Compartilhe

O secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de São Lourenço do Oeste, Walmor José Pederssetti, esteve, na tarde de quarta-feira, 20, em Florianópolis, onde assinou contratos e ordens de serviço para construção de novos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) na região, contemplando os municípios de Jupiá e Novo Horizonte. O evento de assinatura para construção de CRAS, CREAS e demais unidades sociais (um total de 43 pelo Estado) aconteceu na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e contou com a presença do secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, e do secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores, além de secretários de outras ADRs e prefeitos de municípios beneficiados.

Ao todo serão 30 Cras instalados, sendo 12 do lote 2 nos municípios de Atalanta, Balneário Rincão, Irati, Itapema, Jupiá, Laurentino, Lontras, Modelo, Ponte Alta do Norte, São Bonifácio, Três Barras e Zortéa, e mais 18 do lote 3 em Agronômica, Armazém, Balneário Gaivota, Barra Velha, Biguaçu, Caibi, Imbuia, Iporã do Oeste, Ipumirim, Jardinópolis, Morro Grande, Nova Trento, Nova Veneza, Novo Horizonte, Porto Belo, Romelândia, Salete e Santa Cecília.

Os 12 Creas serão construídos nos municípios de Caçador, Calmon, Florianópolis, Catanduvas, Forquilhinha, Laguna, Monte Castelo, Morro da Fumaça, Navegantes, Ponte Serrada, São Miguel do Oeste e Schroeder.

Guaramirim, no Norte do Estado, recebe uma Unidade Pública de Acolhimento Institucional. Seu objetivo é acolher as pessoas que tiveram seus vínculos familiares rompidos, sejam crianças, adolescentes ou idosos.

Creas são unidades públicas da política dr assistencia social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados. Cada unidade tem 220 metros quadros.

Os Cras são responsáveis pela organização e oferta de serviços da proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas), nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios. O prédio é construído no padrão de 171 metros quadrados e contempla toda a mobília.

Todas as unidades serão construídas dentro dos padrões exigidos de acessibilidade e espaço físico compatível com o trabalho social que é realizado.

Mais informações para a imprensa:
Juliana Balotin
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste
E-mail: ascom@snx.adr.sc.gov.br e juliana.balotin@gmail.com
Fone: (49) 3372-1003 / 98832-9273
Site: sc.gov.br/index.php/regionais/saolourencodooeste