Os municípios de Imbituba, Imaruí, Garopaba, Pescaria Brava e Laguna receberão o Programa Mulher Viver Sem Violência / Mulheres e Cidadania, a partir de segunda-feira, 25, por meio de uma unidade móvel onde estarão disponíveis atendimentos às mulheres.

O atendimento nos municípios de menor porte será realizado com a promoção de ações de caráter preventivo, assistência, apuração, investigação e enquadramentos legais, sempre pautados no respeito aos direitos humanos e aos princípios do Estado Democrático de direito, norteados no Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as mulheres.

O programa Mulher Viver sem Violência foi lançado em 2013 pelo governo federal para integrar e ampliar os serviços públicos existentes voltados às mulheres em situação de violência.

Conheça a agenda e saiba onde encontrar a unidade móvel no seu município:

Dia 25/09 (segunda-feira) - Em Imbituba, a unidade estará na Avenida João Rimsa em frente a Policlínica, a partir das 11h:30min com previsão de encerramento dos atendimentos às 17h. Na oportunidade os serviços da Assistência Social serão disponibilizados com os profissionais atuantes no Centro de Referência de Assistência Social - CRAS, Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS e Programa Bolsa Família.

Dia 26/09 (terça-feira) – Em Imaruí, das 8h:30min às 17h na Praça Getúlio Vargas, no Centro,

Dia 27/09 (quarta-feira) - Em Garopaba, a unidade móvel estará na comunidade da Costa do Macacú, das 9h às 12h e das 14h às 16h.

Dia 28/09 (quinta-feira) - Em Pescaria Brava, a unidade móvel visitará as comunidades de Taquaruçu, das 9h às 12h e na Carreira do Siqueiro, das 13h:30min às 17h:30min.

Dia 29/09 (sexta-feira) - Em Laguna estará no distrito do Ribeirão Pequeno, em frente ao Salão Paroquial das 13h às 17h.

Os serviços serão disponibilizados por meio das prefeituras dos municípios de abrangência da Regional com apoio do Coordenadoria Estadual da Mulher em parceria com a Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna. 

A Gerência de Educação da 18ª ADR por meio da tutoria de gestão escolar reuniu nesta quarta-feira, 20, gestores das 31 unidades escolares que compõem a rede estadual de ensino nos municípios de abrangência da regional de Laguna. O encontro visa ampliar e dividir práticas nesta nova fase da educação, e integra o curso deGestão Democrática e o Papel do Gestor ofertado pela Gered aos gestores eleitos pela comunidade escolar.

Durante a formação, os educadores debateram o comportamento ético na gestão pública. "Como forma de aprendizado, criamos uma ótima oportunidade para reflexão e divisão dos conhecimentos vivenciados a partir da dinâmica de constituição de uma sala de aula", aponta a tutora de gestão escolar, Mithie Silva.

O gestor da EEB Saul Ulyssea, Iliomar de Bem, fala da importância de discutir as situações do dia a dia da escola. "A troca de experiências é um jeito prático de aprimorarmos o nosso trabalho, e especificamente com o tema do encontro, reforçarmos os princípios da moral e da ética".

No encerramento do encontro, o diretor do Ceja de Laguna, Leonardo Santana de Limas, destaca que a dinâmica fez com que os participantes se colocassem na posição de alunos, repensando atitudes e a postura no relacionamento profissional dentro das instituições de ensino.
O próximo encontro de gestores acontecerá no mês de outubro, com a realização de um Seminário para apresentação de metas e ações desenvolvidas nas unidades escolares.

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: sc.gov.br/regionais/laguna


Foto: Fabrícia Carneiro/ADR Laguna

A Gerência de Educação divulgou no fim da tarde desta quarta-feira, 20, os projetos classificados na etapa regional da XII Feira Regional de Ciências e Tecnologia da Educação Básica e Profissional. O evento reuniu estudantes da rede estadual de 31 escolas dos municípios de Laguna, Imbituba, Imaruí, Garopaba, Paulo Lopes e Pescaria Brava.

Os classificados nesta etapa participarão da Feira Estadual de Ciência e Tecnologia da Educação Básica e Profissional da Rede Pública Estadual de Santa Catarina (Fecitec/SC), que acontecerá dias 18 e 19 de outubro em Florianópolis.

