrição.

A prova escrita está prevista para o dia 12 de novembro, com duração de quatro horas, a partir das 14h. Elas serão aplicadas nas cidades de Florianópolis, Ibirama, Joinville, Lages e Mafra, conforme escolhido pelo candidato no ato da inscrição.

>>> Confira mais informações

Informações adicionais para a imprensa:
Gabriela Ressel
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Saúde
Telefone: (48) 3664-8822
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br e secretariadeestadodasaude@gmail.com

 

 


Fotos: James Tavares/Secom

Os próximos passos da restauração da Ponte Hercílio Luz foram apresentados na manhã desta terça-feira, 17, durante coletiva de imprensa com o governador Raimundo Colombo, em Florianópolis. Também participaram da entrevista o secretário de Estado de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, e engenheiros do Deinfra e do grupo português Teixeira Duarte. O encontro ocorreu no canteiro de obras, na cabeceira insular da ponte.

Colombo fez uma avaliação dos trabalhos realizados na semana passada, quando ocorreu a primeira fase da transferência de cargas da ponte, e falou dos próximos desafios da restauração.

>>> Galeria de fotos

“Passamos por uma operação de risco na última semana, que foi vencida com total sucesso e mais rápido do que esperávamos. Ainda temos momentos desafiadores pela frente, mas estamos dentro do prazo. Dependendo de como serão os trabalhos de desmontagem das barras de olhal, podemos ganhar de três a quatro meses. Isso reduz a nossa previsão de entrega”, disse o governador.

A segunda fase do trabalho de transferência de cargas da Ponte Hercílio Luz teve início na noite desta segunda-feira, 16, e será dividida em sete etapas. Em cada uma delas, será feito o corte de quatro cabos pendurais (dois do lado continental e dois do lado insular, simultamente), chegando a um total de 28.

Esta fase consiste no corte dos cabos maiores mais próximos à torre principal da Ilha e Continente. Não será necessário impedir a navegação embaixo da ponte.

A previsão é que a operação termine em, no máximo, duas semanas. Os trabalhos dependem das condições climáticas e da força do vento.  O processo tem início sempre às 22h e se estende até, aproximadamente, às 4h.

Segundo o engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, os cabos são cortados durante a noite e retirados durante o dia. O presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, explica que o grau de dificuldade aumenta a cada etapa de evolução da obra. "Até o momento, estávamos trabalhando para deixar a ponte segura. Agora, chegou a hora de mudarmos as peças", disse Agostini, ressaltando que um dos momentos mais delicados será a troca das barras de olhal. 

Passo a passo

A primeira fase foi dividida em cinco etapas. Na primeira operação, em fevereiro deste ano, foram içados 13 centímetros do vão central. E agora em outubro, nas quatro operações da semana passada, foram elevados mais 8,7 centímetros na segunda-feira (09/10), 11 centímetros na terça-feira (10/10), 10,9 centímetros na madrugada de sexta-feira (13/10) e os últimos 10,7 centímetros entre a noite de sexta-feira e madrugada de sábado (14/10). O trabalho foi realizado sempre à noite para evitar influências térmicas.

A primeira etapa foi concluída antes do tempo previsto. A projeção inicial era de que seriam necessários até 15 dias para o trabalho completo. A reação da estrutura e o clima favorável durante os procedimentos foram alguns dos fatores que contribuíram para o ganho de tempo.

A segunda etapa é onde encontra-se a obra da ponte neste momento, com a retiradas dos cabos pendurais, e que começou na noite desta segunda-feira.


Acima, projeto de retirada dos cabos pendurais

Na terceira fase, prevista para começar em novembro, as barras de olhal serão removidas simultaneamente, nas laterais da Ilha e no Continente, seguindo uma sequência pré-determinada. Por último, na quarta fase, o tabuleiro é rebaixado e depois elevado nas extremidades para aliviar a tensão, permitindo a retirada das barras de olhal restantes.

Outras fases da restauração

Em seguida, serão realizados trabalhos intermediários e, então, a montagem da nova estrutura. A ponte receberá cerca de duas mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras. A conclusão da restauração está prevista para o final de 2018.

