Compartilhe

Aplicativo Escolas Dionísio Cerqueira
Foto: Gered/ADR Dionísio Cerqueira

Para tornar o processo de contagem da alimentação escolar mais ágil, econômico e transparente a Secretaria de Estado da Educação (SED) desenvolveu um aplicativo de  contagem automática das refeições servidas aos alunos. A estimativa é economizar em até 10% em 2017, sendo que em 2016 o investimento em alimentação escolar foi de R$ 130 milhões.

Foram desenvolvidos dois métodos com linguagens diferentes para serem utilizados de acordo com a realidade de cada escola. Dessa forma a contagem poderá ser feita por meio das câmeras digitais dos tablets fornecidos a escola via QR Code ou por código de barras lido através do aparelho leitor de código de barras identificado no computador. “Cada estudante terá a própria Carteira de Identificação Estudantil emitida pelo Sistema de Gestão Escolar de Santa Catarina (Sigesc) o que garante precisão na contagem”, explica o diretor de Articulação com os Municípios, Osmar Matiola.

Cerca de 180 mil estudantes terão acesso ao aplicativo no momento das refeições. Os dados computadorizados serão transferidos para o sistema de registros da alimentação escolar, repassando a quantidade de refeições a serem pagas por estudante em cada escola. “Em algum momento nós teríamos que dar esse passo para informatizar o sistema da alimentação e colocar ele dentro de uma tendência atual mundial”, frisa o coordenador da Gerência de Tecnologia da SED, Luiz Alberto Rosa.

Regional de Dionísio Cerqueira

Nos municípios da Agência de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira três escolas estão implantando o sistema de contagem das refeições via tablet, a EEB Theodureto Carlos de Faria Souto, EEB Claudino Crestani e EEB Irineu Bornhausen.

Nesta semana, a equipe da Gerência de Educação esteve na EEB Claudino Crestani, em Palma Sola, para acompanhar a implantação da nova ferramenta. Segundo a Gerente de Educação Tânia Gasperin dos Santos o aplicativo de contagem automática das refeições está em fase de testes no educandário, e em breve deverá estar funcionando 100%.

Formação

Para usar o aplicativo, 320 profissionais das escolas entre gestores, assistentes de Educação e profissionais das Gerências de Educação estão passando por uma formação no mês de maio a setembro para conhecer o novo sistema e aperfeiçoar o uso dos tablets. “O processo é uma forma de legitimar a quantidade e garantir a qualidade da merenda proporcionando segurança aos estudantes e profissionais em relação ao que consta no cardápio”, enfatiza a participante do curso e diretora da EEB Arnoldo Agenor Zimmermann do município de Gaspar, Doris Vargas Ramos.

O diretor Matiola ressalta que a ideia é levar ainda em 2017 a todas as escolas o novo método de contagem. “Neste primeiro momento 270 escolas da rede estadual de ensino, com mais de 900 alunos terão acesso ao aplicativo e até o final de 2018 todas as escolas da rede estadual passarão a utilizar o novo sistema”, diz.

Atualmente, os estudantes entregam uma fichinha de papel para a profissional responsável pelo acesso do aluno ao refeitório, que conforme apurado pela SED e em auditorias internas pode resultar em imprecisão dos números finais das refeições servidas e pagas às empresas prestadoras do serviço de alimentação escolar.

Informações adicionais para a imprensa

Dafnée Canello
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Educação

Manoely Dias Cogo
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira
E-mail: comunicacao@dcq.adr.sc.gov.br
Fone: (49) 3644-3317 / 99145-7142
Site: sc.gov.br/regionais/dionisiocerqueira