O governador Raimundo Colombo prestigiou na noite desta quinta-feira, 23, a entrega do 19º Prêmio Empreendedor José Paschoal Baggio, em cerimônia realizada no Serrano Tênis Clube, em Lages. A promoção do Correio Lageano premiou empresas que demonstraram grande potencial econômico e que mais contribuíram com o percentual de retorno do ICMS adicionado, além de colaborar para o crescimento regional por meio da inovação.

O governador Raimundo Colombo apontou o papel que os empreendedores possuem na sociedade e a importância da iniciativa que premia empresas da região da Serra catarinense. "É importante destacar as pessoas que geram riqueza e dignidade social. É através dos empreendedores que conseguimos superar as dificuldades que estamos enfrentando em tempos de crise", declarou.

Números positivos obtidos pelo Governo do Estado, que colocam Santa Catarina como segundo estado mais competitivo do Brasil, também foram citados pelo governador Raimundo Colombo para exemplificar algumas ações que garantiram a retomada do crescimento econômico. "A taxa de desemprego no Brasil é de 14%, enquanto que em Santa Catarina, é de 6%. Se formos ver os últimos três meses, o Estado teve um aumento de 22% de geração de empregos em relação ao Brasil, com 6.329 empregos em agosto, 8.011 em setembro e 8.611 em outubro", explicou.

Anfitriã do evento, a empresária Isabel Baggio, destacou a presença do governador Raimundo Colombo e do trabalho realizado pelo Governo do Estado na região. "Lages completou 251 anos ontem (22) e é preciso salientar que são diversos os investimentos do poder público. A nossa economia cresce, e isso se deve à visão empreendedora do governador Raimundo Colombo. As 50 empresas homenageadas são provas deste protagonismo", completou.

Gás natural

Durante a cerimônia, o governador Raimundo Colombo também assinou o termo de autorização de obras do projeto de redes estruturantes que antecipará o fornecimento de gás natural ao município da Serra catarinense. O projeto será realizado em duas etapas, que somadas resultarão na construção de mais de 25 quilômetros de redes e investimento aproximado de R$ 11,3 milhões. O termo também foi assinado pelo prefeito de Lages, Antônio Ceron, e pelo presidente da SCGÁS, Cósme Polêse.

As redes estruturantes, também conhecidas como redes isoladas, consistem em um trecho de gasodutos desconectado da rede principal, que pode ser abastecido por veículos que transportam o gás natural comprimido ou líquido até o local de distribuição. A SCGÁS tem investido na interiorização do insumo através do Projeto Serra, mas a previsão é que a chegada da rede principal à Lages ocorra a partir de 2020 - hoje, Rio do Sul é o município mais à Oeste de Santa Catarina que possui oferta de gás canalizado. Diante deste cenário, as redes estruturantes anteciparão a oferta e estimularão a demanda pelo gás natural no município.

A assinatura do termo acontecerá pouco mais de um mês depois do Conselho Administrativo da SCGÁS autorizar a Diretoria Executiva da distribuidora a assinar o contrato. Antes disso, o projeto precisou da aprovação da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) - as condições para realização foram indicadas através da Resolução nº 075, de março, e a autorização efetiva foi feita através da Resolução nº 090, em setembro.

A execução da obra se dará em duas etapas. A primeira, que tem prazo de execução previsto para 12 meses, exigirá investimento de R$ 7,1 milhões na construção de 12,5 quilômetros de rede. Já a segunda etapa resultará na construção de mais 13 quilômetros de gasodutos, com investimento aproximado de R$ 4,2 milhões. Inicialmente, as redes estruturantes deverão receber aproximadamente 180 mil m³ de gás natural por mês. Em estimativa de mercado feita pela SCGÁS, são três indústrias, 167 estabelecimentos comerciais, 476 unidades residenciais e três postos de GNV que podem ser atendidos inicialmente após a conclusão do projeto. A previsão é que as obras tenham início no próximo mês de fevereiro.

O Projeto Estruturante de Lages é inspirado no modelo de atendimento de gás natural em algumas regiões de Portugal e em modelos implantados no Rio de Janeiro. De acordo com o plano plurianual de negócios da SCGÁS, os próximos municípios contemplados com o projeto devem ser Correia Pinto, Garuva e Sombrio.

