Foto: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, inauguraram na tarde desta terça-feira, 15, a nova unidade de urgência e emergência do Hospital Maicé, em Caçador, no Meio-Oeste. O investimento do Governo do Estado foi de R$ 2,5 milhões, por meio do Investsaúde. A unidade atende, em média, cinco mil pacientes por mês. Na ocasião, Colombo anunciou um convênio mensal de apoio operacional no valor de 300 mil.

>>> Galeria de fotos

“A iniciativa privada deu uma colaboração extraordinária, e a soma de esforços faz com que a gente consiga realizar esse sonho de ter uma estrutura melhor, novos equipamentos, melhor condição de atender e resolutividade. Ou seja, será possível proteger mais as pessoas. Este é um grande exemplo a se seguir pelos outros municípios. Quando a comunidade participa, se integra, colabora, ajuda, a gente avança muito mais rápido e melhor”, disse o governador.

A nova área possui 600 metros quadrados, onde serão realizados os atendimentos de urgência e emergência. As ambulâncias terão acesso lateral e os pacientes serão encaminhados diretamente para área específica, garantindo agilidade no atendimento.

No total, foram investidos R$ 4,2 milhões para a realização das obras e compra de equipamentos, sendo parte do Governo do Estado e o restante de emenda parlamentar e doação da família Adami. Atualmente, o hospital tem capacidade instalada de 134 leitos, sendo 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Para o presidente do Conselho Administrativo do hospital, Leonir Tesser, é um privilégio entregar a nova ala para a população. “Nosso hospital foi inaugurado em 1979 e, de lá para cá, não sofreu nenhum tipo de interferência, seja física ou na modernização de equipamentos. Essa é a primeira grande obra que o hospital promove e que realmente pode ser vista pela comunidade”, disse.

Caropreso destacou que as pessoas querem qualidade no atendimento. “Estamos investindo em ampliação, revitalização​, equipamentos modernos e contratação de funcionários. O objetivo é qualificar o serviço para a população”, afirmou.

Maicé significa "fazer amigos" em tupi-guarani. A diretora do Hospital Maicé, irmã Elizabeth Lima, falou da importância da união e amizade das pessoas para a ampliação da unidade. “Centenas de pessoas contribuíram para que hoje a gente tivesse essa unidade qualificada dentro do que preconiza a Vigilância Sanitária e também com equipamentos que correspondem à necessidade da nossa unidade de urgência e emergência”, explicou.

}
Emília Chaves, usuária do hospital

A moradora de Caçador Fátima Clarice Bastos acredita que o local vai funcionar bem melhor com o novo espaço. “A população só tem a ganhar”. Já Emília Novacoski Chaves diz que a obra beneficia a região. “É muito bom para a comunidade e para as outras cidades vizinhas, que foram premiadas com o novo local. A união faz a força”, comemorou a moradora.

O fraiburguense Alcemar Rodrigues esteve no hospital nesta terça-feira. “Para nós, que viemos de fora, ficou ótimo e mais organizado. O estacionamento também está melhor. Na última vez que estive aqui, não havia estacionamento na frente nem essa capacidade de atendimento”, explicou.

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Mais uma porta de acesso das famílias aos direitos socioassistenciais se abre na cidade de Vitor Meireles, nesta sexta-feira, 18, quando o Governo do Estado por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) entrega oficialmente ao município um Centro de Referência em Assistência Social (Cras). A inauguração está marcada para as 9h, na Rua Afonso de Oliveira, no Bairro Palmitos. O investimento feito com recursos do Pacto por Santa Catarina é de R$ 405 mil.

