Foto: Paulo Monauar/ADR Chapecó

Com atenção voltada à infraestrutura das escolas e aos programas de ensino, o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, visitou Chapecó nesta terça-feira, 18. Junto à equipe da Gerência Regional da Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Chapecó, ele esteve na Nova Escola Padrão de Ensino Médio para acompanhar o andamento da obra, que está em fase final. Deschamps também participou das discussões sobre a Reforma do Ensino Médio no Brasil, no Seminário Regional do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde).

A Escola Padrão de Ensino Médio, localizada no Bairro Passo dos Fortes, em Chapecó, tem capacidade para atender 700 alunos. A estrutura conta com 12 salas de aula, quatro salas para professores, biblioteca, seis laboratórios, ginásio de esporte e auditório para aproximadamente 200 pessoas. O investimento é de R$ 8,8 milhões.

Na avaliação do secretário de Estado da Educação, a obra será um marco para a região na oferta do ensino médio. “Nossa intenção é estar com ela toda organizada até o final do ano, para começar a operação no início do próximo ano letivo”, destaca Deschamps.

A escola padrão corresponde a especificações do Ministério da Educação para oferecer estrutura necessária ao desenvolvimento de projetos que garantam a melhoria do ensino médio. O espaço também irá contribuir para suprir as demandas existentes na oferta do ensino médio.

Para melhorar o atendimento e a cobertura e tornar o ensino médio mais atraente, as atenções estão voltadas ao projeto de Reforma do Ensino Médio no Brasil. O secretário falou sobre o tema na palestra do Seminário Regional do Proesde Licenciatura, da Unochapecó, realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Gered.

Uma das novidades neste processo é criar condições para que o jovem que precise trabalhar consiga conciliar o serviço com ensino de qualidade. “A reforma permite computar na carga horária do ensino médio atividades que o jovem faça fora de sala de aula, inclusive em ambiente de trabalho e de aprendizagem. A segunda novidade são as flexibilizações no ensino noturno, que pode trabalhar com educação à distância e atividades fora do ambiente escolar”, destaca.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
ADR Chapecó
Fone: (49) 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
www.adrs.sc.gov.br/adrchapeco

 

Nos dias 18 e 19 de julho, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apresentarão para gestores, prestadores de serviço e técnicos envolvidos no processo regulatório da Macrorregião do Grande Oeste, as ações estruturantes da Política Estadual de Regulação que visam à efetivação da Lei Estadual nº 17.066, de 11 de janeiro de 2017, sobre a publicação das filas de espera do Sistema Único de Saúde (SUS) na internet.

São esperados 300 profissionais, abrangendo municípios, Gerências Regionais de Saúde, Central de Regulação de Internações Hospitalares Macrorregional e hospitais da macrorregião. A superintendente de Serviços Especializados e Regulação da SES, Karin Cristine Geller, comenta que os técnicos da SES, com o apoio do Cosems e a participação efetiva do Ministério Público, buscarão capacitar e elucidar dúvidas destes profissionais, visando garantir a transparência das ações regulatórias para a sociedade.

Decka Cortese, gerente dos Complexos Reguladores da SES, diz que a programação do evento inclui, além da exposição acerca da publicação das filas de espera, debates e treinamentos do sistema SISREG nos módulos ambulatorial e hospitalar.

O gerente da Central Estadual de Regulação de Internações Hospitalares da SES, Arion Bet Godoi, diz que será exposta também uma nova dinâmica na regulação das internações hospitalares, com a utilização do sistema SISREG, no módulo hospitalar, para a gestão das filas de cirurgias eletivas.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, estas ações produzirão, além da transparência das filas do SUS, maior capacidade regulatória e fiscalizatória, a otimização dos recursos, o fortalecimento do processo de regionalização e a reafirmarão o compromisso de todas as esferas com as diretrizes e os princípios do SUS.