Informações adicionais para Imprensa:
Cristiano Rigo Dalcin
Assessoria de Comunicação
ADR Lages
Fones: (49) 98839-1727 / (48) 99984-3619
E-mail: imprensa.sdrlages@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/lages

 


Leonardo Mosimann Estrella
Assessoria de Comunicação
Companhia de Gás de Santa Catarina - SCGás
E-mail: leonardo.estrella@scgas.com.br
Telefone: (48) 3229-1256 / 99623-9891
www.scgas.com.br

 


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

A primeira etapa da pavimentação da SC-390, na região da Coxilha Rica, no interior do município de Lages, já é uma realidade. Nesta quinta-feira, 23, o governador Raimundo Colombo assinou a ordem de serviço que autoriza as obras de pavimentação asfáltica de 27,7 quilômetros e a construção de três pontes.

O investimento do Governo do Estado será de R$ 52,6 milhões, sendo R$ 46 milhões para a pavimentação do trecho localizado entre a BR-116 e a localidade de São Jorge, e R$ 5,7 milhões para a construção das pontes. As máquinas já iniciaram os trabalhos ao longo do trecho.

Colombo disse que a chegada do asfalto é fundamental para o desenvolvimento do agronegócio, com a produção de grãos, e também para o turismo rural. Sob o aspecto do potencial agrícola da região, Colombo destacou que a Coxilha Rica tem tudo para se transformar em um dos maiores celeiros de grãos do Estado, com aproximadamente 27 mil hectares de terra agricultáveis.



>>> Mais imagens na galeria

“Aumentar a produção de grãos é uma necessidade de Santa Catarina, seja pela melhora da produtividade ou pela expansão da área plantada. Se não fizermos, a indústria vai migrar para regiões onde o custo é mais barato”, pontuou o governador, explicando que se torna caro trazer de outros estados o milho, por exemplo - utilizada na alimentação de gado, aves e suínos. Na Coxilha Rica, a extensão de terras ideais para a implantação de lavouras chega a ser superior a de Campos Novos, no Meio-Oeste do Estado, considerado hoje o maior celeiro de Santa Catarina.

“As atividades de lavoura e pecuária trazem um retorno rápido ao produtor, a safra, por exemplo, pode ser colhida duas vezes por ano e com esse potencial de crescimento, as famílias podem aumentar e melhorar a renda. Só que pra isso é preciso oferecer uma infraestrutura adequada, como o que vai ocorrer com a chegada do asfalto aqui”, disse Colombo.

“Além de toda a importância econômica dessa obra, esse momento é também pra ter gratidão dos amigos que aqui estão e que acreditaram. Eles ofereceram compreensão a quem não queria entender, ofereceram a esperança no futuro a quem só queria falar do passado e hoje estamos aqui para desafiar e vencer o bom combate com a certeza que estamos ajudando a melhorar a vida e a honrar a bondade do nosso povo”, comemorou o governador.

O governador visitou o britador da empresa, que já está instalado, e as obras de duas pontes ao longo do trecho. O prazo para a conclusão da primeira etapa do asfaltamento na Coxilha Rica deverá ser executada no prazo de 24 meses, mas o objetivo inicial é entregar os primeiros 10 quilômetros até o início de abril de 2018. As três pontes serão construídas: sobre o Arroio Penteado (43 metros) e sobre os rios Sanga Tatados (27 metros) e Rio Pelotinhas (65 metros).

O presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Wanderley Agostini, revelou que foi preciso vencer muitos entraves para que as obras pudessem iniciar. “O importante é que hoje essa obra é uma realidade para contemplar uma das regiões mais produtivas do estado e fomentar o turismo em um dos locais com a paisagem natural mais bonita de Santa Catarina”.

Turismo na Coxilha Rica

No trecho que vai receber a primeira etapa de pavimentação, entre a BR-116 e o trevo de acesso à localidade de São Jorge, já começa a ser construído um hotel de alto padrão. A pedra fundamental do empreendimento foi lançada nesta quinta-feira, 23, com a presença do governador Raimundo Colombo e do empresário Elvio Francisco Presa, logo depois da autorização das obras de asfaltamento do trecho.

