Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Hospital Celso Ramos completa 52 anos com ampliação de serviços e investimentos

Hospital Celso Ramos completa 52 anos com ampliação de serviços e investimentos

Uma das unidades hospitalares mais importantes de Santa Catarina está comemorando 52 anos de funcionamento em meio a um processo de ampliação dos atendimentos, com a oferta de novos serviços. O Hospital Governador Celso Ramos (HGCR) celebra aniversário nesta quinta-feira, 08, após receber investimentos de mais de R$ 1 milhão.

Oportunidades

Próximos eventos

Hospital Celso Ramos completa 52 anos com ampliação de serviços e investimentos

Uma das unidades hospitalares mais importantes de Santa Catarina está comemorando 52 anos de funcionamento em meio a um processo de ampliação dos atendimentos, com a oferta de novos serviços. O Hospital Governador Celso Ramos (HGCR) celebra aniversário nesta quinta-feira, 08, após receber investimentos de mais de R$ 1 milhão.

Foto: Douglas Saviato/SAN

O governador Eduardo Pinho Moreira cumpriu, neste quarta-feira, 7, extensa agenda de reuniões em busca de recursos e parcerias em Brasília. Acompanhado da secretária de Articulação Nacional, Lourdes Coradi Martini, e a secretária de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Romanna Remor, Moreira se reuniu com o ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, para reivindicar R$ 3 milhões para o Sine de Santa Catarina e assinar um protocolo de intenções para promover ações da Escola do Trabalhador no estado. Já com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, solicitou cerca de R$ 40 milhões que Santa Catarina tem direito por meio do Auxílio Financeiro para Fomento de Exportações (FEX), e reforçou, pessoalmente, o pedido para o presidente Michel Temer.

O primeiro compromisso foi com o ministro Caio Vieira de Mello, com quem o governador se comprometeu a promover ações da Escola do Trabalhador em Santa Catarina. O programa visa à qualificação profissional e o combate ao desemprego, sendo os cursos online, gratuitos e sem necessidade de escolaridade prévia.

“Empresas nos procuram todos os dias para se instalarem em Santa Catarina e isso requer qualificação dos nossos trabalhadores. Por isso, firmamos a parceria prontamente, sendo o segundo Estado a aderir ao programa. Os cursos são variados e podem ser levados a todas as instâncias e segmentos da sociedade, inclusive, a presídios. É uma oportunidade de qualificação de mão de obra”, afirmou o governador.

As capacitações são realizadas em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), que emite um certificado como curso de extensão. No entanto, os alunos precisam concluir todas as aulas, obter nota mínima de cinco pontos e responder uma avaliação. Ao todo, são doze eixos temáticos, focados nas necessidades do mercado de trabalho: informação e comunicação; ambiente e saúde; turismo, hospitalidade e lazer; recursos naturais; desenvolvimento educacional e social; produção alimentícia; segurança; produção cultural e design; produção industrial; gestão e negócios; infraestrutura; controle e processos industriais.

De acordo com o ministro, a iniciativa trata-se de uma ação inédita e de um grande avanço do Ministério do Trabalho. “A capacitação significa uma importante ferramenta de ressocialização, empregabilidade e cidadania aos trabalhadores, como os presidiários brasileiros, que um dia retornarão ao convívio social”, frisou.

R$ 3 milhões para o Sine

Ainda no Ministério do Trabalho, Moreira reivindicou recursos para a continuidade dos atendimentos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Santa Catarina. Segundo o ministro, será empenhado e liberado nos próximos dias aproximadamente R$ 3 milhões para as unidades catarinenses.

“O trabalhador é o maior beneficiado com a atuação do Sine, uma porta de entrada para o mercado de trabalho. As agências são essenciais para o crescimento dos nossos índices de empregabilidade, que nos últimos meses se destacaram expressivamente. O trabalho desenvolvido nas agências do Estado fomenta o mercado e a competitividade”, destacou o governador.

Para a secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação a liberação dos valores são fundamentais para dar continuidade ao trabalho do Sine, que possui 124 postos de atendimentos em várias regiões do Estado, sendo 23 de execução direta e os demais com parcerias técnicas com os municípios.

Repasse de recursos do Governo Federal

O governador também esteve com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, buscando recursos da União, por meio do Auxílio Financeiro para Fomento de Exportações (FEX). O montante costuma ser repassado todos os anos como compensação pelas perdas com a Lei Kandir, que desonera o ICMS de produtos destinados para a exportação. Anualmente, o Governo Federal repassa aos Estados brasileiros um valor total de R$ 1,9 bilhão, sendo que Santa Catarina tem direito a R$ 40 milhões.

“Em seguida estive com o presidente da República, Michel Temer, e reforcei que o recurso seja repassado ainda este mês ou no máximo em dezembro. Essa é uma reivindicação justa de todos os municípios e Estados exportadores, que facilitará naturalmente o fechamento das contas de 2018”, frisou.