A principal atividade de um Cras é prevenir contra ocorrências de situações de vulnerabilidade e riscos sociais. O diretor de Estado da Assistência Social (Dias), Ismael de Córdova, explica que, em cada unidade, é trabalhada a proteção integral das famílias. “O serviço de uma equipe técnica na assistência social é muito amplo. E o papel desempenhado pelos profissionais na vida das pessoas é muito importante. O Cras é o primeiro acesso das famílias aos direitos socioassistenciais e conta com um grupo de profissionais de referência para trabalhar o acolhimento, o acompanhamento em serviços socieducativos e de convivência, assim como os demais serviços de políticas sociais”, resumiu.

O secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, disse que o centro a ser inaugurado possui 169 metros quadrados e é construído dentro dos padrões exigidos de acessibilidade, com o espaço físico compatível com o trabalho social que deve ser realizado no local. Segundo ele, o Cras conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília. “Nosso trabalho enquanto governo é oferecer aos municípios mecanismos dignos de trabalho para que a assistência social seja executada e que garanta a prevenção de ocorrências de riscos sociais e de vulnerabilidade para as famílias, ampliando o cuidado com as pessoas. O Cras é a porta de entrada das famílias para a inclusão dos serviços socioassistenciais”, explicou Comin. 

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação - SST
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br

O Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc) realizará a partir da próxima sexta-feira, 18, às 18h30, a 2ª edição do Hackathon #DesenvolveSC. Com o tema segurança pública, a competição tem como objetivo promover o desenvolvimento de soluções tecnológicas em versões mobile, web e Internet of Things (IoT), estreitando o relacionamento do setor público com o cidadão.

“Tivemos êxito na primeira edição, realizada em 2016, e este é mais um desafio que estamos lançando, com intuito de ampliar e aprimorar a política de transparência, valorizando projetos que contribuam para a sociedade catarinense”, diz o presidente do Ciasc, Ivan Ranzolin. Serão premiados os dois melhores projetos com R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente.

As equipes serão compostas na abertura do evento, com no mínimo três e no máximo cinco participantes, e terão até às 15h de domingo, 20, para apresentar um produto mínimo viável à comissão julgadora.  “Durante este período serão realizadas mentorias, brainstorming, além de intercâmbio de experiências e ideias que ajudarão os participantes no desafio de desenvolver o planejamento da solução”, revela o vice-presidente de Tecnologia do Ciasc, Luiz Antônio da Costa Silva.

O evento é realizado por meio do Ciasc, com parceria das Secretarias de Estado de Segurança Pública (SSP) e do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Além da competição, serão realizados workshops sobre modelos de negócios, licenças open source e usabilidade.

O Hackathon conta com patrocínio da Keyrus, Amazon e RW3, e apoio da Secretaria de Estado da Defesa Civil (SDC), Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), Code Floripa, WeGov, Departamento de Engenharia do Conhecimento (EGC), Laboratório de Empreendedorismo e Inovação da Estácio de Sá, Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional (Logo) e Neuron Consultoria.

Informações adicionais para a imprensa
Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDS
E-mail: michelle@sds.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-4243 / 99929-4998
Site: www.sds.sc.gov.br

O governador Raimundo Colombo estará em Joinville nesta quarta-feira, 16, para apresentação da segunda edição do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam 2) para prefeitos da região. À noite, participa também da abertura do 10º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), evento promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Diocese de Joinville.

O encontro com prefeitos está marcado para começar às 16h, na sede da Associação dos Municípios de Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), localizada na Rua Max Colin, 1843, no Centro de Joinville.

O projeto para a segunda edição do Fundam foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 21 de junho, e os primeiros contratos devem ser assinados ao longo desse semestre. O investimento previsto para a nova edição é de R$ 700 milhões. A exemplo da primeira edição, a meta é contemplar todos os 295 municípios catarinenses e garantir autonomia para que cada prefeitura escolha o investimento a ser feito dentro das áreas previstas.

Para apresentação da nova edição, o Governo do Estado está promovendo uma série de reuniões com prefeitos de todas as regiões catarinenses. Já foram realizados 19 encontros, a reunião desta quarta é 20ª e ainda neste mês será promovido um último evento, em Florianópolis.

