Foto: Ana Cenatti/ADR Jaraguá do Sul

A Defesa Civil do Estado vai construir, em Jaraguá do Sul, o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, que estará interligado com o Cigerd de Florianópolis, assim como os outros 19 centros do estado. A estrutura modular, autônoma e resistente a situações críticas a que o estado está exposto, começou a ser montada na tarde desta terça-feira, 10, e deve ser concluída nesta quarta-feira, 11. A partir desta data, começam os trabalhos de acabamento da parte externa, como estacionamento, energia elétrica, instalação de fossas, recebimento dos móveis e equipamentos. A conclusão está prevista para dezembro.

São cerca de 150 metros quadrados, resistentes a ventos acima de 180km/h, com geração de energia própria, internet e telefonia, radio, vídeo wall para acompanhamento da situação regional, vídeo conferência com o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, estações de trabalho estruturada para dez agências e mais dez postos para trabalho para instituições necessárias em operações.

No centro, vai funcionar a Coordenadoria Regional de Defesa Civil, que deve contar com dois servidores. Os demais membros vão ao local para atuar em ações específicas, que incluem preparação, gestão de crise e reabilitação.

O valor do investimento do Governo do Estado é R$ 663,9 mil, sendo R$ 428 mil da estrutura modular. O projeto faz parte da estruturação da Defesa Civil de Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Cenatti
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Jaraguá do Sul
E-mail: anacenatti@jgs.adr.sc.gov.br 
Telefone: (47) 3276-9241 / (47) 98861-2652
Site: sc.gov.br/regionais/jaraguadosul

Nos dias 18 e 19 de outubro, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville realizará uma série de atividades alusivas ao movimento Outubro Rosa, que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Esta será a 5ª edição do evento, que também aborda questões relacionadas à saúde feminina e oferece serviços gratuitos. Toda a comunidade está convidada a participar.

Na quarta- feira, 18, serão realizadas duas rodas de conversa sobre saúde feminina e dicas de prevenção ao câncer de mama e colo de útero, às 15h e às 18h. A enfermeira Fernanda Spiler vai disponibilizar testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite às participantes. Na quinta-feira, 19, serão realizadas atividades de bem estar, alimentação, cuidados e imagem pessoal. Das 13h30 às 17h30, serão oferecidas dicas de auto-maquiagem, com Taline Junkes, da Mary Kay. No mesmo horário, haverá design de sobrancelhas e esmaltação. Esses serviços serão oferecidos exclusivamente para as participantes das rodas de conversa do dia 18. Das 15h30 às 16h30, será realizada a palestra Dietas da moda, com a nutricionista e professora Sônia Santos Toriane. Já das 18h às 19h30, haverá uma aula de defesa pessoal, com Marcos Tavares, professor de educação física e presidente do Instituto Tachibana de Aikido.

Todas as atividades acontecerão na sala do tatame, no Ginásio de Esportes da universidade. O evento é uma realização do Serviço de Orientação ao Estudante (SOE) e da Direção de Extensão da Udesc, com o apoio do Bom Jesus/Ielusc, Instituto MIX e Instituto Tachibana de Aikido.

Mais informações para a imprensa:
Isabela Vargas
Assessoria de Comunicação
Udesc Joinville

E-mail: comunicacao.cct@udesc.br
Telefone: (47) 3481-7930
www.cct.udesc.br


Foto: James Tavares/Secom

A véspera de feriado em Santa Catarina terá pancadas de chuva à tarde e noite na maioria das regiões. No Oeste, pancadas de chuva mais isolada com aberturas de sol. No Meio-Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul, chuva mais persistente. A temperatura estará mais elevada no Oeste e Norte. O vento sopra de Noroeste a Sudeste, fraco a moderado com rajadas no Litoral.

