Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha nacional de vacinação contra a gripe

Campanha nacional de vacinação contra a gripe

Com a proximidade do inverno e diminuição das temperaturas, as gripes e resfriados começam a surgir. Mas existem cuidados e formas de se prevenir. Quer saber como? Confira neste Saiba +

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Paulo Monauar/ADR Chapecó

Com atenção voltada à infraestrutura das escolas e aos programas de ensino, o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, visitou Chapecó nesta terça-feira, 18. Junto à equipe da Gerência Regional da Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Chapecó, ele esteve na Nova Escola Padrão de Ensino Médio para acompanhar o andamento da obra, que está em fase final. Deschamps também participou das discussões sobre a Reforma do Ensino Médio no Brasil, no Seminário Regional do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional (Proesde).

A Escola Padrão de Ensino Médio, localizada no Bairro Passo dos Fortes, em Chapecó, tem capacidade para atender 700 alunos. A estrutura conta com 12 salas de aula, quatro salas para professores, biblioteca, seis laboratórios, ginásio de esporte e auditório para aproximadamente 200 pessoas. O investimento é de R$ 8,8 milhões.

Na avaliação do secretário de Estado da Educação, a obra será um marco para a região na oferta do ensino médio. “Nossa intenção é estar com ela toda organizada até o final do ano, para começar a operação no início do próximo ano letivo”, destaca Deschamps.

A escola padrão corresponde a especificações do Ministério da Educação para oferecer estrutura necessária ao desenvolvimento de projetos que garantam a melhoria do ensino médio. O espaço também irá contribuir para suprir as demandas existentes na oferta do ensino médio.

Para melhorar o atendimento e a cobertura e tornar o ensino médio mais atraente, as atenções estão voltadas ao projeto de Reforma do Ensino Médio no Brasil. O secretário falou sobre o tema na palestra do Seminário Regional do Proesde Licenciatura, da Unochapecó, realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Gered.

Uma das novidades neste processo é criar condições para que o jovem que precise trabalhar consiga conciliar o serviço com ensino de qualidade. “A reforma permite computar na carga horária do ensino médio atividades que o jovem faça fora de sala de aula, inclusive em ambiente de trabalho e de aprendizagem. A segunda novidade são as flexibilizações no ensino noturno, que pode trabalhar com educação à distância e atividades fora do ambiente escolar”, destaca.

Mais informações para a imprensa:
Andréia Cristina Oliveira
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Chapecó
Fone: (49) 2049-7427 / 99938-6966
E-mail: imprensasdrcco@gmail.com
Site: sc.gov.br/regionais/chapeco


Foto: SOL/Arquivo

A Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina (SOL) lançou edital de licitação, na modalidade pregão presencial, para contratar empresa especializada para formatação de duas Rotas de Turismo Rural na Agricultura Familiar (TRAF), atendendo objetivos pactuados junto ao Programa SC Rural.

As propostas serão aceitas até as 14h do dia 27 de julho, no protocolo da SOL, em Florianópolis. O edital está disponível no Portal de Compras do Governo do Estado.

A formatação das rotas envolverá duas Unidades Territoriais de Planejamento (UTP): UTP de Concórdia, que abrange os municípios de Piratuba, Ipira, Peritiba, Alto Bela Vista, Concórdia, Itá e Seara; e a UTP dos Cânions, que abrange os municípios de Morro Grande, Timbé do Sul, Jacinto Machado e Praia Grande.

O trabalho que será desenvolvido pela empresa contratada inclui, entre outros itens, o diagnóstico detalhado dos territórios que irão compor as rotas, a análise estratégica das propriedades rurais e a construção de diretrizes para elaboração de um futuro plano de marketing.

“A expectativa é que, ao final, tenhamos subsídios para a criação de uma identidade e de material promocional para divulgação dessas rotas enquanto produtos turísticos, de modo a estimular o turismo rural e configurá-lo como mais uma alternativa de trabalho e renda para as famílias agricultoras”, acrescenta o diretor de Políticas Integradas do Lazer da SOL, Carlos Cappelini.

Informações adicionais para a imprensa:
Carla Coloniese
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte - SOL
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-7436
www.sol.sc.gov.br


O espetáculo de abertura será da companhia Deborah Colker - Foto: Cafi/Festival de Dança

Bailarinos, estudantes e professores de dança de 17 estados, Distrito Federal, além de Argentina e Paraguai, estarão em Joinville de 18 a 29 de julho para o maior festival de dança do mundo, certificado pelo Guiness Book. Para o público, espetáculos gratuitos espalhados pela cidade somam 200 horas de apresentações e outras 40 horas de cursos, mostras, oficinas, seminários, workshops, entre outras atividades voltadas aos profissionais.

O Festival conta com apoio financeiro do Governo do Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. “Este é um dos principais eventos culturais de Santa Catarina e que também tem impacto no turismo. Além disso, trata-se de um festival que projetou o nome do Estado no meio artístico nacional e internacional, tanto pela dimensão quanto pela qualidade”, destaca o secretário Leonel Pavan.

O Festival é promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Prefeitura de Joinville, com realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e Ministério da Cultura.

O Festival começou nesta terça-feira, 18, com a Feira da Sapatilha, mas a primeira noite de espetáculos será nesta quarta-feira, 19, às 20h. A abertura do 35º Festival de Dança de Joinville terá a estreia do espetáculo Cão sem Plumas, da Cia. Deborah Colker, inspirado em poema de João Cabral de Melo Neto, publicado em 1950. Em cena, os bailarinos se cobrem de lama, alusão às paisagens que o poema descreve, e seus passos evocam os caranguejos do mangue.

Noite de Gala

Na segunda-feira, 24, o espetáculo “Gala 35 anos Festival de Dança de Joinville” trará ao principal palco do evento bailarinos e companhias premiadas ao longo da trajetória do Festival. O trabalho é inédito e reverencia o artista joinvilense Juarez Machado e traz expoentes da dança que se destacaram no Festival ou se formaram na Escola Bolshoi e hoje dançam em importantes companhias do Brasil e do exterior.

Mostra Competitiva

Neste ano, a Mostra Competitiva tem 239 coreografias, de 141 grupos, de 12 estados brasileiros, do Distrito Federal e do Paraguai. As apresentações são divididas nas categorias Júnior (13 a 15 anos) e Sênior (acima de 15 anos) e os classificados em primeiro lugar retornam ao palco para uma apresentação especial na Noite dos Campeões, que acontece no dia 29 de julho.

Mostra Contemporânea de Dança

A curadoria artística do Festival selecionou cinco espetáculos para a Mostra Contemporânea de 2017: “Auto-matismos”, “O Crivo”, “Porque somos Mutantes”, “Escuta! Performance Urbana” e “Non Stop”. As apresentações acontecem no Teatro Juarez Machado e em locais alternativos, sempre no fim da tarde, a partir das 17 horas.

Confira a programação completa – clique aqui.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Festival - (47) 3423-1010 .

Informações adicionais para a imprensa

Carla Coloniese
Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br


Fotos: Wagner Urbano/Prefeitura de São Joaquim

As temperaturas na madrugada e amanhecer desta quarta-feira, 19, ficaram abaixo de zero na maior parte de SC. Apenas o Litoral Norte e a Grande Florianópolis Litorânea não registraram temperaturas negativas. A temperatura mais baixa no estado foi de -8,8°C, em Bom Jardim da Serra, no Planalto Sul. Na terça-feira, os termômetros do mesmo município marcaram -7,4ºC. A Epagri/Ciram ressalta que a estação meteorológica do famoso Morro da Igreja, também em Bom Jardim da Serra, apontou mínima de 2,4°C. O frio nesta quarta-feira foi mais intenso em áreas de baixadas.

Nos próximos dias, o tempo segue firme, com aumento gradativo nas temperaturas. Mesmo assim, os catarinenses e turistas ainda precisarão se proteger do frio especialmente na madrugada e amanhecer. Há condições de geada nas madrugadas de quinta e sexta-feira. Ainda há previsão de temperatura mínima negativa nas áreas altas do Meio-Oeste e Planalto na madrugada de quinta-feira.

Menor temperatura instantânea na madrugada e amanhecer de quarta-feira 19/07/2017 (entre 0h e 7h)

Região Município Estação Temperatura (ºC) Data / Hora
Extremo Oeste Abelardo Luz 2438-Abelardo Luz 0,0 19/07/2017 06:00
Águas Frias 2440-Águas Frias -0,1 19/07/2017 07:00
Caibi 1039-Caibi 0,2 19/07/2017 07:00
Dionísio Cerqueira 1544-Dionísio Cerqueira-INMET 2,2 19/07/2017 03:00
Itapiranga 2450-Itapiranga - SDS 1,4 19/07/2017 07:00
Maravilha 2456-Maravilha -3,0 19/07/2017 04:00
Novo Horizonte 1514-Novo Horizonte-INMET 1,3 19/07/2017 04:00
São Miguel do Oeste 1508-São Miguel do Oeste-INMET 2,1 19/07/2017 05:00
Fpolis Litorânea Águas Mornas 2242-Águas Mornas 2,9 19/07/2017 07:00
Antônio Carlos 2383-Antonio Carlos- MDA 1,4 19/07/2017 07:00
Florianópolis 1006-Florianópolis - Automática 2,7 19/07/2017 07:00
Florianópolis 2424-Florianópolis - Carijós - SDS 2,5 19/07/2017 06:00
Santo Amaro da Imperatriz 2384-Santo Amaro da Imperatriz - MDA 3,7 19/07/2017 07:00
São José 1501-São José-INMET 4,9 19/07/2017 06:00
Tijucas 2385-Tijucas - MDA 2,9 19/07/2017 06:00
Fpolis Serrana Alfredo Wagner 2319-Alfredo Wagner - Fapesc SDR -1,1 19/07/2017 07:00
Anitápolis 1030-Anitápolis -0,8 19/07/2017 04:00
Leoberto Leal 2318-Leoberto Leal - Fapesc SDR 0,2 19/07/2017 07:00
Major Gercino 1053-Major Gercino - Campinho - MDA 0,3 19/07/2017 03:00
Rancho Queimado 1584-Rancho Queimado - INMET -1,8 19/07/2017 04:00
Rancho Queimado 1050-Rancho Queimado 1,3 19/07/2017 00:00
São Bonifácio 1054-São Bonifácio - MDA 1,4 19/07/2017 01:00
Litoral Norte Balneário Barra do Sul 1060-Balneário Barra do Sul - MDA 5,2 19/07/2017 05:00
Camboriú 2201-Camboriú - EMASA 4,0 19/07/2017 07:00
Camboriú 2432-Camboriú - Salto dos Pilões 3,1 19/07/2017 06:00
Corupá 2399-Corupá - SDS 3,3 19/07/2017 06:00
Garuva 2381-Garuva - MDA 4,9 19/07/2017 02:00
Itajaí 1517-Itajaí-INMET 3,9 19/07/2017 06:00
Itapoá 1503-Itapoá-INMET 0,3 19/07/2017 01:00
Jaraguá do Sul 1052-Jaraguá do Sul - MDA 1,7 19/07/2017 07:00
Joinville 2382-Joinville - Pirabeiraba - MDA 5,3 19/07/2017 05:00
Joinville 1051-Joinville - Vila Nova - MDA 2,5 19/07/2017 06:00
Luiz Alves 1062-Luiz Alves - MDA 2,9 19/07/2017 05:00
Massaranduba 2388-Massaranduba - MDA 2,2 19/07/2017 06:00
São João do Itaperiú 2434-São João do Itaperiú 4,5 19/07/2017 05:00
Schroeder 2389-Schroeder - MDA 0,5 19/07/2017 06:00
Litoral Sul Araranguá 1516-Araranguá-INMET -0,1 19/07/2017 07:00
Araranguá 2355-Araranguá- ETA  Lagoa da Serra 1,4 19/07/2017 06:00
Criciúma 1043-Criciúma -0,1 19/07/2017 07:00
Içara 2363-Içara- Linha Zili 1,9 19/07/2017 06:00
Imbituba 1055-Imbituba- Porto de Imbituba 7,6 19/07/2017 07:00
Jacinto Machado 2441-Jacinto Machado 0,1 19/07/2017 07:00
Jaguaruna 1061-Jaguaruna 3,0 19/07/2017 07:00
Laguna 1500-Laguna-INMET 5,9 19/07/2017 07:00
Meleiro 2301-Meleiro 2,5 19/07/2017 07:00
Nova Veneza 2369-Nova Veneza - Rio Cedro Médio 1,5 19/07/2017 07:00
Praia Grande 2435-Praia Grande  -SDS 0,6 19/07/2017 07:00
Sombrio 2130-Sombrio -0,1 19/07/2017 07:00
Timbé do Sul 2462-Timbé do Sul 1,0 19/07/2017 07:00
Urussanga 1027-Urussanga 2,1 19/07/2017 07:00
Meio Oeste Abdon Batista 2313-Abdon Batista - SDS -2,0 19/07/2017 01:00
Arroio Trinta 2429-Arroio Trinta - SDS -2,1 19/07/2017 06:00
Brunópolis 2312-Brunópolis - SDS -3,6 19/07/2017 06:00
Caçador 2461-Caçador - Linha Cará -4,4 19/07/2017 07:00
Caçador 2268-Caçador - Linha Bugre -3,1 19/07/2017 05:00
Caçador 2269-Caçador - Estação Experimental -3,7 19/07/2017 07:00
Caçador 1031-Caçador -4,7 19/07/2017 07:00
Campos Novos 1048-Campos Novos - Trento -1,6 19/07/2017 02:00
Campos Novos 1042-Campos Novos - Automatizada -1,3 19/07/2017 03:00
Curitibanos 1026-Curitibanos UFSC -6,3 19/07/2017 07:00
Fraiburgo 2419-Fraiburgo - Butiá Verde -1,1 19/07/2017 03:00
Frei Rogério 2415-Frei Rogerio -5,0 19/07/2017 07:00
Ibiam 2311-Ibiam - SDS -3,1 19/07/2017 04:00
Lebon Régis 2401-Lebon Régis - Anta Gorda - SDS -4,3 19/07/2017 07:00
Lebon Régis 2457-Lebon Régis - Fazenda Fertilidade - SDS -2,4 19/07/2017 05:00
Lebon Régis 2267-Lebon Régis -3,9 19/07/2017 04:00
Monte Carlo 2407-Monte Carlo - SDS -4,4 19/07/2017 07:00
Ouro 2420-Ouro 0,8 19/07/2017 00:00
Ponte Alta do Norte 2452-Ponte Alta do Norte - SDS -6,3 19/07/2017 07:00
Rio das Antas 2303-Rio das Antas -4,5 19/07/2017 07:00
Santa Cecília 2406-Santa Cecília - SDS -3,1 19/07/2017 06:00
São Cristovão do Sul 2453-São Cristovão do Sul - SDS -3,6 19/07/2017 07:00
Tangará 1046-Tangará - Trento -0,6 19/07/2017 04:00
Vargem 2310-Vargem - SDS -4,7 19/07/2017 07:00
Videira 1016-Videira-Epagri -3,0 19/07/2017 07:00
Videira 1035-Videira -1,5 19/07/2017 06:00
Zortéa 2309-Zortea - SDS -2,4 19/07/2017 05:00
Oeste Água Doce 1044-Água Doce - Trento -0,7 19/07/2017 00:00
Chapecó 1037-Chapecó 0,1 19/07/2017 07:00
Chapecó 1041-Chapecó - Automatizada -0,7 19/07/2017 07:00
Ponte Serrada 2422-Ponte Serrada - SDS -5,9 19/07/2017 06:00
Xanxerê 1509-Xanxerê-INMET 1,5 19/07/2017 06:00
Planalto Norte Campo Alegre 2215-Campo Alegre-Faxinal -4,0 19/07/2017 07:00
Canoinhas 2230-Canoinhas-Lajeado -4,1 19/07/2017 07:00
Canoinhas 2216-Canoinhas-Epagri -3,1 19/07/2017 07:00
Irineópolis 2217-Irineópolis-Poço Preto -2,2 19/07/2017 06:00
Irineópolis 2232-Irineópolis-Bom Retiro -2,5 19/07/2017 07:00
Itaiópolis 2235-Itaiopolis-Rio Vermelho I -4,1 19/07/2017 07:00
Mafra 2221-Mafra-Campo Novo -3,4 19/07/2017 07:00
Mafra 2427-Mafra - Espigão do Bugre - SDS -2,6 19/07/2017 07:00
Major Vieira 2218-Major Vieira-Paiol -2,8 19/07/2017 07:00
Major Vieira 2229-Major Vieira-Rio Novo 1,0 19/07/2017 07:00
Major Vieira 1519-Major Vieira-INMET -4,1 19/07/2017 07:00
Matos Costa 2404-Matos Costa - SDS -2,3 19/07/2017 05:00
Monte Castelo 2226-Monte Castelo-Rodeio Grande -5,1 19/07/2017 07:00
Monte Castelo 2405-Monte Castelo - Alto Canoinhas - SDS -3,2 19/07/2017 07:00
Papanduva 2225-Papanduva-Rodeiozinho -3,8 19/07/2017 07:00
Papanduva 2219-Papanduva-Carijos -4,0 19/07/2017 07:00
Porto União 2223-Porto União-Pintadinho -3,4 19/07/2017 05:00
Rio Negrinho 2220-Rio Negrinho-Rio dos Bugres -4,1 19/07/2017 06:00
Rio Negrinho 1511-Rio Negrinho-INMET -3,6 19/07/2017 06:00
São Bento do Sul 2222-São Bento do  Sul-Mato Preto -3,8 19/07/2017 07:00
São Bento do Sul 2380-São Bento do Sul - Rio Vermelho Povoado -2,4 19/07/2017 07:00
Três Barras 2228-Três Barras-São João -4,1 19/07/2017 07:00
Planalto Sul Bom Jardim da Serra 1504-Morro da Igreja 2,4 19/07/2017 00:00
Bom Jardim da Serra 2377-Bom Jardim da Serra -8,8 19/07/2017 07:00
Bom Retiro 2423-Bom Retiro - João Paulo - SDS -2,3 19/07/2017 07:00
Campo Belo do Sul 1018-Campo Belo do Sul -2,4 19/07/2017 06:00
Campo Belo do Sul 1014-Campo Belo do Sul - Baesa -2,4 19/07/2017 06:00
Lages 1028-Lages -3,0 19/07/2017 07:00
Otacílio Costa 2451-Otacílio Costa - Águas Paradas -  SDS -4,6 19/07/2017 07:00
Painel 2214-Painel-Pinheiros Altos -0,6 19/07/2017 03:00
Palmeira 2460-Palmeira -2,3 19/07/2017 04:00
Rio Rufino 2436-Rio Rufino - SDS -4,7 19/07/2017 07:00
São Joaquim 2411-São Joaquim/Boava - BASF -3,9 19/07/2017 01:00
São Joaquim 2412-São Joaquim- Despraiado -5,5 19/07/2017 07:00
São Joaquim 2454-São Joaquim - Chapada Seca - SDS -3,5 19/07/2017 03:00
São Joaquim 2431-São Joaquim-Alecrim -3,3 19/07/2017 07:00
São Joaquim 2375-São Joaquim- Chapada Bonita -4,0 19/07/2017 02:00
São Joaquim 1512-São Joaquim-INMET -0,1 19/07/2017 01:00
São Joaquim 1049-São Joaquim-Epagri-Trento -0,8 19/07/2017 02:00
São Joaquim 2414-São Joaquim - Luizinho -4,8 19/07/2017 07:00
São Joaquim 1029-São Joaquim -1,2 19/07/2017 00:00
Urubici 2266-Urubici - Mundo Novo 2,2 19/07/2017 02:00
Urupema 2236-Urupema -7,3 19/07/2017 06:00
Urupema 1064-Urupema - Morro de Urupema 1,3 19/07/2017 07:00
Vale do Itajaí Aurora 2320-Aurora - Alto Ribeirao Pacas 1,2 19/07/2017 06:00
Benedito Novo 1059-Benedito Novo - Santa Maria - MDA -0,8 19/07/2017 07:00
Ituporanga 1025-Ituporanga 1,0 19/07/2017 07:00
Ituporanga 1506-Ituporanga-INMET 0,5 19/07/2017 01:00
José Boiteux 1058-José Boiteux - MDA 1,9 19/07/2017 07:00
Lontras 2430-Lontras 2,5 19/07/2017 06:00
Petrolândia 2316-Fapesc SDR-Petrolândia 0,6 19/07/2017 07:00
Presidente Getúlio 2386-Presidente Getúlio - Serra dos Índios - MDA -0,5 19/07/2017 07:00
Rio do Campo 1507-Rio do Campo-INMET -2,7 19/07/2017 07:00

