Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Programa Rede de Vizinhos - 15/08/2017

Programa Rede de Vizinhos - 15/08/2017

A tecnologia facilitou a aproximação das pessoas. Que tal aproveitar essa ferramenta para ter mais segurança no seu bairro? O programa Rede de Vizinhos, da Polícia Militar de Santa Catarina​, é uma alternativa. Por meio de um grupo de mensagens, o policial se torna o gestor da transformação da sua comunidade, participando de forma ativa das atividades da rede.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

O governador Raimundo Colombo participou nesta quinta-feira, 27, em Brasília, de audiência com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), Valter Casimiro Silveira. Entre os temas do encontro, as obras já em andamento na BR-285, a Serra da Rocinha, no Sul de Estado; e o projeto de melhorias na BR-282, na Serra Catarinense.

>>> Mais imagens na galeria

Colombo afirmou que as obras no trecho catarinense da BR-285 estão avançando em um bom ritmo. Mas explicou que, para finalizar os trabalhos em 2018, ainda é preciso que o governo federal repasse mais cerca de R$ 65 milhões para a última etapa, valor já previsto no orçamento do próximo ano. “Agora, nós do governo, junto à bancada catarinense, vamos acompanhar todos os procedimentos burocráticos para seguir com o cronograma", acrescentou. O trecho catarinense da rodovia, na Serra da Rocinha, conta com 22 quilômetros, ligando Santa Catarina ao estado vizinho do Rio Grande do Sul.


Foto: Rafael Paulo / SAI

Cooperações, investimentos bilaterais, exploração de oportunidades internacionais e ampliação do comércio exterior compõem a estratégia da Província de Jiangxi na sua abertura ao mundo. As prioridades foram listadas na Conferência para Aproximação Econômica e de Comércio entre Jiangxi e Brasil, nesta quinta-feira, 27, na cidade de Nanchang, na China, com promoção da Divisão de Jiangxi do Banco da China, e participação de dezenas de empresas locais.

O consultor geral da Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais, Marcelo Trevisani, representou o Governo de Santa Catarina. "Podemos ver em Jiangxi uma futura parceira de Santa Catarina na China para ampliar a presença no Estado no comércio internacional local", disse.


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Foi celebrado na manhã desta quinta-feira, 27, em Brasília, o contrato de concessão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis, para a empresa suíça Zürich Airport. O ato, que contemplou também outros aeroportos brasileiros, contou com a presença do presidente Michel Temer, do governador Raimundo Colombo, de ministros e diretores das empresas vencedoras dos leilões de concessão.

O presidente Michel Temer destacou que as concessões são o início de um projeto muito mais amplo. “Este é o resultado de um esforço para modernizar o Brasil. Estas são as primeiras concessões de um novo modelo, mais seguro. O Brasil é um país onde todo mundo quer investir e o que estamos fazendo é restaurar a confiança dos investidores”, discursou o presidente. A assinatura oficial entre governo federal e empresas acontece nesta sexta-feira, 28.

>>> Galeria de fotos

Para o governador Colombo, a concessão do aeroporto de Florianópolis representa um ganho para todos os passageiros. “A atual estrutura não tem condições de oferecer um serviço de qualidade. O novo terminal vai garantir um atendimento moderno e eficiente, com tecnologia de ponta. É um grande passo para modernização do sistema aéreo de Santa Catarina como um todo”, avaliou. O governador ainda ressaltou a experiência da empresa vencedora. Além da Suíça, a Zürich está presente em outros países e atua no Brasil desde 2014, participando da gestão do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte (MG).

O diretor de investimentos da Zürich Airport, Martin Fernandez, explicou que a partir da assinatura do contrato oficial da concessão, a empresa tem um prazo de 26 meses para concluir a primeira etapa de investimentos obrigatórios, o que inclui o novo terminal de passageiros. A empresa projeta aplicação de R$ 500 milhões nesta primeira etapa do contrato. Além do novo aeroporto, serão construídos novos fingers (pontes de embarque que fazem a ligação entre o terminal e as aeronaves) e um novo estacionamento com 2,5 mil vagas, entre outras melhorias.

Mesmo com o contrato assinado, a Zürich Airport não assume imediatamente a gestão do Aeroporto Hercílio Luz. Segundo a direção da empresa, ainda será preciso um período de transição, compartilhado com a Infraero, e a expectativa é iniciar oficialmente a gestão própria do espaço no dia 1º de janeiro de 2018.

Enquanto isso, o Governo do Estado reafirma o compromisso de entregar a duplicação do novo acesso ao Sul da Ilha de Santa Catarina, que também beneficiará diretamente os usuários do aeroporto. O Governo do Estado trabalha por lotes e a meta é entregar, até o final deste ano, as primeiras etapas. “As obras estão caminhando muito bem. É um novo acesso que vai beneficiar todos os passageiros do aeroporto e toda a comunidade. Estamos trabalhando com a meta de entregar tudo antes da conclusão do novo terminal”, acrescentou Colombo.