10º Muticom

Ainda em Joinville, a partir das 19h30, o governador Colombo participa da abertura oficial do 10º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom), no Centro de Convenções Expoville. É a primeira vez que Santa Catarina recebe o evento, promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Diocese de Joinville.

A programação, que segue até domingo, 20, contará com palestrantes na área de comunicação. Com o tema “Educar para a Comunicação”, o evento tem como objetivo auxiliar no uso das novas tecnologias e também na formação do senso crítico para evitar a manipulação e auxiliar na compreensão do potencial da comunicação e de cada meio de comunicação. 

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: SOL

Nesta segunda-feira, 14, em Brasília, o secretário de Estado do Turismo, Esporte e Cultura, Leonel Pavan, visitou o estande da Santur e da secretaria na Catarinafest, a maior feira temática de Santa Catarina para promover a cultura do estado no que se refere à gastronomia, arte, música e pontos turísticos, incluindo praias e cachoeiras.

O evento ocorre entre os dias 11 a 20 de agosto, no Expobrasília, localizado no Parque da Cidade. O objetivo é mostrar ao público que a CatarinaFest é uma experiência cultural multissetorial, despertando o interesse e curiosidade e, ao mesmo tempo, mexendo com as emoções do público. “É uma ação em parceria com a iniciativa privada da área de eventos que está servindo para mostrar e divulgar todo o rico e diversificado potencial catarinense no turismo", destacou o secretário.

Ainda em Brasilia, nesta terça-feira, 15, o secretário Leonel Pavan participa, a convite do ministro do Turismo, Marx Beltrão, da 49ª reunião do Conselho Nacional de Turismo, que vai discutir, entre outras temas, a política nacional de qualificação profissional em turismo e as inovações no Cadastro Nacional de Turismo (Cadastur).

A agenda também inclui a participação no seminário “A importância dos Parques Temáticos para o Turismo”, com a presença do vice-presidente da Disney, Greg Hale. Na quarta-feira, o secretrário Leonel Pavan encerra a agenda na capital federal com a participação na 92ª reunião ordinária do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Nacionais de Turismo (Fornatur), entidade da qual é vice-presidente para Relações Institucionais.

Informações adicionais para a imprensa:
Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte
Fonte: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br


Abertura dos Jesc em Mafra. Foto: Nery Nader Jr./ADR Mafra

Os municípios de São Bento do Sul e Rio Negrinho irão respirar os Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) no próximo final de semana. Entre sexta-feira, 18, e domingo, 20, cerca de 1,6 mil estudantes com idades entre 12 a 14 anos de 170 escolas buscarão marcar seus nomes na história da competição. 

O objetivo de cada um será conquistar a tão sonhada medalha de ouro na etapa estadual nas modalidades de badminton, ciclismo, futsal, handebol, vôlei, luta olímpica e xadrez. 

Estas modalidades em São Bento do Sul e Rio Negrinho complementarão a programação iniciada na primeira parte dos Jesc realizada em Mafra entre os dias 11 e 12, com as modalidades de atletismo e judô. Posteriormente, a etapa estadual dos Jesc finalizará entre os dias  25 e 27 de agosto, com as disputas das modalidades de basquetebol e tênis de mesa, novamente em São Bento do Sul.

Os Jesc são uma promoção do Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com as prefeituras dos municípios sedes e Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs).

Erivaldo Caetano Junior, o Vadinho, presidente da Fesporte, destaca que os Jesc estão entre os eventos mais importantes da instituição. “O esporte escolar é o caminho para a descoberta não somente de novos talentos esportivos, mas também para permitir o desenvolvimento das crianças e adolescentes. Os Jesc capacitam os jovens a lidarem com suas necessidades, desejos e expectativas”, disse.