Informações adicionais para a imprensa
Douglas Saviato
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Articulação Nacional
E-mail: douglas@san.sc.gov.br
Fone: (61) 3101-0900 / 99304-0198
Site: www.san.sc.gov.br 

Foto: Maurício Vieira/Secom

O governador eleito Carlos Moisés se reuniu, na tarde desta terça-feira, com o Ministério Público de Santa Catarina para conhecer a fundo o trabalho do MPSC e se aproximar da instituição. Como transparência e eficiência são duas prioridades do próximo governo, Moisés enxerga o Ministério Público como um parceiro para a próxima gestão ser marcada por ser moderna e eficaz.

“Primeiramente, uma relação de visita, de apresentação mútua, e para firmar parcerias que já têm sido ofertadas pelo Ministério Público ao Estado, no sentido de disponibilizar ferramentas de inteligência, de cruzamento de dados, que nos prestam informações importantes. Dados que o Governo tem em mãos, mas muitas vezes tem dificuldade de tratar. O MP, inclusive, vai nos ceder uma servidora, que trabalha justamente em auditoria e transparência, e vem para a nossa fase de transição para fortalecer esse processo e a parceria do Ministério Público com o Estado de Santa Catarina”

Os representantes do Ministério Público, o procurador-Geral de Justiça, Sandro José Neis, o secretário-Geral do MPSC, Fernando da Silva Comin, o subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabio de Souza Trajano, e o subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Cid Luiz Ribeiro Schmitz, se colocaram à disposição do governador eleito e apresentaram um software desenvolvido pelo MPSC em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação como um exemplo de sinergia.

Mais fotos na galeria

Chamado de Painéis de Gestão, o aplicativo auxilia a identificar informações específicas para a tomada de decisão do gestor público. O cruzamento de dados permite saber as regiões mais necessitadas e em qual setor o investimento gera maior retorno. O intuito do governador é expandir o uso da ferramenta para outras pastas, como Saúde, Educação e Segurança Pública para otimizar ações e gerar economia de recursos públicos.

Na quarta-feira, Carlos Moisés divulga a equipe de transição. Ela será mista, composta por técnicos da atual gestão e nomes escolhidos pelo governador eleito.

Foto: Aires Mariga / Epagri

A Epagri recebeu nesta terça-feira, 6, o 20º Prêmio Fritz Müller. A Empresa foi premiada na categoria Agricultura Sustentável pelo projeto “Organização e melhoria no sistema de produção orgânica de banana prata no extremo sul catarinense”. 

O projeto premiado foi desenvolvido pela Gerência Regional da Epagri em Araranguá. Os técnicos da Empresa prestam assistência técnica que fomenta a produção de banana prata orgânica em três associações de agricultores familiares de seis municípios do extremo sul: Jacinto Machado, Praia Grande, Timbé do Sul, Ermo, Turvo e Santa Rosa do Sul. O Sul do Estado concentra 49% da produção catarinense de banana do grupo Prata.

Graças ao esforço conjunto da Epagri e produtores, as famílias atendidas deixaram de depositar nos 450 hectares de suas propriedades cerca de 337 toneladas de fertilizantes químicos e 45 mil litros de calda de agrotóxicos por ano. O resultado é uma banana produzida de forma limpa e sustentável.

Também se destacam no projeto a humanização e otimização da mão de obra, a adequação das casas de embalagens às normas sanitárias, a diminuição das perdas pós-colheita, melhorias na tecnologia de adubação e aplicação de óleo mineral, aumento na eficiência de transporte. Além disso, houve maior aproximação entre as associações e entidades, aumento do envolvimento da Epagri e melhor divulgação da cadeia produtiva.

O projeto elaborado pela Epagri permitiu investimentos superiores a R$ 1 milhão. Os recursos são provenientes do Programa SC Rural, coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca com apoio financeiro do Banco Mundial e do Governo de Santa Catarina.

Paulo Arruda, diretor de extensão da Epagri, destaca que a banana orgânica produzida no extremo sul de Santa Catarina já é uma grande referência para o Brasil. “A própria região busca essa diferenciação de produtos, tanto na banana como no arroz orgânico”, descreve ele, lembrando ainda que o Fritz Muller é um dos mais importantes prêmios de sustentabilidade do Estado.

Para Reginaldo Ghellere, gerente regional da Epagri em Araranguá, o prêmio reforça entre técnicos e agricultores que a sustentabilidade é o caminho correto a seguir. “Receber um prêmio desse nos deixa gratificados, porque é o reconhecimento do trabalho realizado por muitas mãos: os agricultores, os responsáveis pelas associações, e os colegas da Epagri que atuaram diretamente para que as coisas realmente acontecem”, avalia.

O Prêmio Fritz Müller é concedido pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) para empresas e instituições públicas que possuem trabalhos e projetos na área ambiental desenvolvidos em Santa Catarina. O projeto da produção de banana orgânica no Sul do Estado já foi premiado neste ano pela Editora Expressão com o troféu Onda Verde, uma das mais importantes condecorações na área de ecologia no Sul do Brasil.

Udesc inaugura escritório do Education USA
Foto: Luiz Eduardo Schmitt - UDESC

Nesta quinta-feira, 8, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) fará a inauguração do novo escritório do Education USA, que funcionará na sede do Campus I, no Bairro Itacorubi, em Florianópolis. A solenidade está marcada para as 10h, no Plenarinho da Reitoria.

Página 3 de 324