Para o feriado desta quinta-feira, 12, a previsão do tempo da Epagri/Ciram indica chuva mais persistente do Oeste ao Sul. Nas demais regiões, pancadas de chuva à tarde e à noite. A temperatura estará mais elevada no Norte. O vento soprará de Sudeste a Leste, fraco a moderado, com rajadas no Litoral.

Na sexta-feira, 13, chuva mais persistente do Oeste ao Sul e Grande Florianópolis. Nas demais regiões, chuva no decorrer do dia. Temperatura mais elevada no Norte. O vento soprará de Nordeste a Sudeste, fraco a moderado, com rajadas.

No sábado, a chuva estará mais persistente no Planalto Norte e Litoral Norte. Nas demais regiões, o tempo melhora no decorrer do dia. A temperatura diminui no final do dia.

Tendência de 15 a 24 de outubro

Mais chances de aberturas de sol no início do período e condições de chuva no final do dia. A partir de quinta-feira, 19, a chuva volta a ser frequente em SC, acumulando elevados volumes.

>>> Acompanhe mais detalhes da previsão do tempo

A Epagri/Ciram recomenda o permanente acompanhamento dos boletins e informações disponibilizados no site.

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br
Facebook

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) lançou a campanha "Um lenço por um laço" para celebrar o Outubro Rosa, mês em que as mulheres são alertadas para a necessidade de diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo de útero. A partir desta quarta-feira, 11, a instituição arrecadará doações para o Centro de Pesquisas Oncológicas (Cepon), além de disseminar mensagens para estimular a comunidade acadêmica a aderir à ação.

A iniciativa é da Coordenadoria de Desenvolvimento Humano (CDH). A coordenadora da campanha, enfermeira Valdirene Ávila, explica que o Cepon é um serviço de referência no tratamento oncológico em SC. "A ação quer ajudar na prevenção do câncer e contribuir para dar assistência aos pacientes do Cepon", disse.

Serão aceitos lenços de cabeça (algodão), fraldas geriátricas, escova e pasta dental, sabonete, hidratante corporal e cabelos para a confecção de perucas. "O cabelo doado tem que ter, no mínimo, 15 centímetros de comprimento e deve ser disposto em mechas envolvidas em papel toalha para não embaraçar", diz Valdirene.

Em Florianópolis, os donativos podem ser entregues até o dia 31, de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, na Sala da Enfermagem, em frente à Cantina do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag). Nos demais centros, os donativos serão recebidos em locais definidos pelas direções-gerais, com divulgação em cartazes. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail valdirene.avila@udesc.br e pelo telefone (48) 3664-7999, das 13h às 19h.

Conscientização é fundamental

As mensagens de prevenção ao câncer de mama e de colo de útero serão divulgadas em cartazes afixados nos banheiros femininos da instituição. As peças gráficas, que foram criadas pela Secretaria de Comunicação (Secom), pretendem alertar as mulheres sobre a importância de realizarem com regularidade o auto-exame das mamas, a mamografia e o papanicolau.

A campanha será realizada em todas as unidades da Udesc. "O Sistema Único de Saúde, o SUS, garante a oferta gratuita de exame de mamas (mamografia) e exame ginecológico papanicolau para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias. Se detectado precocemente, o câncer quase sempre tem cura", destaca Valdirene.

O que é mamografia?

É o exame-padrão para o diagnóstico de câncer de mama. Permite detectar o tumor em fase inicial, quando mede milímetros e ainda não é palpável. Na mamografia analógica, o seio é comprimido e exposto aos raios X. São tiradas duas chapas (frente e lateral), e as imagens ficam gravadas em um filme. Os equipamentos digitais dispensam os filmes: as imagens são mostradas na tela de computador. Recomenda-se que, a partir dos 40 anos, a mamografia seja feita anualmente.

O que é papanicolau?