Atraído pela beleza natural da região, o empresário afirmou que o hotel vai oferecer infraestrutura de alto padrão com apartamentos de luxo e opções de lazer junto à natureza. “Nossa intenção é trabalhar de forma integrada com os hotéis e pousadas da região, as fazendas centenárias para oferecer turismo de qualidade na Serra Catarinense”, revelou o empresário.

“Daqui a alguns anos as pessoas irão poder desfrutar dessa estrutura, num cenário encantador, com tanta beleza. A Serra Catarinense como um todo irá se fortalecer e se qualificar na vocação turística. Receber bem quem chega aqui já é uma virtude que nasce com todo o serrano”, completou Colombo.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Jaqueline Noceti / Secom

Para promover o desenvolvimento social e econômico em diversas frentes de atuação, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Sebrae SC) e a prefeitura de Lages lançaram o programa Cidade Empreendedora. O governador Raimundo Colombo participou do evento nesta quinta-feira, 23, na Associação Empresarial de Lages, que também contou com a apresentação do projeto Serra de Sabores e com a entrega oficial, pelo Sebrae, do documento Lages em Números.

“É um passo importante para o desenvolvimento econômico e para oferecer mais e melhores empregos. O momento da economia é de retomada e nós precisamos preparar o ambiente pra que a gente aproveite da melhor forma esse cenário de crescimento que está se desenhando”, disse o governador.
A atuação integrada do Sebrae e a prefeitura visa a implantação de políticas para melhorar o ambiente de negócios, garantir condições favoráveis para o empreendedorismo e elevar os indicadores de qualidade de vida, assim como fomentar o conhecimento.

Serra de Sabores

Serão trabalhados produtos com a identidade territorial da Serra Catarinense, como o pinhão, a truta, o frescal, o queijo serrano, vinhos de altitude, maçã Fuji, mel de melato de bracatinga e a goiaba serrana. O projeto buscará a ampliação de mercado, a capacitação dos produtores com a dinamização e o fortalecimento da economia regional.

Lages em Números

O documento elaborado pelo Sebrae contém informações que sintetizam as várias bases de dados sobre as estatísticas relacionadas ao grau de desenvolvimento do município. O documento também comparou as informações de Lages com um conjunto de outros municípios, e com o próprio Estado, permitindo referências para as análises de evolução de indicadores e a representatividade do município em diversos contextos. As informações completas do relatório podem ser acessadas no sebrae.sc/lagesemnumeros

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Fotos: Jaqueline Noceti/Secom

O governador Raimundo Colombo visitou, na manhã desta quinta-feira, 23, as obras do Hospital Tereza Ramos, em Lages, que já estão 90% concluídas.  Colombo destacou que, a partir de fevereiro de 2018, a unidade deverá entrar em funcionamento, sendo uma das maiores e mais bem equipadas do estado.

"As obras físicas estão bem adiantadas, e os equipamentos já estão chegando. É importante acelerar este processo para garantir que, em fevereiro do ano que vem, o hospital comece a prestar o serviço à sociedade, porque a estrutura atual está totalmente ocupada", avaliou Colombo.

>>> Mais fotos na galeria

As obras vão praticamente dobrar a capacidade do Hospital Tereza Ramos, com 93 leitos - 30 de UTI - e dez salas de cirurgia. A nova estrutura contará ainda com heliponto e estará ligada ao atual hospital através de uma passarela. Colombo reforçou que obras semelhantes de ampliação de hospitais estão ocorrendo também em Chapecó, no Hospital Regional do Oeste, e em Itajaí, no Marieta Konder Bornhausen.

"São investimentos estratégicos. O momento é de tomar decisões bem pontuais para equipar e contratar pessoas para o atendimento em todas estas estruturas. Com esse sistema em funcionamento, teremos um ganho de qualidade muito significativo tanto no número de pacientes como nos serviços que estas unidades passarão a oferecer", concluiu Colombo.

Leia também:

>>> Governador inaugura obras e recebe homenagem no aniversário de Lages

>>> Na Serra catarinense, governador Colombo recebe título de Cidadão Otaciliense

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC