Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha nacional de vacinação contra a gripe

Campanha nacional de vacinação contra a gripe

Com a proximidade do inverno e diminuição das temperaturas, as gripes e resfriados começam a surgir. Mas existem cuidados e formas de se prevenir. Quer saber como? Confira neste Saiba +

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Ricardo Lunge/ ADR Blumenau

O secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, assinou na manhã desta segunda-feira, 17, a ordem de serviço para a reforma e reestruturação da Policlínica de Referência e Especialidades Poeta Lindolf Bell, em Blumenau. O valor do investimento do Governo do Estado é de R$ 1,432 milhão. A obra tem previsão de conclusão para abril de 2018. Mesmo com uma reforma e reestruturação total, a Policlínica de Blumenau continuará com os serviços em funcionamento, sendo a obra executada por etapas.

O secretário Caropreso destacou a importância da unidade de atendimento em Blumenau. "Este equipamento de saúde é extremamente útil para toda a região e proporcionará um atendimento melhor para a população. Temos muitos desafios na saúde em Santa Catarina e contemplar Blumenau com esta obra nos encoraja a prosseguir neste caminho para melhorar a estrutura da saúde no estado", disse.

A secretária municipal de Saúde de Blumenau, Maria Regina Soar de Souza, ressaltou a importância do repasse para o município. "Sem o Governo do Estado, não seria possível realizar esta obra", destacou. Já o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, agradeceu a atenção e o empenho da Secretaria de Estado da Saúde pela viabilização dos recursos que tem melhorado a estrutura das unidades de saúde do município.

A unidade de saúde

Assinatura da ordem de serviço para reforma e reestrutura da Policlínica de Blumenau

A Policlínica Lindolf Bell atende toda a população de Blumenau e de municípios do Vale do Itajaí. Conta, atualmente, com uma estrutura formada por 179 funcionários. Inaugurado em agosto de 2006, o novo prédio tem uma área de 2.522 metros quadrados, disponibilizando uma média de 16 mil atendimentos mensais.

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

Maior produtor de cebola do país, Santa Catarina investe em tecnologias e tem safra recorde de 630 mil toneladas. Os produtores catarinenses ampliaram a produtividade chegando a uma média de 29,7 toneladas por hectare, e não é raro encontrar produtores que colheram mais de 50 toneladas por hectare. Os números foram divulgados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri) no Boletim Agropecuário deste mês.


Foto: Ascom/Cidasc.

O médico veterinário da Cidasc, Fábio de Carvalho Ferreira, responsável pelo Programa Controle da Raiva e Vigilância para Encefalopatias Transmissíveis, esteve Colégio Arte e Vida na tarde da última quinta-feira, 13, falando sobre morcegos. 

Crianças com idade entre 5 e 10 anos conheceram mais sobre a vida desses animais, hábitos, características e curiosidades. Com foco na premissa de conhecer para proteger, Fábio abordou questões como “Por que temos medo de morcegos?” e explicou às crianças mais sobre os únicos mamíferos capazes de voar.

Cidasc realiza palestra em colégio de Florianópolis
Foto: Ascom/Cidasc

As crianças participaram ativamente da palestra, fazendo perguntas e trocando relatos com o médico veterinário. Para Fábio, a desmistificação dos morcegos é muito importante. "Nossos amigos voadores têm um papel fundamental para a manutenção do nosso ecossistema. São importantes reflorestadores, polinizadores e imprescindíveis no controle da população de insetos na cidade e no campo”.

Ações com essa reiteram o compromisso da Cidasc com a Educação Sanitária. Proporcionam às crianças momentos de aprendizagens, assim como despertam o interesse e respeito pelos assuntos tratados.

Educação Sanitária

A Educação Sanitária em Defesa Agropecuária é atividade estratégica e instrumento da defesa agropecuária, para garantir o comprometimento dos integrantes da cadeia produtiva agropecuária e da sociedade em geral no cumprimento dos objetivos.

Mais informações à imprensa:
Jaqueline Vanolli
Assessoria de Comunicação – Cidasc
Fone: (48) 3665 7037
ascom@cidasc.sc.gov.br
www.cidasc.sc.gov.br
www.facebook.com/cidasc.ascom


Foto: Rafael Paulo/SAI

Uma delegação chinesa da Província de Fujian foi recebida nesta sexta-feira, 14, pelo secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond, e representantes de outros órgãos do Governo do Estado e instituições catarinenses com o objetivo de conhecer os principais potenciais de Santa Catarina que nortearão cooperações futuras com entre os dois lados.

“Santa Catarina tem muito interesse em firmar boas parcerias e cooperações na China, que é hoje o nosso principal parceiro comercial. O Governo do Estado vê que Fujian pode se tornar uma grande porta de entrada de Santa Catarina na China, assim como podemos ser a porta de entrada de Fujian no Brasil”, avaliou o secretário Virmond.

Um grupo de trabalho formado pela equipe da Secretaria de Assuntos Internacionais e do Escritório de Relações Internacionais da Univali foi criado no final de 2016 para tratar da formatação de um acordo de cooperação entre Santa Catarina e Fujian.

“Nas próximas semanas, uma delegação oficial do Governo de Santa Catarina visitará Fuzhou e Pingtan, em Fujian, para que os nossos governos possam avançar nas conversas sobre futuras parcerias e identificar as áreas com maior potencial de resultados já no curto prazo”, lembrou Virmond.

O secretário de Assuntos Internacionais acredita que as informações apresentadas na visita de desta sexta-feira, bem com a missão a Fujian em agosto, darão um impulso para que o acordo saia ainda neste ano.

Os chineses, liderados diretora da Divisão Consular e Cultural do Departamento de Assuntos Internacionais do Governo Provincial de Fuijian, Maya Chen, tiveram um panorama sobre o desempenho de Santa Catarina em diferentes áreas.

O professor de Relações Internacionais Walter Barbieri representou a Univali na reunião e falou do setor de ensino superior em Santa Catarina. Os chineses conheceram os roteiros turísticos do estado, apresentados pelo consultor Nikolas Bottós, da Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes.

Já o diretor de Cooperativismo e Agronegócios da Secretaria de Agricultura e da Pesca, Athos de Almeida Lopes Filho, apresentou os esforços para manter a qualidade da produção de carnes catarinenses. Segundo Athos, 23% da carne suína exportada pelo estado é destinada para a China.

Os detalhes da economia foram introduzidos pelo representante da agência catarinense de investimentos Investe SC, Guillermo Antonio Davila Calle. O painel apresentado pela Investe SC aponta para o crescimento na produção industrial catarinense e na confiança do empresariado em investir no estado.

Mais informações para a imprensa:

Rafael Paulo
Assessoria de Comunicação
Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais
E-mail: rafael@sai.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2214 / (48) 99952-4504


Foto: PGE

A atuação coordenada das procuradorias-gerais dos estados com a Advocacia-Geral da União (AGU) sobre questões submetidas ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos e que envolvam os estados foi a proposta apresentada pela advogada-geral da União, Grace Fernandes Mendonça, na reunião do Colégio Nacional de Procuradores-Gerais dos Estados e do Distrito Federal. O evento em Belo Horizonte se iniciou na quinta-feira, 13, e termina nesta sexta, 14.

Representando a Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina, o sub-procurador-geral do Contencioso, Ricardo Della Giustina, disse que a proposta da AGU favorece a atuação conjunta de estados e União para solucionar demandas sociais que impliquem na responsabilização do Brasil na Corte Interamericana de Direitos Humanos.

A iniciativa parte da constatação de que pelo menos dez das resoluções relacionadas ao tema debatidas atualmente no exterior têm como objeto a adoção de políticas em âmbito estadual. No cenário atual, em que não há uma articulação entre União e estados, a obtenção de informações que auxiliariam na estratégia de defesa jurídica do país é dificultada pela falta de articulação.

Para a ministra, a sinergia entre os órgãos de advocacia pública será imprescindível, sobretudo na adoção de medidas legais preventivas passíveis de serem adotadas e que auxiliem na diminuição do crescente número de demandas apresentadas perante as cortes internacionais.

“O advogado público é fundamental na proposição de ações que mudem o cenário atual. Podemos ser proativos. E não há dúvida que, embora a defesa de todo o país seja feita pela AGU, ninguém melhor que o procurador do Estado, que conhece a realidade local, para trazer informações precisas que auxiliem no cumprimento de determinada resolução”, explicou Grace Mendonça.

Os 23 representantes das procuradorias presentes ao evento foram favoráveis ao projeto e aprovaram encaminhamento pelo pré-agendamento para agosto da assinatura de um termo de cooperação.

Diagnóstico das procuradorias

Della Giustina também recebeu um exemplar do Relatório Geral do Diagnóstico das Procuradorias-Gerais dos Estados e do DF, entregue pelo presidente da Associação Nacional dos Procuradores dos Estados (Anape), Telmo Lemos Filho, e pelo presidente do Colégio de Procuradores-Gerais, Francisco Wilkie.

A pesquisa apresenta uma análise da carreira e dos órgãos constitucionalmente incumbidos de exercer a representação judicial e a consultoria jurídica das unidades da Federação, e visa contribuir para o aprimoramento da gestão e melhor planejamento das instituições.

A reunião prosseguiu com a discussão a respeito da quebra do Pacto Federativo – exigências do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (e-Social), Imposto de Renda de servidores públicos e Lei Kandir, entre outros temas de interesse das unidades federativas.

Também foram debatidas a compensação previdenciária, a utilização de depósitos judiciais e a elaboração de um livro que vai abordar o federalismo. No final da reunião, as autoridades tiveram um encontro com o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

*Com informações do site da AGU e PGE/PA

Informações adicionais para a imprensa
Billy Culleton
Assessoria de Imprensa 
Procuradoria Geral do Estado - PGE
E-mail: billyculleton@gmail.com
Fone: (48) 3664-7650 / 98843-2430
Site: www.pge.sc.gov.br

Página 250 de 321