Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

Com a Palavra, o Governador - 16 de fevereiro de 2018

O Governador Raimundo Colombo fala sobre sua licença, o período de transição que se aproxima e um análise geral sobre o estado e o governo

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: James Tavares / Secom

O governador Raimundo Colombo participou nesta terça-feira, 9, em Joinville, da abertura oficial da 15ª Expogestão, Congresso Nacional de Atualização em Gestão, no Complexo Expoville. Considerado um dos maiores eventos corporativos do Brasil, o congresso vai até a quinta-feira, 11, e reúne na programação palestras e workshops, além de uma feira de produtos, serviços e soluções empresariais.

“Os desafios da gestão tanto pública, quanto privada estão muito fortes e a Expogestão reúne empresários de Santa Catarina e do país para discutir inovação, qualidade na gestão e bons resultados. Isso nos anima, é exatamente esta a forma. Temos que melhorar nossa produtividade e eficiência para melhorar os resultados. Este congresso é uma oportunidade para um amplo debate, para avaliarmos tudo que diz respeito a nós mesmos e a nossa sociedade, oportunidade de pensar, ouvir, construir e realizar”, destacou o governador.

Líderes empresariais, gestores e público em geral poderão trocar ideias sobre assuntos como liderança, inovação, marketing, negócios, comportamento e qualidade de vida. O evento conta com 13 palestrantes, mais de 40 workshops e deve reunir mais de seis mil pessoas.

Raimundo Colombo destacou que o último ano foi desafiador. Ao mesmo tempo em que a arrecadação encolheu por conta da economia instável e da diminuição do consumo, a demanda pelos serviços públicos aumentou. “Mesmo assim, em Santa Catarina optamos por não aumentar impostos, foram feitas reformas profundas na estrutura do Estado, buscamos diminuir despesas e aplicar melhor os recursos disponíveis sem deixar de investir”, salientou.

O governador disse ainda que o impacto da crise foi grande na economia brasileira, mas começa a dar bons sinais. “O primeiro quadrimestre foi positivo. Em todos os vetores analisados, os resultados são positivos, a arrecadação também melhorou. Precisamos que a retomada do crescimento da economia seja confiável, seguro e permanente”.

“Santa Catarina é referência em empresas inovadoras e de alto valor agregado. Um evento como a Expogestão contribui para melhorar o ambiente de negócios em nosso Estado”, desse o secretário de Desenvolvimento Econômico é Sustentável, Carlos Chiodini.

O presidente da Fiesc, Glauco Corte, informou que Santa Catarina teve um crescimento de 5% no primeiro trimestre em comparação ao mesmo período do ano passado e a exportação, 17%. Foram gerados 18 mil empregos pela indústria. “É o início do crescimento da economia de Santa Catarina.”

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Divulgação / Fatma

A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) vai abrir os parques estaduais em horário diferenciado para os participantes do Global Big Day, que ocorre durante 24 horas de sábado, 13. O evento, que está na terceira edição, é destinado aos grupos de observadores de pássaros, que são convidados a postar fotos do maior número de aves vistas com os detalhes sobre cada local na plataforma online eBird. 

Os horários alternativos dos parques serão apenas para grupos que possuem experiência e com contato prévio. Em Santa Catarina, estima-se que existam mais de 1,8 mil pessoas que praticam a atividade. “Essa forma de observação de pássaros exige muita concentração e silêncio, mas quem gosta de aves e ainda é leigo no assunto, pode participar fotografando em locais como praças ou até no quintal de casa”, explica o técnico da Fatma e chefe do Parque Fritz Plaumann, Carlos Cassini. 

Evento coloca Santa Catarina no mapa do ecoturismo

Para o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Rates, a participação dos parques vai tornar o Estado mais conhecido pelos praticantes do ecoturismo. “Com as imagens dos pássaros são registrados também a localização e detalhes do local. Temos uma natureza rica e diferenciada que ganha divulgação e se torna conhecida no mundo todo”, explica Waltrick.

No evento do ano passado, 154 países participaram e foram registrados 17 mil avistamentos. Mais de 60% das espécies que existem no mundo foram observadas e fotografadas em 24 horas. Mais informações estão no http://bigdaybrasil.com.br.

Contatos para os grupos dos parques estaduais:

 

Serra Furada (Orleans e Grão-Pará)

serrafurada@fatma.sc.gov.br

(48) 99172-8817.

 

Rio Vermelho (Florianópolis)

daniel@fatma.sc.gov.br

(48)99172 9006

 

Fritz Plaumann (Concórdia)

contato@parquefritzplaumann.org.br

(49) 98839 1493

 

Araucárias (São Domingos)

grimpeiro@gmail.com

(49) 991324969

 

Acarai (São Francisco do Sul)

acarai@fatma.sc.gov.br

(47) 3442-3835

 

Serra do Tabuleiro (Palhoça)

centrodevisitantestabuleiro@gmail.com 

(48) 3286-2624.

