Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Ponte Hercílio Luz - 10/07/2017

Ponte Hercílio Luz - 10/07/2017

Nas redes sociais e portais da #nossahercilioluz e do Governo é possível acompanhar as obras de restauração da ponte. Etapas importantes já foram realizadas e nesse vídeo você pode relembrar as principais. Confira.

Oportunidades

Próximos eventos


Filme: A Árvore de Humberto - Divulgação

A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis chega à sua 16ª edição, de 1 a 9 de julho, no Teatro Pedro Ivo, com atrações para a família, aos fins de semana, e Sessões Escola, de segunda a sexta. Para estudantes de escolas públicas, a Mostra oferece transporte gratuito até o teatro. Além disso, haverá uma sessão especial para jovens na Fiesc e uma Mostra Itinerante nos bairros mais afastados do teatro. O evento tem patrocínio do Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

O Encontro Nacional do Cinema Infantil abre a programação adulta, no Cinema do CIC, com a participação da Secretaria do Audiovisual e Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural (SCDC), ambas do Ministério da Cultura. Na ocasião, haverá lançamento e distribuição da Revista Filme Cultura da Secretaria do Audiovisual, cujo temática é Infância, Cinema e Futuro.

>>> Acesse a galeria de imagens

Totalmente gratuita, a mostra exibirá cerca de 70 filmes do Brasil e do mundo. Neste ano, volta a dar prêmios em dinheiro, devido a uma parceria com o Canal Futura. Para as produções nacionais, serão quatro prêmios no valor de R$ 5 mil: Melhor Animação e Melhor Ficção, escolhidos pelo Júri Oficial; Prêmio Júri Popular, concedido pelo voto do público; e o Prêmio Especial, apontado por um júri formado por crianças.

Entre as atrações da 16ª edição estão oficinas de cinema para crianças e adultos. Integra ainda a programação adulta o Fórum de Cinema e Educação para professores da rede municipal, que vai abordar “A Cor da Cultura”, projeto do Canal Futura voltado à valorização dos saberes afro-brasileiros.

No primeiro dia da Mostra ocorre a pré-estreia nacional da animação “Peixonauta - o Filme”, no Teatro Pedro Ivo, com a presença da diretora Célia Catunda para uma conversa com adultos e crianças, após a sessão. O fim de semana contempla ainda a exibição de outros dois longas nacionais “Jonas e o circo sem lona”, de Paula Gomes, e “O escaravelho do Diabo”, de Carlo Milani.

Faz parte da programação uma sessão Anima Mundi com animações produzidas no Brasil e em países como Republica Tcheca, Alemanha e Reino Unido. Cerca de 80% dos filmes selecionados para o festival neste ano são de Animação. E a Sessão Internacional exibe o longa alemão Fiddlesticks, de Veit Helmer, dublado especialmente para a Mostra. 

No último fim de semana, em destaque o lançamento da Sessão Jovem Curtas Internacionais com filmes legendados, como o iraniano Just this once, de Mohammad Hassan Shahmohammadi. No último dia da Mostra é a chance de assistir aos filmes vencedores. Na Sessão Longa Nacional tem exibição do “Os Santimbancos Trapalhões”, ficção de João Daniel Tikhomiroff, que faz uma releitura do filme lançado na década de 80. Haverá ainda sessão de curtas estrangeiros com dublagem ao vivo.

Além da programação no Pedro Ivo, são realizados cineclubes da Mostra nas escolas, Mostras Itinerantes e o Circuito Estadual de Cinema Infantil nos municípios catarinenses. A programação completa pode ser conferida no site www.mostradecinemainfantil.com.br

Palquinho

No hall do Centro Administrativo, onde está localizado o Teatro Pedro Ivo, haverá café, sala de leitura da Biblioteca Barca dos Livros e Livraria. Nos finais de tarde tem Palquinho da Mostra. Os shows ficam por conta do grupo “É da nossa cor” com Cores de Aidê Show, No Dorso do Rinoceronte, Tac Tic Tum e Super Banda com o Espetáculo para todas as idades.

Acessibilidade

Haverá legendas para surdos e ensurdecidos aos finais de semana e uma sessão com libras e audiodescrição ao vivo no primeiro sábado (1), às 16h30. Um intérprete de libras estará presente durante toda a programação.

