Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 17 de novembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 17 de novembro de 2017

O governador Raimundo Colombo fala sobre a ressocialização dos presos no estado, os resultados do agronegócio e o projeto piloto da Secretaria da Educação com a implantação do sistema de matrículas online.


Oportunidades

Próximos eventos


Foto de arquivo: Jaqueline Noceti / Secom

A Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) abriu nesta quarta-feira, 22, o prazo de cadastramento de projetos para o programa de transferência de recursos para o Carnaval 2018 em Santa Catarina. O programa terá até R$ 2 milhões para serem distribuídos entre municípios e entidades públicas que inscreverem propostas e estiverem aptos a receber recursos estaduais por meio do Fundo de Incentivo ao Turismo (Funturismo).

"A mobilização e o esforço do servidores da secretaria foi muito importante para conseguirmos disponibilizar esses recursos a tempo de as prefeituras e as entidades públicas conseguirem atender o necessário processo burocrático e conseguirmos fazer um grande Carnaval em Santa Catarina" , comentou o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan.

Dentre os itens que poderão ser pagos com recursos do Funturismo estão a locação de sonorização, trio elétrico, iluminação, sanitários químicos, arquibancadas, grades, palco, estandes, contratação de serviço de limpeza, segurança, pesquisa e divulgação na mídia.

O período de cadastro no Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal vai até 4 de dezembro. A data-limite para entrega da documentação na Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de origem do proponente é 8 de dezembro. Municípios da Grande Florianópolis devem procurar o Núcleo de Gestão de Convênios. Já a ADR ou Núcleo de Gestão de Convênios deverá protocolar os documentos na SOL até o dia 15 de dezembro.

Mais informações sobre o Programa Transferência Carnaval 2018 estão disponíveis neste link.

Informações adicionais para a imprensa

Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br 


Foto feita por drone da Fatma durante treinamento. Foto: Divulgação / Fatma

Técnicos da Fundação do Meio Ambiente (Fatma) vão utilizar pela primeira vez Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), conhecidos como drones, no licenciamento ambiental. A ação será nesta quinta-feira, 23, durante vistoria do Complexo Eólico Contestado, em Água Doce, região Oeste do Estado.

“A Fatma foi o segundo órgão brasileiro a implementar a utilização de drones de acordo com as normas do Departamento de Controle do Espaço Aéreo e têm recebido solicitações de outras instituições para ministrar cursos e parcerias”, conta o assessor de auditoria interna da Fatma e responsável pelo projeto, Mario Henrique Vicente.

A Fundação conta com cinco drones. “Vamos adquirir mais 14 nos próximos dias e mais 36 servidores receberão treinamentos. Em breve também teremos um sistema de processamento que vai permitir uma análise completa e mais rápida das imagens captadas”, explica o diretor Administrativo e Financeiro da Fatma, André Adriano Dick. Os veículos aéreos possuem sensor termal e infravermelho que ajudarão na identificação de focos de incêndio, fiscalização de caça ilegal e também no licenciamento. Os equipamentos têm autonomia de 28 minutos.

Histórico dos drones

A Fatma recebeu a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para utilizar drones em fevereiro deste ano. De acordo com o documento, os equipamentos da Fatma deverão voar no máximo em uma altura de 120 metros e podem pesar até 25 quilos. Todos os usuários têm que ter mais de 18 anos e atender os requisitos exigidos pela Agência. Os treinamentos, teóricos e práticos começaram em junho deste ano, sem prazo para terminar. Os servidores aprendem sobre legislação, segurança, utilização e processamento das imagens captadas. No total, 20 técnicos da Fatma receberam a capacitação inicial. Representantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental e Epagri também participam dos encontros.

Câmara Técnica

Todo o treinamento é dado pelos membros da Câmara Técnica da Auditoria Ambiental de Precisão e Desenvolvimento e Aplicações do VANT, liderada pelo assessor de Auditoria Interna, Mário Vicente, e formada pelos servidores Carlos Cassini, Diego Hemkmeier, Davi Vieira da Rosa, André Adriano Dick e Adrio Peixoto Centeno. O treinamento também conta com o apoio do capitão Átila Medeiros Sarte, do Corpo de Bombeiros.

Texto: Anne Caroline Anderson

Mais informações para imprensa:
Claudia de Conto/Anne Caroline Anderson
comunicacao@fatma.sc.gov.br
(
48) 3665.4177/99172.8277
Ascom Fatma


Foto: Joberth Krause/Prefeitura de São Bento do Sul

Por meio do programa Badesc Cidades, a cidade de São Bento do Sul poderá concretizar a compra de novos equipamentos que irão servir como um incentivo à agricultura da região. O contrato no valor de R$ 2,25 milhões foi assinado nesta terça-feira, 21, entre o Governo do Estado, a Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc) e a prefeitura.

O prefeito da cidade, Magno Bollmann, afirmou que a compra dos equipamentos vai contribuir com um projeto maior de manter os jovens no setor rural da região e que vai de encontro com o desenvolvimento do turismo regional de quatro municípios. “Somos um município enxuto, com capacidade de endividamento pequena, e estes recursos do Badesc vão abrir caminhos para nossos projetos regionais”, enfatizou Bollmann.

O presidente do Badesc, José Caramori, reforçou que os recursos possibilitam que os municípios realizarem obras que não conseguiriam apenas com a receita própria, promovendo assim o desenvolvimento e a qualidade de vida nos municípios. “O Badesc está cumprindo seu papel fomentador com a nossa missão de ser um braço governamental de apoio a obras e ações que capacitam os municípios a construírem um cenário de desenvolvimento. Neste sentido, o Badesc Cidades é a nossa menina dos olhos que, principalmente, neste momento de crise, vem cobrir essa lacuna com prazos acessíveis e juros baixos”, destaca Caramori.