A Fecitec/SC é uma atividade técnico-científico-culturaI que permite estabelecer interação e troca de experiências entre estudantes, professores e comunidade, a partir da exposição das produções científicas e culturais realizadas no contexto educativo. Essa ação contempla as diversas áreas do conhecimento, contribuindo para o fortalecimento da criatividade, do raciocínio lógico, da capacidade de pesquisa e autonomia intelectiva do estudante, além de auxiliar na divulgação da Ciência e Tecnologia.

Segundo a coordenadora da feira, Suely Vieira, o evento nesta edição reuniu 46 trabalhos, divididos nas categorias: ensino fundamental, ensino médio e técnico profissionalizante, dos quais foram classificados sete trabalhos para etapa estadual.

A Máquina Automática de Suco (Maus), elaborada com materiais recicláveis, apresentada pelos alunos Arthur da Rosa e Marielly Morais, da EEB André Antônio de Souza, de Imbituba, levou o primeiro lugar na categoria do ensino fundamental. O ensino médio propôs aos visitantes conhecer os benefícios das farinhas elaboradas e a prova de geleias e bolos elaborados a partir das cascas de frutas. Levando o projeto Joga as Cascas Pra Cá, da EEM Almirante Lamego, de Laguna, ao primeiro lugar na categoria.

Conheça os classificados por categoria:

Ensino Fundamental:
1º lugar: EEB André A. de Souza, de Imbituba - Maus - Máquina Automática de Suco
2º lugar: EEB Prefeito Pedro Bittencourt, de Imaruí - Casa Sustentável
3º lugar: EEB Eulina Heleodoro Barreto, de Imaruí - Artesanato Sustentável

Ensino Médio:
1º lugar: EEM Almirante Lamego, de Laguna - Joga as cascas pra cá
2º lugar: EEB Visconde do Rio Branco, de Imbituba - Projeto OCA, Visconde Sustentável
3º lugar: EEB Eulina Heleodoro Barreto, de Imaruí - Produção de Biogás 

Ensino Médio Profissionalizante:
1º lugar: EEM Annes Gualberto, de Imbituba - Game Educativo

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: sc.gov.br/regionais/laguna



O Seminário Inicial do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é realizado nesta terça-feira, 19, na sede da Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna. O evento reúne alfabetizadores, técnicos-pedagógicos, mediadores e articuladores do Programa Novo Mais Educação (PNME) dos anos iniciais que atuam nas escolas de abrangência da 18º Gerência de Educação.

A formação do PNAIC 2017 conta com aproximadamente 50 participantes, e acontece de setembro a dezembro, totalizando a carga horária de 100 horas. Serão 40 horas presenciais e 60 horas nas escolas estaduais de Laguna, Imbituba, Imaruí, Paulo Lopes, Garopaba e Pescaria Brava, sob responsabilidade da integradora educacional e coordenadora regional do PNAIC, Sueli Vieira.

As capacitações acontecem nos polos de Laguna e Imbituba, com apoio da UFSC/SED e terão como orientadoras de estudo, as Thatiane de Oliveira Marques e Cristina da Silva Pereira Campos.

Em setembro serão 14 horas de formação, compostas por 6 horas deste seminário e as demais subdivididas, em dois encontros de 4 horas, que acontecem nos pólos de Laguna, na EEB Comendador Rocha e de Imbituba, na EEB Álvaro Catão.

De acordo com a coordenadora Regional do PNAIC, Sueli Vieira, o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa corresponde à meta 5 do Plano Nacional de Educação, e é um compromisso formal assumido pelos Governos Federal, dos Estados e dos Municípios, para assegurar a plena alfabetização de todas as crianças, no máximo até os oito anos de idade. 

Sobre o Pnaic

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal e solidário assumido pelos governos Federal, do Distrito Federal, dos Estados e dos Municípios, desde 2012, para atender à meta 5 do Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece a obrigatoriedade de “Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º (terceiro) ano do ensino fundamental”. “O Ciclo de Alfabetização deve ser marcado por uma ação pedagógica intencional e progressiva que prepara uma estrutura sólida para novos aprendizados ao longo da vida.”

Informações adicionais para a imprensa
Fabrícia Silveira Carneiro
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna
E-mail: imprensa@lga.sdr.sc.gov.br
Fone: (48) 3647-7707 / 98843-3563
Site: sc.gov.br/regionais/laguna