Informações adicionais para a imprensa:
Paula Guimarães | jornalista
Fones: (48) 9976-5201 (48) 9128-9291
E-mail: paulapgui@gmail.com


Foto: Celesc/Divulgação

O Projeto Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica, uma parceria entre a Celesc e a Engie Solar, que subsidiou a instalação de sistemas fotovoltaicos residenciais para mil catarinenses, vai realizar um workshop aberto ao público na terça-feira, 4, às 15h, na sede da distribuidora, no Itacorubi. As inscrições são gratuitas, mas os interessados devem se cadastrar previamente no portal do Programa Eficiência Energética da Celesc.

O evento visa disseminar informações sobre o funcionamento desses sistemas e as vantagens da microgeração com energia solar. “Esses workshops serão realizados em várias cidades pelo estado para disseminar conhecimento sobre a microgeração com fonte solar. O Bônus Fotovoltaico recebeu mais de 11 mil inscrições, o que demonstra o grande interesse dos catarinenses pelo assunto”, explica o presidente da Celesc, Cleverson Siewert.

Ao todo, serão realizados seis workshops, um em cada região de Santa Catarina, com representantes da Celesc, Engie Solar e do Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na América Latina (Ideal): “As pessoas querem saber como gerar a sua própria energia. Eventos assim são fundamentais para transmitir conhecimento e acelerar a popularização do uso da energia solar”, destaca o presidente da Engie Solar, Rodolfo de Sousa Pinto.

Para participar do workshop, é preciso se cadastrar, até às 17h da próxima segunda-feira, dia 3, por meio do link para inscrição no Portal Programa de Eficiência Energética.

Projeto 

O Bônus Eficiente Linha Fotovoltaica já instalou 135 dos mil sistemas fotovoltaicos previstos. A iniciativa é um marco para a energia solar no país, tanto por sua proposta inédita de oferecer subsídio na compra quanto pelo número de unidades disponibilizadas. Atualmente, em todo o Brasil, existem apenas 11 mil desses sistemas conectados à rede elétrica.

Com recursos de R$ 11,3 milhões do Programa de Eficiência Energética ANEEL/Celesc, o projeto acelera a popularização da microgeração de energia em Santa Catarina. Os consumidores aprovados adquiriram sistemas fotovoltaicos de 2,6kWp, pagando apenas R$ 6,7 mil, ou seja, 40% do custo total praticado no mercado.

“O benefício para o consumidor é a economia na conta de energia elétrica que, após a instalação dos painéis fotovoltaicos, pode chegar a R$ 2 mil por ano. Com isso, o investimento individual no sistema será recuperado em pouco mais de três anos”, esclarece o chefe da Divisão de Eficiência Energética da Celesc, engenheiro Marco Aurélio Gianesini. 

Informações adicionais para a imprensa
Vânia Mattozo
Assessoria de Imprensa 
Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. - Celesc 
E-mail: vaniaam@celesc.com.br e comunica@celesc.com.br
Atendimento 24h: 0800-480120
Site: www.celesc.com.br


Foto: Chênia Cenci / ADR 

A obra de pavimentação da Serra do Corvo Branco, na rodovia SC-370, em Grão-Pará, recebem nesta semana mais seis quilômetros de pavimentação, somando assim 21,5 quilômetros asfaltados. Os 2,5 quilômetros faltantes estão em questão judicial para desapropriação de terra.

A obra tem extensão de 23,5 quilômetros, três pontes construídas e um investimento de R$ 41,3 milhões. São mais de 18 homens e 12 máquinas trabalhando. “Paralelo à pavimentação também acontece a construção de canaletas na rodovia. Assim que concluída a obra, aumentará muito o desenvolvimento de todo o Sul do Estado”, afirma o secretário excecutivo, Ricardo Medeiros.

Informações adicionais para a imprensa:
Chênia Priscila Cenci
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Braço do Norte
E-mail:  imprensa@bon.adr.sc.gov.br
Telefone: (48) 3651-1804 / 99114-6076
Site: www.adrs.sc.gov.br/adrbracodonorte


Foto: Edinéia Rauta/SED

O secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, participou na manhã de quinta-feira, 29, da mesa de debate De Olho no Ensino Médio: Desafios e Oportunidades, durante o 1° Congresso de Jornalismo de Educação, em São Paulo. A discussão teve a participação da secretária de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, e foi mediada pela jornalista do G1, Carol Moreno.

A discussão do ensino médio começou em 2012, com base em indicadores educacionais. "Muitos estudantes não chegam ao ensino médio. Dos que chegam, muitos não ficam. Dos que ficam, muitos não aprendem. Dos que aprendem, o conteúdo não é suficiente ou não tem muita utilidade", explica o professor da Universidade de Federal de Minas Gerais, Chico Soares.