Fonte: Estações meteorológicas automáticas monitoradas pela Epagri/Ciram, INMET e ANA. Dados sujeitos à correção posterior.

Leia também:

>>> Com sensação térmica em -27°C, Santa Catarina registra a madrugada mais fria do ano

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br
Facebook


Foto de arquivo: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo sanciona, nos próximos dias, a extinção de três empresas do governo estadual: a Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (Codesc), a Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab) e a Corretora de Seguros e Administradora de Bens Móveis e Imóveis (Bescor). As três perderam suas atribuições ao longo dos anos e se tornaram deficitárias, o que motivou a decisão do governo.

“A máquina pública precisa ser atualizada, qualificada e modernizada constantemente. Ao mesmo tempo em que se busca economia dos gastos, é preciso adaptar a estrutura para garantir um atendimento à população cada vez mais eficiente e relevante”, avalia o governador.

O ato de extinção vai garantir uma economia mensal da R$ 10 milhões aos cofres públicos, calcula o secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa. O valor inclui as médias das despesas com folha de pagamento e com gastos operacionais e administrativos dos três órgãos. Uma lei específica para extinção da Codesc e da Cohab foi aprovada neste mês pela Assembleia Legislativa. Para encerrar as atividades da Bescor, o Governo do Estado já tinha obtido autorização anteriormente.

“Esta é uma decisão que tem a ver com economia e qualificação do serviço público. As três empresas tinham perdido suas atribuições e apresentavam um déficit acumulado, aumentando ano a ano”, informa Serpa. Até 2015, somando o resultado das três, o déficit acumulado já passava de R$ 250 milhões. E a cada ano estava crescendo a uma média de R$ 50 milhões. O próprio Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), ao analisar as contas de anos anteriores, já havia apresentado ressalvas sobre os resultados das empresas. “Quando mais o governo postergasse a decisão, mais aumentaria esse déficit. E isso sem uma justificada contraprestação de serviço para a comunidade catarinense”, acrescenta o secretário.

Juntas, as três empresas contavam com cerca de 150 funcionários. Ao longo dos últimos meses, o Governo trabalhou um Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI).

As empresas

Codesc – A Companhia de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (Codesc) foi criada em 1975 para coordenar as atividades das empresas financeiras, mobiliárias e de seguro que tinham a participação do Estado, além de gerenciar a exploração de loterias no âmbito estadual. O secretário Serpa lembra que quando o Supremo Tribunal Federal decidiu que era inconstitucional a exploração de loterias pelos Estados, a Codesc ficou sem atribuição específica e sem receita operacional. “A Codesc funcionava como holding do sistema financeiro. A partir do momento que estado se desfez do Besc e outras empresas também foram extintas, não temos mais razão para continuar com a companhia”, afirma Serpa.

Cohab – A Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab) foi fundada em 1966 para atender a população de baixa renda com casas populares. A empresa perdeu a finalidade básica principalmente após o programa do Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. Outra razão para a extinção da companhia é a existência na secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação, de uma secretaria executiva especifica para a finalidade central de formular a política habitacional em Santa Catarina de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social. “Com a política federal no setor de habitação, a empresa catarinense passou a ser apenas uma intermediária e, para isso, não temos mais a necessidade de uma estrutura do porte que existia até então”, explica o secretário Serpa.

Bescor – Fundada em 1972, a BESC S.A. Corretora de Seguros e Administradora de Bens Móveis e Imóveis (Bescor) é a corretora oficial do Estado de Santa Catarina desde 1978. “O mercado privado cuida de seguros muito bem. Não há porque o Governo do Estado atuar nesta área”, avalia Serpa.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 247 de 321