Leia também:

Primeira fase de transferência de carga

>>> 14 de outubro: Transferência de carga da Ponte Hercílio Luz é concluída antes do prazo previsto

>>> 13 de outubro: Realizada penúltima etapa de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis

>>> 10 de outubro: Mais 11 centímetros são erguidos na segunda noite de operações de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz

>>> 9 de outubro: Nova operação de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz é realizada com sucesso

>>> 12 de fevereiro: Transferência de carga da Ponte Hercílio Luz é concluída com sucesso

Informações adicionais para a imprensa
Mauren Del Claro Rigo
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: mauren@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5439
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


 

 


Foto: Divulgação/Epagri

A quinta edição da Feira dos Pequenos Inventores de Santo Amaro da Imperatriz tem novidade. Neste ano, além da disputa de inventos protagonizada pelos alunos do 6º ao 9º ano, haverá também uma competição de receitas produzidas pelos estudantes do 1º ao 5º ano.  A Feira dos Pequenos Inventores acontece nesta quinta-feira, 19, das 14h às 16h, no ginásio da Escola Municipal Vila Santana, no bairro Sertão. O evento é promovido anualmente pele escritório municipal da Epagri.

O tema para a participação dos alunos de 1º a 5º ano é “Inovação e Tradição”. A proposta é que as crianças inventassem ou resgatassem com seus familiares receitas com pelo menos uma das plantas listadas no edital do concurso, como cará, inhame, azedinha, hortelã e erva-cidreira. Depois das pré-seleções realizadas em quatro escolas municipais de Santo Amaro, foram selecionadas 20 receitas que vão participar da grande final na quinta-feira.

Dentre as classificadas estão biscoitos de erva-cidreira, bolo de chocolate com hortelã, pizza de massa de inhame, brigadeiro de ervas, sanduichinho de alfafa e danoninho de abacaxi com hortelã. Tem também um cupcake de cará, inhame e hortelã, entre outras criações desenvolvidas pelas crianças com apoio das famílias.

“Nosso objetivo foi resgatar o contato entre a família e a criança, através das perguntas sobre a alimentação do passado, cozinhando juntos, torcendo para que o prato da família seja escolhido pelos jurados, como vimos acontecer nas semifinais”, explica Liagreice de Medeiros Cardoso, extensionista social da Epagri na região e idealizadora da Feira.

Segundo ela, o concurso de receitas também pretende proporcionar aos alunos novas experiências e sabores, valorizando o que existe no quintal de casa. “Com a modernidade, perdemos o costume de entender o corpo, de perceber a nós mesmos. Hoje as crianças não tomam chá de jeito nenhum, e as mães acabam apelando para a medicina alopática. Quando elas trabalham com essa planta que nunca tiveram contato, às vezes a tão comum hortelã, ficam na obrigação de experimentar, de cheirar, de sentir, pois eles precisam que sua receita agrade aos jurados, então, precisa agradar a eles mesmos”, justifica a extensionista.

Para os alunos do 6º ao 9º ano a feira continua com a mesma proposta de estimular invenções que possam facilitar e tornar mais sustentável a vida em sociedade. Entre os inventos inscritos neste ano constam um minhocário portátil, uma carretinha de bicicleta e até mesmo um sistema de reaproveitamento de água do ar-condicionado. Foram selecionados dez trabalhos para a disputa da grande final.

Serão premiados os primeiros três colocados nas duas categorias: anos iniciais e anos finais. Cada equipe conta com três alunos. Os campeões na disputa de receitas serão premiados com jogos educativos oferecidos por membros da Associação Comercial e Empresarial de Santo Amaro da Imperatriz e Região (Acisai). Já os vencedores no concurso de invenções vão receber poupanças de R$100,00 cada, ofertadas pelo Sicredi. A Epagri também vai viabilizar uma viagem de cunho ambiental para todo os alunos vencedores e suas professoras.

A exposição está aberta a partir das 14h para o público em geral. Às 16h começa o julgamento dos melhores trabalhos. A comissão julgada das receitas será formada por professores e alunos do curso de gastronomia do Senac. Os inventos serão julgados por profissionais ligados ao meio ambiente. Nenhum dos membros das comissões julgadoras é morador da cidade.

Serviço

  • O que: feira de Pequenos Inventores de Santo Amaro da Imperatriz
  • Quando: dia 19 de outubro, quinta-feira, das 14h às 16h
  • Onde: no Ginásio da Escola Municipal Vila Santana, no bairro Sertão
  • Informações e entrevistas: Liagreice de Medeiros Cardoso, extensionista social da Epagri, pelos fones (48) 3665-6395 / 99693-0339

Informações para a imprensa
Gisele Dias, jornalista Epagri: (48) 99989-2992 / 3665-5147
Isabela Schwengber, jornalista Epagri: (48) 3665-5407