O teste de papanicolau é um exame ginecológico de citologia cervical realizado como prevenção ao câncer do colo do útero. O exame deve ser realizado em todas as mulheres entre 24 e 69 anos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), com uma cobertura da população-alvo de, no mínimo, 80% e a garantia de diagnóstico e tratamento adequados dos casos alterados, é possível reduzir a incidência do câncer cervical invasivo de 60 a 90% em média.

Mais informações para a imprensa: 
Rodrigo Brüning Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br / rodrigo.schmitt@udesc.br
Telefones: (48) 3664-7935/8010
www.udesc.br


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

Os trabalhos de transferência de carga da Ponte Hercílio Luz da segunda noite de operação, em Florianópolis, foram executados, mais uma vez, com êxito, nesta terça-feira, 10, e madrugada de quarta, 11. Os serviços começaram às 23h45 e à 00h17 estavam finalizados com a elevação de 11 centímetros da estrutura. Na segunda-feira, 9, foram elevados 8,7 centímetros. Outras duas operações serão realizadas, na quinta, 12 e sexta-feira, 13.

Em fevereiro deste ano, foi feita a primeira etapa, quando foram içados 13 centímetros do vão. Ao todo, serão levantados 53 centímetros. Até o momento já foram erguidos o equivalente a mil toneladas. O procedimento é necessário para que o peso da obra original seja depositado gradativamente na estrutura provisória construída abaixo da ponte exclusivamente para a realização da restauração.

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) conseguiu recursos no valor de R$ 1,4 milhão junto ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) para aquisição de mais 400 tornozeleiras eletrônicas. “É uma suplementação do convênio, destinado a presos provisórios ou em medida cautelar, no qual já estão disponíveis 187 equipamentos em Santa Catarina. Com a nova demanda, vamos chegar a um total de  581 dispositivos”, explica o secretário adjunto de Estado da Justiça e Cidadania, Leandro Antônio Soares Lima, que esteve pessoalmente com os técnicos Depen em Brasília.

A SJC também irá realizar até o final deste mês de outubro um pregão eletrônico para aquisição de mais 800 tornozeleiras para presos do regime semiaberto, isto significa quase 1.400 equipamentos. “Ainda não é o número ideal, mas estamos trabalhando para atingirmos um índice expressivo que contribua para amenizar a superlotação nas unidades prisionais e penitenciárias de Santa Catarina”, ressalta Leandro Lima. “A ampliação do monitoramento é mais uma alternativa de possibilidade de cumprimento da pena”, lembra a secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada Faraco De Luca.

As tornozeleiras eletrônicas foram adotadas inicialmente em SC através de um Termo de Cooperação Técnica celebrado em 2015 entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Justiça e Cidadania, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o Poder Judiciário e o Ministério Público de Santa Catarina, que regulamenta a implementação do Projeto de Monitoração Eletrônica de Presos Provisórios e Cumpridores de Medidas Cautelares (Promep). 

O projeto previa 150 tornozeleiras eletrônicas, cedidas por empresa vencedora de processo licitatório, inicialmente contemplando as comarcas de Araranguá, Criciúma, Blumenau, Itajaí, São José e Florianópolis. Um novo Termo já ampliou para 37 tornozeleiras, totalizando 187 equipamentos em Santa Catarina e a inclusão de outras comarcas como:  Balneário Camboriú; Barra Velha; Biguaçu; Brusque; Camboriú; Canoinhas; Chapecó; Concórdia, Imbituba; Indaial; Itapema; Jaraguá do Sul; Joinville; Lages; Laguna; Maravilha; Navegantes; Palhoça; São Francisco do Sul,  São José do Cedro; São Miguel do Oeste; Tijucas; Tubarão; Videira e Xanxerê.

A Secretaria da Justiça realizou o processo de licitação e providenciou os recursos humanos e materiais necessários para a viabilização do projeto, permitindo que juízes responsáveis pelas áreas de execução penal autorizem as saídas monitoradas. A implementação do Promep prevê que terão direito a prisão domiciliar monitorada por  tornozeleiras eletrônicas apenas os presos do regime provisório. O semiaberto ainda não está previsto neste Termo de Cooperação.