No mesmo ato desta quinta, além de Florianópolis, foram celebrados os contratos de concessão dos aeroportos internacionais de Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e Fortaleza (CE). O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que, juntos, os quatro aeroportos respondem por 12% do mercado doméstico brasileiro.

Também acompanharam o evento em Brasília, entre outras autoridades, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Maurício Quintella Lessa; o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco; e, do governo catarinense, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan; o secretário executivo de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, e a secretária adjunta Lourdes Martini.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo apresentou nesta quinta-feira, 27, em Brasília, um balanço do bom andamento das obras de construção do novo Centro de Eventos do Governo do Estado em Balneário Camboriú, que devem ser concluídas até o fim deste ano. O projeto foi tema de audiência com o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

>>> Galeria de fotos

O governador tratou dos próximos repasses federais para a obra. “A parte burocrática e financeira é sempre desafiadora, por isso nós estamos nos ajudando para concluir e poder entregar tudo no prazo”, afirmou Colombo, ressaltando ainda a importância do turismo de eventos para promover o setor também fora da temporada de verão.

O projeto contempla três pavilhões de exposições, salas de convenções, ambiente para lojas, praças de alimentação e serviços, além de mais de mil vagas de estacionamento. No total, serão 33 mil metros quadrados de área construída. 

Também presente na audiência em Brasília, o secretário de Estado de Turismo, Cultuta e Esporte, Leonel Pavan, explicou que a obra já está 64% concluída e a meta é garantir a execução de mais 8% ao mês para entregar a estrutura ainda neste ano. “Com o centro pronto, viveremos um novo momento da economia do turismo em Santa Catarina”, destacou.

Nesta quarta-feira, 26, o governador Colombo e o secretário Pavan visitaram as obras do novo espaço, localizado às margens da rodovia BR-101. O novo Centro de Eventos é resultado de uma parceria entre governos federal, estadual e municipal. A Salver Construtora, de Ituporanga, foi a vencedora da concorrência pública para a execução da obra e apresentou um orçamento de R$ 89 milhões. No início deste ano, foram assinados aditivos pelo Governo do Estado porque o projeto sofreu adaptações e ampliação de algumas estruturas.

Também acompanharam a audiência em Brasília, o secretário executivo de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, e a secretária adjunta Lourdes Martini.

Leia também:

>>> Em Brasília, governador Colombo assina concessão do aeroporto de Florianópolis para empresa suíça

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Secom/Arquivo

A umidade relativa do ar está baixa em Santa Catarina devido à intensificação da massa de ar seco que atua no estado. Os índices previstos para esta semana, especialmente no período da tarde, devem ficar em torno de 30% em algumas cidades, conforme a Epagri/Ciram. Nas áreas mais afastadas do Litoral, como no Oeste e Meio-Oeste catarinense, esse índice pode ficar ainda mais baixo. E este clima seco traz uma série de complicações à saúde, principalmente respiratórios.

De acordo com o médico pneumologista da Secretaria de Estado da Saúde, Gilberto Ramos Sandin, a queda da umidade deixa as vias aéreas e mucosas mais ressecadas, principalmente em pessoas com doenças crônicas como asma e rinite. “A pessoa pode sentir também ardência e sensação de areia nos olhos. Tudo isso está relacionado com a época do ano”, relatou.

Para evitar ou minimizar a ocorrência de problemas de saúde, o médico chama a atenção para alguns cuidados importantes, como a ingestão de água, evitando bebidas diuréticas como café, refrigerantes e alguns chás. Sandrin também indica o uso de soro fisiológico para evitar o sangramento das narinas e ressecamento de outras mucosas, como boca e olhos. É ideal reduzir o consumo de alimentos com alto teor de sal, aumentando o de frutas e verduras, além de evitar a prática de exercícios físicos entre 10h e 17h.

O uso de bacias com água ou toalhas molhadas ajudam a aumentar a umidade de um ambiente. Umidificadores de ar também contribuem, mas Gilberto Sandin alerta que esses aparelhos requerem alguns cuidados. “O uso de umidificadores por muito tempo pode aumentar a proliferação de fungos no ambiente e, para quem já tem a predisposição genética para asma e bronquite, isso pode ser um fator de agravo da doença. Para quem quiser fazer o uso do umidificador antes de dormir, a dica é ligar duas ou três horas antes de dormir”, explicou.

>>> Epagri/Ciram chama a atenção para a baixa umidade do ar em Santa Catarina

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 27 de 112