Para Deschamps, não podemos perder a oportunidade de mudar essa realidade. "O ensino médio atual forma o aluno para ir para universidade. A lei do ensino médio permite soltar essas amarras, pois 80% dos que concluem esta etapa, não vão para universidade imediatamente. O foco principal é trabalhar com quem evade e não aprende", destaca.

Segundo Macaé, é preciso garantir o direito à educação para todos e trabalhar a formação dos jovens. "A discriminação nas escolas existe nas classes mais baixas, e isso faz com que desistam dos estudos. Precisamos também de uma reforma neste sentido: social, racial, sem desigualdade", comenta.

Porém, a lei não é auto aplicável. Segundo o secretário, o caminho a se percorrer ainda é grande. "A lei abre oportunidades, mas não responde muitas perguntas. Diz como pode ser feito, mas não como deve ser feito. Por exemplo, não dá para implementar agora a flexibilização. Não existe norma específica para isso neste momento", explica.

Alguns passos a serem seguidos são: discutir a base curricular comum do ensino médio, as diretrizes curriculares, a regulamentação por meio dos sistemas educacionais, a formação dos professores e forma de contratação dos professores.

Estudantes

Hoje, a educação divide a atenção do jovem com o mundo do trabalho, com atividades ilícitas, entre outros. "Tornar o ensino médio mais atraente é uma forma de chamar a atenção deste jovem e prepará-lo para uma sociedade do século 21, que é muito desafiadora", defende Deschamps.

Em Santa Catarina, a ideia é debater e buscar, junto aos estudantes, suas necessidades e expectativas em relação ao novo modelo. Para isso, a Secretaria de Estado da Educação vai realizar seminários e audiências. "Estamos trabalhando para dar condições para que efetivamente os nossos estudantes tenham uma educação que os preparem para o ambiente competitivo que estamos vivendo. Queremos a ajuda dos alunos, juntamente à sociedade e aos professores para construir os melhores caminhos para o currículo do ensino médio de Santa Catarina", finaliza.

Jornalismo e educação

Durante dois dias, profissionais que tratam da educação nos diferente veículos de comunicação do país participaram de debates, plenárias e oficinas práticas sobre os desafios da cobertura de educação no Brasil.

"É muito valido criar nos veículos jornalísticos essa especialização e falar do processo educacional. É importante o debate de alto nível levando para sociedade os pontos vitais de discussão com análise e dados que possibilitam construir políticas públicas que possam dar resultados. Tudo isso não esquecendo o papel de fiscalização que os jornalistas têm para que possamos encontrar soluções como gestores", destaca Deschamps.

Informações adicionais para a imprensa
Edinéia Rauta
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Educação  - SED
E-mail: edineiarauta@sed.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-0353 / 3664-0161 / 3664-0356 / 98843-5084
Site: www.sed.sc.gov.br


Foto: Jeferson Baldo / GVG

Mais de 90% das obras de dois dos três lotes do novo acesso rodoviário ao Sul da Ilha de Santa Catarina e ao novo Aeroporto Hercílio Luz já foram concluídos e o outro aguarda licenciamento ambiental, informou o vice-governador Eduardo Moreira ao prefeito de Florianópolis Gean Loureiro e aos diretores da Racional Engenharia, em reunião na prefeitura, nesta quinta-feira, 29.

A Racional foi contratada pela Zurich Airport, vencedora da leilão feito pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). “Esta é uma das obras prioritárias do Governo do Estado em Florianópolis”, reafirmou Moreira.

Já os trabalhos de engenharia no novo aeroporto deverão ser retomados no início do próximo ano, previu a diretora executiva da Racional. A construção do terminal foi interrompida em outubro de 2014, quando ocorreu a rescisão do contrato com a vencedora da licitação.

O investimento do Governo do Estado no trecho rodoviário é de aproximadamente R$ 52 milhões, informou o engenheiro responsável do Deinfra, Cléo Quaresma. Também participaram do encontro do secretário adjunto de Infraestrutura, Paulo França, diretores da Celesc; o vice-prefeito de Florianópolis, João Batista Nunes, secretários municipais e vereadores.

Informações adicionais para a imprensa:
Vitor Louzado
Assessoria de Imprensa
Gabinete do Vice-governador
E-mail: vhlouzado@hotmail.com
Telefone: (48) 99118 9821

 

Página 25 de 84