>>> Confira a programação completa no site da Fesporte

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

 


Foto: James Tavares/Secom

O número de focos do mosquito Aedes aegypti vem crescendo em Santa Catarina. Em apenas 15 dias, 121 novos focos foram identificados no estado, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira, 15, pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (Dive/SES), em comparação com o boletim anterior.

No total, 8.147 focos foram identificados em 137 municípios neste ano, o que significa um volume 25% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. “Desses, 60 municípios são considerados infestados, o que aumenta o risco de transmissão, tanto nesses quanto nos demais, em função do trânsito de pessoas e da dispersão do mosquito transmissor”, alerta João Fuck, coordenador do Programa de Controle da Dengue em Santa Catarina.

Das três doenças transmitidas pelo mosquito – dengue, febre do zika vírus e febre de chikungunya – essa última é a que vem apresentando o maior número de casos. De 1 de janeiro a 29 de julho, conforme o boletim epidemiológico, 27 casos de febre de chikungunya foram confirmados, sendo 25 importados, com local de infecção nos estados da Bahia, Ceará, Espirito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará e Roraima. Outros dois casos confirmados estão em investigação de local provável de infecção. Trinta e um casos permanecem como suspeitos, aguardando resultado laboratorial.

Em relação às demais doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, foram confirmados dez casos de dengue, sendo seis importados, um autóctone, um indeterminado e dois em investigação de local provável de infecção; e um caso de febre de zika vírus, importado. Na comparação com o boletim epidemiológico anterior, foram três novos casos de febre de chikungunya e um de dengue.

Febre de chikungunya

Os primeiros casos de febre de chikungunya foram detectados no Brasil em 2014. Desde então, até a Semana Epidemiológica (SE) 19 (01/01/2017 – 13/05/2017), foram confirmados 28.225 casos da doença, com maior concentração na região Nordeste do país. Entre os estados, destacam-se Ceará, Roraima e Tocantins.

Nesse mesmo período, foram confirmados, laboratorialmente, 13 óbitos por febre de chikungunya, ocorridos nos estados do Pará, Ceará, Tocantins, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro e em São Paulo. Em Santa Catarina, o primeiro caso autóctone da doença foi registrado no ano de 2015, no município de Itajaí.  

A febre de chikungunya pode se apresentar sob a forma aguda (com sintomas abruptos de febre alta, dor articular intensa, dor de cabeça e dor muscular, podendo ocorrer erupções cutâneas) e evoluir a uma doença crônica, caracterizada pela persistência dos sintomas, principalmente dor articular, musculoesquelética e neuropática, sendo essa última muito frequente nessa fase. A prevalência da fase crônica é bastante variável, podendo atingir mais da metade dos pacientes.

Pessoas com febre de início súbito, maior que 38,5°C, e artralgia ou artrite intensa de início agudo, não explicado por outras condições, devem tomar muita água, não se automedicar e procurar uma Unidade de Saúde.

>>> Confira o boletim completo

Informações adicionais para a imprensa:
Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br

Cidasc entrega selo de conformidade para Perboni em São Joaquim
Foto: Elenise Melo Nunes/ADR São Joaquim 

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) realizou nesta segunda-feira, 14, a solenidade de entrega do Certificado de Concessão para a empresa Perboni & Perboni Ltda. Especializada no processamento de maçã, ameixa e pera no estado, a marca conquistou o Selo de Conformidade Cidasc (SCC), certificação que regulamenta o processo de transformação e produção de alimentos em Santa Catarina. O evento ocorreu na sede da empresa, em São Joaquim.

Diversas autoridades participaram do evento, entre elas, o presidente da Cidasc, Enori Barbieri; a secretária executiva da ADR de São Joaquim, Solange Scortegagna Pagani; o diretor administrativo da Perboni & Perboni, Cleber Andrade de Souza; o gerente de produção da Perboni & Perboni, Rosmar Kern; e o vice-prefeito de São Joaquim, Maurício Yamashiro.