 

Rio Canoas (Campos Novos)

leila@fatma.sc.gov.br

Fone/Whats: (49) 988391183

Mais informações para a imprensa:
Claudia De Conto
Assessoria de Comunicação
Fundação do Meio Ambiente (Fatma)
E-mail: comunicacao@fatma.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-4177 / 99172-8277 / 98845-7087 
www.fatma.sc.gov.br 

 

Foto: Fernanda Rodrigues - SAN/SC

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) autorizou a assinatura do acordo de cooperação técnica com a Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma) para delegação de competência do licenciamento ambiental das obras da Barragem de Contenção de Cheias de Botuverá, no Rio Itajaí-Mirim, médio Vale do Itajaí. O parecer foi confirmado pela presidente do Ibama, Suely Mara Vaz, ao secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, nesta terça-feira, 9, em Brasília.

A previsão é que o texto seja publicado no Diário Oficial da União (DOU) em até duas semanas. “Reconhecemos que é uma obra de extrema importância para Santa Catarina e que a Fatma tem capacidade técnica, jurídica e operacional para conduzir o processo de licenciamento de forma ágil”, afirmou Suely.

Com a licença, a Defesa Civil SC estará apta para abrir o processo licitatório. Serão três licitações: da obra, da supervisão e da aplicação dos planos básicos ambientais. Logo após é dada a ordem de serviço e os trabalhos devem durar entre 24 e 30 meses. “Esta é mais uma obra que irá mudar para melhor a vida de toda uma população que constantemente é afetada por enchentes”, salientou Acélio.

Em fevereiro, o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratellia e o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick, já tinham vencido outra pendência envolvendo a obra, com a assinatura no Ministério do Meio Ambiente (MMA) do termo de compromisso que prevê a doação de uma área do Governo do Estado para incorporação ao Parque Nacional da Serra do Itajaí, gerido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em troca da inundação de cerca de dois hectares do território atual.

Informações adicionais:
Fernanda Rodrigues
Jornalista – Secretaria de Articulação Nacional
Brasília/DF
Telefone: (61) 3101-0903 - Celular: (61) 99304-0198
fernanda@san.sc.gov.br


Na manhã desta terça-feira, 9, equipes do Corpo de Bombeiros de Videira e Curitibanos reiniciaram os trabalhos de buscas a um menino de 10 anos desaparecido em Videira, desde a última sexta-feira 5. De acordo com informações da família, o menino teria saído de casa, no Bairro De Carli, para brincar e não foi mais visto. O pai teria começado a procurar o filho assim que chegou em casa do trabalho e sentiu a falta do menino.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o sumiço da criança e acionou o serviço de buscas do Corpo de Bombeiros Militar ainda nesta segunda-feira, 8. Os bombeiros seguem as buscas com o cão farejador de Curitibanos, Hunter, guiado pelo Cabo BM Fumagalli, além de equipes de mergulhadores e de buscas terrestres. Um equipamento remotamente pilotado, conhecido por drone, também está auxiliando a monitorar a área com imagens, na tentativa de localizar o menino. O equipamento foi adquirido recentemente pelo 2° Batalhão de Bombeiros com sede em Curitibanos.

De acordo com informações do Cabo BM Fumagalli, guia do cão Hunter, a área de buscas é bem grande e fica afastada do Centro da cidade. “Como a área é bem ampla, com muitas regiões de mato alto, o uso do cão é indispensável para o sucesso das buscas, que seguem até o início da noite,” disse.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br




Foto: Clair Bazi / Defesa Civil SC

Em pouco mais de uma semana, a antena do Radar Meteorológico Oeste em Chapecó e o o radome - bola branca em cima da torre - foram instalados. O trabalho realizado por técnicos do Brasil, Alemanha e Irã terminou nesta segunda-feira, 8. Assim que as peças chegaram na sede do radar no Loteamento Desbravador em Chapecó, no dia 28 de abril, os profissionais começaram a montagem. 

A próxima etapa será dentro do prédio para equipar o aparelho. O coordenador Regional da Defesa Civil de SC, Clair Bazi, acompanha o trabalho de perto no local e explica. "Lá de cima da antena várias guias de onda (fios) descem até a sala de controle para se conectar aos processadores. Na sala de controle ficam os painéis de controle para processar as imagens que o radar vai captar e enviar aos monitores", comenta. A leitura das imagens nos monitores será feita por profissionais em Florianópolis.

Para que as imagens possam ser acessadas, é necessário internet. Por isso, o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) trabalha nas ruas de Chapecó para levar cabos de fibra óptica. São 12 quilômetros de expansão na rede óptica do Estado até o local. Além da internet, a rede de energia elétrica também é estendida pela Celesc. Junto a esse conjunto de ações, operários trabalham na obra da torre do radar.

O investimento do governo do Estado é de R$ 2,3 milhões na obra e R$ 10,4 milhões no Radar meteorológico. Quando estiver pronto para operar, o equipamento vai alcançar um raio de 200 quilômetros, cobrindo cerca de 42% do território catarinense. Junto com os radares do Vale (Lontras) e Sul (móvel) Santa Catarina terá 100% de cobertura por radares meteorológicos.

Informações adicionais para a imprensa
Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil - SDS
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889
E-mail: defesacivilsc@gmail.com
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Página 244 de 264