O programa Badesc Cidades é uma linha de crédito que financia até 100% do valor de investimentos voltados ao sistema viário, turismo, desenvolvimento institucional, empreendimentos comunitários, equipamentos, infraestrutura, habitação, saneamento básico, saúde e transporte escolar. Os municípios catarinenses podem obter financiamentos baseados na arrecadação, com um ano de carência e três para pagamentos. Desde 2011, o Badesc Cidades já atendeu 231 cidades catarinenses, realizou 489 operações e investiu R$ 849 milhões no Estado. 

Mais informações para a imprensa:
Monica Foltran
Assessoria de Comunicação
Badesc
Fone: (48) 3216-5013/99696-1366
Email: monicaa@badesc.gov.br
www.badesc.gov.br


Foto: Dviulgação / FCEE 

A Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), através do Centro de Educação Física, promove nesta sexta-feira, 24, o VI Encontro Catarinense de Capoeira Especial. O evento, que deve reunir cerca de 200 pessoas no campus da FCEE em São José, contará com a participação das Apaes das cidades de Brusque, Governador Celso Ramos, Biguaçu, Porto Belo, Coronel Freitas, Nova Veneza, Pinhalzinho, além da Associação Amigo de Down de São José e a Associação Catarinense da Síndrome do X-Frágil.

O evento, que ocorre das 9h às 16h, terá rodas de capoeira com a presença de mestres da Bahia e do Rio de Janeiro, aulões de maculelê, um festival de cantadores, além de relatos de experiências e rodas de educadores.

O Encontro Catarinense de Capoeira Especial surgiu na FCEE em 2012 depois de um levantamento sobre a quantidade de instituições catarinenses que ofereciam aulas de capoeira de forma inclusiva. A partir de 2014 sua realização se tornou itinerante, passando pelos municípios de Brusque, Nova Veneza e Governador Celso Ramos, voltando este ano para São José.

O Encontro servirá também como aula presencial do curso de capacitação oferecido pela FCEE na modalidade a distância “Capoeira para Pessoas com Deficiência”, que começou dia 24 de outubro, com a participação de 30 professores de todo o Estado. 

SERVIÇO:
VI Encontro Catarinense de Capoeira Especial
Data: 24/11/2017
Horário: das 9h às 16h
Local: Fundação Catarinense de Educação Especial
Rua Paulino Pedro Hermes, 2785 - Bairro Nossa Senhora do Rosário - São José / SC

Informações adicionais para a imprensa:
Aline Buaes
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Educação Especial - FCCE
E-mail: imprensa@fcee.sc.gov.br
Fone: (48) 3381-1693 / 99115-8918
Site: www.fcee.sc.gov.br


Foto: Agência de Notícias/Embrapa

Como maior exportador de carne suína do país, Santa Catarina ainda analisa as conseqüências da decisão do Serviço Federal Sanitário e Fitossanitário da Rússia sobre a suspensão da importação de carne suína produzida no Brasil, devido à presença de ractopamina e outros estimulantes para o crescimento muscular dos animais.

O uso de ractopamina é permitido no Brasil e nos Estados Unidos, porém proibido na Europa e na Ásia. Para evitar qualquer tipo de contaminação, o Brasil utiliza o sistema de segregação de suínos para exportação de carne para a Rússia e Japão, por exemplo. Ou seja, os suínos recebem outro tipo de ração e são criados em outros locais, não tendo contato com os animais que serão destinados para mercados que permitem o uso da substância.

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, ressalta que o sistema catarinense de produção de carnes é extremamente confiável, tanto que o estado tem acesso aos mercados mais exigentes do mundo, e passa constantemente por auditorias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e também da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). “Nós demoramos muito para conquistar os mercados que temos hoje e tomamos todo cuidado para atender todas as exigências internacionais. Estamos ansiosos por mais informações para que possamos averiguar a denúncia da Rússia”, ressalta.

Normalmente já há uma queda nas vendas para a Rússia a partir de novembro, afinal, com o início do inverno, os portos russos congelam e praticamente não acontecem mais embarques de carnes para o país. As vendas então retornam em fevereiro. “Nossas indústrias estão preparadas para a diminuição nas vendas para a Rússia nesse período e, com o aquecimento na economia brasileira, nossa expectativa é ampliar as vendas no mercado interno. Mas é importante esclarecer que o Estado ainda não recebeu nenhuma notificação das autoridades russas sobre a suspensão de importação e nem mesmo sobre a contaminação nas carnes vendidas”, afirma Sopelsa.

Até o momento as autoridades russas não divulgaram a origem da carne contaminada com ractopamina nem os exames laboratoriais que comprovam a presença da substância. Na tarde desta terça-feira, 21, o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal do Ministério da Agricultura solicitou ao Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia que envie os certificados do serviço de inspeção e os laudos laboratoriais indicando a presença do estimulante de crescimento para que, assim, possa fazer uma investigação interna. Os documentos já estão sob posse da embaixada brasileira em Moscou e devem ser enviados ao Brasil ainda nesta quarta-feira, 22.

A Rússia é um importante mercado para a suinocultura catarinense e responde por 39,6% do total exportado pelo estado este ano. De janeiro a outubro, Santa Catarina embarcou 92,6 mil toneladas para a Rússia, faturando mais de US$ 246 milhões.

Santa Catarina é o maior produtor nacional de suínos com 969 mil toneladas produzidas em 2016, sendo que 28,3% desse total são destinados para a exportação. Os principais mercados internacionais para a carne suína catarinense são: Rússia, China e Hong Kong.

Informações adicionais:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC

Página 3 de 199