Cidasc entrega selo de conformidade para Perboni em São Joaquim
Foto: Elenise Melo Nunes/ADR São Joaquim

O presidente da Cidasc, Enori Barbieri, reforçou a importância da certificação para um mercado cada vez mais exigente. “Parabenizo a Perboni, que passa a ter um diferencial a mais e que, não tenho dúvidas, trará resultados muito positivos para a empresa. Também não posso deixar de registrar o trabalho desenvolvido pela nossa equipe da Cidasc”, enfatizou.

A secretária executiva da ADR, Solange Scortegagna Pagani, destacou o trabalho desenvolvido pela Cidasc e parabenizou a Perboni pela conquista. “Todo esse processo do Selo de Conformidade agrega ainda mais valor à nossa fruta, que já é reconhecida no Brasil”, afirmou.  

O diretor administrativo da Perboni & Perboni, Cleber Andrade de Souza, agradeceu a confiança da Cidasc e daqueles que acreditam na empresa. “A partir de agora, nossas caixas estarão levando para todo o país a bandeira de Santa Catarina e a marca da Cidasc, colocando na mesa do consumidor brasileiro uma maçã com qualidade e mais segurança”, ressaltou.

Em 2017, a unidade de São Joaquim da Perboni pretende processar 17 mil toneladas de maçã. Instalada no município há sete anos, possui aproximadamente cem colaboradores e conta com 80 produtores parceiros. Atende principalmente os mercados de Brasília, Goiânia, Recife, Fortaleza e Juazeiro.

A Perboni é a quarta empresa que recebe o selo neste ano, mas no segmento de frutas é a primeira a conquistá-lo. As empresas de São Joaquim Serra Frutas, Frutas de Ouro e Cooperserra já estão passando pelo processo para a obtenção da certificação.

Selo de Conformidade Cidasc

Desenvolvido pela equipe técnica da Divisão de Classificação de Produtos de Origem Vegetal  (Dicla) do Departamento Estadual de Defesa Sanitária Vegetal da Cidasc, o SCC presta suporte às indústrias que se dedicam à produção, processamento e comercialização de produtos de origem vegetal, visando à oferta de alimentos mais seguros aos consumidores e fortalecendo as marcas catarinenses.

De acordo com a gestora estadual da Dicla, Valdirene Régia Bizolo Sommer, o processo de adequação leva, em média, um ano. Por meio de visitas técnicas, os profissionais da Cidasc identificam irregularidades no processo de fabricação e atuam em conjunto com as indústrias para adequá-las às normas vigentes.

O selo precisa ser renovado de seis em seis meses, por meio da realização de uma nova auditoria na empresa que identificará oportunidades de melhoria na produção.

Para participar ou solicitar mais informações

Você pode entrar em contato com a Divisão de Classificação Vegetal da Cidasc pelo telefone (48) 3665-7081. Também é possível conhecer melhor as etapas da certificação no site da companhia. Para saber mais sobre as ações da Cidasc no âmbito da classificação vegetal, clique aqui

Informações adicionais para a imprensa:
Elenise Melo Nunes
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Joaquim
E-mail: imprensa@sjq.sdr.sc.gov.br 
Telefone: (49) 3233-8301 / 99102-5054 / 99148-1016
Site:sc.gov.br/regionais/saojoaquim

Mais de mil alunos concluintes de 27 cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) que farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) deste ano devem preencher um cadastro na internet com seus dados pessoais. A data da prova está marcada para 26 de novembro. O resultado é um dos principais componentes para o cálculo dos indicadores de qualidade dos cursos e das instituições de ensino superior do país.

O Centro de Ciências Tecnológicas (CCT), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, realizará em 25 de agosto a palestra "Cérebro e drogas psicoativas - Algumas inferências sobre como atuam as substâncias psicotrópicas e as implicações do uso na fase escolar juvenil". O evento será às 14h, no Auditório do Bloco F. A palestra é aberta ao público em geral.