Informações adicionais para a imprensa
Denise Lacerda
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania - SJC
E-mail: deniselacerda@sjc.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-5810 / 99152-6934
Site: www.sjc.sc.gov.br


Foto: Divulgação / Casan

Com mais de 60% das redes de coleta assentadas, as obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de São José continuam avançando para novas ruas nos próximos dias. Nesta semana as obras de implantação de redes de coleta chegam a duas novas vias do Bairro Bela Vista: Rua Itaguaçu e Rua José Antônio Thomaz.

Na próxima semana, no período de 16 a 20 de outubro, prossegue a implantação de redes de coleta na Rua Itaguaçu e serão também executados serviços de assentamento do emissário terrestre na Avenida das Torres, entre as ruas Manoel Eduardo Cardoso e Julia Schoroeder.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Educação Permanente em Saúde, assina nesta quarta-feira, 11, Termo de Cooperação Técnica com a Associação Florianopolitana dos Deficientes Físicos (Aflodef), para oferta de vagas de estágios aos estudantes das escolas e universidades públicas e privadas de Santa Catarina.

Assunto: Assinatura de Termo de Cooperação Técnica com a Aflodef
Quando: Quarta-feira, 11
Horário: 9 horas
Onde: Auditório da Aflodef, rua Rui Barbosa, 708, Bairro Agronômica, Florianópolis

Mais informações para a imprensa:
Suelen Costa
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99113-6065
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive) divulgou o boletim número 20 sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica da dengue, febre dechikungunya e zika vírus, com dados até a Semana Epidemiológica (SE) 39, desde 1º de janeiro a 30 de setembro.

No período de 01/01 a 30/09, foram identificados 8.981 focos do mosquito Aedes aegypti, em 139 municípios. Neste mesmo período, em 2016, haviam sido identificados 6.255 focos em 132 municípios .O número de focos de 2017 é 43,6% maior quando comparado ao mesmo período do ano de 2016.

>>> O boletim completo está neste link

Em relação à situaçãoentomológica, até a SE nº 39/2017, já são 61 municípios considerados infestados,o que representa um incremento de 22% em relação ao mesmo período de 2016, que registrou 50 municípios nessa condição. 

Informações adicionais para a imprensa:
Letícia Wilson e Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive)
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406 | 3664-7402
E-mail: divecomunicacao@saude.sc.gov.br
www.dive.sc.gov.br



 

Empreendedores catarinenses contarão, a partir da próxima semana, com um novo sistema para abrir, alterar ou fechar uma empresa em Santa Catarina. O Jucesc Digital será apresentado nesta quarta-feira, 11, no auditório da sede em Florianópolis, às 14h, com a presença do governador Raimundo Colombo.

O novo sistema vai simplificar a abertura de empresas e outros serviços de atos empresariais feitos pela internet, com o Programa Jucesc Digital, desenvolvido pela Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), com apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Sustentável.

O presidente da Junta Comercial, Julio Cesar Marcellino Jr., explica que quem pretende empreender em Santa Catarina, abrir o próprio negócio ou já tem o seu negócio e quer ampliar ou transformar, vai ter uma grande vantagem com esse novo sistema. “Teremos muito mais comodidade, velocidade, eficiência, segurança e economia. Basta imaginar que a empresa poderá ser aberta de qualquer lugar do país ou do mundo e que a pessoa tenha um computador, acesso a internet e o certificado digital”, disse.

Serviço:
O quê: lançamento da Jucesc Digital
Quando: quarta-feira, 11, às 14h
Onde: Sede da Junta Comercial (Av. Rio Branco, 387, Centro de Florianópolis)

Informações adicionais para a imprensa:
Rafael Vieira de Araújo 
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: rafael@secom.sc.gov.br  
Telefone: (48)  3665-3018 / 99116-8992
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC