Compartilhe


Foto: ADR Araranguá

Cinco escolas estaduais da área de abrangência da Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá estão participando de um projeto piloto da Secretaria de Estado da Educação para implantação de um novo método de contagem da alimentação escolar. O objetivo é automatizar o processo, tornando-o mais ágil, gerando economia e otimizando a contagem das refeições servidas com transferência automática de dados.

O aplicativo de contagem automática foi desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, por meio da Gerência de Tecnologia da Informação e Governança Eletrônica/GETIG, Divisão de Tecnologia da Informação (DITI), Gerência de Alimentação Escolar (GEALI), Diretoria de Articulação com os Municípios (DIAM), em parceria com o Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc).

Por meio dele, serão obtidas informações específicas sobre o número de alunos que utilizam a alimentação escolar, repetições, consumo de alimentação e outras informações necessárias que devem seguir o padrão estabelecido pela Secretaria de Estado da Educação (SED). Durante a refeição, o aluno irá registrar o consumo da alimentação escolar através da Carteira de Identificação Estudantil emitida pelo Sistema de Gestão Escolar de Santa Catarina (Sigesc) que contém o QR Code e que será computado por meio de um tablet.

Na Regional de Araranguá estão sendo contempladas as EEBs Araranguá, Castro Alves (Araranguá), Maria Garcia Pessi (Araranguá), João Colodel (Turvo) e Macário Borba (Sombrio). Segundo a supervisora de articulação com os Municípios da Gered, Rosmere Macalossi, a escolha por estas unidades estaduais deve-se ao fato de serem as maiores em número de alunos.

A supervisora de articulação com os Municípios e a técnica do NTE (Núcleo de Tecnologias Educacionais) da Gered Araranguá, Maria Angélica Mello, acompanharam os representantes das cinco escolas em uma capacitação realizada nos dias 8 e 9 em Laguna, promovida pelo Ciasc e SED, para utilização do novo sistema. “Após a capacitação presencial, haverá um prazo de 60 dias para treinamento nas escolas que recebem o projeto piloto, com objetivo de iniciar em outubro o processo de contagem com o uso do aplicativo”, explica Rosmere Macalossi.

Informações adicionais para a imprensa
Leneza Della Krás
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.adr.sc.gov.br
Telefones: (48) 3529-0084 / 99183-1799
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrararangua
Facebook: www.facebook.com/regional.ararangua