A diretora de Planejamento, Controle e Avaliação do SUS, Claudia Ribeiro de Araujo Gonsalves, diz que estes eventos estão sendo executados em todas as Macrorregiões do Estado, sendo que já foram capacitadas as Macrorregiões da Foz do Rio Itajaí, do Sul e do Meio Oeste. No mês de agosto serão capacitados o Vale do Itajaí e a Serra. E no mês de setembro, a Grande Florianópolis e o Norte e Nordeste.

Mais informações para a imprensa:
Suelen Costa
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-8820 / 99113-6065
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: Jackson Jacques/CBMSC

Imagine um acidente de trânsito com veículos amassados, pista interrompida, estruturas colapsadas, curiosos e vítimas feridas. É exatamente este o cenário montado dentro do Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó, para que os competidores possam atuar no 2°Desafio Nacional de Resgate. As provas começaram na manhã desta sexta-feira, 13, e seguem até sábado, 14. As atividades são transmitidas ao vivo pela fanpage do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

>>> Galeria de fotos

O desafio consiste em resgatar as vítimas, dentro de um tempo específico e usando os protocolos internacionais de atendimento pré-hospitalar e extricação. Participam das provas 20 equipes, que somam 150 competidores, entre bombeiros militares, voluntários ou profissionais de resgate, oriundos de vários estados brasileiros. Para montagem dos cenários, estão sendo preparados e amassados mais de 40 veículos. Alguns carros novos foram doados pela Renault do Paraná e outros são oriundos de apreensões feitas pela Receita Federal.

As equipes competem nas modalidades Complexa e Standard. A diferença das modalidades acontece pelo cenário montado, número de vítimas e gravidade dos ferimentos simulados. Na modalidade Standard, o resgate é de uma vítima consciente ou com ferimentos mais leves, que deve ser resgatada em 20 minutos. Já na categoria Complexa, são duas vítimas, em estado grave, que podem estar em um ou dois veículos e devem ser resgatadas em no máximo 30 minutos. Todas as equipes competem nas duas modalidades. Mas, somente ficam sabendo de qual situação enfrentarão quando entram no parque e se deparam com o cenário de acidente já montado.

O objetivo da competição é preparar e estimular a atualização constante dos bombeiros e profissionais de resgate nas técnicas de extricação (retirada das vítimas das estruturas colapsadas) e atendimento pré-hospitalar de vítimas. As duas equipes vencedoras da competição em Chapecó participam da final mundial World Rescue Challenge, em agosto, na Romênia.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br


Foto: ADR Chapecó

O conhecimento adquirido em sala de aula ganhou formas na 2ª Mostra do Conhecimento de Ciências e Tecnologia realizada nesta quarta-feira, 12, nas escolas estaduais de Chapecó. Cartazes, maquetes, projetos ligados à tecnologia e interdisciplinares demonstraram o empenho dos alunos para participar da programação.

A atividade faz parte do calendário escolar, também está ocorrendo nas escolas da região, conforme data definida por cada educandário. Na E.E.B Marechal Bormann, os alunos da quarta série trabalharam a colonização de Chapecó e apresentaram o trabalho. “Eles trouxeram bastante curiosidades, se dedicaram muito a pesquisa e aos trabalhos produzidos em sala de aula”, afirma a professora de geografia e história Elisia Matos.

Entusiasmado, o aluno Lucas Fernandes, 8 anos, apresentou a maquete de uma aldeia produzida com os dois outros colegas durante três dias. “Estudamos sobre os índios xoklengs e entendemos como viviam, como eram os seus costumes, a gente aprende mais assim”, conta.

A 2ª Mostra do Conhecimento segue agora para a etapa regional, depois estadual, o melhor trabalho de cada escola nas categorias de ensino fundamental anos finais (6º ao 9º ano), ensino médio e médio inovador e profissional será levado para a fase regional, em setembro.  A etapa estadual será em outubro com os mesmos critérios.

Segundo a gerente de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional-Chapecó, Maria de Lurdes Seben, os alunos demonstraram muito empenho nos trabalhos apresentados. “Isso demonstra o quanto é importante aliar à teoria a prática para assimilação dos conteúdos”, destaca.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
ADR Chapecó
Fone: (49) 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
www.adrs.sc.gov.br/adrchapeco